Quantcast
PplWare Mobile

Linus Torvalds deixa os CPUs Intel e muda para a AMD

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Unknown says:

    Finalmente, façam uma festa para comemorar…

  2. SANDOKAN 1513 says:

    Ele tem bem dinheiro para ele.Um processador que custa no mínimo 2200 euros não é para qualquer um !! Só o processador !! 😐

    • Toni da Adega says:

      Não estás á espera que alguém compre um portátil de 500€ para uso profissional, principalmente alguém ao nível dele.
      Na minha empresa cada portatil custa em média 3000€, e a cada 3 anos temos 1 novo independentemente do seu estado. A isso junta 4 monitores (2 para ter no escritorio e 2 para ter em casa), periféricos e afins e dá mais de 4000€ por posto de trabalho.
      Para 90% do pessoal é demasiado, para uso profissional é perfeitamente normal

    • David Guerreiro says:

      Se ele fosse comprar um da Intel mais ou menos equivalente em vez de 2200 seria 5000 ou mais. No ponto de vista dele, conseguiu obter melhor desempenho por menos dinheiro. Temos que ver que esse Threadripper dá a ratada num Intel Xeon W-3175X que custa mais do dobro.

  3. Joselito says:

    Eu qro saber com o é q ele comprou? o Linux (open-source) é grátis, claro ele é o Linus deve ter ganho tudo grátis pelo bem da marca (a AMD é capilista o Linus não), mas e os outros bestas que fazem o Linux ter vida?!

    Enquanto o Linus curte um AMD grátis, os incautos trabalham de graça pra empresas multi-bilionárias que vendem as coisas…

    • Milhais says:

      E open source não quer dizer que haja dinheiro envolvido. Pode e muito bem vir de doações. Não te esqueças do dinheiro que o Linux trás a empresas que não precisem de pagar pelo MAC ou Windows nos computadores do escritório. Depois tens venda de aplicações. E muito trabalho e feito por pessoas que tem gosto em programar e que se sentes livres de alterar o que querem no Linux. Muitas dessas pessoas trabalham em multi nacionais, e fazem isso como hobbie.

      Agora ninguém trabalha de graça, se estão a trabalha, sao escravos e a empresa deve ser denunciada. cumps

    • Mestre de Direito says:

      +1 descobriste agora que a “esquerda”, “socialismo” “comunismo” não são nada mais que filosofias para meter a malta a trabalhar baratinho e sem reclamar, enquanto os políticos andam à grande? Vê Rússia, China etc e vês se os políticos têm pouco lolol

    • Xico says:

      WTF? Que mistura de conceitos mais ridícula. Qual a semelhança entre gratuitidade e income de receita, prestação de serviços, etc.

    • Bruno Funnie says:

      Pleno 2020 e ainda não consegue distinguir opensource de grátis ? Tens que voltar para o infantário

  4. Alex says:

    Ser open source não é significado de ser gratis. O trabalho de suporte, de consultadoria, suporte etc pode perfeitamente a base de rendimento. E não se trata de terem empresas que não precisam de mac ou windows. A nível de desktop em bastantes coisas podes substituir windows/mac com linux based solutions. No que toca a server a internet funciona com linux. O teu router em casa tem linux…. Quanto a questão de intel vs AMD na arquitectura x86… Convém a intel repensar bem o que anda a fazer…. e voltar a focar-se em melhorias das suas soluções, já que tens soluções que a AMD disponibiliza n vezes melhores na arquitectura, bem como tens soluções RISC based que já começam a dar cartadas(RISC-V/ARM). E as coisas caminham nesse sentido hardware open source / software open source.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.