PplWare Mobile

Sonda Parker Solar Probe bate recordes de aproximação ao Sol e velocidade


Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

51 Respostas

  1. Nuno Peixoto says:

    Muito obrigado. Adoro quando cá venho e vejo artigos destes! Cumprimentos

  2. Jc says:

    Boas Pedro. Não está mau. Mas..
    Podes dizer de onde tiraste os 1400 graus que a sonda tem de sobreviver?

    O espaço não tem ar, portanto “não tem temperatura” ( mesmo para os especialistas que venham contrariar está afirmação, essa temperatura não é de 1400 graus a 0.04 AU)

    Podemos falar de algum componente específico da sonda que pode atingir os 1400.
    Mas nesse aspecto o meu PC terá de subreviver a 4000 graus, pois o nucleo dos LEDs da caixa. Atingem essa temperatura…

    Julgo que o correcto é falarmos de quantidade de radiação.
    A 0.04 AU a sonda estará 25 vezes mais perto da do sol que a Terra. A radiação será 625 (25^2) vezes maior que a que sentimos na terra num dia de verão.

    Se a reflexão de radiação for boa a sonda não aquece.

    • BC says:

      Excelente explicação, mas… tu deves ser uma diversão nas festas! 😉

    • iDroid says:

      A distribuição da radiação não é afectada pela atmosfera? Se assim for, a radiação não será maior que 625 vezes superior à da terra?

    • z/OS says:

      Excelentes dúvidas… sempre pensei se o vácuo seria frio ou quente independentemente da aproximação do sol. Já ouvi místicos dizerem que é frio e já ouvi cientistas dizerem que é quente. Qualquer um deles só supõe. Os dados que a sonda recolhe deveriam ser tornados públicos, pelo menos alguns…

      • Jc says:

        E difícil falarmos de calor no espaço pois a mecânica de aquecimento e arrefecimento no espaço é completamente diferente do que se sente na terra.

        Existem 2 mecanismos de mudança de temperatura de um corpo.
        1 – convecção (encostar um corpo quente a um corpo friu)
        2 – radiação (luz infravermelha e microondas)

        Na Terra a convenção é bastante importante e faz com que mesmo os locais a sombra estejam quentes.

        No espaço a convecção é quase nula. Um local à sombra vai ter uma temperatura bastante negativa mesmo estando perto de uma estrela.

        Pela definição de temperatura, podemos dar um valor de temperatura a qualquer lugar que tenha qualquer quantidade de matéria. Isto inclui o espaço.

        A temperatura do de algo é definida e pode ser medida pondo um medidor à sombra a medir a temperatura transmitida por convecção.
        Por exemplo, a temperatura de Mercúrio na sombra é 200graus negativos.

        Mas está definição é de pouca importância para quem está no espaço. Sem convecção não existe troca de temperatura.

        O importante no espaço é a radiação em w/m^2 que em 0.04 AU é 625 vezes maior que aqui na Terra.

      • Nuno V says:

        Isto porque temperatura não equivale a calor, embora ambos sejam medidos em °K (°C / °F no uso geral). Tanto um como outro são uma medição da energia cinética de um sistema, o primeiro a média, a segunda a total. Como por exemplo, na termosfera a temperatura pode atingir os 1700 °C, no entanto o calor é bem inferior à 0 °C. Isto porque as partículas na termosfera têm bastante energia cinética, e se fizermos a média da energia de cada partícula obtemos uma temperatura elevada. No entanto, a termosfera é quase um vácuo, isso significa que a quantidade de partículas é muito diminuta, significando que a energia total do sistema é muito pequena.

        Não ligues ao que vez nos filmes e média, a grande maioria destes representam que uma pessoa no espaço morreria instantaneamente devido ao calor muito baixo, tal não é verdade. Na realidade a tua temperatura diminuiría bem lentamente, isto porque o espaço é basicamente um vácuo, significa que basicamente não existem partículas para retirar\fornecer energia do teu corpo via condução ou convecção. A única maneira de perderes energia é através de radiação que é bem menos eficiente. Ou seja, não congelavas nem seque próximo de instantaneamente, e a temperatura corporal deveria ser a última das tuas preocupações. Isto porque a água a uma pressão basicamente não existente, passa do estado líquido ao gasoso. Pelo mesmo motivo, todos os gases dentro do nosso corpo, como oxigénio, que vão expandir. Mas é possível sobreviver um a dois minuto ao vácuo do espaço sem sofremos danos permanentes.

        • Jc says:

          Não é bem assim, qualquer pessoas morreria sempre de falta de oxigénio no sangue antes de qualquer outro efeito nefasto do espaço.
          No entanto é bem normal formas líquidas congelarem rapidamente no espaço (e o ser humano é 70% água.

          Isto acontece não por qualquer transferência de temperatura entre a pessoa e o espaço “friu” mas porque os líquidos na pessoa deixam de ser estáveis e evaporam quase instantaneamente.

          Como se sabe, a evaporação da água(e da maior parte das substâncias) é um fenômeno que absorve energia térmica.
          Então a água que fica vai perdendo temperatura conforme a das estermidades evapora até que por fim a que fica congela.

          No vácuo não existe estado líquido na água. A água passa directamente de gelo para vapor.
          Daí, corpo de uma pessoa perde parte da água para espaço em vapor e a outra parte congela.
          Em zonas bem aguadas do corpo como os olhos ou a boca seria bastante normal o congelamento quase instantâneo.
          No entanto este congelamento seria de pouca duração pois a temperatura do interior do corpo descongelaria esses líquidos que logo de seguida evaporaram.

          No entanto o processo de evaporação da água do corpo iria continuar até o interior do corpo atingir a temperatura de congelação no vácuo (que não é 0 graus)
          Isto aconteceria em minutos/horas.

        • Nuno says:

          “Não é bem assim, qualquer pessoas morreria sempre de falta de oxigénio no sangue antes de qualquer outro efeito nefasto do espaço.”
          Por isso é que eu disse, “Mas é possível sobreviver um a dois minuto ao vácuo do espaço sem sofremos danos permanentes.”. Não dá para aguentar muito mais que isso porque a pessoa no vácuo têm que exalar todo o ar que têm nos pulmões para estes não expandirem e romperem, tendo que sobreviver apenas com o que têm no sangue.

          “No entanto é bem normal formas líquidas congelarem rapidamente no espaço (e o ser humano é 70% água.”
          A não ser que a energia térmica da água seja baixa o suficiente, que não é o caso com a água que se encontra no nosso corpo ou qualquer água que se encontre em estado líquido, a água passa para estado gasoso no vácuo. Portanto não congelava, mas sim a grande parte da água vaporizava-se. Para a água ser sólida no vácuo, a temperatura desta têm que ser inferior aos -73 ºC.

          “Isto acontece não por qualquer transferência de temperatura entre a pessoa e o espaço “friu” mas porque os líquidos na pessoa deixam de ser estáveis e evaporam quase instantaneamente.”
          Não têm nada a ver com os líquidos deixarem de ser estáveis, existem alguns líquidos iónicos e polímeros que em certas temperaturas continuam a ser líquidos num vácuo. A água liquida não é instável a 0 Pa, mas sim impossível, a estas pressões esta ou é sólida ou gasosa.

          “Como se sabe, a evaporação da água(e da maior parte das substâncias) é um fenômeno que absorve energia térmica.
          Então a água que fica vai perdendo temperatura conforme a das estermidades evapora até que por fim a que fica congela.”
          Correto, o problema é que até que seja absorvido calor latente suficiente para a água passar para o estado sólido, a quase totalidade da água já evaporou.

          “No vácuo não existe estado líquido na água. A água passa directamente de gelo para vapor.”
          Captain obvious is obvious. Que vais dizer a seguir? Que a terra é redonda?

          “Em zonas bem aguadas do corpo como os olhos ou a boca seria bastante normal o congelamento quase instantâneo.
          No entanto este congelamento seria de pouca duração pois a temperatura do interior do corpo descongelaria esses líquidos que logo de seguida evaporaram.”
          Errado, são precisamente as zonas mais aguadas que passam diretamente para o estado gasoso. Olha para um diagrama de fases da água e vê qual o estado desta à temperatura do corpo humano e à pressão 0 Pa, vais ver que é, para nenhuma surpresa (ou pelo menos para mim), gasoso. O que tu dizes também contradiz o que observamos em acidentes com vácuo (seja no espaço ou em câmaras de teste), bem como em testes quere fizemos com animais nos anos 60, tanto pelos russos, como pelos americanos.

          • Jc says:

            Não percebo a atitude agressiva da tua resposta mas também não quero perceber.

            Seja qual for a temperatura da água a que evapora esfria a que ainda lá está. E isto acontece quase instantaneamente.
            Mais temperatura menos gelo fica e mais água evapora.

            Mas a nas zonas sem tecido, quase 100% água a transformação de liquida para gasosa+sólida dasse quase instantaneamente.
            A uma velocidade maior que a transferência de temperatura do núcleo quente do corpo para o exterior.

            Daí, é normal as partes mais líquidas do corpo(olhos e boca) congelarem superficialmente.

            Isto não significa que o interior do corpo congela.

            Mas não é descabido o que aparece nos filmes.

          • Nuno says:

            É verdade que os olhos e a boca ficariam cobertos com uma fina camada de gelo, mas isso não acontece “quase” instantaneamente. Mas não é esse o “efeito” a que eu me refiro (nem sequer me lembro de um único filme que alguma vez tenha reproduzido com tanta precisão uma despressurização de um astronauta que até incluí gelo apena nos olhos e boca), refiro-me, como por exemplo, ao filme Missão a Marte, em que ao retirar o capacete o astronauta more imediatamente congelado. Felizmente parece que cada vez mais os realizadores começam a apresentar cenas que estão “corretas” no que toca o espaço. Pelo menos não vejo ninguém, nem a congelar, nem a sofrer descompressão explosiva nos filmes.

            Se queres ler um bocado sobre os efeitos de pressões extremamente baixas em animais podes o fazer aqui.
            https://ntrs.nasa.gov/archive/nasa/casi.ntrs.nasa.gov/19660005052.pdf

  3. Alceu RD says:

    TUDO MONTAGEM CGI !!!

    http://eol.jsc.nasa.gov/HDEV/

    O que deveria ser debatido não é se a NASA é uma fraude que vive a enganar aspessoas, mas sim por que a NASA é uma fraude que vive a enganar as pessoas. Que ela
    é uma fraude, isso já está fora de dúvida. A grande questão é: por que ela precisaria nos
    enganar? No caso da falsa ida à lua, alguns têm uma resposta simples: para levar
    vantagem sobre a União Soviética no contexto da Guerra Fria. Mas essa não parece ter
    sido a motivação maior, porque ela continua nos enganando até hoje com suas
    fotos fake da Terra, mesmo com a Guerra Fria já tendo acabado há décadas…
    Então, ressurge a questão: por que a NASA nos engana? Por que ela precisa adulterar
    fotos da Terra com duplicatas ridículas e manipulações risíveis, quando seria muitíssimo
    mais fácil simplesmente tirar uma foto verdadeira de um de seus vários supostos
    satélites verdadeiros, sem precisar perder nem um segundo com edições vagabundas
    feitas para enganar o público leigo com truques mentirosos? Se eles estão realmente
    filmando e fotografando uma Terra redonda verdadeira, por que precisar falsificar fotos
    e se contradizer o tempo todo?
    A resposta é uma só, e é muito simples:
    Porque eles sabem que precisam te enganar para fazer você pensar que a Terra é um
    globo.
    E, mesmo assim, são essas mesmas fotos e esses mesmos vídeos fraudulentos de
    satélites misteriosos e absolutamente suspeitos que são hoje em dia utilizados como a
    prova número 1 de que a Terra é um globo!
    O mais engraçado é que até os cientistas mais famosos e preferidos dos globalistas tem
    sugerido que a Terra não é um globo, e disso ninguém fala nada. O queridinho dos ateus
    e agnósticos, Neil deGrasse Tyson, disse, nada a mais e nada a menos, que a Terra tem
    o formato parecido com o da pêra(!), embora nenhum satélite da “NAZA” jamais tenha
    filmado ou fotografado uma “Terra-Pêra” na história (veja aqui). E há poucos anos atrás
    foi até bem noticiado que alguns geólogos chegaram à conclusão de que a Terra é na
    verdade um geóide (como nesta e nesta imagem), embora nenhum satélite jamais tenha
    filmado ou fotografado a Terra como sendo um geóide. Isso mostra que nem mesmo os
    cientistas “tradicionais”, “respeitáveis” e “não-conspiratórios” dão qualquer crédito
    para as fotinhas da NASA. Mas se um terraplanista diz a mesma coisa e rejeita as fotos
    e vídeos da NASA, aí não pode, é conspiração

    • Luis Borges says:

      lolllllllllllllllllllllllllllllllll
      a serio? isto foi mesmo escrito?! estupidez tem limites, ok? e analfabetismo cientifico tambem!

    • dqdd says:

      e a medicação? esqueceu de tomar?

    • BC says:

      Vou buscar pipocas…

    • Alfie says:

      Alceu, só pelo seu comentário valeu a pena ter vindo aqui ao PPLWARE. Já não me divertia tanto há muito tempo.
      Mas olha não esquece de tomar os remédios. Senão já sabe tem a casinha cor de rosa à espera.

      • Alceu RD says:

        Veja as provas e decida…..

        Leva um tempo para cada um.

        Tenha um bom dia.

        • Nuno V says:

          Então mostra as provas. Lembra-te provas são factos objectivamente verificáveis, indiscutíveis e que suportam um conclusão sobre todas as outras.

          Tambem estou à espera que os idiotas que acreditam que a terra é plana forneçam um modelo que faça previsões, melhor que o modelo correntemente em uso, ou igual mas com menos presunções.

          Eu espero.

          • Alceu RD says:

            Veja as provas e decida….

            Assista a “PROFESSOR TERRA PLANA * A FARSA DA NASA: O ESPAÇO SIDERAL É PURA FICÇÃO ( DOCUMENTÁRIO PARTE 1/2)” no YouTube

            https://youtu.be/xaTmvBF9lmg

          • Nuno V says:

            Um vídeo de YouTube de um idiota que percebe tanto do assunto como eu percebo de tricot não constitui prova.

            Mas diz-me uma coisa, num dos vídeos que colocaste falou-se dos raios crepusculares como base da afirmação que o sol está próximo. Já alguma vez vistes raios crepusculares nas nuvens quando estás muito alto num avião? Eu já, e são basicamente paralelos. Também já alguma vez vistes raios anti-crepusculares aquando o por do sol? Eu já. Ou seja, olho na direcção do sol e vejo os raios a converger num ponto, mas olho na direcção oposto e vejo precisamente o mesmo, os raios a convergir num ponto chamado anti-sol. A razão pela qual ambas as situacoes existem é porque os raios são paralelos, parecem-te convergir por causa da perspectiva. Ou achas que as carris de um comboio estão fisicamente a diminuir na distância ou que é devido à perspectiva? Vergonhoso que ainda existam idiotas que acreditam que a terra é plana, quando esta foi demonstrada que é redonda faz mais de 2500 anos.

    • Jc says:

      O Neil deGrasse Tyson diz essas coisas a gozar com quem não acredita que a Terra é esférica.
      Mas a falta de inteligência é tanta que acreditam que ele não está a ser irónico.

      É fácil perceber que a Terra é redonda. Basta ver a inclinação do Sol a depender da distância que estamos do equador.
      Também é fácil ver satélites feitos pelo Homem a cruzar o céu logo depois do sol-posto quando os satélites ainda levam com a luz do Sol mas já é de noite.
      Também é facil olharmos para todos os outros corpos(Sol, Lua, Marte..) e perguntarmo-nos se tudo é esférico lá fora porque não seria também aqui?
      Depois existem os milhões de tecnologias que usamos todos os dias, como televisão por satélite, cabos de fibra óptica que cruzam o Pacífico sem a latência de dar a volta pelo outro lado, que provam como estamos numa esfera….

      Mas tudo isto precisa de alguém capaz de manter a concentração por mais de 10 minutos.

  4. Alceu RD says:

    AGORA NÓS SABEMOS !!!

    VEJAM E PENSEM …

    https://youtu.be/-qo9Bqdzaho

    • Jc says:

      Não percebi porque vem à internet, não tem medo desta bruxaria que mostra imagens de longe de onde está?
      E esse portal do Diabo chamado de YouTube? Não tem medo dele?

      • Alceu RD says:

        Não precisa o youtube.

        Vá até teu PC e entre na Live da ISS.
        Após altere a data do seu PC e veja aonde estará a ISS AO VIVO .

        • Jc says:

          Então todo sobre o espaço, desde Galileu até agora vai por água a baixo pelo site da NASA ter o vídeo errado no live stream?
          O Falcon Heavy também tinha os dois vídeos dos busters laterais iguais. Mas à quem acredite que foi erro a escolher o canal da segunda imagem e não um complô para nos enganar.

  5. Alceu RD says:

    Veja as provas e decida….

    Assista a “PROFESSOR TERRA PLANA * A FARSA DA NASA: O ESPAÇO SIDERAL É PURA FICÇÃO ( DOCUMENTÁRIO PARTE 1/2)” no YouTube

    https://youtu.be/xaTmvBF9lmg

  6. Alceu RD says:

    Veja as provas e decida …..

    Assista a “GRAVIDADE 1000% DETONADA# balão estoura ao chegar perto do sol#O fim de…” no YouTube

    https://youtu.be/o3u4zhnfkrw

    • Jc says:

      Quando não percebemos algo é mais provável que seja por não termos capacidade para perceber(matemática muito complicada por exemplo) do que essa coisa esteja errada.
      Em especial quando o nosso maior exercício mental é compreender o conteúdo das “Tardes da Júlia”

    • Jc says:

      Fui ver esse vídeo. Não por nunca ter visto videos da Terra ser plana. Mas sim para poder argumentar sobre a porcaria mostrada no vídeo que você chama de prova.

      Sobre a prova principal do vídeo: o balão rebentar a 20km de altitude. Não percebo o que isso prova. A atmosfera vai ficando rarefeita a cada metro de altitude.
      Um balão que aguente menos pressão (ou diferença de pressão) vai rebentar mais cedo, um mais forte, rebentar mais tarde. O sol está em cima, claro, é quase meio dia nessa região do globo, está em cima para tudo lá, não só do balão.

      Sobre os vídeos secundários, os raios de sol parecem vir em ângulos diferentes quando passam pelas nuvens pois o a imagem não é de uma câmara de 90° é de uma câmara de 120°. Com essa câmara até uma régua de escola parece curva. Já viu esse efeito ao vivo? Com os seus olhos?

      Sobre o sol estar a 50km de altura…………….
      Não é fácil provarmos como isso é mentira?
      Se telefonar a alguém de confiança que esteja no Algarve enquanto você está no Porto, essa pessoa teria de dizer que vê o Sol a Norte. Pois a 50km de altitude se você vê o sol a 45° de ângulo então o sol está directamente em cima de algo a 50 km a Sul de si(Aveiro?). O que está a norte do Algarve.

      Por último quero comentar o formato do vídeo. Imagem sempre a tremer, a fazer zoom in e zoom out. Texto a saltar de um lado para o outro. Ideias sem qualquer conecção a aparecerem para você ler.
      O formato do vídeo é propositadamente feito para confundir as pessoas. Para terem dificuldade a chegarem a um raciocínio objectivo a cada ideia apresentada. Repito, Propositadamente!

      Os mágicos fazem o mesmo para nos por a olhar para uma mão enquanto a outros faz a manobra.

      Mesmo que acredite nisso da Terra ser plana, large estes vídeos de porcaria e encontre alguem que esplique as provas com calma e objectivamente.

      • Alceu RD says:

        Viste o da Nasa ?

        • Jc says:

          Quer argumentar este que vi e comentei? Ou quer apenas mudar de assunto e ignorar os meus argumentos?

          • Alceu RD says:

            Tudo o que falar não vai mudar seu entendimento atual.
            Demora um pouco.
            Alguns demoram mais a entender e assimilar que nossa terra NÃO É UM GLOBO.
            Faz parte da dissonância cognitiva.
            O intuito foi lhes mostrar outra visão.
            Abraço a todos e tenham uma boa semana.
            Alceu.

          • Jc says:

            Sim, ainda faltam umas décadas até eu começar a entrar em contramão na autoestrada sem me aperceber.
            Nessa altura, talvez um vídeo de imagem aos saltos me faça acreditar na parvoíce.

            No entanto repare que não apresentou nenhum contra argumento.
            Obrigado por concordar comigo sobre tudo o que está nesse vídeo estar errado.

  7. Jc says:

    Quando todas as pessoas à sua volta dizer que você está errado, existe a opção de serem eles todos a estarem errados, mas não será melhor tentar ouvir a opinião deles antes de assumir que o erro é deles?

  8. Alceu RD says:

    Não precisa o youtube.

    Vá até teu PC e entre na Live da ISS.
    Após altere a data do seu PC e veja aonde estará a ISS AO VIVO .

  9. Alceu RD says:

    Opção para discussão mais aprofundada perto de vocês:

    https://m.facebook.com/terraplanaportugal/

    Um abraço a todos .

    Alceu

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.