Quantcast
PplWare Mobile

Firefox irá adivinhar os sites que quer visitar com bases nas navegações na Internet

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Simões


  1. Raposa gorda says:

    Quero ir em direcção a um browser mais leve. O melhor que o Firefox tem actualmente é permitir descarregar outro navegador qualquer.

    • darkvoid says:

      Boa piada. Deves ser daqueles que diz que o edge é o mais leve!

    • Alex says:

      Firefox tá a se tornar o que o Internet Explorer foi e o que o Edge é no Windows 10 atualmente. Um browser que só serve para se baixar outros browsers, eu mesmo uso Linux e a primeira coisa que faço ao instalar seja que distro for é remover completamente o firefox, pacotes de idiomas e tudo o que for relacionado a ele.

      • arc says:

        Foi assim que também começou o Microsoft Windows, não foi?
        QUem comprava um PC, ele já vinha com o …
        Depois … logo uma Distribuição de Linux em cima!!!

        • arc says:

          Num outro tópico, o Victor M, tem este comentário:

          “Mas nada chega à influência do Windows, à versatilidade e tentacularidade.”

          Agora, extrapolem para os web browsers e para o que quiserem…e pensem!!!!

        • Alex says:

          Nada é melhor que o Linux para uma máquina, pelo menos no Linux podemos remover o browser, já no Windows temos que ficar com o Internet Explorer e Edge lá… Triste!

      • Vitor says:

        Certamente por preconceito, desconhecimento ou “preguiça mental” nunca utilizaste o Edge…e não fica bem emitir opiniões de algo que não conhecemos. Ah…peço desculpa, mas só agora reparei que dizes ser um “feliz utilizador” de Linux! IolIol

        • Alex says:

          Vai ver você só utiliza o Edge e por isso acha que ele é bom, existe um mundo de browsers além dos mais famosos (Firefox, Chrome, Vivaldi e Opera). Podes crer!

          • Vitor says:

            Amigo…já utilizei o Chrome,o Firefox,o Opera,o I.E.,o Vivaldi e mais alguns que por vezes aqui são sugeridos. A minha opinião de utilizador é uma…o melhor de todos é o Edge e como “segundo” o Firefox! Mas essa é apenas a MINHA opinião resultante da MINHA experiência! Apenas isso…

  2. Pedro says:

    “Vamos ‘recomendar’ sites (sem patrocínios)… Para isso só precisamos do vossos dados que não vamos vender.”
    Firefox: Welcome to the dark side.

    • arc says:

      @Pedro, podemos mitigar o uso de quase tudo vindo da Goggle, no entanto a Goggle NUNCA se esquece de nós!

    • Johnson says:

      Pedro
      hoje em dia existe o RGPD, proteção de dados. a tua informação vai para lá, mas não te pode identificar, não vejo qual o problema, e se tiveres, desativas a opção, como sempre a mozilla certamente colocará uma opção nas definições para ativar ou desativar e podes sempre contactar a mozilla se tiveres duvidas ou quiseres remover os dados.

      não percebo o alarido, é para onde o mundo caminha, ninguem está interessado na tua informação, não és tão importante assim.

      • Amilcar Alho says:

        “o RGPD, proteção de dados. a tua informação vai para lá, mas não te pode identificar”;
        ERRADO!!!
        Até podem ceder a 3ºs. A diferença é que (supostamente) te avisam disso.

  3. MACnista says:

    … e isso é útil para?

  4. Calvin says:

    Privacidade zero, tanto google chrome como firefox são farinha do mesmo saco… Ainda bem que existem outras opções de browsers

    • André says:

      Tirando IE/Edge que vai dar ao mesmo, que sugestões tens? Que não sejam baseadas em Chromium ou no Firefox porque senão também é privacidade zero.

  5. arc says:

    O que não falta, é browsers bem melhores, mas bem melhores.

  6. Filipe says:

    Se o artigo mencionasse que isto era algo que o chrome fazia, era 1001 comentários a dizer mal do browser mais utilizado actualmente. Assim como é o firefox, só tem “2 ou 3” comentários. Actualmente o firefox tem o mesmo propósito do IE: descarregar outro browser. Continua com os mesmos problemas em manusear sites com HTML5 que tinha aquando da inserção dessa possibilidade no browser. E isso já foi há muitas versões atrás. Continua a comer CPU atrás de CPU, e neste momento, ambos sem extensões, o chrome come menos que ele, o que chega a ser ridículo.

    • lol says:

      o Firefox continua muito superior ao chrome, mas agora está ao mesmo nivel, tempo de mudar.

      dizer que o Firefox so serve para fazer download de um outro browser demonstra o nivel de idiotice do utilizador…

      • Miguel Costa says:

        As últimas 10 versões (desde Março de 2018) a quantidade de adware e “Troca de dados” do firefox quadruplicou. Só os que acham que o Firefox é igual ao Safari é que não notaram a quantidade de RAM a disparar por cada tab aberta e os 175kb que são enviados para 11 servidores de publicidade a cada 193 segundos. E isto sem ter extensões e ter a cache-cookies tudo limpo.

    • Danny says:

      O Chrome/Chromium são bem mais rápidos, não é a toa que o Google Chrome é o mais usado no mundo.
      No Linux o Firefox é o mais usado porque a maioria das distros shipam ele nas distros, se shipassem o Chromium, Vivaldi ou Opera com certeza muitos utilizariam, mas tem aquela questão de ser “open source”, se não me engano, só o Firefox cumpre esse papel da melhor maneira, até o Chromium envia seus dados pro Google mesmo sendo open-source.

    • stealth says:

      eu uso o firefox e se isso me aparecer no pc desaparece.. mas dizer que o firefox so serve pra deacarregar ourtros browser parece-me um bocado overkill.. ninguem saca um browser pra sacar outro… pra isso tens o melhor browser de sempre o edge

  7. RM says:

    Será que o firefox não irá sugerir sites a troco de receitas ?

    • ervilhoid says:

      Mozilla não é conhecida por isso mas… Uma coisa boa que fazem é colocar código livre para todos, vejam o KaiOS, que foi possível graças ao MozillaOS

    • Miguel Costa says:

      É essa a ideia da Mozilla. Obter receitas para ir desenvolvendo o browser. Nas últimas 10 versões quadruplicaram a quantidade de adware que foi adicionada ao browser.

      • Danny says:

        E depois dizem que por ser open-source é altamente seguro, mito.
        Vejam o Ubuntu, Debian e Deepin com seus trackers.

        • arc says:

          Tudo que é Open Source, pode ser escrutinado, cabe ao utilizador, optar por instalar ou não. Não faltam relatos, em como esses trackers funcionam em algumas Distribuições de Linux hoje em dia.
          A recolha de dados, visa única e exclusivemente, permitir aos programadores, melhorar o SÓ no seu todo.

          Contrariamente, noutros SOs e noutros web browsers e noutro tipo de aplicações que não Open Source, o utilizador, tem de confiar cegamente e não tem forma de saber sim ou não. A duvida, vai permanecer SEMPRE, até que aparecem provas, quando menos se espera, de que afinal, também fazem o mesmo e ainda mais.

          Também existem Distribuições de Linux, em que tal não acontece, fica para o utilizador escolher a sua distribuição de acordo com essa atitude…ou pactua de forma livre, e fornece dados relativos, ao consumo de memória, qual o CPU, etc., e NÃO outro tipo de dados, ou opta por outras distribuiçoes.

  8. Danny says:

    Alguém aqui já testou o navegador Waterfox?

    • Miguel Madeira says:

      Já – para mim funciona bem (é quase igual ao Firefox, mas permite utilizar as extensões antigas, que no Firefox já não correm)

      • arc says:

        Atençao, que o Waterfox para alem de ser um fork do Mozilla Firefox, sem recolha de dados, permite ainda a instalação de plugins não assinados e plugins NPAPI!

        • Miguel Madeira says:

          É exatamente por isso que o uso.

          • Miguel Madeira says:

            Isto é, não é propriamente pelos não assinados e pelos NPAPI, mas por ser menos obcecado pela segurança e por limitar as extensões qye podem ser instaladas que o firefox

          • arc says:

            @Miguel Madeira, tudo depende….do que fazemos.
            Uns devem ser obececados com segurança, …esse é o ganha pão deles.
            Outros ficam no meio termo e outros …

  9. Cruela D'evil says:

    Firefox tá muito ruim ultimamente, tive que mudar pro Chromium. Não consigo visualizar os chats das minhas lives, quando desço a barrinha, ela desce com tudo ao invés de ser lento e faz-me perder de ler os comentários.
    O YouTube também leva bastante tempo pra carregar no firefox, os vídeos muitas vezes ficam “preto” como se faltasse algum coded então tem que dá F5 loucamente.
    Firefox já foi bom…

  10. Vitor says:

    Quantas mais pseudo-funcionalidades forem adicionadas…mais “pesado” o browser se torna. Espero que todas essas “tretas”,que nada vêm acrescentar ,sejam de instalação opcional porque se assim não for o Firefox vai ter o mesmo destino do Chrome que já não utilizo,por essa mesma razão, à mais de dois anos! E não sinto falta…para mim o Edge é o melhor browser que existe no momento!

    • arc says:

      @Vitor, eu não conheço o Edge e por isso não vou comentar, se sim ou se não.
      Mas uma coisa o Victor está certo, quantas mais perfumarias, ficarem atreladas a um browser, muito pior.
      (Bem, não só a um browser, ao SO no seu todo)

      Por exemplo, no quesito de pub blocker, por exemplo, podemos e devemos utilizar o ublockOrigin, e estamos certos.

      Pessoalmente não uso, crio as minhas directivas logo no hosts.

      Calma, não estou a dizer que o ublockOrigin, NÃO é BOM, simplesmente, podemos sempre ou quase sempre minimizar a carga de “perfumarias” a um browser e por ai fora!

    • Johnson says:

      Vitor,
      não fica pesado porque a mozilla adiciona sempre opções para desativar tudo e mais alguma coisa, e quando se desativa, desativa mesmo, não é tipo chrome que a opção desaparece mas tá a trabalhar na mesma, só não a vês. quando desativas no firefox ela fica desativa por completo e já não é carregada no arranque, não é atoa que quando se mexe no about:config o browser pede para reiniciar.
      a mexer no about:config podes meter o firefox a consumir 20MB de RAM ou 20GB, depende no que desatives e atives.

      • Amilcar Alho says:

        “a mexer no about:config podes meter o firefox a consumir 20MB de RAM ou 20GB, depende no que desatives e atives.”
        Podias era fazer um tutorial e colocar aqui num artigo! 😉

  11. André says:

    Para mim esta função vai ser tão útil como os favoritos. Eu sei que eles estão lá e basta clicar 1x em cima para os abrir, mas acabo sempre por ir à barra de endereço e introduzir o URL completo.

  12. Altino says:

    desprezo toda a tecnologia que tenta antecipar os meus passos ou adivinhar os meus pensamentos. matem-se

  13. Costa says:

    E se fosse possível fazer o que dizer, mas toda a análise dos nossos dados ser feita no nosso próprio computador e nunca sair dali?

    • arc says:

      Porque a Mozilla NÃO gosta de si!!!!!

      • Costa says:

        Eu sei que o que eles querem é o que todos querem, o ouro da informação, metadados. Isto é uma forma de legitimar a recolha e centralização dos dados. Oferecem algo ao cliente, que bem feito pode ser algo até bom, e em troca o cliente é um diário aberto para a Mozilla. Aqui isto é um meio para dar a volta às questões da privacidade e da recolha e centralização dos dados pessoais.
        Mas seria interessante ter um “Jarbas” pessoal no próprio computador/dispositivo móvel que realmente “analisasse” toda a informação que vamos gerando, e o próprio Jarbas gerava um “mapa” das nossas preferências, gostos, etc, e fosse capaz de nos indicar possíveis sites com assuntos que poderiam ser interessantes para nós, isto sem o leak da nossa vida para terceiros. Já estou a divagar muito.
        E a Mozilla gosta tanto de mim como eu gosto dela. Aliás, já é tão desproporcional o nosso “encantamento” que deixei de usar porque não me entendi com a sincronização e os meus favoritos, e o resultado foi perder informação. Depois disso, acabou a nossa “relação”.

      • Costa says:

        No entanto, a laserlike parece ter uns projectos muito porreiros de se trabalhar. Portanto, do pó to de vista do utilizador, parece que privacidade é coisa que nunca existiu e agora muito menos, do ponto de vista da tecnologia, da ideia, do projecto, parece realmente interessante.

  14. falcaobranco says:

    Só em relação ao titulo da noticia, digo isto… Medoooooo!!!

  15. mlopes says:

    pf expliquem-me lá, como se eu tivesse 4 anos, para que é que eu quero funcionalidades que tentam utilizar o meu histórico de pesquisas ou visitas para me sugerir o que um algoritmo pensa que eu quero ver?
    posso estar a ver qualquer coisa mal mas quando pesquiso algo quero precisamente o oposto, quero encontrar coisas novas e de preferência sem relação alguma com o que fiz no passado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.