PplWare Mobile

Jovem Empresário inspira-se em Steve Jobs


Editora no Pplware e psicóloga de profissão. Desde cedo que a tecnologia é uma paixão, interessando-se em particular com o impacto que esta tem na nossa vida e nos comportamentos que as pessoas adotam nas redes sociais.

Destaques PPLWARE

  1. Pode ser um grande crânio sem dúvida, mas tenho a certeza que para a saúde mental não será a melhor, por tudo o que o miúdo passou em tão pouco tempo.
    Afinal quando se é miudo é preciso brincar com os amigos, na rua, na areia…

    Posso estar enganado mas o miudo nao teve uma adolescência normal, e o dinheiro nao é tudo.

    Cumprimentos
    Pedro Alfaiate

      • Depende do teu ponto de vista.
        Para mim não é, se bem que sem ele nao consegues viver, mas também há muitas outras coisas sem as quais nao podes viver.
        Nunca ouviste a expressao “O dinheiro não compra tudo”??

        • Fernando Mendes says:

          É verdade. O dinheiro não trás a felicidade. Mas afasta muita tristeza…

        • g@rden says:

          cheira-me que já nasceste com uns valentes trocos na fralda…por isso essa opinião

          • Lokier says:

            Eu não nasci com trocos na fralda lol e te garanto que dinheiro não é tudo, tenho pena dos que pensam assim, andam um pouco equivocados na vida.

          • a Friend® says:

            @Lokier

            Dinheiro não é tudo.. isso é um facto.

            Mas nos tempos de hoje.. não ter dinheiro é pior ainda. E quem não tem quase nem consegue pagar o ar que respira… se dá um “pum” paga impostos.. se não tem dinheiro, os juros duplicam-no… penhoras daqui e aculá.. e morre-se de depressão.

            Isto parece estupido, mas quanto mais se conhece a vida, mais isto se torna factos. Eu há 10 anos atrás, também pensava que não…

            Há é que haver meio termo.. não viver SÓ para o dinheiro e riqueza… mas fazer por viver BEM FOLGADO.

          • Lokier says:

            Sei perfeitamente o que estás a dizer, não tenho propriamente 20 anos (quem me dera) e sei que ele é tão vital quase como o ar que respiramos nos tempos de hoje… mas ainda assim atrevo-me a dizer, que há outras coisas no mundo, muito melhores, muito mais importantes e nós andamos a construir neste mundo (ou achamos que andamos) com base em que?? Bem para resumir, acho que andamos completamente equivocados. (na minha opinião)

          • a Friend® says:

            @Lokier

            Infelizmente vivemos numa Era do “Salve-se quem puder” e é precisamente isso que move os Governos a fazerem o que querem…

            Se as pessoas fossem mais unidas metade dos absurdos que vemos no dia a dia não existiam…

            Portugal anda um sufoco.. Portagens em todo o lado, dinheiros dos contribuintes mal investidos, recibos verdes, etc..etc.. e quem paga sempre o preço alto, são sempre os mesmos, aqueles que realmente produzem. É isto que este povo não vê…

            Como diz o outro “Falam falam… falam falam..”

            Ps. Muitos ainda criticam quem faz férias fora… é inadmissível viver num país onde do norte ao Sul só em gasolina e portagens paga-se mais que pagar uma passagem de avião para outro país e gastar bem menos nas férias…

            Enfim… é triste o dinheiro (puro papel) ter-se tornado o combustivel essencial e principal para a sobrevivencia…e pior ainda.. um ciclo vicioso, daqueles que nunca lhe deram valor serem obrigados a dar, isto se querem “viver” e “sobreviver” nesta sociedade.

          • Lokier says:

            Vou só discordar de uma coisa, em todas as épocas e em quase todas as sociedades que conhecemos sempre se viveu com um principio básico, sobrevivência, e não me parece que será agora, uma vez que o ser humano tem mais do que ALGUMA VEZ NA HISTÓRIA já teve que irá ser diferente.
            O que me parece é que quanto mais temos, mais queremos ter, e basta perguntar a um “rico” economicamente se quer manter a sua fortuna ou aumenta-la e teremos a nossa resposta.

            Para finalizar, que a noticia não tem nada a ver com isto directamente, o valor que as coisas têm só têm esse valor porque nós todos lhes damos… se não lhes dermos valor, elas deixam de ter.

            E neste momento não vivemos uma crise económica, mas sim uma grave crise de valores e prioridades na nossa vida, e essa originou (e irá originar muito mais) todas as outras crises.

        • Cagamelo Voador says:

          “O dinheiro não traz felicidade…”, então dá-me o teu e vive feliz… 🙂

        • Dusac says:

          As melhores coisas da vida, de facto, o dinheiro não consegue comprar…

      • Carlos says:

        Claro que o €€ não é tudo, eu não sou rico, mas imaginem a vida, sem amigos, sem saúde, sem respeito, sem direitos, etc, até podiam ter 10x a fortuna do Gates, mas se tivessem presos? e se ninguém gostasse de vocês? e se ninguém vos respeitasse? e se tivessem um doença sem cura? o €€ não vos servia de nada, apenas compraria ilusões.
        tudo faz falta, um pouco de tudo é que faz saber bem viver.
        “Basta que falte um ingrediente para a comida não saber tão bem!!”

        • Bruno M. says:

          Vocês falam e não sabem 1/10 da vida do puto…
          Apenas se limitam a dar palpites sem fundamento.

          Desde os 10 até a idade actual do puto, dá para fazer tudo! E óbviamente o puto não terá feito tudo sozinho, teriam os pais ou algo equivalente a ajudar-lhe, visto ele ter a capacidade que tem.. Simplesmente foram espertos e deixaram-no explorar as capacidades dele.

          E vejam, conseguiu!

          Pelo que li é um puto com objectivos. E é de louvar.. mas lá está. Os putos dos outros países têm mentalidades diferentes. Enquanto um de 10 tem mentalidade de 6 ou 7 cá, lá fora um de 10 tem mentalidades de 12 ou 13 de cá (apenas um exemplo)…

          Isto por culpa dos pais, em grande parte, que cá em portugal ainda funciona a mente estilo séc. XIX!

    • okapi says:

      Estou completamente de acordo, cada tempo no seu lugar.Tempo para brincar, tempo para estudar e tempo para trabalhar. A adolescência passa que nem um foguete e quem não a souber aproveitar bem mal está. E como diz ” o dinheiro não é tudo ” principalmente nestas idades.

    • Marcos Santos says:

      Este jovem vai durar poucos anos, daqui a uns tempos ou aparece morto ou a saúde dele não o deixa fazer mais nada.

    • Rene Matienzo says:

      Concordo plenamente, de que adianta se encher de dinheiro e não aproveitar a vida. Nunca se sabe o dia de amanhã, pode acontecer algo e vc não ter aproveitado a vida e fica toda essa grana pra que?

      Mas boa sorte e que use de toda essa inteligência pro bem.

  2. José Santos says:

    “…155 milhões de dólares (cerca de 120 mil milhões de euros)…”

    Corrijam isto que uma pessoa até se assusta!
    É incrível, com 16 anos …

  3. Filipe says:

    esta a seguir o sonho dele mas é muito novo. esquesito lol

    • Marisa Pinto says:

      Isto tem tudo a ver com os interesses dele em criança, aquilo a que foi exposto desde cedo. Logo com 10 anos deram-lhe um Mac. Decerto que a Inteligência emocional ajudou à festa, e ele já sabia umas coisinhas, a falta d e interesse por coisas normais à idade dele [brinquedos, jogos com amigos, futebol, etc] também deram um empurrãozinho.. em vez de venerar o action man, venerava o Steve Jobs, e decidiu fazer a vida dele, mas a nível profissional, à volta do trabalho de Jobs 🙂

      Quando mais cedo estamos expostos às coisas, melhor somos naquilo que fazemos.

      Cumprimentos

      • lmx says:

        boas ..
        eu não diria melhor, mas faltou a outra parte, aos 10 anos deram-lhe um MAC e não só, a família dele deve ter algumas possibilidades e nota-se pela evolução do miúdo que teve muito acompanhamento dos pais, o que hoje em dia não é nada normal, mas pode ser produtivo como foi o caso.
        Com um MAC e umas ideias criativas que os miudos teem aos magotes e sem preocupações de falhar, pois os miudos não pensam nisso, investimentos falhados problemas com bancos,etc.
        foi de vento em popa até aqui, onde ja adquiriu bens capazes de deixar qq um de nós a pensar se estamos arrependidos ou não ter realizado, caso pudessemos uns projectos que tinha-mos na gaveta em determinada altura.
        Foi logo o que me veio a cabeça…
        mas de não esquecer que a escola nos USA também ajuda, pois aquilo é uma escola de brincar parece a nossa actual, mas pior, ou melhor depende dos nossos objectivos.
        A nivel de aprendizagem é muito mais facil, mas a nivel de objectivos alcançados e muito melhor que a nossa.
        Juntando a isso tudo um miudo inteligente e uma dose de sorte pela disponiblidade do mercado em comprar coisas dele e pronto…

        cmps

        • Boas,

          @lmx, Após ter lido o seu comentário, resta-me dizer que estou completamente de acordo.

          E quanto ao pessoal que esta preocupado com felicidade do rapaz, eu só digo. Isto não é o trabalho dele, mas sim o passatempo que virou trabalho.

          Esta nas 7 quintas, para quê preocupar?

          Eu hoje com os meus 18 aninhos sei muitas coisas relacionadas com webdesign e programação, mas acredito que poderia estar muito melhor se houvesse mais meios…

          Sem tirar mérito ao rapaz, o seu maior feito, foi abrir as empresas e geri-las. Porque webdesign é relativamente simples, html, css, javascrip e criatividade para os designs.
          Aqueles que gostam de ir mais a fundo atacam o php, o asp e o vb para obter resultados a nível de design de software embutido, que hoje em dia usam cada vez mais o xml ( linguagem feita pelo utilizador )
          As ferramentas usadas para webdesign se não forem piratas são caríssimas, sem contar com a máquina que as corre. Estamos a falar de ferramentas como o Photoshop, dreamweaver, e quem sabe o flash (que tem perdido mercado, normalmente muito usado em sites multimédia).
          Agora pega-se nos meios existentes na família e alia-se a política do US. A ideia é boa, vamos arriscar, vamos apostar.
          É fácil apostar/investir quando se pagam impostos de 20 e tal % que se formos a ver com os ajustes pagam uns 17%.
          Portugal, não anda porque paga-se quase 50%, aliado a isso, ainda temos o estado a cobrar na hora e a pagar atrasado .
          Portugal tem o problema de investir nos talentos portugueses reconhecidos, porque aquele que não é conhecido, pode até ter um grande projecto que é pura e simplesmente ignorado.
          “The sweet is not the sweetest without a bit of sour” – Vanilla Sky

  4. fran says:

    “In an age of idiotized kids who can’t focus on anything, we salute you, Christian.” by GIZMODO

  5. vitor ribeiro says:

    Bem certamente o Gates e o Jobs tb não tiveram uma infância normal … por isso é que são quem são …. são geeks por natureza e esta é a sua infância normal ..

  6. Nuno says:

    Um grande exemplo de que com trabalho e empenho tudo é possível…

  7. Luis says:

    Olá.

    Apenas um reparo:
    “…pois com apenas 10 anos, Christian Owen, recebeu um Mac, e aprendeu sozinho webdesign.

    Passados dois anos, com apenas 14, abriu…”

    Ora, o rapaz ou tinha 10 anos e passado 2 tinha 12 ou então tinha 12 e passou a ter 14 😛

  8. Globe says:

    é mais do que as vossas cabeças…

  9. M.Manuelito says:

    Este rapaz é um bocado “anormal”, mas o que é facto é que o mundo está cheio de pessoas “anormais” que têm sucesso desde muito cedo. E o anormal significa apenas, sair dos padrões normais, não tem nada pejorativo.
    Daí que, se aos 16 anos, tem sucesso, é porque tem qualidades que a maioria dos miúdos com a idade dele não tem. Se prefere fundar empresas, em vez que jogar PlayStation, ainda bem para ele.
    Em Espanha havia um miúdo como ele, que aos 14 anos já tinha uma loja de informática, fazia programas de facturação e outros e um site na internet, onde fazia negócios. Mas isso foi há mais de 10 anos, quando a internet não tinha a expressão que tem hoje, o que demonstra que o rapaz estava muito à frente do seu tempo.

    • Bruno M. says:

      Não é preciso estar “a frente do seu tempo”.. Essas eras, eram no tempo de da Vinci e de Einstein..

      Hoje em dia, é mesmo a liberdade que se dá aos filhos desde criança e como são educados.

      Sem playstations, action-man’s, barbies e afins…

      Um miudo com 10 anos se conviver sempre com adultos, quando chegar aos 16 já nao se identifica com miudos da idade dele, pois foi “educado” de uma maneira mais madura, em vez da maneira “infantilizada” e “mimada” que é comum nos nossos tempos.

  10. Diogo Bhovan says:

    É só nos EUA ou em Portugal tb se pode fundar empresas com 16 anos? 😮 não duvido da notícia nem estou a por em causa quem a escreveu. Só não percebo se a empresa está mesmo em nome dele como é que a registou? Em Portugal penso que só para maiores de 18 :/

  11. Sarev0k says:

    Dou muito valor a coisas destas.
    Acho que ele fez muito bem, hoje em dia quanto mais cedo se começa a bater com a cabeça, melhor.

    Espero que ele continue a ter muito sucesso e só gostava de ter continuado os meus projectos como ele o fez quando eu também tinha 14 anos.

  12. bigkax says:

    Fico impressionado como ele vendia o pack por um décimo do preço e conseguiu fazer 700.000 libras em 2 anos, afinal qual é a margem de lucro da apple no que consta ao software???

  13. Navyseal says:

    Acho piada a esta da “não teve uma infância normal” só porque é produtivo. Em vez de perder tempo a jogar pc, sim porque isto é o que a maioria com a idade dele faz ou então outras coisas menos recomendadas, ao menos trabalha e faz $.

    • Ana Rita says:

      Concordo plenamente contigo para além de que ele pelos vistos está a fazer aquilo que gosta, ninguém o obrigou a isso. Se ainda assim consegue ganhar dinheiro, melhor para ele 🙂

    • Lokier says:

      Claro, logo que faça o que gosta e se sinta bem, quem somos nós para estipularmos o que é normal ou não é normal ?? Contudo, não será certamente enfartarmo-nos no mac todas as semanas, jogar consola todos os dias ou até ser parvo até aos vinte e tal, porque o que eu vejo generalizado nos jovens é cada vez mais isto, já para não dizer com a mania que tudo sabem, mas normalmente são tão ignorante que até irrita. Para finalizar fazem inconscientemente (ou não) uma espécie de auto-exclusão a quem e assim, “anormal”.

  14. Gonçalo Passos says:

    Eu acho que não fez nada de especial… (É a minha opinião) Pois penso que vender aplicativos como vende não é dificil… Nem a publicidade…
    Consegui então os meus parabéns…

  15. Não se pode é ter medo de arriscar, aventurar, procurar, apostar, etc.

  16. João Dias says:

    Porra, digam o que disserem, um miúdo que, com 14 anos já ganha 800 mil mocas, é de alguém que tem mesmo muito jeito para o negócio.
    Com 14 anos recebia eu dois contos de mesada, e nem para comprar saquetas de cromos de jeito dava.

    É pena é ter perdido parte da adolescência – não me parece que tenha conhecido umas babes, saído para os copos, entre outras coisas.

    Mas tem uma personalidade de invejar. Com 14 anos e já fazer tanto dinheiro é porque sabe o que quer.

    • AngeloB says:

      Acho que ele não tem idade para ir beber uns copos com umas babes 😉

      O rapaz em vez de se fechar em casa a jogar playstation ou xbox, entreteve-se com algo que está a prepará-lo para o futuro.

      Este não terá que viver à custa dos pais até aos 30 anos, para fazer curso, arranjar emprego e ter onde viver até ser independente. 😀

    • a Friend® says:

      Hoje em dia, os putos entre os 12 e 18 anos só querem é fumar ganzas, jogar xbox, beber até quase coma alcoolico e festas no Sudoeste, trollar na web… portanto não sei não.. quem é que perde mais a infancia…

      Portanto, com o dinheiro que está a fazer, entra nos 20 (inicio do auge da idade) e anda no seu iate, com umas belas “babes”… e a renovar a infância perdida, e com a ervilha menos frita que os putos da mesma idade! 😉

  17. natacha says:

    pronto o tipo `e um prodigio, mas mais tarde vai ser um pobre triste uma vez que acabou por perder a juventude.

    • Ana Rita says:

      Achas mesmo que ao fazer aquilo que ele quer e ganhar dinheiro com o que faz vai acabar por ser um “pobre triste”? lol Pobre triste são os jovens da idade dele que tal como já foi referido em comentários anteriores só fumam ganza e jogam xbox e vão para festas beber, que é o que a maior parte dos jovens da idade dele fazem. Ao ganhar este dinheiro está a garantir o seu futuro e possivelmente não terá que lutar por ele como outros jovens que andam a estudar e a gastar dinheiro com propinas e depois nem emprego têm…

    • Navyseal says:

      Pobre triste? LOL
      Faz mais do que muitos de nós farão em toda a sua vida, e é um triste?
      Esta mentalidade é que eu não entendo em muitos portugueses. Onde está a tolerância, o empreendedorismo e a vontade de aprender ou a Juventude é só sinal de borga?

      Mania de compartimentalizar tudo e todos, como se todos pudessem usufruir da mesma juventude que outros ou ainda que gostassem das mesmas coisas.

      Por outro lado, achas que os jovens “normais” usufruem todos das mesmas benesses da vida? É que se achas vives num mundo muito diferente.

  18. Peter Panton says:

    Mais um artigo interessante da Marisa Pinto.

    Este jovem de anormal não tem nada; digamos que foge ao padrão do que é “formatada” a juventude dita “mainstream”.

    Tal como já foi salientado em posts anteriores, simplesmente o jovem canalizou as suas capacidades cognitivas para algo diferente dos demais, tendo tido sucesso no decorrer dessa opção.

    Importa saber se, efectivamente, o mesmo está bem ao nível emocional – se estabelece relações com o mundo exterior, ter amigos, bom relacionamento com familia, etc – sendo isto uma realidade não vejo que o mesmo tenha e/ou seja disfuncional, seja, no que for.

    Claro que tenho as minhas reservas, relativamente ao que disse anteriromente e espero, sinceramente, que além do aspecto material este adolescente / jovem esteja / seja pleno.

  19. Miguel says:

    Não sei qual o problema das “…festas no Sudoeste…”, acho que essa parte do teu comentario não se enquadra muito bem com o resto.

    • PorquinhoBranco says:

      o problema do sudoeste é que é uma oportunidade de meter drogas pra carola durante 3 ou 4 dias sem hipotese dos pais descubrirem, disfarçado de festival de musica!!

    • a Friend® says:

      @Miguel

      Acho que o PorquinhoBranco respondeu bem à questão.

      As festas em sí não são problema.. pelo contrário.. muito boas… o que se lá se faz é que nem merece comentários.

      Em todas as gerações isso sempre houve.. malucos.. drogas.. e afins.. o problema actual é que são precisamente as gerações mais novas (e menores de idade) que têm já esse andamento. Miudas com 14 anos já “varreram” o colégio inteiro e putos da mesma idade já beberam mais e fumaram mais (todos desalmados) que o Maradona durante 1 ano (se é que percebem o exagero.. lol)

      Chegam aos 25 já não dizem duas seguidas, tal é a marmita lixada… andam simplesmente a pastar. Outros tentam entrar no mercado de trabalho, depois é aquilo que se vê… CADA VEZ MAIS INCOMPETENTES QUE JÁ NEM OS POSSO VER À FRENTE.. pede-se um trabalho que se faz à vontade numa semana.. eles demoram 2 meses. 😛

  20. Ricardo Nunes says:

    ai ai pplware… e a source?

    • Gerardo says:

      Não tens mais nada que fazer?????

      • João Dias says:

        Qual é o problema de pedir a fonte, ó chico-esperto sabichão? A notícia não é exclusivo do Pplware, e é boa política, quanto mais não seja por respeito, meter a fonte da notícia.

        Realmente, não percebo. Ali em cima, eram as coisas do Bloco de Esquerda, e agora a implicar com alguém que remete para o facto de não estarem referidas as fontes.

        Fazer referência ao facto de não estarem visíveis as fontes é uma contribuição útil.

        Vou ler mais antes de carregar no publicar, não vá o senhor Gerardo ter implicado com mais alguém.

        Afinal não, para já é só.

  21. faviouz says:

    Aposto que os pais nem o chateiam tipo “Christian, sai do computador e anda ajudar-me”. Deve ser o sonho de todos os pais ter um puto que rende milhões.

  22. R@lf says:

    Mais um alvo a abater por o Sr Jobs, eheh!

    • PorquinhoBranco says:

      parece-me que ha de ser mais ao contrario! quanto mais projeccao derem a esta noticia, mais rapidamente a Apple contrata este puto pras suas “fileiras”!

      • R@lf says:

        Mmmmmm… não sei não.
        Com o que já conseguiu em tão pouco tempo de vida (incluindo a compra da Atomplan), e com os objectivos a que já se propôs, duvido que se vá aliar a alguém.
        Antevejo o nascimento/crescimento de mais um ditador/génio/megalómano/monopolista.
        No entanto é de louvar a iniciativa, empenho e visão do puto.

        • a Friend® says:

          Eu antevejo alguém com ambição.

          Se tivesses no lugar dele farias o mesmo (se tivesses a mesma ambição) o que não faria de ti, automáticamente alguém:

          “ditador/génio/megalómano/monopolista”

          Penso que é importante não confundirem as coisas.

          • lmx says:

            boas..
            aFriend
            eu penso que as duas coisas estão ligadas, pois sem ser um traste dificilmente se consegue enriquecer.
            disso não haja duvida vejam o caso do bill gates que quando foi registar a empresa o “artista” registou a empresa apenas no nome dele.
            estes**** são assim , so assim da para crescer da forma que crescem, o guito não se multiplica debaixo da cama 🙂

            cmps

          • a Friend® says:

            @lmx

            Boas,

            Percebi perfeitamente o comentário… e concordo parcialmente, mas vejamos, no mundo do negocio se não temos os olhos abertos, fácilmente haverá um “lobo mau” (para não dizer outra cena) pronto para nos passar a perna. Vemos esse exemplo do Steve Jobs. Montou a Apple, passado uns anos contratou um director (mais batido que ele no que toca a maroscas de negocios) e conseguiu pôr o S.Jobs a andar da Apple, empresa que era dele…

            Caso para dizer…a liderar uma empresa não precisamos de ser Filhos Da… mas, todo o cuidado é pouco para não ser-mos Enrra….! 😀

            Peço desculpa a expressão.. mas é mesmo o que o pessoal diz no mundo empresarial. 😛

            Quanto ao Bill Gates.. foi esperto… vindo de familias bem abastadas, soube bem como proteger o seu negocio. Afinal de contas o Pai dele era advogado de grandes empresas. 😉

          • lmx says:

            boas…
            em vez de proteger devias ter escolhido a palavra roubar, acentava melhor, pois a MS era de dois individuos e não de um.
            Mas sim claro que percebi o que quises-te dizer e traduzindo a minha maneira da-va algo do genero:
            em vez de ser o proximo a pegar pego eu na carteira do outro que a esqueceu.e pego porque vira alguém que vai pegar, pois ela esta perdida.
            Eu neste aspecto tenho um defice enorme de capacidade para estes tipos de coisas.Estou a vender um producto, mas este tem que ser bom se não nao vendo.por isso sou pobre e não rico , entenda-se pobre como alguém que tem abaixo dos 100-150 mil euros, pois 100-150 mil euros hoje em dia não é nada, mas eu n~~ao os tenho sequer mas enquadro-me neste faxa.

            cmps

            cmps

          • a Friend® says:

            Por isso é que tive todo o cuidado de definir “Esperto” 😉

            O mundo é feito para os espertos… os inteligentes normalmente não singram se não forem espertos. A mim sempre me ensinaram.. “muito cuidado com quem te dá palmadinhas nas costas” … e o Bill Gates leva muito esse lema, parece sonso… e Steve Jobs, como é arrogante, é visto como o Lobo Mau…

            Mas basta olharmos para o percurso de ambos, para ver quem é que pôs cá para fora mais qualidade e inovação. 😉

            Ps. Não quero dizer com isso que o Tio Bill não tenha mérito em muita coisa que faz.. a politica dele de um sistema para todos os computadores foi optima, e sei dar valor a isso. Outra coisa que valorizo no homem é doar quase toda as riquezas para ajudar quem precisa, se bem que para ele é facil… ganha mais por hora que eu por ano.. por mais que gaste a fortuna aquila “fonte” é renovavel a cada segundo.

          • lmx says:

            boas..
            lol concordo..
            transpondo a coisa para o nosso países temos administradores públicos que não teem de perto o dinheiro do Bill, mas que a nível de ordenado ganham mais que ele, como é o caso da edp e salvo erro galp e…sei la mais o que ,até tenho medo de descobrir que posso me rebeliar.
            Concordo, em relação a andar “meio mundo a lixar outro meio”, eu tenho sido bastante “fustigado” nesse aspecto, e sim não basta ter ideias e querer implementa-las, pois quando damos por ela temos ideias roubadas, ou implementadas e depois…o mérito para os outros.
            mas é como dizes.
            O que eu não percebo é como eles depois vêem seriamente dizer, “não, calma lá, eu sou serio e a fortuna que fiz foi honestamente a trabalhar”, em cinco segundos a pensar descubro logo uns 2/3 pelo menos.é impressionante.
            realmente um pais de hoje tem que educar os filhos e ensinar-lhe a fazer o bem, no entanto tem que o ensinar a estar alerta e se puder “apanhar a carteira …força nisso!!”, uma das coisa se formos a ver contras-ta um pouco com a outra, mas “como a carteira pode ser apanhada por outro e é o mais certo acontecer” então bora la.

            cmps

          • Ricardo Elias says:

            lmx:
            “disso não haja duvida vejam o caso do bill gates que quando foi registar a empresa o “artista” registou a empresa apenas no nome dele.”

            Podes indicar a fonte dessa afirmacao?

            Nunca vi em lado nenhum que Paul Allen nao fosse co-fundador da Microsoft, e mesmo deixado a Microsoft ‘a uns longos anos devido a doenca, ainda detem parte das accoes da Microsoft.

            Fiquem Bem!

          • lmx says:

            boas..
            a microsoft era de duas pessoas mas quando foi registrada foi apenas no nome di billgates, foi ele que a registou o caso foi para tribunal e o outro individuo mais tarde foi indemenizado, mas nunca na porção que deveria, visto que não foi avaliada a ideia e projectos que levariam a empresa a se transformar no que se transformou.
            fonte?epá isso deve andar ai na NET, mas isto é como o processo casa pia nunca tive uma fonte segura, mas com 12 anos eu ja sabia,pois era falado publicamente.

            cmps

          • Ricardo Elias says:

            lmx:
            “a microsoft era de duas pessoas mas quando foi registrada foi apenas no nome di billgates,”

            Eu sempre ouvi que o Bill Gates fundou/registrou a Microsoft com o seu amigo Paul Allen. Em qualquer site nunca e’ referido que o Bill Gates tenha registado apenas no nome dele, ou que alguma vez os dois foram a tribunal.

            Durante anos que oico varios comentarios, na sua maioria, negativos sobre o Bill Gates que depois nao se encontra uma ponta de verdade. E este, sinceramente, parece mais um.

            Fiquem Bem!

  23. Miguel Sequeira says:

    Dinheiro gera dinheiro e paizinho dele tb deve ter um dedo na coisa !

    Acham que qualquer puto pobre cria e gere uma empresa de milhões com 10 anos ? Pelo amor de deus… o puto já nasceu rico e tem mil coisas em nome dele isso sim

    • lmx says:

      boas..
      isso mesmo sem ler a noticia também da para perceber, o puto recebe logo aos 10 anos um MAC….

      cmps

      • a Friend® says:

        Nem se pode concluir muito.. ele pode ter recebido doado de alguém.

        Eu também tive o meu primeiro PC aos 6 anos… e no entanto foi-me dado por um familiar que ia comprar um novo.. ou seja.. tive o meu primeiro computador bem usado, mas serviu de base para aprender logo a mexer em DOS… 😀

        Este miudo, se tem 16 anos.. há 6 anos atrás ter um Mac (nos EUA) não era tão caro como se ter um PC há 20 e tal anos atrás..e “doado” por alguém há 6 anos atrás… mais fácil ainda. 😉

      • Bruno M. says:

        Lá fora os Mac são bem mais acessíveis que aqui, logo não vás por esse caminho.

        Não tem necessáriamente que ser de familias ricas, basta ter uma familia de classe média dos EUA!

        Para quem não sabe, lá recebe-se a semana e os ordenados são bem mais altos que aqui… (independentemente da vida ser cara ou não).

        • lmx says:

          boas..
          ok, mas temos que concordar que tem que haver guito venha de onde vier, eu se não puder andar de mercedes, ando de fiat, mas se não puder andar de Fiat, ando de Volvo da carris, a mim parece-me que aqui obviamente houve investimento, ora é evidente que não foi investimento a nivel de ordenado, pois os pais patrocinam ja os custos do miudo e esse caso não se poe, mas que houve patrocínio, isso podemos garantir que houve, porque pura e simplesmente…”ele não cresce debaixo da cama”

          cmps

  24. JDurao says:

    Ele simplesmente começou de muito pequeno a Pensar em grande… Sempre foi um miúdo com visão e não teve ninguém que lhe dissesse NÃO!
    Invejo-o(no bom sentido)…

  25. dc says:

    Tal como já disseram, o rapaz deve vir de uma família com bons rendimentos, pois aos 10 anos também eu ia para a faculdade onde a minha mãe trabalhava, admirar aqueles “frigoríficos digitais” e os primeiros PC, que por acaso eram da Apple.

    Só recebi o meu primeiro computador aos 16 anos e custou-me mais de 300 contos! Custou-me a mim e à minha família. Comprei-o na velha Triudus!

    E só a partir daqui é que comecei a praticar… Agora o quê… Algumas coisas relacionadas com segurança.

    A questão está que não invejo o rapaz, congratulo o mesmo, invejo sim a capacidade que muitas famílias tem de comprar recursos para os seus filhos e muitos deles não os aproveitam, ou esbanjam o dinheiro em consolas e jogos ou coisas fúteis.

    Se a minha modesta família desde cedo me pudesse pagar Cursos, Workshops, Computadores ou até uma mesa de mistura (lol), talvez desenvolvesse mais aptidões!!

    A questão está que muitos pais não educam bem as crianças, ora joga mas é Playstation e vai para o teu quarto, não me aborreças! Invés de se calhar investir no futuro das mesmas, pois todos os meus amigos “ricos” que eu conheço querem é ter bons carros, festas em casa e ter todos os gadjets do mercado! Mas depois passeiam-se com telemóveis de 600€ ou carros ou BMW M6 e usam o telemóvel para mandar SMS e o carro para o passear à porta da faculdade, enquanto não espetam um mesmo, pois muitos deles nem mãozinhas tem para um carro daqueles.

    O problema neste caso não existe, é um caso de sucesso, alguém que vem de boas famílias e não gasta os recursos da mesma em Booms Festivals e Sudoestes, incluindo todos as drogas que por lá se vêem. O problema está naquelas crianças que podiam ter sucesso e querem fazer algo mas que se vêem perdidas nos bairros, e está naqueles que tem tudo para ter sucesso e não querem fazer nada da vida porque tem tudo de mão beijada.

    • a Friend® says:

      Há 2 coisas essenciais para o sucesso, e nenhuma delas é riqueza.

      1. Ter cabeça (Ter Vocação, Atitude, etc)
      2. Ter uma familia que se importa (que lhe dê bases de educação, principio, responsabilidade, não lhes dê TUDO DE MAO BEIJADA, e acima de tudo, se preocupe)

      Exemplo disso mesmo é o caso em que o miudo se inspirou, Steve Jobs. Ele foi abandonado pelos pais verdadeiros em criança, foi adoptado por uma boa familia de pouco dinheiro mas nunca lhe deixou falta nada (afectivamente) e investiu no futuro dele..preocupou-se com ele.

      Ele sem recursos, e mesmo sem ter acabado a Universidade, arriscou no que queria fazer.. aquilo que lhe dava prazer na vida… teve muitos tombos e foi até mesmo despedido da empresa que fundou para não falar das doenças GRAVES. Não baixou os braços, fundou a NeXT e mais tarde a PIXAR.

      Voltou para a Apple (a menina dos olhos dele) hoje em dia, fez a Apple ultrapassar a Microsoft e foi eleito o CEO da decada. Tudo isto, vindo de alguém que não tinha pais ricos… mas porque teve cabeça (embora seja alguém muito contorverso.. ele tem atitude, coragem, é perfeccionista..etc..) e teve alguém na vida que se interessou por ele, que não sendo pais biológicos, foram pais que lhe deram o mais importante. A brincar a brincar, foi o CEO que mais casos de sucesso teve, tirou a Apple da falência, e fez da Pixar a maior industria de filmes 3D.

      É o que falta nos pais de hoje em dia… e como disseste bem… para calar os putos dão-lhes tudo, para “pagar” a ausência de afecção, quando os putos fazem porcaria não têm coragem de os pôr na ordem… e ai de alguem que os chame a atenção que os filhos são “rebeldes”… e isto para não falar que conheço mesmo casos que os pais sustentam os vicios dos filhos.. ou seja.. sabem bem o que eles fazem nas festas do “Sudoeste” … mas é do estilo.. enquanto tás lá… não estás aqui em casa a chatiar…

      • Gerardo says:

        Tiro o meu chapéu a este comentário. Está tudo dito.

        Só acrescento, que o dinheiro compra tudo, e quando se fala em casos de sucesso, fala-se em pessoas que ficaram ricas. Achar que se é feliz sem ele é um pensamento lírico. Para uns a felicidade pode chegar com 1000€ para outros com 100000000000€ mas o dinheiro é o que move o mundo. Sem dinheiro não há saúde, amor, etc etc. Não me vou alongar a explicar porquê, acho que basta pensar um pouco….

      • eu says:

        tinhas mesmo de vir para aqui dizer meia dúzia de verdades não era? 😉

        • Gerardo says:

          Desde que não meta a APPLE, até dizes umas coisas “jeitosas” 😀

          • Bruno M. says:

            Sem dinheiro não há amor?? Eu acho que com dinheiro é que, na sua maior parte das vezes ele simplesmente não existe!

            Amor não é eu ter um carro topo de gama, gabar-me a frente do mulherio e a mais **** que só se interessa pelo dinheiro simplemsnte ir para a cama comigo e dizer que me ama…

            lol

          • Gerardo says:

            Eu ainda não li nenhuma história de amor de uma vagabundo sem-abrigo, mas talvez existam. O facto de o amor ser ou não verdadeiro não tem nada haver com o dinheiro. Mas tens de o ter para tomares banho, poderes ir ao cinema, etc,etc. Para uma mulher te conhecer e puder (ou não) se apaixonar por ti. Foi isso que quis dizer.

      • aver says:

        Ya. Isso está no “commencement speech” (discurso para os que acabam a formação académica) para os que se licenciaram na Universidade de Stanford em 2005. É célebre o discurso, vale a pena mesmo para quem não gosta do homem.
        https://www.youtube.com/watch?v=D1R-jKKp3NA

        Agora, o moço do post tem que ter as seguintes qualidades: criatividade, capacidade de trabalho e ter qualidades que levem outros a trabalhar com/para ele. Não parece que tenha herdado o negócio, pode é ter “herdado” o jeito para o negócio (sempre achei que quem é filho de comerciante, não é preciso que o pai seja um grande comerciante, tem mais jeito para comerciar).

  26. André says:

    Quando for grande quero ser o Pai Natal.

  27. Glink says:

    eu gostei do que vi, vou seguir este rapaz, e vou dar este tipo de educação aos meus filhos, claro sem lhe tirar os brinquedos, mas se eles começarem a brincar com ferramentas de produção, melhor ^^

  28. R4z0r says:

    Não é por nada mas existe muitas queixas sobre o site dele branchr ser um “scam” :S
    Desde não pagar aos sites que se registam e entre outros
    De facto é algo estranho ter reunido tanto dinheiro em tão pouco tempo de existência, eu não estou a duvidar do sucesso dele, mas todos sabemos que demora sempre receber dividendos quando estamos a promover e dar a conhecer um nome de empresa ou produto/serviço e o sucesso repentino dele dá que pensar :\
    Façam la uma pesquisa no google e tirem as vossas conclusões

  29. Yuhh says:

    Façam um programa de encriptação para os telemóveis que use encriptação Threefish-1024 bits e hash Skein-1024 bits na parte da chave (ECDSA). E metam a encriptar voz, mensagens (sms, fotos, videos), video-chamadas. Ponto a ponto com autenticação por verificação de certificado (criado no telemóvel) e código visual rotativo no ecrã.
    Bloquear ataques feitos por vírus e cavalos de Tróia.
    Metem isso a 10€ + IVA/VAT e vão ganhar rios de dinheiro… que existem milhões de privados, empresas e até governos a precisar de software desse e que ou não existe ou é tão caro que nem aparece o preço! (Tipo PhoneCrypt.)
    Podem apostar para telemóveis Nokia, Iphone, Windows Mobile, Android… e outros que venham a ficar na “berra”.

    E pronto tem aqui uma mina! Não faço eu que não tenho queda para programador infelizmente.

  30. Fhox says:

    Diga-se o que se disser, ele conseguiu o que muitos ditos empresários nunca conseguiram.

    Julgo que com um pouco de auto-controle com certeza que o miúdo terá futuro assegurado.
    Quanto à sua infância.. criar e realizar trabalhos nesta área, desenvolvendo um espírito empreendedor, inteligente e inovador acho que é uma boa maneira de brincar!!!

  31. Boas,
    Isto soa a off-topic, mas a verdade é que a situação descreve bem porquê que não se anda para a frente.

    Para mim sobre este pais, não preciso muito.
    Onde sequestros e sabe-se la mais o quê equivale apenas a 7 anos de cadeia, esta tudo dito.

    É inadmissível que queiram dar pena máxima ao caso do BTuga ( 3 anos portanto ) e quando chegam situações destas, vamos dar liberdade até julgamento e depois são só x anos para completar o processo, já agora, isto vai dar muito trabalho, vamos só dar 7anos e 2 meses de cadeia.

    Justiça, em Portugal? Onde?
    Se alguém me souber apontar, por favor que o faça.

    • Gerardo says:

      Este pais não anda para a frente porque só é condenado quem eles querem. O Mário foi condenado porque é Skin e estava a motivar os apoiantes do PNR. Porque se fosse uma pessoa normal a fazer o que alegadamente eles fizeram (roubar uns drogados) nem à cela ia.

      Dou-te um exemplo que retirei rapidamente de um jornal:

      “O Tribunal de São João Novo, no Porto, condenou esta quinta-feira o psiquiatra João Vilas Boas a cinco anos de pena suspensa por em Setembro do ano passado ter violado uma paciente que se encontrava grávida. ”

      Acho quem mais grave do que atrair drogados para os roubar. Se calhar alguns até largaram a droga depois do incidente.

      Não te iludas, vives numa ditadura e os EUA são a prova maior disso, torturam e matam à mesma (casos de Guantánamo e Saddam hussein) apenas de uma maneira mais cínica e perversa que os verdadeiros ditadores.

      Vê lá se a toupeira que estava à frente do banco de portugal, esse incompetente que nada viu em relação ao que os bancos andavam a fazer, foi condenado a alguma coisa? Ainda ganhou um cargo. E aqui roubava-nos a todos com um salário maior que o do governador da reserva federal dos Estados Unidos.

      Vê lá se o Ferreira do Amaral, que enquanto ministro fez um contracto ruinoso para o estado (diz o tribunal de contas) que nos roubou a todos e depois apareceu milagrosamente a trabalhar na empresa com quem fez o contracto ( Lusoponte ), foi condenado a alguma coisa?

  32. Boas,
    O problema reside nisso mesmo, a comparação de casos totalmente diferentes. Esta errado, fez mal paga as consequências.

    Estas a referir-te dos cargos, pois bem, isso sempre se soube, se queremos medidas tomadas, nós povo devemos ser o 1º a protestar, mas em conjunto ao contrario do que se vê, que é cada um por si.

    A confusão na rua, mata-se gente e no fim as vizinhas cuscas que sabem até as quecas que vestes, nunca vêm nada.

    E não vêem porquê? Simplesmente não sistema de protecção de testemunhas em portugal, ou se há, de nada serve.

    As pessoas ao verem um crime a 1ª reacção seria reporta-lo, mas em Portugal a 1ª reacção das pessoas, é ainda vou ter problemas. Só por causa destas penas da treta aplicadas.
    Violação 5 anos?
    Roubo, Sequestro 7 anos?
    A justiça quer dizer o que? Que o crime compensa é isso?
    Poupem-me.
    Quanto ao caso do Pedro, é crime ponto final, sejam estes drogados ou o que for.
    Que direito tem ele ou qualquer um de nós de fazer justiça pelas próprias mãos?
    E quase que aposto que os drogados escolhidos pelo arguido, também têm haver com os seus ideias extremistas.

    E quanto ao vivermos numa ditadura, só digo, sim até tem a sua verdade, mas nada como a ditadura asseria, e antes esta que pelo menos permite-nos juntar-mo-nos para aglomerar uma força e causa mudança.Mudança esta que se não for feita o descontentamento do povo aumenta, e os ricos postos que eles (os que mandam)tanto adoram, vão abaixo.

  33. LM says:

    Excepcoes que confirmam a regra.

    A regra: falta de estrategia de carreira, falta de ambicao, falta de amor proprio, falta de egocentrismo, falta de empenho, falta de brilhantismo… etc, etc…

  34. Bela trajetória para 16 anos! Esse cara tem inteligência….

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.