Acabou o iTunes, chegou o melhor gestor multimédia iOS


Destaques PPLWARE

36 Respostas

  1. Catarino says:

    Já desde 2009 que não uso o itunes para fazer qualquer tipo de gestão, excepto reposição do SO.
    O que não falta por aí é programas para isso.

  2. gunxitok says:

    Bom… eu acho que ja tinha usado uma coisa destas ha uns tempos … olha nao me lembro mas tenho de ver… e sim o iTunes parece que parou no tempo. Quando se quer tocar em demasiadas guitarras ao mesmo tempo ha alguma que nao tera a atencao certa. Alias desde que puseram o servico Beats integrado no itunes para Mac/PC ou no iPhone acho que estragaram tudo.

  3. André says:

    Vocês têm noção que vão ser crucificados por causa desse título, não?

  4. Paulo says:

    He he he isto é mesmo a sério? No que o pplware se transformou… Já é à descarada. Ao menos podiam pôr “PUB” ou qq coisa do género… :/

    • por favor says:

      já reparaste a porrada de “pub” que encontras nos jornais, fóruns, sites, revistas e vês, sabes porque? porque te interessa, se não te interessar viras a página.
      Pplware boa divulgação, pub ou não é bom saber que existe. Não uso ios mas do pouco de usei do iTunes dá para verificar que esse programa é Top,

    • Dani says:

      Isto não é banner ou algo do género. É um artigo como outros que aqui aparecem a explicar as funcionalidades. Cabe a leitor distinguir se é patrocinado ou não…

    • Mário Sousa says:

      Paulo, sou pouco dado a vir escrever nos comentários porque gosto de dar espaço a todas as opiniões, positivas ou negativas, mas este teu comentário fez-me pensar, confesso.

      Assim, depois do projecto do KeroDicas.com onde escrevi durante vários anos maioritariamente sobre software…de licença freeware, acabei por integrar em 2012 a equipa do PPLWARE para fazer aquilo que sempre gostei: analisar e escrever sobre software de licença freeware. Este gosto custou-me caro porque nos primeiros 2 anos o público PPLWARE praticamente minimizou o software gratuito com argumentos de incompleto, erros, virus, e todo o tipo de invenções que nem lembram ao diabo e que são tecidas muitas vezes por pessoas que nem testam o software.

      Face a isto, mudei de registo na minha escrita e nos últimos 2 anos de PPLWARE tenho-me dedicado ao software comercial, que segundo os nossos leitores, como tu, seria muito melhor, mais robusto, mas testado, mais…enfim.

      Eis senão quando leio este comentário e fiquei de queixo caído: então isto é PUB? então dou aqui uma excelente alternativa ao iTunes e ainda (quase) sou crucificado por isso? Claro que é apenas um comentário e representa 0,00001% da audiência do PPLWARE mas é daqueles comentários que se baseia em quê concretamente para lançar sequer uma suspeita desse tamanho? Por ser um bom software estão a pagar-me para isso?

      Caro leitor, ainda está para vir o dia em que recebo por escrever, de livre e espontânea vontade, no PPLWARE. Se essa acusação existir, por favor que se prove.

      Apenas um desabafo de sexta-feira. Aquele abraço e obrigado a todos os demais leitores pelo constante apoio.

      • Cortano says:

        As pessoas nunca estão bem… se não é do cu é das calças

      • Luís says:

        O problema está mesmo no título.

      • Brasão SS says:

        Muito obrigado Mário pela informação. Utilizo algumas alternativas ao iTunes e vou experimentar esta. O melhor a fazer às vezes é ignorar certos “comentaristas”. Continuação desse bom trabalho.
        Grande abraço e bom fim de semana 🙂

      • Rita J. says:

        Depois de ler o artigo e em especial os primeiros parágrafos parece que o título refere mais a experiência do Mário com o programa. É uma opinião que ele próprio escreve a dizer que pode estar exagerado”Pode parecer exagerado o título do artigo mas ao usar o TunesGo parece que efectivamente acabou o iTunes…” – é a primeira frase do artigo.

        De resto trata-se de uma descrição do programa naquilo que foi uma experiência. Nada de invulgar, nada de anormal que justifique todo o alarido acima. Mas cada um sabe de si.

        Bom trabalho Mário

      • Loudspeaker says:

        @Carlos Gomes:
        Isso mais parece uma análise selectiva típica do Correio da Manhã. Leste sequer o primeiro parágrafo? Foste ver outros artigos deste autor? A primeira coisa que fiz quando vi estes comentários foi clicar no nome do autor para ver o que é que escreve habitualmente. Este artigo é exactamente no mesmo sentido da grande maioria do mesmo autor e pelo que vi seja software pago seja software gratuito. Tenham juízo e saiam para a rua, mais parece que isso é falta de ar fresco. Aproveitem e vão até Montealegre que com tanta neve que caiu o ar fresquinho só faz bem a essa cabeça.

      • Mário says:

        Mário Sousa como leitor assiduo agradeço a “review” ao software. No entanto, deixa-te de te fazeres de coitadinho ou vitima. Todos ( ou pelo menos a maioria) sabem que para termos acesso ao PPLWARE alguma coisa ou alguem tem que pagar o trabalho das pessoas, da logistica e serviços exigidos para o manetr no ar, e por isso sem problemas aceito a publicidade e necessária, e como outros referiram até porque muitas vezes me interessa. Agora especificamente sobre este artigo basta analisar o URL de acesso ao “download” para ver que não é uma review sem fins lucrativos. Mas, volto a referir, parabéns por esta e outras análises.

        • Mário Sousa says:

          Mário, obrigado pelo comentário no geral mas permite esclarecer uma coisa: aqui não há nem coitadinhos, nem vítimas, nem agressores, nem bullies, nem violência em geral.Eu descrevi a realidade como ela é. Escrevo por gosto, não me pagam para isso. Não escrevo somente no PPLWARE, escrevo também no KeroDownload, que nem ponta de pub tem. Que não o aceites ou até não o concebas na tua realidade isso eu posso aceitar agora distorcer publicamente as coisas isso não.

          No limite se me quiseres acusar de aceitar/pedir licenças profissionais que peço às empresas proprietárias dos software para escrever os artigos no caso do software comercial, então nesse sentido sou pago, com licenças de software.

          Para terminar, e independentemente das respostas que se produzam a estes comentários, tenham sempre uma coisa em mente: o PPLWARE é composto de uma equipa ‘NÃO-PROFISSIONAL’ e, ao contrário de outros meios ditos profissionais, os esforços realizados aqui são em muitos casos extra-humanos! Desculpem a falta de modéstia.

  5. Kendimen says:

    Aborrece-me imenso o iTunes, a ponto de dizer muitas palavras feias à frente do PC 😀
    Ainda assim, parece-me caro este software, a partir de $39.95…

  6. Necroman says:

    Mas o que é Apple não é sempre melhor que os outros?

  7. Rui says:

    lol acabou o itunes, até quando trocamos de SIM pede para ligar ao itunes, titulo um pouco ridículo!

  8. Helder says:

    Sincroniza com o iphone via wifi como o itunes?

    Se assim nao for , nao me serve para nada. Hoje em dia ja ninguem liga o telefone ao pc para sincronizar uma musica que foi descarregada no computador.

  9. naotenhoosso says:

    compram iphone bonitinho e depois para ligar ao pc e por a funcionar tem que ter programa se nao borrasse todo. tadinho

  10. Lídia says:

    Dá para iPhone SE?

  11. Lídia says:

    Posso usar no Windows vista?

    • Helena says:

      O que não podes usar É o windows vista… O Pessoal ficou intrigado, o que se passou para ainda teres isso instalado? O Win 7 é muito melhor.

    • Victor says:

      Uma coisa é certa não o podes usar sem ter o iTunes instalado! Que basicamente é para todos os software de terceiros, ou seja, não o usas, mas que tem de estar instalado tem! Hehehe!

  12. Aguamenti says:

    Eu concordo quando algumas pessoas referem que o Pplware tem uma certa tendência pró-Apple, mas nem tanto ao mar nem tanto à terra. Também já vi muitos artigos pró-“outros”: talvez seja pró-tudo, não sei… O Pplware é feito por pessoas, cada uma delas com os seus gostos pessoais e as suas opiniões próprias. Por muito imparcial que se queira ser, não é propriamente de espantar que este lado pessoal se faça notar. Eu fico sim espantado com comentários deste género e outros que dizem isto ser publicidade. Quando apetece reclamar com alguma coisa ou com alguém, tanto faz se se tem razão ou se se está meramente a mandar postas de pescada: o que interessa é ser-se o típico “bate-chapas” das secções de comentários. Irra, se não gostam do Pplware, não venham! Ninguém vos obriga, caraças! Vão marinar no Correio da Manhã e consultem um psiquiatra para umas receitas de lítio. Não há artigo do género sem a sua equipa de pseudo-advogados do jornalismo moralmente correcto…

    • Vítor M. says:

      Mas é velho… presos por ter cão e presos por não ter 😉

      Disseste, contudo, algo acertado: se não gostam, não venham, até porque temos os melhores leitores na internet e as provas estão à vista desde há muitos anos. Verdade?

  13. Tiago Antunes says:

    Faz-me lembrar outros programas idênticos que já existiram no passado.
    Paga-se a licença…a apple altera o API…e o programa deixa de funcionar.
    O velho jogo do gato e do rato.

  14. Sérgio Teixeira says:

    Boa tarde, estou interessado em adquirir o software, no entanto preciso de saber se é possível copiar os emails todos que tenho configurados nas varias caixas de email do iphone 5 de forma a conseguir abrir no pc windows e/ou no Samsung s7edge. se me garantirem que sim adquiro de imediato o software .
    atentamente
    Sérgio Teixeira

Responder a Brasão SS Cancelar Resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.