Surgem mais evidências que o iPhone 5S vai ter leitor biométrico

Muito se tem especulado à volta do que a Apple apresentará já na próxima terça feira. O evento de apresentação de novidades foi confirmado para o dia 10 de Setembro e nele espera-se que venham a surgir algumas novidades de monta.

Várias vezes foi referido um suposto novo iPhone, de nome 5C, que será a versão mais barata e menos equipada deste telefone.

Com menos insistência tem sido referida a evolução do iPhone 5, sendo mostradas algumas melhorias e novidades, como a inclusão neste de um sensor biométrico. Esta evolução foi agora quase confirmada, em imagens que surgiram.

iphone5S_sensor_1


As evidências deste novo sensor biométrico no iPhone têm surgido de várias fontes, tendo a própria Apple dado a entender a sua existência com algum código encontrado no novo iOS 7.

Segundo alguma informação que surgiu nos últimos dias, este sensor vai mesmo estar presente e vai mudar um pouco o botão físico do iPhone. Este passará a estar contido dentro de um anel de metal (prateado) e servirá para distinguir este dispositivo dos anteriores.

O próprio convite que a Apple enviou à imprensa para o evento da próxima terça-feira tem também algumas referências indirectas a este novo anel de metal. A Apple tem tradição de ter nos seus convites algumas dicas indirectas para o que vai apresentar.

Nesse convite, para além das muitas bolas de variadas cores, e que devem representar o novo iPhone 5C e todas as cores em que vai estar disponível, estão também presentes alguns anéis prateados, que podem bem ser alusivos à nova imagem do iPhone 5S.

O novo iPhone 5S tem tido pouca atenção e os rumores que têm saído mostram um equipamento muito similar ao que actualmente o iPhone 5 tem, tendo apenas algumas alterações a nível dos componentes.

Mas no final desta semana surgiram imagens de um componente que, mais uma vez, vem confirmar a presença desse leitor biométrico.

Essas imagens são precisamente desse mesmo sensor, mostrando-o fora do equipamento. O botão físico do iPhone fica assim mais completo e complexo, tendo funcionalidades extra adicionadas.

iphone5S_sensor_2

A inclusão deste tipo de sensores no iPhone vai permitir que este ganhe novas funcionalidades. As possibilidades de utilização desta tecnologia são muitas, desde a simples identificação dos utilizadores nos seus equipamentos até à criação de perfis para permitir que vários utilizadores usem os dispositivos.

Será já na próxima terça feira que a confirmação deste e de outros rumores será feita. O evento trará ao mundo as mais recentes novidades da Apple e esperam-se que estas sejam, como é habitual, únicas e distintas do que a concorrência tem oferecido.





  •   
  •   
  •  
  • Pin It  
  • Imprima este artigo
  • Post2PDF


56 Comentários

  1. Óbviamente que a caixa é fake. E portanto tudo o que se pode auferir dela…

    • Obviamente que estás enganado…não é só aquela caixa… que saiu nas evidencias…já sairam mais fotos numa fabrica Foxconn aquelas caixas em produção…

      tudo o que mexe…é fake para esta gente…um pouco de exploração? não?

      • Essas caixas eram do iPhone 5C, se não em engano!
        A imagem desta caixa parece que segue um pouco a lógica da outra (5C), mas tem um aspecto de imitação, não tem o estilo normal da Apple

        • Não, não eram…estas são do iPhone 5S…
          As do iPhone 5C vão ser exactamente iguais como as do iPod…plástico por fora em que vês o equipamento…

          • o que quis dizer é que as imagens que circularam eram do 5C (caixa de plástico). Ainda não tinha aparecido nenhuma caixa do 5S. Ou melhor, apareceu, mas rapidamente descobriu-se que tinha sido um “embuste”
            Esta que aqui aparece tem um foto do iPhone idêntica à apresentação do 5C dentro da caixa, daí dizer que segue a lógica!

    • A notícias que os equipamentos Apple vão ter dispositivos biométricos não é descabida…. há cerca de 1 ano, a Apple comprou a Authentec e era exactamente uma empresa com muito boa tecnologia nesta área.

  2. Parece que o anel não é para distinguir mas faz parte do sensor!
    Há evidências para isso, certo tipo de sensores fazem uso de algo do género, e ontem veio a publico certas patentes da Apple relativas a este tipo de sensores que mostram isto tb!

    http://appleinsider.com/articles/13/09/06/silver-ring-around-iphone-5s-home-button-may-be-integral-to-fingerprint-reader-not-just-for-looks
    http://www.patentlyapple.com/patently-apple/2013/09/phenomenal-patent-details-fingerprint-scanner-with-advanced-nfc-application-built-right-into-the-home-button.html

    Talvez um dos pontos mais interessantes da patente é que o sensor tb pode funcionar para comunicação NFC. Um verdadeiro 2 em 1

    Quanto ao componente mostrado, não me parece que mostre o sensor, dado que este deve estar no botão e aqui não está o botão! Mostra um circuito mais complexo, provavelmente incorporando algo para processamento de sinal!

  3. A inclusão do NFC acho mais importante para a Apple do que propriamente o sensor biométrico… Sim, é uma evolução, porém aquilo que vejo em amigos que tem iphone o mesmo apresenta alguns problemas com o botão “home”… hummm se continuar com esse “defeito” irá ser um problema para o sensor/Suposto login de vários utilizadores…

    Defendo que o NFC no iphone é para já o componente que está a faltar no iphone e que espero que veja nesta nova versão.

    • Não será um problema, pois o que referes é uma questão mecânica que afecta alguns e o sensor, apesar de estar no botão não é afectado pela mecânica! O botão deverá ter uma ligação ao circuito que é mostrado nas imagens

      Quanto ao NFC é bem possível que já venha neste iPhone! Uma das patentes da Apple mostram o próprio sensor de impressões a funcionar como antena de NFC. Há uma forte probabilidade que isso já apareça agora!
      Eu, no entanto, tenho uma opinião oposta do que dizes! o leitor terá um impacto muito maior no dia a dia das pessoas e na segurança do aparelho, do que o NFC! O NFC está ainda pouco generalizado para fazer diferença à maioria das pessoas. Resta saber como é que vai ser no futuro!

  4. Também o HTC One Max vai ter e ainda não vi nada por aqui. Sorry. O One Max não o têm é num sitio muito bom, na minha opinião, atrás. No iPhone fica num sitio melhor.

  5. Benchmark do iPhone 5

    O leitor de impressões digitais terá várias utilizações possíveis, mas a primeira é desbloquear o ecrã sem precisar de código (pin).
    Basicamente a questão do pin é: ou se usa ou não se usa, e se se usa qual é o número/tipo de caracteres e quanto tempo demora o ecrã a bloquear quando não é tocado.
    Uso um código simples de 4 dígitos + bloqueio de ecrã ao fim de 3 minutos + eliminação dos dados ao fim de 10 tentativas falhadas de introdução do código.
    Códigos muito extensos são mais seguros mas demoram muito tempo a digitar, o que torna a sua utilização aborrecida porque tem que se desbloquear o ecrã numerosas vezes.

    Isso foi reconhecido no novo Moto X, que vem com um dongle (Skip, o objecto que está ao lado do Moto X na primeira imagem do link), um tipo de mola para prender no cinto / calças / mala e mais três Skip dots para prender a superfícies em locais em que se permaneça mais tempo – toca-se nos ditos que comunicam por NFC com o smartphone e desbloqueia o ecrã.

    O método do 5S, do leitor de impressões digitais é bastante mais prático. A ironia da situação é que a Motorola foi a primeira a usar um leitor de impressões digitais, mas como não funcionava bem abandonou a ideia.

    http://www.slashgear.com/moto-x-skip-dongle-hands-on-with-moto-maker-custom-phone-23294802/

  6. Mas isto tem interesse porque?
    Além de ser um rumor, para que serve?

    • Para nada, mas como é da Apple já é pura inovação faez realmente falta num smartphone.

      • depende! a maioria das pessoas não bloqueia o telemóvel com um código, por ser inconveniente estar a inserir um código inúmeras vezes ao dia! Se bem me lembro era essa tb a razão da grande inovação do Android que foi o reconhecimento facial!
        Muitos até têm aplicações que permitem acesso automático a serviços sem ter que introduzir uma password, bastando a qualquer um ter acesso ao telemóvel para aceder a muita coisa. Tudo isto é mau para a segurança do dispositivo e no fim acaba por ser um incentivo ao roubo!
        Uma solução que melhore a segurança sem que seja um empecilho fará diferença! Ainda mais porque facilmente poderá ser estendida a muitas aplicações para identificação do utilizador com segurança acrescida!

        • Quem estver de luvas passar a ser inconveniente tirá-la para desbloquear o telefone.

          • As luvas já são um problema para desbloquear a maioria dos telemóveis, pois os ecrãs necessitam do contacto com algo capaz de conduzir corrente. A maioria das luvas funcionam como isolantes eléctricos impedindo o reconhecimento de dedos!

            Mas mesmo que seja um problema extra, é lógico esperar que se mantenha a possibilidade de inserir um PIN para desbloquear, pois haverá imensas outras situações em que pode não ser possível usar o sensor, mais não seja ao emprestar o telemóvel a um familiar, ou um outro problema qualquer! Mas isso nada retira às vantagens que traz!

        • Já existe alguma oferta de telemóveis que fincionam mesmo com luvas..

          • daí dizer a maioria!
            Tb existem luvas que contornam este problema, algumas delas nem seriam um problema para o sensor! Por isso, tendo em conta o contexto, vantagens vs desvantagens, e implementação da medida, a questão das luvas é basicamente um não assunto

        • A tendência é que aumentem os telefones com capacidade de toque com luva.. Existem muitos mercados em que isso é uma mais valia.. Dá jeito olhar para fora do país.

          Um não assunto? È mais assunto do que o argumento que as pessoas não bloqueiam o telemóvel por ser inconveniente meter sempre o código..

          Fazer a mesma coisa, mas de uma forma diferente..

          • mas não meter um código é a realidade, ou será que vais negar que a maioria não usa código!?
            As luvas é um problema que sempre existiu com estes telemóveis, por isso levantar essa questão com o sensor, quando o problema já existia antes, sim, é um não assunto! Especialmente quando como já disse, as pessoas têm forma de contornar o problema!
            Quanto a aumentar a tendência de uso desses ecrãs, ninguém sabe, pois tudo tem os seus sacrifícios, nesse caso aumenta o número de toques acidentais no ecrã!

    • Benchmark do iPhone 5

      Há rumores que interessam (a quem tem produtos para vender) e outros não. (Praticamente) toda a gente está convencida que o 5S terá um leitor de impressões digitais. Se não tiver seria um grande desapontamento – o que não seria bom para a Apple. Resumindo, se não trouxesse a Apple já teria acabado com o rumor, bastava soprar a informação nos sítios certos.

    • serve para reconhecimento rápido do utilizador e como medida de segurança! Se se comprovar que usa a tecnologia que se tem falado nos últimos rumores será basicamente impossível alguém enganar o sistema no login!
      Se for suficientemente rápido a maioria das pessoas finalmente deixará de andar com o telemóvel desprotegido sem uma password
      É tb possível que passe a ser um meio para activar credenciais em serviços do telemóvel, deixando as pessoas de ter que memorizar várias passwords, o que pode permitir passwords mais complexas que são por natureza mais seguras!
      e por fim, se se comprovar a utilização da última patente, será o primeiro sistema a integrar NFC com identificação automática para pagamentos. Será um sistema mais seguro e rápido, do que outros.
      Não há obviamente certezas que seja já tudo assim, mas há várias evidências que apontam que é esse o caminho da tecnologia que a Apple tem em mãos!

  7. NFC… Se eu tivesse um iphone perguntaria… “O que é isso??” :)

    • Benchmark do iPhone 5

      O que é isso ? Tens usado para quê ?

      • Então porque vai ter agora no iphone?

        • Benchmark do iPhone 5

          Vai ? Para usar nos terminais de pagamento ? Aonde é que há disso ?

        • O facto é que o NFC tem tardado a ter a adopção em termos de infra-estruturas para que se note diferença. Por isso para a maioria ter ou não ter seria a mesma coisa. Eventualmente é capaz de atingir o ponto em que se generalize.
          Se o novo iPhone realmente tiver NFC, será como uma funcionalidade extra do sensor biométrico e provavelmente focalizado nos pagamentos, talvez apostando que esteja para breve uma adopção mais alargada da tecnologia em terminais de pagamento. Mas ainda se está longe de poder usar só o telemóvel para pagamentos!

          • Benchmark do iPhone 5

            Os pagamentos por NFC finaram-se. Vai-se a um supermercado e o que ganha com o “contactless” de um smartphone com NFC ? Não ter que introduzir o cartão de débito no terminal do Multibanco (a seguir tem que introduzir à mesma o pin. Num caso ou noutro em pagamentos de pouco valor pode ser dispensado o pin). Para isso é necessário novos terminais, que à velocidade a que a coisa vai é lá para dia de S. Nunca À Tarde. Isto pouco difere dos cartões de débito “contactless” que, de acordo com o segundo link do Fantasia, a CGD quer implementar.

            O NFC não é nenhuma mudança radical nos pagamentos electrónicos, não vem substituir/adiantar nada, excepto não ter que se colocar o cartão de débito num terminal Multibanco.

            O futuro está em soluções “wallet” que funcionem no terreno (não confundir com pagamentos online). Por exemplo, o sistema que a PayPal lançou passa por: ter instalada uma app, receber informação de quais as lojas próximas que aceitam pagamentos (e que descontos concedem), pagar directamente através da app. Isto ainda está em desenvolvimento, porque emperra no comprovativo de pagamento (enquanto, nos pagamentos por cartão, o terminal de Multibanco “cospe” logo o talão comprovativo)

          • É verdade que os pagamentos ainda vai demorar a ter uma adopção alargada, mas os pagamentos são a única maneira de “vender” o NFC ao público, pois é algo do dia a dia e que não precisa de investimento por parte das pessoas. Outros usos do NFC muitas vezes têm alternativas com outras tecnologias ou métodos, e são muito mais fortuitos.

            Tudo dá a entender que a Apple vai associar o sensor biométrico a pagamentos por NFC; não haveria necessidade de inserir PINs, e seria muito mais rápido e prático que qualquer alternativa actual, e isso é a melhor maneira de pôr as pessoas a usar a tecnologia.
            A companhia que a Apple adquiriu já estava a concluir o desenvolvimento da autenticação para pagamentos!

            A solução da PayPal não é simples de usar, e obriga as pessoas e negócios a alterar comportamentos sem grande necessidade. É o tipo de barreira que dificilmente será quebrada

          • Benchmark do iPhone 5

            Acho que estás a far disto – da associação da Authentec, antes de ser comprada pela Apple, aos pagamentos por NFC.

            Mas, relativamente a pagamentos, a questão é distinta – e a autenticação através da tecnologia da Authentec funciona igualmente bem nos dois casos. A questão é saber se vingam os pagamentos por NFC (“contacteless”, aproximação, sem contacto, entre dois equipamentos NFC) ou o pagamento através de uma app, como lançou a PayPal. Penso que vinga a segunda.

            A autenticação pela impressão digital, seja por NFC, seja por app cumpre a mesma função – confirmação de que o meio de pagamento está a ser utilizado pelo legítimo proprietário do telemóvel e da conta. Vejo mais o NFC no iPhone, se vier a existir, para uma ligação ao iWatch.

            Agora, pode acontecer que haja pagamentos por NTC nuns lados e por app noutros.

            http://www.nfcworld.com/2012/05/14/315661/nfc-phones-and-tablets-with-fingerprint-security-protection-expected-later-this-year/

          • A minha avó só usa dinheiro, diz que não vê utilidade nenhuma nos cartões de débito/crédito…

          • Benchmark do iPhone 5

            … estás a fa(la)r disto.
            Quanto às objeções a pagamentos via PayPal não vejo quais sejam. A “Loja da Esquina” tem uma conta no PayPal que eu preciso de saber qual é. Não tenho que digitar nada (e enganar-me). Só tenho que confirmar que a “Loja da Esquina” que me aparece no ecrã é aquela e não outra, pôr os € e o OK e está feito (menos o comprovativo do pagamento). Seja PayPal ou outra o futuro está do lado das app. Já no “contacteless” estará mais do lado do cartão de débito com um chip que o permita, do que nos telemóveis com NFC.

          • @ Benchmark do iPhone 5
            A Authentec estava a desenvolver tecnologia específica para autenticação em pagamentos por NFC, não era algo que se pudesse aplicar noutra via de pagamento, pois é relativo a segurança de comunicação e protocolo do NFC. Para o que apontas bastaria a autenticação normal com o sensor, para activar as credenciais guardadas no telemóvel , dado que passaria a ser a aplicação da PayPal a estabelecer a comunicação usando o seu próprio protocolo de segurança por WiFi ou outro!

            Contudo, o sistema da Paypal implica mudanças mais profundas no comportamento de compra das pessoas, e isso invariavelmente leva a maior resistência de adopção. Para além de que é menos simples de usar, e haverá em grande parte das situações a necessidade de alguma forma de identificação e transmissão de dados, que é onde o NFC tem vantagem por identificar e transmitir dados ao mesmo tempo!
            A simples interacção de pagamento é o que as pessoas querem.

          • @ Benchmark do iPhone 5
            é exactamente o que tu descreveste no teu último comentário que torna o processo menos simples e fora do normal para as pessoas!
            Numa loja terás que primeiro manualmente identificar a loja ou ao contrário, dar à loja a identificação da tua conta Paypal no pagamento! Crias mais passos desnecessariamente, e não demoras menos tempo, só para não usar algo que faça essa identificação e transmissão de dados de pagamento automaticamente.
            A coisa tem que ser rápida e simples! tem que facilitar a vida às pessoas, parecer natural e não tentar criar um novo paradigma para pagamentos em lojas.

            Não vejo a necessidade do NFC para ligação dum iWatch ao iPhone! Basta o bluetooth, que permite o emparelhamento seguro e transmissão de dados. O NFC não daria para transmitir dados neste uso, não só por necessitar de proximidade muito curta, mas porque a largura de banda é muito pequena!

          • Benchmark do iPhone 5

            É verdade que a velocidade de ligação por NFC é menor que o Bluetooth, mas o iPhone e o iWatch não precisam de estar emparelhados, e consome menos energia, o que num smartwach é crítico. Para mensagens curtas entre um dispositivo e outro chega perfeitamente: “Recebeu um email de …(se o quiser ler vá lê-lo no ecrã do iPhone que o do iWatch é muito pequeno)”. Não digo que o NFC seja o canal único de comunicação iPhone/iWatch, mas pode ser útil.

            Quanto à app PayPal estás a ver mal o filme. Antes de entrares na loja já a app, pela localização, a identificou e a tens no ecrã. Desde que tenhas ligação pela internet (não precisa de ser Wi-Fi) dás a ordem de pagar x€ à loja que está no ecrã, e o PayPal debita a tua conta e credita a da loja e avisa os dois)

          • @ Benchmark do iPhone 5
            Creio que não estás é a ver o filme todo! O que apontas de facto é possível, mas grande parte das vezes nem por isso, pois o serviço de localização funciona muito mal dentro de edifícios! O que significa que tens que ir para a outra vertente que implica dar os teus dados de conta à loja.
            Mas independentemente disso, mesmo que a localização até funcione, requer vários passos ao utilizador com o telemóvel para no fim poder sair da loja. Abrir aplicação, provavelmente inserir password (se optar por maior segurança), verificar que está na loja certa, determinar o valor a pagar, inserir valor, confirmar, esperar que na loja tenham a confirmação de pagamento! Nada prático, mais vale usar o cartão de débito ou crédito, ou até dinheiro vivo!

            Quanto ao iWatch, necessitas de emparelhamento por questões de segurança e comodidade, doutra forma necessitarias de estar sempre a autorizar a ligação. O NFC não vai funcionar à distância normal entre aparelhos pois só vai até alguns centímetros, e não está associado um standard de encriptação de dados. O Bluetooth por outro lado permite tudo isto e no modo low energy tem um consumo idêntico ao NFC. A velocidade tb é importante, pois não queres estar limitado nas possíveis aplicações da tecnologia.

          • Benchmark do iPhone 5

            De facto os 4cm de distância para comunicações por NFC não ajudam.

            Quanto aos pagamentos, a questão por-se-á sempre na alternativa entre uma app e o “contactless”.

            O pagamento por app pode ter algum tipo de problema mas os pagamentos bancários online (incluindo os feitos por app) são praticamente instantâneos, por isso não é por aí que não se podem fazer – desde que não seja preciso digitar mais nada a não ser os €. No fim, vai-se resumir a saber se os comerciantes querem pagar as actuais comissões da rede SIBS (multibanco) ou aceitam outro sistema de pagamentos, como o PayPal, que terá que ter uma comissão menor e funcionar a um nível idêntico (de vez em quando o multibanco também está em baixo).

            Agora, andar a mudar os terminais multibanco, que teria que ser feito pelos bancos, para admitir o “contactless” NFC não vejo interesse dos bancos. E isto só para não ter que se põr o cartão no terminal (o NFC dispensar automaticamente o pin, só se for meia pagamentos de meia dúzia de euros).

            Já terminais associados a um cartão de débito “contactless” que permitisse aos bancos prestar outros serviços (por exemplo pagamento de transportes à “lisboa viva”) e ganhar dinheiro desses serviços já vejo. “Ah, mas acaba-se com os cartões “lisboa viva” e de cartões de débitos sem contacto e assim e passa tudo para NFC” – aí já não dizia nada.

          • @ Benchmark do iPhone 5
            A alternativa não é só entre uma app e o “contactless”. É tb com os métodos já existentes de pagamento que as pessoas não vão abandonar se a alternativa é mais complicada e implica mudança considerável de hábitos e procedimentos! Não é só digitar os euros, são todos os passos que mencionei.
            A única vantagem interessante que a solução traz é permitir pré-pagamento de alguma coisa em “catálogo”, se a loja montar uma estrutura dessas on-line! Mas convínhamos, ninguém espera que isso se generalize nem que evite o pagamento normal nas lojas!
            As comissões continuariam, pois os cartões não vão desaparecer, e as lojas não vão obrigar os consumidores a usar o PayPal. De modo que implicaria um aumento na complexidade de suporte de pagamentos para as lojas, o que afastaria muitas duma solução destas por não sentirem necessidade!

            Quanto aos terminais multibanco para um cartão contactless, à partida já devem ser compatíveis com o NFC pois ambos usam a mesma tecnologia RFID. Os telemóveis apenas têm que suportar os protocolos de comunicação e segurança correctos e ter os dados do cartão fornecidos pelo banco!

            Na questão de ter que inserir o PIN, é com o sensor biométrico que a solução do iPhone se pode tornar bem mais prática que as outras todas e incentivar a adopção por parte do consumidor. Mas claro que ainda falta muito para que passe a ser um método comum de pagamento, e precisa de óptima implementação, talvez de alguns serviços extra associados.

          • Benchmark do iPhone 5

            Em dois anos: “Multibanco: desapareceram mais de 22 mil terminais de pagamento
            Queda do negócio e comissões bancárias levam comerciantes a desistirem”. Está bem que muitos terminais acabaram porque a loja fechou.

            A PayPal não é tão conhecida cá como é nos EUA, mas se oferecesse comissões mais baixas que a SIBS certamente teria aderentes. Isto é que muda alguma coisa de substantivo.

            O NFC dos 4cm não vai longe. “Ah, mas Apple tem muitas patentes e tem gasto muito dinheiro a investigar o NFC”. Pode ser que consiga tirar um coelho da cartola.

            http://www.tvi24.iol.pt/economia—economia/multibanco-terminais-de-pagamento-sibs/1481349-6377.html

          • @ Benchmark do iPhone 5
            :S Uma brutalidade de lojas, restaurantes e cafés fecharam, é o que explica a quase totalidade desse número. Mas independentemente disso, ninguém que tenha um bom volume de negócios vai deixar de aceitar cartões de crédito ou débito, isso seria um “suicídio” em qualquer país na actualidade, pois quase toda a gente tem um cartão e espera usar em quase qualquer lado! O máximo que verás é restringir o uso até certos valores!
            Quanto à popularidade do PayPal nos Estados Unidos em nada melhora a comodidade do método de pagamento, e de certeza que não queres usar isso como argumento para uma loja obrigar as pessoas a usar o PayPal em vez de cartões.

            Quanto ao NFC, os 4 cm é o que torna a tecnologia boa para o acto de pagamento na maioria das situações, pois requer uma ligação de confiança intencional! Não queres estar a pagar ao comerciante errado ou receber um pedido para pagar a conta doutra pessoa. O gesto de aproximar o aparelho ou um cartão dum terminal comprova a intenção e permite que se estabeleça automaticamente a autenticação e receber os dados para pagamento.

  8. Boa tarde,

    Se o Iphone 5S Saísse na terça feira ja não estaria a ser anunciado na pagina da Apple??

    Cump.

    • Não. Será anunciado na terça feira.

      Normalmente é colocado à venda nos primeiros países uma semana depois, noutros (como Portugal) mais algum tempo (talvez final do mes) e noutros lá para o final do ano

  9. Como já um utilizador referiu o HTC One Max também terá esse mesmo leitor e dele ninguém fala?! Há pois vem com Android e não tem “meia fruta” desenhada atrás estava-me a esquecer, logo não é luxuoso como o equipamento que, devido a questões de nível social, ate irá sair em dourado…

    Não compreendo o porquê de esse assunto ser tão badalado (até quando muda de cor se fala)…

    Qualquer coisinha que a apple faça a respeito desse dispositivo tem mais discussão do que qualquer outro assunto relacionado com tecnologia!

    Depois admiram-se por haver tanto apple hater…

    • a maioria nao se é apple hater ou se apple envious

      o teu comentário denota claramente que és uma das duas

    • Tb se dizia que o LG G2 ía ter um porque as imagens davam a entender isso. Tb se chegou a badalar que o Galaxy Note 3 ía ter um porque alguém tinha visto qualquer coisa. Nenhum acabou por ter, mas por acaso até já houve/há outros Androids com leitores.
      O HTC Max até pode vir a ter um, mas neste momento só se pode especular com base em fotos, não há mais nada que indique que isso possa ser verdade e que não se verifique o mesmo que nos exemplos anteriores.
      O mesmo já não se pode dizer do iPhone, já passou da mera especulação! Há a compra da empresa líder da área por parte da Apple, há linhas de código que falam em leitor de impressões, há patentes da Apple sobre a sua aplicação em dispositivos móveis, há fotos, etc! Tudo isto é significativo. Há outra grande diferença, a Apple dirige uma plataforma, o que significa que é fácil de prever uma rápida inserção desta tecnologia numa grande variedade de aplicações.

    • A Apple faz tão poucas mudanças que quando muda qualquer coisita, faz-se logo um festival da coisa, tipo re-invenção da roda…

  10. Qual foi a aceitação desta tecnologia nos portáteis? A malta usa ou é só para enfeitar?

    • O uso em portáteis é maioritariamente em empresas por questões de segurança ao fazer login no computador, são obrigados a usar! E não traz mais nenhuma outra vantagem!
      Num telemóvel tem um leque de possíveis aplicações mais alargado do que o mero login!
      Se as pessoas vão adoptar no seu dia a dia é o que se vai ver! Se for rápido e bem implementado de certeza que muita gente vai aderir!

Deixe o seu comentário

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. O autor deste site reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.