PplWare Mobile

Wifi Passivo: A versão do Wifi que consome pouca energia


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. RenatoNismo says:

    nos últimos 10 anos, as baterias e eficiência energética pouco acompanhavam o poder do processamento e das features tecnológicas, a partir de agora isto tem de mudar.

    • Katia says:

      É complicado RenatoNismo, de momento é mesmo impossível aumentar capacidade das baterias sem aumentar o seu tamanho, é uma limitação muito chata. Felizmente, vão aparecendo soluções como esta.

      • David Guerreiro says:

        Não é bem assim, as baterias com grafeno podem mudar isso. É uma limitação da tecnologia de iões ou polímeros de lítio. Para ter mais capacidade, o tamanho aumenta exponencialmente.
        De qualquer forma não me parece que esta tecnologia vá aparecer assim rapidamente, talvez vá demorar vários anos até ser implementada.

        • Katia says:

          A baterias de grafeno tem um custo de produção muito alto e ainda existem muitas questões por resolver.

          As universidades de Stanford e Glascow tem dois papers muito interessantes na matéria.

          Quem sabe daqui a uns anitos.

          • Telmo M. says:

            Não vai demorar anos. Ao inicio de 2017 virão as primeiras baterias de grafeno para o mercado. Em meados de 2017 dizem que sairão os primeiros carros com a tecnologia. São nuestros hermanos que estão à frente.
            Palavras chave: Grabat Energy (procurar página do facebook); Graphenano;

          • Fabio says:

            Existe toda uma indústria por trás da produção e venda de baterias de lítio. E os únicos interessados em acabar com isto são os consumidores.

  2. Felipe Teixeira says:

    Isto é que são notícias frescas.

  3. darksantacruz says:

    Esta tecnologia poderá dar grandes cartas na Internet das coisas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.