PplWare Mobile

Novas frequências para o 5G oferecem maior largura de banda


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. AlceuRD says:

    Amigos…….

    ??????

    Dado que o 5G está
    configurado para utilizar freqüências acima e abaixo das bandas
    de freqüência existentes, o 5G fica no meio de tudo isso. Mas a
    tendência (varia de país para país) é que o 5G utilize as bandas de
    frequência mais altas. O que traz suas próprias preocupações
    particulares. Aqui está a minha análise dos estudos realizados
    até à data – 11 razões para se preocupar.

    # 1 – UMA SOPA MAIS DENSA DE
    ELECTROSMOG
    Seremos bombardeados por frequências realmente altas em
    intensidades baixas e de curto alcance, criando uma sopa mais
    densa e mais complicada de eletrosmog – como mostra o
    diagrama.
    Fonte: Mais recentes sobre 5G Spectrum – EMFields Ltd.Para trabalhar com o maior alcance MMW em 5G, as antenas
    requeridas são menores. Alguns especialistas falam de 3 mm por
    3 mm. A baixa intensidade é por eficiência e para lidar com a
    interrupção do sinal de obstáculos naturais e artificiais.
    # 2 – EFEITOS NA PELE
    A maior preocupação é como esses novos comprimentos de
    onda afetarão a pele. O corpo humano tem entre dois milhões a
    quatro milhões de dutos de suor. O Dr. Ben-Ishai, da Universidade
    Hebraica de Israel, explica que nossos dutos de suor funcionam
    como “ um conjunto de antenas helicoidais quando expostos a
    esses comprimentos de onda ” , o que significa que nos tornamos
    mais condutores. Um recente estudo de Nova York, que
    experimentou ondas de 60GHz, afirmou que “ as análises da
    profundidade de penetração mostram que mais de 90% da energia
    transmitida é absorvida na camada da epiderme e da derme. ”
    Os efeitos dos MMWs, conforme estudados pelo Dr. Yael
    Stein, da Universidade Hebraica, também causam dor física aos
    humanos, à medida que nossos nociceptores se inflamam em
    reconhecimento da onda como um estímulo prejudicial. Então,
    estamos analisando as possibilidades de muitas doenças de pele
    e câncer, além de dores físicas em nossa pele.
    # 3 – EFEITOS NOS OLHOS
    Um estudo de 1994 descobriu que a radiação de micro-ondas de
    baixo nível produzia opacidade de lentes em ratos, o que está
    ligado à produção de cataratas.
    Um experimento conduzido pelo Instituto de Pesquisa Médica da
    Universidade de Medicina de Kanazawa descobriu que as antenas
    de ondas milimétricas de 60 GHz podem causar lesões térmicas de
    vários tipos de níveis. Os efeitos térmicos induzidos por ondas
    milimétricas podem aparentemente penetrar abaixo da superfície
    do olho. ”
    Um estudo chinês de 2003 também encontrou danos às células
    epiteliais do cristalino de coelhos após 8 horas de exposição àradiação de microondas e um estudo de 2009 conduzido pelo
    Colégio de Médicos e Cirurgiões no Paquistão concluiu que EMFs
    emitidos por um telefone celular causam desarranjo de embrião
    de galinha diferenciação retiniana.
    # 4 – EFEITOS NO CORAÇÃO
    Um estudo russo de 1992 descobriu que freqüências na faixa de
    53-78 GHz (que o 5G propõe usar) afetaram a variabilidade da
    frequência cardíaca (um indicador de estresse) em ratos. Outro
    estudo russo sobre rãs cuja pele foi exposta a MMWs encontrou
    alterações na frequência cardíaca (arritmias).
    # 5 – EFEITOS DO SISTEMA IMUNE
    Um estudo russo de 2002 examinou os efeitos da exposição à
    radiação de microondas 42HGz no sangue de camundongos
    saudáveis. Concluiu-se que “ a exposição de todo o corpo de
    camundongos saudáveis ao EMR EHF de baixa intensidade tem um
    efeito profundo sobre os índices de imunidade inespecífica ”.
    # 6 – EFEITOS NAS TAXAS DE
    CRESCIMENTO DAS CÉLULAS
    Um estudo armênio de 2016 observou os MMWs em baixa
    intensidade, espelhando o ambiente futuro causado pelo 5G. Seu
    estudo conduzido em E-coli e outras bactérias afirmou que as
    ondas haviam deprimido o crescimento, bem como ” alterando
    propriedades e atividade ” das células. A preocupação é que isso
    faria o mesmo com as células humanas.
    # 7 – EFEITOS NA RESISTÊNCIA DAS
    BACTÉRIAS
    O mesmo estudo armênio também sugeriu que os efeitos da
    MMW são principalmente na água, na membrana plasmática das
    células e no genoma também. Eles descobriram que a interação
    do MMW com as bactérias alterou sua sensibilidade para“ substâncias químicas biologicamente ativas diferentes, incluindo
    antibióticos. Mais especificamente, a combinação de MMW e
    antibióticos mostrou que pode estar levando à resistência a
    antibióticos em bactérias.
    Esta descoberta inovadora pode ter um efeito magnífico sobre a
    saúde dos seres humanos à medida que a largura de banda é
    implementada em todo o país. A preocupação é que
    desenvolvamos uma menor resistência às bactérias à medida
    que nossas células se tornam mais vulneráveis – e nos tornamos
    mais vulneráveis.
    # 8 – EFEITOS NA FITOSSANIDADE
    Uma das características do 5G é que o MMW é particularmente
    suscetível a ser absorvido pelas plantas e pela chuva. Os seres
    humanos e animais consomem plantas como fonte de
    alimento. Os efeitos que o MMW tem nas plantas podem nos
    deixar com alimentos que não são seguros para consumir.
    Pense em OGMs com esteróides. A água que cai do céu para
    essas plantas também será irradiada. Um estudo de 2010 sobre
    mudas de álamos mostrou que a exposição a radiofrequências
    levou as folhas a mostrarem sintomas de necrose.
    Fonte: https://www.hindawi.com/journals/ijfr/2010/83627
    Outro estudo armênio descobriu que os MMWs de baixaintensidade “ invocam mudanças no espectro isoenzimático da
    peroxidase dos brotos de trigo. Peroxidase é uma proteína de
    estresse existente nas plantas. As indicações são de que o 5G
    será particularmente prejudicial para as plantas – talvez mais do
    que para os seres humanos.
    # 9 – EFEITOS SOBRE A ATMOSFERA E O
    ESGOTAMENTO DE COMBUSTÍVEIS
    FÓSSEIS
    A implementação da rede sem fio global 5G requer o lançamento
    de foguetes para implantar satélites para 5G. Esses satélites têm
    uma vida útil curta, o que exigiria muito mais implantação do que
    estamos vendo atualmente. Um novo tipo de motor de foguete de
    hidrocarboneto que deve acionar uma frota de foguetes
    suborbitais emitiria carbono negro que “poderia causar mudanças
    potencialmente significativas na circulação atmosférica global e
    distribuições de ozônio e temperatura”, segundo um estudo
    californiano de 2010 . O escape do foguete no estado sólido
    contém cloro que também destrói o ozônio.
    Acredita-se que os efeitos sobre o ozônio sejam piores do que a
    exposição atual ao CFC.
    O Projeto Loon, do Google, traz a Internet para áreas rurais e de
    difícil acesso, usando balões de hélio. Mas esses balões só têm
    uma duração de 10 meses. Estamos vendo muito hélio sendo
    usado aqui, mais do que podemos ter na Terra?
    # 10 – ROMPIMENTO DO ECOSSISTEMA
    NATURAL
    Desde o ano 2000, tem havido relatos de pássaros abandonando
    seus ninhos, bem como questões de saúde como “ deterioração
    da plumagem, problemas de locomoção, redução de sobrevivência
    e morte”, diz o pesquisador Alfonso Balmori. Espécies de aves
    que são afetadas por esses níveis baixos, radiação de
    microondas não ionizante são os pardais, pombos, cegonhasbrancas, pombas e pegas, entre outros.
    Mas não são apenas os pássaros. Diz-se que o declínio da
    população de abelhas está ligado a essa radiação EMF não
    ionizante. Reduz as habilidades de postura da rainha, levando a
    um declínio na força da colônia.
    Um estudo realizado pelo Loyola College de Chennai em 2012
    concluiu que, de 919 estudos de pesquisa realizados em aves,
    plantas, abelhas e outros animais e seres humanos, 593 deles
    mostraram impactos das radiações RF-EMF. 5G será adicionado
    aos efeitos deste electrosmog.
    # 11 – A MAIORIA DOS ESTUDOS 5G É
    POUCO IMPORTANTE
    5G usará ondas milimétricas pulsadas para transportar
    informação. Mas, como o Dr. Joel Moskowitz aponta, a maioria
    dos estudos 5G é enganosa porque não pulsam as ondas. Isso é
    importante porque pesquisas sobre microondas já nos dizem
    como as ondas pulsadas têm efeitos biológicos mais profundos
    em nosso corpo em comparação com as ondas não
    pulsadas. Estudos anteriores, por exemplo, mostram como as
    taxas de pulso das freqüências levaram à toxicidade genética e
    às quebras da fita de DNA.

    Tirem algumas dúvidas com:

    https://youtu.be/iRhnakSQK0Y

    Um abraço !
    Alceu.

  2. AlceuRD says:

    link equivocado.

    Certo :
    https://youtu.be/F8D3xa6gBck

    Uma boa semana.

    Alceu

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.