PplWare Mobile

Dica: Alguém usa a sua conta Netflix sem autorização? Termine isso rapidamente


Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. eu says:

    “Todos nos habituámos a partilhar a palavra-passe de contas de aceso a serviços de streaming”
    Sou cliente do Netflix desde que existe em Portugal e nunca o fiz.
    “Todos” é um bocado exagerado, não ?

    “volte a ser usada pelo prevaricador ”
    É preciso lata !
    Emprestam a conta e depois chamam de “prevaricador”, enfim …

    • Vítor M. says:

      😀 é quase certo que quem “empresta” uma chave a uma amigo, esse amigo nunca “guarda segredo” e um dia, terceiros são os tais prevaricadores. Mas sim, nem todos emprestam a chave, são poucos, mas há 😉

      • Mateus Pinto says:

        Quem empresta a chave é o único responsável. Se tu fores a casa dum familiar ou amigo e introduzires a palavra-passe sem ele ver e assim fica com a conta ativa, entao nao devem ter problemas de maior; Se alguém dá ou mostra a palavra-passe de boa vontade e depois alguém “prevarica”, a culpa principalmente é de quem a deu.

        Eu tenho a minha conta ativa em casa dum familiar porque principalmente eu uso quando vou lá, nunca tive problemas porque nem ele sabe a minha palavra-passe, mas pode usar a conta. E se eu quiser acedo à conta e desligo o acesso a essa TV.

  2. David Guerreiro says:

    Não tenho desses problemas, pois não pago subscrições de streaming, nem pensar…

  3. Marco says:

    A minha questão é… Com MB Way e tendo MB Way alguém precisa da chave do amigo? Se é que me faço entender…

    • Alex says:

      Se tiveres disposto a criar uma conta nova todos os meses, sim claro que não precisas.
      Eu cheguei a fazer isso uma vez ou outra, depois apareceu a possibilidade de dividir a conta com uns amigos e digo-te foi das melhores coisas que fiz, o valor não é tão alto todos os meses e nunca perdes a conta ao que estás a ver!

  4. Bob says:

    Eu pago… e uso.
    E, como até já comentado pela própria Netflix, partilho a conta com membros do agregado familiar.
    Ora… se um deles, por acaso, facilita o acesso de outra pessoa à conta também (seja por estar memorizada no Google, ou algo do género), será útil saber como proceder para cortas os acessos.

    Era bom, era facilitarem a criação de contas para o dito agregado familiar, e assim cortar a partilha de passwords 🙂

    • Marco says:

      Sim compreendo e não deixas de ter razão, referia-me no sentido de a Netflix oferecer 1 mês grátis a novos utilozadores, quem têm MB Way gera um cartão todos os meses, mail novo e pronto usa free não precisa de passes de amigos/familiares ;)!

      • Woot! says:

        Grande paciência…além de que assim não ficas com registo do que estavas a ver…

        E se gostas do Netflix e usas, devias contribuir para a sua manutenção, mas como a maioria do tuga é chulo e quer tudo à borla percebo perfeitamente a tua estúpida opção. Se toda a gente pensasse como tu o Netflix estava morto à nascença.

        • Marco says:

          É tão estúpida como a tua de pagar… Eu gosto de
          4 séries (portanto é de ràpida configuração até na escolha das 3 séries que gosto fica a lista feita) que já vi, neste momento estou a ver apenas e só o Narcos: México que é a que falta para acabar e vou no 5° episódio se nunca paguei seria agora para contribuir… Quando valer realmente pena tipo passarem cà todos os conteúdos que passam nos EUA e tiverem filmes de jeito pago, agora pagar para contribuir… Enquanto der vou andar assim e não sou o único e não estou a cometer nenhum crime ou ilegalidade! Cada um sabe de si, respeito a tua opção de pagar, devias respeitar também a minha e de quem não o faz.

          • Rui Pinheiro says:

            Até podes não estar a cometer uma ilegalidade, mas também não estás a ser ético. É só por isso, acaba por ser uma atitude que não merece respeito (pode-se tolerar, mas não faz sentido respeitar). A Netflix só consegue por cá em PT mais conteúdos se pagar as respetivas licenças de transmissão nacional. E só vai ter dinheiro para isso com o aumento de subscrições pagas. No fundo, são os que pagam agora (como eu) que permite que pessoas que recorrem a esquemas (como tu) possam apreciar a coisa. O que significa que tu, sim, deves-nos respeito, uma vez que usufruis de um serviço que estamos a pagar por ti 🙂

          • Woot! says:

            É o mesmo que estacionares num local que é grátis nos primeiros 15 minutos e depois é proibido e tu manteres o carro estacionado durante mais de 1 hora. Como posso respeitar a tua opção se estás a ir de encontro à ideia original pelo qual foi criado este lugar?

            Eu não posso respeitar algo que considero que não é ético. Além de que é desnecessário estar com esses esquemas quando realmente gostas de uma coisa, o que parece ser o caso, já que tens 4 séries para ver, quando não tiveres deixas de pagar, podes pagar ao mês.

            Eu sempre saquei filmes ilegalmente, sempre saquei musica ilegalmente, e software. Também tenho telhados de vidro mas sempre paguei quando gostei do conteúdo e era realmente algo decente. Perdi conta à quantidade de albuns/musicas que comprei em formato digital após ter feito o download “ilegal” para experimentar e também perdi conta ao software.

            Não condeno a tua opção mas mais uma vez acho que devemos suportar quem tem trabalho porque se toda a gente pensar como tu as coisas não sobrevivem.

            Quem diz Netflix diz impostos, também sou contra quem foge deles, não por eu pagar tudo direitinho mas por achar que todos temos de contribuir e que se todos pagássemos que o os impostos baixariam.

          • Woot! says:

            @Rui Pinheiro,

            Só vi a tua mensagem depois de escrever a minha (devia estar em aprovação) mas concordo plenamente, aliás na minha resposta disse precisamente o mesmo. Não é ético.

      • Bob says:

        Sim, eu percebi a parte do MBway 🙂
        É um esquema bastante usado.

        Mas, enquanto tiver contéudo que gosto e vejo, e tendo possibilidade de pagar a mensalidade, vou fazer isso. Cada vez tem mais contéudo 🙂

  5. Marco says:

    Não deixam de ter razão e respeito, mas Rui Pinheiro se não estou a ser ético, tu também pelos vistos não estas a ter respeito pelas pessoas que não têm ou hajem de acordo com as tuas ideias portanto… Prefiro não ser ético!
    Mas já pensaram que a Netflix se põe a jeito com este tipo de método? Podia existir mais controle penso eu.
    Deduzo que então que se gostarem de futebol visto que gostam de filmes e séries paguem Sport TV, BTV no caso de serem Benfiquistas, 11 Sports e TV Cine e séries por ai fora? Porque caso contrário pagar Netflix e assitir aos jogos por IPTV ou pela Net… Atenção não estou a dizer que o fazem, deixei a questão apenas como exemplo. Felizmente nem e o meu caso mas somem tudo e vejam quanto dá ao fim do mês, ok têm quem quer e quem pode, mas quem não pode e tiver possibilidades mais em conta de ter as coisas porque não há-de ter? Fugir aos impostos é outra coisa woot além de crime como é lógico e nesse ponto 100% de acordo e os meus estão todos em dia, também é uma obrigação/dever enquanto cidadãos embora as vezes não consiga entender para onde vão ou talvez imagine mas da minha parte lavo as mãos. Acho que cada um têm as suas ideias, opções, preferências e temos de respeitar, secalhar eu não pago Netflix e vocês na vossa vida mais até mais para o Rui Pinheiro secalhar tem atitudes., reacções, escolhas, formas de ver as coisas (OU NÃO) que eu não teria.
    Se fosse ilegal ou criminoso era condenável e não o faria certamente, agora dentro da lei, existindo opções cada um faz a sua e embora não respeitem a minha, eu respeito a vossa!

    • Woot! says:

      Isso só funciona enquanto a Netflix quiser, eles sabem perfeitamente que têm esse “buraco”. Não o resolvem por interesse ou porque há mais gente que acaba por pagar após o período experimental do que aqueles que permanecem infinitamente com emails e cartões diferentes.

      Também não é difícil de detectar, basta ver se o mesmo MAC address já usou anteriormente um free-trial, o teu cartão virtual também está associado à tua conta, eles só não bloqueiam porque não querem!

      E não é ilegal no sentido da lei, mas de certo que infringe os termos e condições da Netflix.

      Quanto ao futebol, não vejo futebol nem pago SportTV nem nenhuma das outras, mas mesmo que visse e gostasse não pagaria porque o preço da SportTV e o negócio que fazem é ridículo e estou em completo desacordo com os preços praticados para além de ainda obrigarem a subscrever diversos canais de TV. Em muitos países europeus (para não dizer a maioria) não existe a roubalheira futebol que existe em Portugal, aí só se deixa roubar quem quer. Acho que a SportTV sim põe-se a jeito para existirem pessoas a fazer streaming online. Tenho a certeza que se o pacote fosse ~7€ por todas as TVs (SPTV, 11Sports e BTV) 50% das pessoas, para não dizer mais pagavam para ter.

      Tenho no entanto TVCine sim, e pago por ter.

      A minha questão nunca foi o facto de não ter possibilidades financeiras, porque ai pronto…não é que tenham desculpa para fazerem coisas “ilegais” ou não éticas mas é mais compreensível. Agora quem tem possibilidade de pagar, usa, gosta, partilha as series com os amigos e faz o usufruto completo do serviço e não paga porque “porquê se posso ter grátis” ai faz-me confusão. Até porque o valor cobrado não é excessivo principalmente se o dividires com amigos como a maioria da população faz (apesar de eu não o fazer).

    • Rui Pinheiro says:

      O teu primeiro argumento é falacioso. Não se pode misturar coisas inerentemente erradae (= não ser ética) com coisas um pouco mais subjetivas. É um facto: tu *estás* a fazer uma coisa errada. Estás a usar uma “falha” do sistema para beneficiares de um serviço / produto, sem contribuires para o mesmo. O facto de essa falha existir não é desculpa. Se eu por lapso deixar a porta da minha casa aberta, não é desculpa para entrares lá e roubares o que te apetece. E mesmo que roubar não fosse proibido, não seria ético roubares. Não é que seja uma coisa sujeita a opinião, percebes? Não estamos a discutir se o FCP é melhor que o SLB, se o azul é mais bonito que o verde. Uma pessoa usufruir de algo para o qual não pagou, sabendo que quem produz esse algo quer ser pago, está a agir mal, é errado e pronto. Tal como seria errado entrares no café de um amigo e pedires um café sem pagar, porque vá lá, é amigo né? E se calhar o amigo até diz que sim só para não te fazer a desfeita. Também no outro dia chamei a atenção para uma pessoa e ela respondeu-me exatamente como tu: que o amigo deixou, logo, não fez nada de mal! Que se o amigo não queria a culpa é dele por não ter dito que não! Percebes a falácia aqui? É como violar uma mulher que foi de mini-saia toda boa para a rua. “A culpa é dela porque foi assim vestida!” – claro que não. Quando fazemos algo deste género, nós sabemos muito bem quando estamos a agir mal e podemos andar a inventar as desculpas que quisermos, que elas não deixam de ser desculpas. E o facto de eu por vezes cair nesse erro (e caio, sou humano, tento fazer o melhor possível mas às vezes asneiro) não implica que automaticamente não possa criticar esse comportamento nos outros (no limite, mantém-me humilde, admitindo que também erro e pedindo desculpa quando tal acontece, procurando compensar).

  6. Marco says:

    Exato woot, ou seja eles sabem e nada fazem é porque lhes compensa de alguma forma se não já teriam impedido acesso a mim e as milhentas pessoas que o fazem após o mês experimental se não o fazem é porque saem garantidamente no lucro.
    Quanto a tua opinião sobre a roubalheira nos canais de futebol concordo a 100%, porque entre Sport TV, BTV e 11 Sports estamos a falar “só” e apenas de 53€… em “3” canais, agora tal como tu a malta que gosta de filmes e séries ainda têm mais os Telecines… é um roubo e sinceramente podem dizer que não sou ético mas acho que a malta do IPTV e online faz muito bem em pagar 9/10€ e ter tudo, não enchendo os bolsos a exploradores… quando a malta não for no engodo de pagar fortunas baixam os preços e já nem digo 7€ até digo 10 ou mesmo 15€ por tudo secalhar 80/90% das pessoas começam a pagar agora assim… no caso da Sport TV então perdem conteúdos e o preço mantem-se.
    No caso da Netflix não acho que seja roubalheira mas acho um bocado puxados os preços para o que têm, principalmente a nivél de filmes, e se tivesse de pagar não tinha sou sincero porque não acho que valha, o meu primo também experimentou e passado o mês desistiu porque acha o mesmo e amigos idem mas lá está, são opiniões. As séries estão na Net para download e ai estaria a cometer um crime embora ache que tal como tu, eu e meio mundo já fez downloads e também não é correto além de crime mas sejamos sinceros estamos em 2019, toda a gente faz de uma maneira ou outra algo que não deve, não é correto, ético.

    Rui é verdade ambas estão erradas eu admito e tu pelos vistos também, nem disse que estava certo em usar o mês experimental para ver Netflix ou o que fosse, mas como disse não acho que valha o dinheiro e dai me custar pagar sou sincero, quando vir estes 5 episódios acabou mesmo grátis um dia em futuro quem sabe se valerá a pena pagar, pago de bom gosto.
    Sim, mas nesse exemplo estamos a falar de roubo, e violação de propriedade privada que está última só por si é crime punido com pena de prisão, acho que estamos a falar de coisas que não têm nada a ver em nada são coisas completamente diferentes e até porque falas de crime numa, e no caso não cometo crime algum, mas imagina tu deixares uma malta com 1.000€ aberta num banco de jardim e vais a casa de banho mais próxima, ok ninguém deve mexer e eu jamais mexeria porque não é meu, vêm uma ventania leva/espalha as notas pela rua fora as pessoas passam apanham as notas, esperas o quê? Que as apanhem e guardem novamente na mala, a fechem e esperem por ti para se certificarem que és o dono? Acredito quem em 1.000 pessoas uma ou duas até fosse dar as notas a esquadra mais próxima, mas a grande maioria se não toda gente ficava com elas porque para todos os efeitos achou, e como diz a sabedoria popular “achado não é roubado”, para todos os efeitos quem acha sabe que não lhe pertence, mas fica com o que acha porque não roubou ou cometeu qualquer crime ou ilegalidade.
    Neste caso eu sei que usando o mês experimental devia pagar tens tu e o woot milhares de razão nem nunca disse o contrário, mas achando que não vale o dinheiro e não cometendo nenhum crime ou ilegalidade prefiro usar o “buraco” que a Netflix têm e sabe disso, que fazer download e ai sim cometer crime e ser ilegal… só temos pontos de vista diferentes, não o devia fazer intelectualmente e éticamente não, mas não estou a cometer nenhum crime, ilegalidade e a entidade em questão sabe perfeitamente dessa falha que como disse o woot e concordo não o resolvem sabendo dessa porta aberta por interesse e porque ganham mais do que perdem, ou seja não estou a enganar ou ludibriar ninguém!
    É o tipico caso em jeito de brincadeira quem paga faz bem em pagar, quem não paga não faz mal em não pagar :)!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.