PplWare Mobile

169.254.0.0/16 – Vamos lá explicar!


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. techdani says:

    Bem interessante. Boa explicação,ppl! (First…again? So proud of myself)

  2. Nuno says:

    Qual é a diferença em relação aos 192.168.xxx.xxx e aos 10.10.xxx.xxx
    isso é que era interessante explicar

    • Nuno José says:

      a rede 169.254.x.x não deve ser usada está reservada para ambientes sem dhcp e o ip é gerado aleatoriamente na tentativa de não haver outro dispositivo com o mesmo IP

      As outras gamas de IP locais divergem na quantidade de máquinas possíveis de ligar dentro da mesma sub rede
      Questões técnicas á parte:

      a 10.x.x.x. dá para mts
      a 172.x.x.x dá para bastantes
      a 192.168.x.x é mais que suficiente para maioria das redes

      • Pedro Pinto says:

        Basicamente:

        Class Address Range Networks per Class Hosts per Network

        A 1.0.0.1 to 126.255.255.254 126 16,777,214

        B 128.0.0.1 to 191.255.255.254 16,384 65,534

        C 192.0.0.1 to 223.255.255.254 2,097,152 254

        • Miguel Costa says:

          Estas são as gamas que podem ser utilizadas para redes fora da www

          classe A)
          10.0.0.0 – 10.255.255.255 dá para 16,777,216 computadores / hosts
          classe B)
          172.16.0.0 – 172.31.255.255 dá para 1,048,576 computadores / hosts
          classe C)
          192.168.0.0 – 192.168.255.255 dá para 65,536 computadores / hosts

          estas gamas foram reservadas para que não exista um confusão na resolução de endereços ip.

          Exemplo: se utilizar-mos um ip fora destas gamas a comunicação da rede pode ser perdida. Se numa rede interna, utilizar-mos o seguinte Ip 74.125.127.99 os computadores vão começar a ficar baralhados, porque este é o ip público de um servidor na www (servidor da goolge). Cada vez que escrevesse-mos google.pt dentro da rede não conseguriamos aceder ao google porque todos os computadores iriam pensavar que estavamos a contactar um computador da rede interna…

          Desta forma, para salvaguardar a comunicação com a www criaram-se estas gamas.

          Quanto aos endereços APIPA, este são para utilização muito restrita e de pouco servem… só servem mesmo para reunir um grupo de maquinas mal configuradas.. ehehhehe

      • Carlos Gregório says:

        Já à muito tempo que não existe classes de serviço de IP o que conta é a máscara de rede o tal “/16”.
        Por exemplo o exemplo o host 10.10.0.0/16 tem como endereço de rede o IP 10.10.0.0 e pertence à sua rede os hosts 10.10.0.1 até ao 10.10.255.254 o IP 10.10.255.255 é o endereço de multicast.

        • nfu says:

          Já agora uma correcção:

          10.10.255.255 é broadcast e não multicast.

        • Bruno Antunes says:

          @Carlos Gregório
          O facto de já não ser muito usual denominar a gama de ip’s em classes não quer dizer que, internamente pelos equipamentos (routers para ser mais preciso), elas não sejam usadas.
          No teu exemplo “10.10.0.0/16”, estas a usar uma classe A com subnetting a 8 bits.

      • Nuno says:

        Obrigado a todos pelo esclarecimento 🙂

    • Faz uma graduação em redes de computadores e ingressa na área profissional que entenderá melhor.

  3. Muito boa explicação não muito profunda o que é óptimo assim quem não percebe tanto também fica a ter uma ideia do que é.

    Cumps

  4. IgorPT says:

    Mais uma vez a pplware no seu melhor 😉

    Era uma coisa que eu já tinha pensado era de onde vinham esses ips 😛

    E no link da microsoft explica lá como desactivar essa opção 😉

  5. Everton Vale says:

    Parabéns Pedro, o tema do artigo é interessante e bastante relevante. Continue a publicar desta forma objetiva e fugindo da mesmice.

    Um abraço a todos.

  6. Pedro A. says:

    Pensei que ias explicar o que era a notação /16. Mas prontos, fiquei a saber pq razão o windows assigna um ip na gama 169.254.0.0, o que já não é mau! 😉

    • JF says:

      Olá

      O /16 corresponde à máscara daquele endereço.
      Normalmente /16 representa-se por 255.255.0.0

      Isto tem a ver com o facto de o endereçamento em IPv4 ser de 32 bits (8+8+8+8=32)

      Assim uma máscara 255.255.255.255 corresponderia a 8+8+8+8 ou seja /32

      O /16 corresponde a 8+8+0+0 ou seja 255.255.0.0
      O vantagem é que /16 (diz-se slash dezasseis) gasta menos as cabeças dos dedos e permite poupar muita tinta… 😉

      Deu para perceber alguma coisa??? 🙂

  7. Wilson Silva says:

    Bom artigo Pedro. Já que percebes tanto de redes podes-me responder a uma pergunta sff? (assumindo que sim :P) na minha escola temos o XAMPP instalado, bem como um servidor proxy.

    Eu criei uma página em PHP chamada index e coloquei-a na pasta htdocs. Cada vez que alguém da rede digitar o IP do meu computador consegue ver a página que eu criei.

    Só que esse IP é interno, ou seja, se eu não estiver ligado à rede da escola não consigo aceder àquele computador (penso eu que é esse o problema).

    Não há nenhuma maneira de referenciar esse computador? Por exemplo xxx.xxx.xxx.xxx/yyy.yyy.yyy.yyy onde x é o IP da proxy e y é o IP do meu computador.

    Não sei se me fiz entender… De qualquer forma agradeço toda a informação que me puderem disponibilizar 🙂

  8. Pedro Pinto says:

    Tou a ver que há por aqui muita gente que dá uns toques a nível de endereçamentos do IP, VLSM..a ver se um dia destes lançamos aqui um desafio, tipo isto:

    Temos a seguinte rede: 192.168.1.0/24 Precisamos de 30 redes em que cada rede deverá suportar 4 máquinas. Depois de fazer o processo de subnetting, qual será a nova mascara?
    – A) 255.255.240.0
    – B) 255.255.255.248
    – C) 255.255.255.252
    – D) 255.255.255.128

    Good Luck

    • Filipe says:

      Alguém poderia explicar-me o problema bem como a sua resolução, por favor??

      tks 😉

      • Bruno Antunes says:

        O problema tem a ver com sub-redes, ou seja com o ip 192.168.1.0 (neste exemplo, que é considerado o numero principal da rede), podes “repartir” os 254 ip’s disponiveis para atribuir aos pc’s em varias pequenas redes.
        Deste modo ficas com a manutenção da rede mais simplificada e correndo menos riscos de haver congestão.
        Por exemplo, tens uma empresa com 3 areas: contabilidade, marketing, vendas. Divides a rede em 4 sub-redes e em cada area ficas com 64 ip’s para pc’s.
        É uma area complexa de inicio mas bastante intuitiva quando se percebe a logica :):)

    • Miguel Costa says:

      a resposta é a B, mas vão ser 32 redes com 6 máquinas por rede 😀

      Já agora um desafio: quando é que são utilizadas máscaras de rede 255.255.255.255?

    • Marcio Pinto says:

      Queres que faça em quantos segundos?

      🙂

      Fora a modestia

    • Marcio Pinto says:

      Tou a ver que há por aqui muita gente que dá uns toques a nível de endereçamentos do IP, VLSM..a ver se um dia destes lançamos aqui um desafio, tipo isto:
      Temos a seguinte rede: 192.168.1.0/24 Precisamos de 30 redes em que cada rede deverá suportar 4 máquinas. Depois de fazer o processo de subnetting, qual será a nova mascara?
      – A) 255.255.240.0
      – B) 255.255.255.248
      – C) 255.255.255.252
      – D) 255.255.255.128
      Good Luck

      Aqui tens (30 REDES COM 4 HOSTS CADA)
      192.168.1.8/29
      192.168.1.16/29
      192.168.1.24/29
      192.168.1.32/29
      192.168.1.40/29
      192.168.1.48/29
      192.168.1.56/29
      192.168.1.64/29
      192.168.1.72/29
      192.168.1.80/29
      192.168.1.88/29
      192.168.1.96/29
      192.168.1.104/29
      192.168.1.112/29
      192.168.1.120/29
      192.168.1.128/29
      192.168.1.136/29
      192.168.1.144/29
      192.168.1.152/29
      192.168.1.160/29
      192.168.1.168/29
      192.168.1.176/29
      192.168.1.184/29
      192.168.1.192/29
      192.168.1.200/29
      192.168.1.208/29
      192.168.1.216/29
      192.168.1.224/29

      /29 = 255.255.255.248

      Relembremos que em cada rede /29 podemos utilizar 6 hosts, além de reservar o 1 n.ºIP para identificar a rede e o último para broadcast

  9. HMartinho says:

    Theres is no place like 127.0.0.1 !!

    Bom artigo.

  10. aqui no escritorio com 2 switches de 16 portas mais um de 8 mais a porcaria das impressoras de rede + o modem da fibra optica mais o thomson fdx, configurar aqui a net foi um problema. dps descobrimos que o thomson estava meio avariado, foram dias perdidos de trabalho. odeio configurar redes 🙁

  11. TiagoKito says:

    Um tuto sobre DNS DHCP tb era bem vindo 😛

  12. Mario Igor says:

    Oi pessoal tenho um exercicio que possui 3 subredes com o endereco 22.33.128.0/24 no qual tenho k distribuir os seguintes enderecos

    10.100.1.0/24
    10.100.10.0/24
    10.100.9.0/24
    10.100.15.0/24
    10.100.95.0/24
    10.100.102.0/24
    10.100.159.0/24
    10.100..0.64/26
    10.100.1.240/24 usando o supernetting

  13. anonymous says:

    O seguinte, qual o endereço IP é privado?

    A. 11.58.254.169
    B. 169.255.10.41
    C. 172.31.1.1
    D. 192.169.0.1

  14. doni says:

    os ip que iniciam com a nemeracao 169.xxx.xxx.xxx como sao classificados

  15. Nicolas says:

    Se um dispositivo com sistema windows estiver configurado para atribuir um IP via DHCP, e possuir o endereço 169.254.10.10 com máscara 255.255.0.0, o que poderia ser dito em relaçao a comunicação entre o dispositivo e o servidor DHCP?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.