Quantcast
PplWare Mobile

Tags: Rosetta 2

Photoshop adiciona suporte nativo para Apple M1 e consegue desempenho 1.5X mais rápido

O Mac M1 está a desafiar as empresas de software para irem mais além no desenvolvimento dos seus produtos. Várias empresas, como a Microsoft, Google, entre outras, estão a adaptar as suas aplicações para a nova arquitetura. Conforme se tem visto, os Apple Silicon possibilitam um maior desempenho no menos consumo de energia. Agora foi a vez do Photoshop dar suporte aos novos processadores e conseguir um desempenho 1.5X superior.

Apesar de ainda não haver muito software “feito à medida” para os M1, a verdade é que a Apple resolveu bem o problema. Há pessoas que usam e nem dão conta que estão a usar software “virtualizado”.

Ilustração de edição de imagem no Apple M1 com Photoshop da Adobe

PUB


Utilizadores dos Mac com SoC M1 podem ter de deixar de usar apps mais antigas

Com o SoC M1 a Apple trilhou um caminho para a sua independência no campo dos processadores. Tem assim mais um componente seu e que controla de forma completa, desde o desenho até à produção e montagem nos novos Mac.

Para ajudar na transição, a Apple criou a Rosetta 2, que permite usar as apps mais antigas, convertendo-as. O problema é que agora a Apple estará a preparar-se para remover este elemento e sem uma qualquer justificação. Com a mudança, podem ter de deixar de usar apps mais antigas.

Mac SoC M1 Rosetta 2 Apple

PUB