Quantcast
PplWare Mobile

Tags: rede

Wireshark 1.2.1

Este tema levanta sempre alguma celeuma, principalmente porque alguns utilizadores entendem que é conhecimento a mais nas mãos de quem não o domina, tornando o programa numa ferramenta utilizada para fins menos lícitos. Entendemos que não e a troca de conhecimento potencia desenvolvimento, no prato da balança, os aspectos positivos notoriamente sobrepõe os potenciais riscos.

O tema deste artigo é: sniffing. Basicamente o sniffing é “cheirar” algo, no contexto das redes é captar tráfego (pacotes de dados) para posteriormente analisar. Ora bem, este processo é normalmente realizado através de um sniffer que não é nada mais nada menos que um software (também pode ser hardware, mas sempre com software à mistura) capaz de analisar o tráfego que anda na nossa rede.


Wireshark 1.00

O tema deste artigo é: sniffing. Basicamente o sniffing é “cheirar” algo, no contexto das redes é captar tráfego (pacotes de dados) para posteriormente analisar. Ora bem, este processo é normalmente realizado através de um sniffer que não é nada mais nada menos que um software (também pode ser hardware, mas sempre com software à mistura) capaz de analisar o tráfego que anda na nossa rede.


Wireshark for Windows 0.99.8 Beta

O tema deste artigo é: sniffing. Basicamente o sniffing é “cheirar” algo, no contexto das redes é captar tráfego (pacotes de dados) para posteriormente analisar.

Ora bem, este processo é normalmente realizado através de um sniffer que não é nada mais nada menos que um software (também pode ser hardware, mas sempre com software à mistura) capaz de analisar o tráfego que anda na nossa rede.

Wireshark


Wireshark – Potente Sniffer – Parte I

Este é um assunto que já está prometido a algum tempo, mas a falta de tempo ….

O tema deste artigo é: sniffing. Basicamente o sniffing é “cheirar” algo, no contexto das redes é captar tráfego (pacotes de dados) para posteriormente analisar. Ora bem, este processo é normalmente realizado através de um sniffer que não é nada mais nada menos que um software (também pode ser hardware, mas sempre com software à mistura) capaz de analisar o tráfego que anda na nossa rede. O processo de captação dos pacotes que andam a navegar na rede é realizado através da ajuda das placas de rede que cada computador possui.