Quantcast
PplWare Mobile

Tags: portos

Linux: Como verificar quais os portos abertos via CLI

Certamente que já ouviram falar em serviços/aplicações que usam o protocolo TCP ou UDP. Os protocolos TCP e UDP pertencem à camada 4 do modelo OSI (camada de transporte) e em traços gerais, em conjunto com o porto e IP da máquina, definem como uma determinada informação é transmitida na rede.

Depois de ensinarmos como verificar quais os portos abertos no Windows 10, vamos aprender como ver no Linux, via CLI (command line interface).

Linux: Como verificar quais os portos abertos via CLI


Windows 10: Saiba quais os portos abertos no seu sistema

Certamente que já ouviram falar em serviços/aplicações que usam o protocolo TCP ou UDP.  Os protocolos TCP e UDP pertencem à camada 4 do modelo OSI (camada de transporte) e em traços gerais, em conjunto com o porto e IP da máquina, definem como uma determinada informação é transmitida na rede.

Sabe quais os portos abertos no seu Windows 10? Nós ensinámos!


Zenmap – O seu PC tem portos abertos que não devia ter?

Na área da segurança informática existem muitas ferramentas interessantes para avaliar se um sistema está vulnerável ou não. Imagine, por exemplo, que sem se aperceber, executou um exploit e este abriu um porto de comunicação no seu sistema?

Uma das melhores ferramentas para avaliar se a sua máquina tem portos de comunicação abertos é o Nmap (ou Zenmap que tem interface gráfica).

Port


NetToolset – Ferramentas de rede para o seu Windows

As ferramentas de rede no Windows estão na sua grande maioria limitadas a DOS ou à PowerShell, não existindo uma interface gráfica que unifique estas ferramentas e que disponibilize o acesso à informação.

Estas ferramentas são particularmente úteis sempre que pretendemos despistar problemas de rede ou saber mais sobre um qualquer domínio da Internet. O NetToolset, aplicação desenhada para dar acesso a todas essas ferramentas, consegue suprimir essas lacunas.

NetToolset_1


PortScan – Conheça melhor a sua rede e veja quem por lá anda

Conhecermos a nossa rede permite que detectemos os dispositivos que a ela estão ligados e os serviços que estão disponíveis por cada um desses dispositivos. Podem ainda detectar utilizações indevidas e dispositivos não autorizados nessa mesma rede.

As aplicações dedicadas a este fim, por norma limitam-se a mostrar as máquinas que estão na rede, não dando mais funcionalidades. O PortScan, da NZ, é uma ferramenta que leva estas funcionalidades um pouco mais longe.