Quantcast
PplWare Mobile

Questão semanal: Utiliza algum software pirata?

                                    
                                

Autor: Marisa Pinto


  1. Grabiel Allon says:

    Tanto mentiroso

  2. manito says:

    Onde andam os piratas cá do sítio?! Hehehe eu já usei, mas já prescreveu hehehe.

  3. Bruno Jesus says:

    No passado era um pirata, mas desde que descobri Linux há uns 10 anos atrás que deixei de ser um fora da lei 😀

  4. Charles says:

    Para já, vai em cerca de 40% de mentirosos!

  5. Camane says:

    Já utilizei mas agora não

  6. goolo says:

    posso mesmo dizer original mesmo só o windows, tudo o resto dos softwares que uso é tudo com perna de pau, ehehe

  7. Sxac says:

    Usei, já não uso há uns 15 anos ou mais.
    Hoje existem muito mais aplicações freeware ou até a correrem num browser qualquer, que chegam para as encomendas de um utilizador particular. Nem todos precisam de um Microsoft Office Professional. Isso é mais mania do que necessidades reais, e há versões de outras Suítes a custo zero.

  8. ElectroescadaS says:

    Falta uma opção na votação que é “talvez”… :mrgreen:

  9. paulo says:

    Quem não usou que atire a primeira pedra.

    Uso só um, porque ainda não existe alternativa free

  10. Alvega says:

    2ª feira, dia de ida ao cinema, vou poupar o “guito”, já tenho a dose de riso de hoje.

    Perguntar ao alcoólico se quer “pinga”….

    Qual a definição de Pirata? para quem questiona.
    Somente utilizo o que me foi instalado previamente, por alguém que desconheço, como vou saber se é legal?

    As keys que o PPware passa a vida a PUBLICITAR, para o windows, office, jogos etc. sao LEGAIS ?

      • Nuno Monteiro says:

        São keys revendidas a entidades publicas como escolas etc onde vêm em número e as que sobram são vendidas a bulk e outra vez revendidas em websites… Legalmente nenhuma KEY pode ser revendida a não ser que seja pela microsoft e os parceiros oficiais, coisa que nenhum dos sites publicados são.

        • Flavius says:

          @Nuno Monteiro
          Legalmente na Comunidade Europeia qualquer KEY de, ou com Software incluído, pode ser vendida (o) a terceiros.
          Se não acreditas, pesquisa, se mesmo assim contínuas com a mesma opinião, temos pena…

        • fak says:

          podes vender, compras-te a key, não a alugaste… é tua e fazes o que quiseres com ela.

  11. Z/OS says:

    Já utilizei software pirata, principalmente quando o dinheiro era escasso. Depois quando as coisas melhoraram comecei a utilizar somente software legalizado. Claro que tento sempre conseguir esse software em promoções, em baixas de preço. Não há sentido em utilizar software pirata que compromete a segurança do Sistema Operativo.

    • Olly says:

      +1
      Até há pouco tempo usava o Photoshop mas também encontrei alternativa para esse (browser based).
      Não sei se posso fazer publicidade mas fica na mesma, pode ajudar alguém: Photopea

  12. Luis Silva says:

    Que remédio……ou paga-se o belo por certos software ou vamos à maneira do pirata….he he

  13. Valter Pinho says:

    Quando a ADOBE lançar a sua suite de aplicações para vídeo (Premiere Pro, After Effects, Audition, Media Encoder e Photoshop) em versão “pay at once” em vez dessa treta da subscrição mensal que fica ao preço dos olhos da cara passados uns 2 anitos…então eu compro a suite…Sim, já experimentei Davinci Resolve…e a minha máquina é instável…e o Premiere Pro é mais rápido!De resto…uso Windows 10 Pro ORIGINAL (é barato), Office 365 ORIGINAL (uma subscrição para um ano nos dias que correm é barato…basta ir aos sites certos), Spotify Premium (a subscrição é barata),TMPEnc Video Mastering ORIGINAL (é barato e fica pra sempre), só o Nero…uso pirata…também pras vezes que gravo dvds ou blurays…serve!

    • Douglas Ferreira says:

      Com o Spotify eu também deixei que baixar música pirata, principalmente porque deixo as músicas off line no celular para ouvir no carro.

      A assinatura do Office é outro exemplo bem vantajoso sobre o uso de pirataria: sempre temos o software mais recente, além de ter 1 TB disponível no OneDrive e alguns minutos no Skype (não uso).

      Já os aplicativos da Adobe acho bem caro também. Eram muito caros e quando anunciaram que fariam um plano de assinatura eu até me animei, mas quando lançaram o valor mensal foi um balde de água fria… não vale a pena.

  14. bill says:

    ha muitos anos ja que so uso software livre nos meus pc’s.

  15. Douglas Ferreira says:

    Já usei muitos softwares piratas. Atualmente só uso um. Acho que os planos de assinatura como o do Office ajudaram e muito a diminuir o uso de cópias ilegais.

    Mas ainda caio em tentação quando se refere a filmes, kkk. Se ao menos disponibilizassem os filmes mais rapidamente na Netflix ou na Amazon Prime…

    Ainda existe uma mentalidade muito limitada quanto à sua inclusão nos serviços de streaming. Na minha percepção, a pirataria aumenta e muito quando lançam os filmes em Bluray; logo, deveriam incluí-los no streaming na mesma data de lançamento da mídia física… melhor ganhar pouco do que não ganhar nada.

  16. Samuel says:

    Eu não uso software pirata. Não saco musica e todos os meus jogos são para Linux portanto eu não minto quando digo que não uso software pirata.

  17. czarito says:

    Photoshop. O método de assinatura assusta para quem utiliza o programa por diversão (e não profissionalmente).
    O resto é tudo legal.

  18. MarioM says:

    O que é um Software Pirata ?

  19. jsvenancio says:

    Desde que descobri Linux ando sempre em busca de software “Open-Source” e por esse motivo não vejo a utilidade em usar “crak’s”.

  20. F Silva says:

    Era interessante era saber,anonimamente é claro, quais os softwares pirateados que o ppl usa. Presumo que o windows já não seja o caso de topo já que se pode instalar sem fazer activação, mas seria interessante saber quais os programas estão no topo

  21. Pedro says:

    Linux…. xD

  22. nop90 says:

    apt install *nome aqui* ou git clone *inserir url aqui*

    0% pirataria, é outro luxo.

  23. Pensamento Positivo says:

    Como quase todos… Já usei… Mas, faz anos que já não uso!… Hoje com qualquer distro de linux tem-se um browser decente como o Firefox e a partir daí tem-se quase tudo. Office em casa uso o da Google no browser que é gratuito e suficientemente bom. Media Player uso o VLC para o pouco que preciso e fotografia e PDF é o que a distro trouxer.

    Já agora uma boa notícia fresquinha e boa para utilizadores do Pinguim que hoje descobri: Finalmente a MEO viu-se livre da … do Silverlight no site do MEO GO!… Menos uma desculpa!… É abrir o Chrome ou FF e usufruir!…

  24. Lemos says:

    Fumei mas não inalei

  25. kodiakshadows says:

    Eu tinha por hábito comprar sempre o Windows, mas desde á uns 13 anos para cá os poucos que uso compro e depois tenho os outros free. É tudo uma questão de cultura, até os filmes compro, depois dou assim como livros

  26. PC says:

    Já usei e bastante, mas hoje em dia, fazendo as contas será que compensa? Em primeiro lugar, com a quantidade de ransomware, vírus e malwares que há por aí, vale a pena arriscar? Depois, com o valor das assinaturas anuais tipo Office (família 6 licenças 99€) ou Adobe plano fotógrafo (120€ e desde que esteja logado com a tua conta, instalas nos PCs que quiseres) fazendo as contas estás a gastar 20 euros por mês e não tens que andar sempre à procura da versão mais atual e o respectivo crack. No desenvolvimento de software, e se não for para uso comercial, tens inúmeras escolhas gratuitas, mesmo o Visual Studio. Mas isto é no meu caso que não tenho necessidade de outro software.

    • fak says:

      @PC

      se o pessoal souber no que confiar, não apanha virus… eu já não recorro à pirataria atualmente, mas acredita que passei 10 anos com uma perna de pau e sei os sites em que devo confiar de cor e salteado…

      mas voltando ao teu comentário, à muita gente que é agarrada ao dinheiro, são opções… eu cá prefiro usar gratuito, mesmo tendo menos comodidade e ter mais algum dinheiro de sobra para outras coisas, como comprar comida com mais qualidade, tratar do meu corpo, comprar umas roupas decentes (e por decentes digo com qualidade, não de marca), etc…

      eu por exemplo à 3 meses paguei 85€ para fazer uma limpeza aos dentes numa clinica privada… se tivesse de pagar netflix, spotify, photoshop, visual studio ou outras cenas andava mais preocupado com o dinheiro e certamente não esbanjava tanto… lá está são opções… eu escolhi o gratuito porque a pirataria começou-me a pesar na consciencia, outros continuam greedy e usam pirata.

  27. Bruno Pinto says:

    Já vão 1300 mentirosos… E ainda faltam mais!

    • Tiago Morais says:

      Mentiroso? Com que direito me acusa de votar no que realmente pratico? Consegue provar que estou a ser mentiroso? Eu uso efetivamente 0 softwares piratas. Graças ás subscrições, os softwares não são mais um pesadelo. Pago por tudo o que uso, até porque seria falta de ética criar software para vender e depois ir “crackar” software para usar. Fale antes de pensar e dê crédito a algumas pessoas que são sinceras.

      • Nuno Monteiro says:

        Deixa de ser aldrabão, pagas tudo ? um visual studio tem para enterprise um preço de 500€/ano, também pagavas isso ? Cuida-te que ainda vais a tempo.

    • ElectroescadaS says:

      Por isso mesmo é que devia haver a opção “talvez”… :mrgreen:

  28. cmatomic says:

    Não utilizo o windows não utilizo software pirata .

  29. Narciso Miranda says:

    Só compro hardware…

  30. Paulo Jorge says:

    Já usei e abusei, mas hoje em dia não tenho a “necessidade” de o fazer.

  31. Cesario Evora says:

    Só há dois tipos os que utilizam e os mentirosos…

  32. Carlos says:

    Sim… E alguns freeware… A minha perna de pau foi envernizar ehehe

  33. José Carlos says:

    Apenas o mIRC.

  34. Nuno Monteiro says:

    É que nem o windows é original 😉 isto vai desde o photoshop ao IDA até Visual Studio tem crack xD
    Eu acho que no meu caso a pergunta deveria ser, o que usas que é original ? Se tudo fosse a 5€ e licença permanente eu comprava agora dar 1000€ por um software ? caga nelito, continuarei a dar reverse até ao fim dos meus dias.

    • Filipe Coelho says:

      Se fosse tudo a 5€ e licença permanente ainda vivíamos no tempo do DOS. As coisas não evoluem de graça.

      • Nuno Monteiro says:

        Não é bem assim, empresas como “winrar” por exemplo, tem licença permanente que expira em 30 dias, mas na realidade o software funciona sempre, eles não limitam porque sabem que se fosse mesmo pago, eles não eram nem de perto nem de longe o que são hoje. Tudo é uma questão de markting mais vale teres 1 milhão de pessoas a pagar 5€ por mês que 10 mil a pagar 500€ por ano, apesar do resultado monetário ser o mesmo o impacto é muito maior e mais atrativo para publicidade no caso de 1 milhão de pessoas. Basta ser inteligente, coisa que 80% das marcas não são e por isso é que são engolidas pelas gigantes.

        • Nuno Monteiro says:

          o resultado monetário não é o mesmo, foi uma grelha minha, mas acho que me fiz entender.

          • Filipe Coelho says:

            Sim, fizeste-te entender. E embora não concorde (acho que há software que vale 5€ e acho que há software que vale 500€) percebo o teu ponto de vista.

      • fak says:

        por acaso evoluem… olha o software gratis por exemplo, o UBuntu, Bleachbit, CloneCD, 7-ZIP, CPU-Z, o winamp… todos têm mais de 10 anos, alguns já existem desde o tempo do DOS…

        ainda estão no DOS?

        a diferença é que tu falas em empresas que trabalham para o lucro, eu falo em empresas que verdadeira e genuinamente focam em ajudar a comunidade tecnológica…
        é a diferença…

        • Filipe Coelho says:

          Calma que eu não estou a criticar o open source. Muito pelo contrário, o trabalho que a comunidade consegue fazer é magnífico e há software tão bom que a maior parte das minhas ferramentas são Open Source:
          FreeCad, Kicad, Blender, VSCode (não é bem open source, mas é quase :D), Godot… O que digo é, mesmo as pessoas que contribuem com o seu tempo para esses projetos têm de ganhar dinheiro de alguma forma (muitas vezes trabalhando em empresas de desenvolvimento de software pago). E o software open source & gratuito muitas vezes precisa do software pago e proprietário, mais que não seja para se inspirar.

  35. Bruh says:

    Já cheguei a usar. Depois pensei: vale mesmo a pena correr o risco de andar a meter software modificado, sabe-se lá como e com que intenções, no meu pc? Hoje em dia também não tenho tanta necessidade de usar os programas que usava há uns aninhos, e mesmo que tivesse, há tantas alternativas grátis que provavelmente não teria necessidade de recorrer a software pirateado.

    Para os meninos que andam por aqui a dizer “tantos mentirosos!”, o melhor é mesmo olharem para o espelho e perceberem que os outros podem ser diferente deles.

  36. Zacarias says:

    Todo o software que eu tenho é pirata

  37. luis says:

    A pirataria não existe , existe sim o uso ilegal de software patenteado para uma x pessoa ou empresa para uma só maquina , e esse mesmo software ser partilhado por milhões

  38. censo says:

    Apenas um jogo que está de momento instalado no pc. Pago assinatura Office e Adobe. Em tempos usei pirata, mas saía caro.

  39. Daniel says:

    Eu sou perfeito e não uso nada pirata, sempre fui contra esse tipo de coisa.
    Até imagens que uso no meu blog que pago para usar e dou créditos.
    É triste que as pessoas invejam os perfeitos e honestos!

  40. Joseppe says:

    Hehehehe… pela estatística parece-me a mim que o winrar já não é assim tão popular… ou então começaram a pagar aos developers.

  41. Carlos Oliveira says:

    uTorrent é considerado pirata? Ou é apenas considerado plataforma com acesso a conteúdos pirata?

    • fak says:

      Utorrent é uma ferramenta de acesso a uma plataforma de Sharing, não há nenhuma ilegalidade aqui… a ilegalidade está nos conteúdos da plataforma e isso já não é gerido nem pela ferramenta nem pela plataforma.

  42. Discovery says:

    W10PRO, Sony Vegas, séries, jogos, MP3, tudo sacado via torrents..
    No tlm saco apk já alterada ou altero eu.
    Fácil. Não tenho guito.
    A gravar cassetes desde os anos 70…

  43. fak says:

    quem precisar de alternativas ao software pago, é só dizer, posso não conseguir indicar algo de igual qualidade, mas se o indico é porque já o usei pessoalmente durante muito tempo e sei que é uma alternativa viavel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.