PplWare Mobile

Ferret – Acabou-se de uma vez por todas o plágio


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Spoky says:

    Imaginemos que o professor pede um trabalho acerca de Eusébio.

    Independentemente de não copiarmos haverá quase sempre semelhança quer seja na introdução, a meio, no fim e por aí fora.

    Esse tipo de ferramenta é útil para detectar, mas não pode comprovar se foi mesmo copiado ou não. Aliás quem garante ao professor quem copiou quem? São todos prejudicados?

    É preciso ter cuidado na introdução disto numa instituicao

    • Carlos Fernndes says:

      ..o primeiro a apresentar ao publico é o original

    • Paulo says:

      Na realidade a ferramenta está a ser mesmo usada por professores, pelo menos nos politécnicos, e em especial em disciplinas de programação. Os alunos são mesmo advertidos que caso seja detectado plagio, são punidos tanto a origem como a suposta cópia, pois parte-se do princípio que alguém facilitou o acesso ao código original. Pior é nem ser dada a possibilidade de defesa já que ambos os trabalhos são anulados e reportados às direções dos institutos para avaliar punições.

    • MadMax says:

      No meu tempo tinha um programa para as teses. Colocava o *.doc e passado umas horas recebia a percentagem de copia/plágio. O júri da tese penso que dava uma margem de 10%. Tudo o que já foi escrito ou dito, quando é passado para os trabalhos tem de constar nas referências bibliográficas, e isso não conta como cópia/plágio. Este programa (ferret) penso que seja voltado para código.

  2. Bruno says:

    Não existe nenhum software semelhante mas com uma interface, digamos, menos medieval?

  3. Daniel says:

    Há pessoas que vc paga para fazer o trabalho pra vc, depois vc mesmo modifica.

  4. zzz says:

    Pagas!
    Ex: grammarly; COPYLEAKS

  5. Bruno says:

    Alguém consegue utilizar sequer? Eu não estou a conseguir

  6. SANDOKAN 1513 says:

    “Atualmente são muitas as ferramentas para deteção de plágio disponíveis.” Foge,estou mesmo a leste.Não conhecia nenhuma.E este até é um assunto que me interessa e muito.Óptimo artigo,Pedro Pinto.Ao menos já me abriu os olhos para uma coisa importante.

  7. Lino Oliveira says:

    A frase “O Ferret é uma das ferramentas mais conhecidas para deteção de plágio” parece-me um pouco exagerada. A qualidade é uma ferramenta de verificação de plágio está diretamente associada não apenas à qualidade do algoritmo mas, sobretudo, às bases se dados usadas para realizar a verificação. É por isso que ferramentas como o TurnItIn ou o Urkund arrasam completamente as ferramentas gratuitas… infelizmente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.