PplWare Mobile

Rainmeter: O seu Windows 10 vai ficar irreconhecivelmente bonito


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Vitor says:

    Eu sou dos que gostam de um ambiente de trabalho “limpo”…até a barra de ferramentas está “escondida! Uma foto bonita e os atalhos no “iniciar”. Mas gostos não se discutem…respeitam-se.

  2. urbano says:

    e uma ferramenta para personalizar o fundo do ambiente de trabalho de bloqueio do win 10 pro via gpo?

  3. Danilo says:

    Com Linux isso é moleza, com Windows precisa-se de software de terceiros pra tudo… E ainda corre risco de quebrar dlls com essas modificações não autorizadas pela MS.

    • rjSampaio says:

      e até parece que essas modificações no Linux são de origem do kernel ou que é impossível quebrar alguma coisa ao fazer o mesmo…

      • Danilo says:

        Diferente do Windows, customizar o Linux é simples e fácil. Por ser de código aberto, tudo está ao nosso alcance. Não precisa-se baixar apps de terceiros pra modificar o sistema. A MS nem sequer tem site oficial pra modificar o Windows 10.
        Pare de defender o indefensável.

        • Miguel says:

          …mas qual é o problema de baixar um programa qualquer para customizar o windows 10?

          • Melão Papaya says:

            O jovem apenas quer exacerbar o facto de que tem Linux, e por isso tem o QI de 420, assim como os génios naturalmente fãs de Ricardo e Moriarty.

          • Danilo says:

            Já disse ou não sabes ler? É de “terceiros” e quebra dlls.
            São modificações que não vem por parte da Microsoft e sim por parte de terceiros, o que pode ser perigoso.

          • Danilo says:

            Oh, sr. Melão. Saiba que para usar Linux hoje em dia não precisas ter QI de 420. Qualquer um consegue usar. Agora se não consegues ou nunca tentaste aí é problema teu.

          • Luisa says:

            Até eu sei usar Linux… E não sou nenhuma gênia…

        • adolfo dias says:

          e tu pára de ser idiota ó indio favelado!

        • rjSampaio says:

          Sabes que não é simples e facil porque a vasta maioria dos users de linux não sabes fazer essas modificações, e como qualquer outro user de windows vai procurar um programa para fazer as mesmas.

          Não tentes defender o indefensável

          • Danilo says:

            Meu querido, as atualizações se fazem justamente pela própria interface gráfica. A exemplo do KDE Plasma, se souberes ler sabes customizar, é tudo muito fácil, não precisa ser génio. Tu falas assim mas pelo visto nunca usaste Linux na vida, só dizes o que os outros ficam a falar pela “net”. Abre um pouco tua mente.

          • Danilo says:

            corrigindo: modificações/customizações.

          • Danilo says:

            O que é mais inteligente, o sistema operacional dar-te a possibilidade de modificá-lo sem necessidade de apps de terceiros ou o sistema não te deixar modificar e teres de usar programas de terceiros para modificá-lo a força? És lento para entender.

          • rjSampaio says:

            o danilo, sabes que o KDE plasma não é, para todos os efeitos, o GUI oficial do linux?

            Ou seja é 3rd party???

            Ou seja, ou instalas algo que nao vem com o linux, ou entao não fazes as coisas facilmente?

            va, defende la isso.

          • Danilo says:

            Acho que ainda não captaste o que quis dizer ou te fazes de bobo.
            Estou a me referir, não ao kernel Linux, mas as distros Linux, ao pacote pronto. O kernel nada mais é que linha de códigos e com ele sozinho nadas pode fazer. Não vou nem falar sobre GNU…
            O kernel NT do Windows é de código fechado, não temos acessos e nem podemos modificá-lo. Estou falando, não do kernel do Windows ou Linux e sim das distros. Citei como exemplo o próprio KDE Plasma pois é uma das interfaces gráficas mais competentes quanto a customização. Quando falo que não precisas de softwares de terceiros falo que não precisas ir no site e baixar seu EXE e modificar o sistema. O Plasma já traz muitas possibilidades de modificações e o próprio ambiente gráfico é conivente com isso, diferente do Windows.

          • rjSampaio says:

            Portanto é perciso ou fazeres o download do plasma a parte, ou procurar um disto que o tenha?

            isso é 3rd party para mim

          • Danilo says:

            rjSampaio, pode me dizer quantas distros já usastes? Pela forma que você diz, é notável que nenhuma e que também desconhece o significado de kernel e de Linux.
            O KDE [Plasma] é só mais um dos inúmeros ambientes gráficos distribuídos no Linux, conte-me como alterar o ambiente gráfico do Windows dentro do mesmo?! Não se pode fazer isso.
            Dentro do Plasma, não é necessário baixar aplicações de terceiros (programas) para alterar a forma como o mesmo funciona. No Windows sim, é necessário ou você ficará com aquele padrão pela Microsoft. Nas distros Linux você tem o poder de modificar tudo. No Windows não, sem depender dos “outros”.

          • rjSampaio says:

            Sei la, uma 10, mas isso é relevante?

            O plasma nao vem em todas as distros linux nem o proprio KDE é defaut.

            Dizer que é fácil mudar é peta pois alem do plasma nao dar para fazer tudo de origem que o rainmeter premite outofthebox, não vem em todas as distros, logo até é mais instalar o rainmeter do que o plasma tendo outro GUI.

            Não valos andar a andar a falar de ser opensource ou não, é obvio que que o windows não é, mas da mesma maneira que eu faço um programa em .net para windows tambem faço em python para linux, não é isso que esta em causa.

            Dizer que com linux é “moleza” mas depois precisas de uma distro que tenha um GUI especifico… é estupido

          • fak says:

            Danilo, no KDE plasma, que já usei, também não fazes modificações profundas só através da GUI do KDE, é o mesmo que o windows, apenas tem mais opções, como mudar cores, posição das coisas, etc…

            agora experimenta, com a GUI do XFCE por exemplo, meter os icons do volume, internet, etc no canto superior esqerdo, mantendo a barra no fundo do ecrã… não consegues, só alterando o código do DE…

            ou seja, basicamente, tudo o que falas sobre a personalização do DE – e da distro – sem recorrer à alteração do código fonte, são apenas opções de personalização, tal como o windows tem, o linux simplesmente tem DE’s muito mais personalizáveis que a GUI do windows e não passa disso, são exatamente o mesmo.

            tu é que tás lento em perceber, sem recorrer à alteração do código fonte do linux ou do DE também estás limitado às opções que o DE/linux oferece, tal como no windows.
            O KDE plasma já agora, só porque vem instalado com o linux, não quer dizer que é nativo da distro, aliás, o KDE, plasma ou não, não passa de um pacote de terceiros, nunca foi desenhado para uma distro específica como o Pantheon (Elementary OS) ou o Budgie (Solus OS) que foram criados e são nativos na sua respetiva distro, ou seja, o projeto KDE, mesmo vindo por defeito na distro, não passa de um pacote de terceiros pré-instalado para oferecer personalização…

            ou seja, não sei se ainda percebeste, usar KDE na distro ou rainmeter no windows, é exatamente a mesma coisa: não passam de um programa de terceiros, pré instalado ou não, que modifica a interface.

            e acho que também ainda não percebeste que aquilo que podes modificar usando apenas a GUI do linux, é exatamente o mesmo que usar a GUI do windows, não passam de opções default do sistema operativo, fazem parte do seu código fonte.
            a diferença é que se quiseres alguma coisa que não está disponivel através de GUI alteras o código da distro, mas como no windows não é possivel, instalam-se programas. e já agora, achas que o user comum de linux, que nem sabe o que é “Sudo apt-get”, se vai meter a alterar o código ao DE? nunca na vida, vai é fazer download de um pacote, tal e qual fazem os users de windows.

          • Danilo says:

            @Fak
            É sério que vais querer comparar o que o KDE oferece por padrão, implementado com o que o Windows, no caso o atual Windows 10 oferece por padrão? Achas mesmo que os dois são iguaizinhos? Ou és tolo, ou és fanboy do Windows com viseiras.
            O KDE vai muito além que mudar só as cores, podes mudar praticamente tudo. Basta checar o painel de configurações do KDE e olhar o mundo de opções que ele oferece (inclusive, que muitos reclamam por ter opções de mais a ponto de fazer você se perder no meio delas). Em comparação com o Windows, o KDE faz muito mais sem precisar de nada de fora para isso.
            Só o painel do KDE pode ser altamente modificado, o gestor de ficheiros (Dolphin), então nem se fala… Podes mudar o formato das coisas, se quiser mudar os ficheiros para esquerda ou direita, embaixo, podes retirar o painel em que digitas a localização das pastas, podes mudar de lado o botão de fechar, maximizar e minimizar, tudo isso sem nada de terceiro, já incluído na interface. Vais ainda continuar achando que KDE Plasma = Windows? Customizar o KDE vai muito além de mudar o tema, papel de parede e ícones (e nem ícones, que é algo básico, o Windows consegue mudar, só manualmente). Não existe nenhum botão ou configuração no Windows 10 para mudar todos os ícones, para isso precisas de quê? O famoso programa de terceiros, no sentido de não ser algo da Microsoft.

            Xfce é uma interface modular, em que você monta. Mas em distros user-friendly, já vem com o suficiente e consegue fazer muito mais que o Windows faz nesse sentido. Só o nível de customização no painel (barra inferior) do Xfce nem se fala, cada ícone pode ser customizado a um nível de deixar o Tio Bill morrendo de inveja. E isso porque é uma interface simples. É óbvio que o Xfce é modular e não vem completo em todas as distros, e você pode usar o repo da sua distro pra baixar mais partes, por exemplo, adicionar o blur não é algo que vem “por padrão”, mas como faz parte do Xfce quando você “baixa” não é algo de terceiro, é algo que faz parte da interface porém não está completo. Então sim, Xfce é superior ao Windows nesse quesito. Parece que nunca usastes CSS… E não é preciso de terceiros para fazê-lo, se for necessário.

            Meu querido, até mesmo o Gnome que é engessado é mais customizável que o Windows. O Windows é aquela caixinha fechada sem muitas opções e pronto. Só o básico. Windows já foi bom nos tempo de ouro do Windows 95 e 98. Hoje em dia é super engessado.

            “Tu é que tás lento a perceber” – O que foi? A carapuça serviu-te e tás a tomar as dores do rjSampaio por acaso? Recorrer a alteração pra mim é meio irrelevante já que com o que a distro traz já se faz mais do que o Windows oferece. Por exemplo, no Budgie podes transformar o painel numa dock, tente fazer isso com o Windows através de suas configurações e não nada de terceiros, scripts, programas ou o que for.

            Budgie comparado com o KDE ainda é limitado em customização, ainda assim continua sendo superior ao Windows. Desculpe! O Budgie pode até ser uma DE criada do zero, mas ainda depende do Gnominho e compartilha libs. Que dó que não conseguiram migrar para Qt!

            Dizer que usar rainmeter no Ruindows é igual usar KDE no Linux foi a pérola do ano. O que mais falta você dizer? Que a terra é plana? Acho que tem alguém aqui que não sabe o que é um programa.

            Ninguém usa mais sudo apt-get é sudo apt apenas… Tás bem “atualizado” pelo visto. E nem todo mundo está preso as distros Ubuntu ou Debian-based.
            Só a possibilidade de alterar a distro já faz o Linux ser superior em muitos quesitos ao Windows, principalmente aos usuários que realmente entendem o processo e não precisam depender dos outros para saber modificações, mesmo as que estão além do que a GUI oferece.

          • Danilo says:

            @rjSampaio
            Quais foram as 10, podes citar? Dependendo do tempo que levares pra responder é o tempo em que pesquisas 10 distros aleatórias para me citar. (brinks)

            O fato do Plasma não vir em todas as distros é irrelevante porque eu cago e ando para as outras interfaces, nenhuma bate o Plasma, mas mesmo as outros (que já testei antes de falar) consegue oferecer um nível de controle e customização que colocar o Windows no chinelo.

            E pode-se facilmente instalar duas DE’s dentro do Linux. Linux não é Windows que ficas preso ao que a Microsoft te oferece e tens de depender da boa vontade dos outros para criar programas que alterem isso.

            O fato do Windows ter o código fechado dificulta mais o poder de customização.
            Que GUI? Estou falando das interfaces gráficas, mais especificamente do Plasma. Mas as outras não ficam tão atrás, por exemplo, o Cinnamon.

          • rjSampaio says:

            @danilo,
            a ver se tens dois dedos de testa.

            1- isto não é um IM, logo não esperes respostas imediatas de mim, especialmente ja que nao estamos no mesmo fuso horario

            2-não é um tribunal, não tenho qualquer obrigação a responder-te

            3- comesaste isto tudo com “Com Linux isso é moleza, com Windows precisa-se de software de terceiros pra tudo”

            ora isto é falso no momento que dizes que podes usar o KDE plasma, ora se o plasma não é defaut em linux e se tem de ser instalado posteriormente, então é 3rd party.

            não tens qualquer argumento valido neste ponto, tudo o resto que andas aqui a dizer até pode ser verdade, mas começaste mal.

          • fak says:

            Danilo estás a falhar no ponto principal:
            obviamente que um DE é muito maus costumizável que o no windows, mas estás a esquecer de uma coisa:
            quando digo que m DE é exatamente igual ao “DE” do windows, estou a falar na sua essência, não nas opções que oferecem cada um.
            já agora:
            KDE project: The KDE® Community is a free software community (só isto chega, 3rd party)
            Rainmeter: Rainmeter allows you to display customizable skins on your desktop (…) is open source (ou seja, 3rd party)
            ambos são programas, ambos são 3rd party, a diferença é que um é para windows, outro para linux, mas na essencia, não passam do mesmo: são ambos um programa e são ambos não desenvolvidos pelos devs da distro/microsoft. a ver se percebeste à 1001 vez…
            estás a dizer “linux não precisa de 3rd party para modificar”, eu sei que não, podes sempre fazer tudo à unha, alterando o código, mas ao usares KDE ou outro DE qualquer que nunca, mas mesmo nunca na vida, foi desenhado para uma distro especifica e continuares a beter com a cabeça na mesma no teclado do “não preciso de 3d party para modificar o desktop” só mostra que ao contrário de mim que percebes mais de linux, na questão windows, percebo eu mais.

            volto-te a repetir, nada do KDE project pertence a uma distro, é 3rd party, só trazes isso pré-instalado apenas, tal e qual como acontece com o Candy Crush Saga no windows 10, vem pré-instalado mas não foi a MS que o desenvolveu, foi a King.
            cada um com a sua utilidade mas em termos computacionais, são exatamente o mesmo: um programa.

            e já agora, digo-te a minha definição de programa:
            Um conjunto de instruções escritas numa ou várias linguagens de programação, instruções estas que dão origem a uma ou várias tarefas (de modo raw).

          • Danilo says:

            rjSampaio e Fak
            Vocês fazem força pra não entender.

            Quando falo em “de terceiro” me refiro especificamente a programas (exe) e não a (distribuições, pacotes, repositórios ou interface gráfica). Parece que vocês forçam em não entender.
            O meu foco é focar no que o Windows 10 traz por padrão dentro do SO (não me refiro a joguinhos de terceiros), me refiro ao que vem por padrão, colocado pela MS.
            Se formos notar, com tudo o que vem no Windows, não se pode fazer nada em comparação com o Linux. Por exemplo, só o fato de no Linux, especificamente no Plasma poderes mudar todos os ícones do sistema através da própria GUI (sem necessidade de ir na internet, procurar um programa pra Linux, para mudar os ícones, entendeu?). Só isso já mostra uma superioridade em customização frente do Windows.
            No Plasma, podes sim baixar temas de terceiros em sites de terceiros, mas o foco é mostrar o que o sistema JÁ TRAZ CONSIGO. O próprio Plasma, seja o Kubuntu, Manjaro KDE, Arch KDE, Debian KDE ou whatever já traz consigo temas para que você possa escolher, por padrão o KDE usa o Breeze, mas existe o Breath, Oxygen entre outros como “opção” para você escolher.
            É somente isso que me refiro. Mas vocês parece que não entendem, não sei se é a diferença do português brasileiros e português europeu ou o quê…
            KDE Plasma (a interface gráfica) traz implementação A MAIS POR PADRÃO que batem o WINDOWS no que diz respeito ao QUE ELE traz por padrão.
            No Windows você PRECISA BAIXAR PROGRAMAS COMO: Rainmeter, CustomizerGod entre outros para fazer modificações que o Plasma já traz consigo as opções DENTRO DO SISTEMA.
            Você pode muito bem ir em sites de terceiros como a KDE Store e baixar outros temas, baixar outros ícones, baixar plasmoids, mas isso não significa que a interface venha sem nada. Não é preciso de instalar nada de terceiro, no sentido de (exe) ou (deb) no caso do Ubuntu para ter algo que já é implementado.
            KDE Plasma tem sim uma distro oficial chamada KDE Neon. Então, nesse caso o Plasma é a interface oficial do KDE Neon.
            Agora falando em joguinhos de terceiros ou mesmo aplicações inúteis da própria Microsoft. É notável que muitas vezes você precisa de programas de terceiros para tirar outros programas de terceiros, como por exemplo, precisar do CCleaner e Revo Uninstaller pra remover aplicações que não possíveis de serem removidas pela interface (GUI) no Windows. No entanto, dentro do Linux, se vier algo que você não gosta você pode remover SEM PROBLEMAS, mesmo que a remoção do pacote inutilize a distro, ainda assim você tem a opção. Muitas vezes, o Windows adora pagar de amigável ao usuário mas é necessário de comandos em terminal pra remover coisas básicas da interface. Vai tentar remover o Edge, o Internet Explorer, o Paint 3D e outros programas sejam eles de terceiros ou da Microsoft…

    • Lucas says:

      É por isso que eu também uso GNU/Linux, além do que não temos q aguentar a lentidão pra instalar as atualizações da Microsoft.

      • Danilo says:

        Hahahaha, verdade, nisto eu concordo contigo e sabem o que eles dizem que precisa de um super mega blaster SSD para as atualizações correrem rapidamente, aí pego meu Linux, baixo as atualizações em 5 minutos e não preciso reiniciar (só se eu quiser) e continuo a utilizar o sistema normalmente. Já no Windows até pra instalar o .NET Framework precisa reiniciar… No Linux, com HD o sistema já é rápido, com SSD seria apenas um “plus”. Enquanto o Windows precisa de SSD para rodar satisfatoriamente, o Linux faz o mesmo de forma superior com HDD.

    • fak says:

      não sabes do que falas Danilo.

      – o windows é de codigo fechado ou seja, muito dificilmente o modificas.

      – o rainmeter é um programa, como todos os AV, browsers, etc.

      – o rainmeter não substitui o windows explorer, aliás, mal o instalas, o desktop ainda lá está, dentro do programa é que podes mudar isso e mesmo assim o windows explorer continua lá, o rainmeter simplesmente passa a ser apresentado em “full screen” por assim dizer, ou seja, sobrepõe-se ao desktop. se fores ao task manager vais ver lá o explorer.exe a funcionar. conclusão: o rainmeter não passa de algo semelhante aos gadgets que tinhamos no windows 7, é só por dizer que são gadgets muito mais complexos e funcionais.

      – o rainmeter tem as suas proprias DLL, que são descompactadas quando instalas o programa. não usa as DLL do sistema, usa as suas próprias, ou seja, quebrar DLL’s do windows é impossível, quanto mais quebra as do rainmeter e este deixa de funcionar, tal e qual como acontece com todos os programas.

      ou seja, basicamente, mais valia estares calado.

      • Danilo says:

        Rainmeter não é algo criado pela Microsoft para modificar o Windows, logo não é confiável. É aplicativo de terceiro SIM, e pode ocasionar problemas a longo prazo. Se o Windows fosse modificável teria na própria GUI tais opções, nem que fosse ao nível do Plasma.
        Calado eu não ficarei não 🙂
        Continuo sendo contra tais modificações. Se quer usar o Windows, use-o como ele é e não tente mudá-lo a força com aplicativos não licenciados pela Microsoft para tal.

        • Sonicreducer says:

          Explicando de uma forma simples … O rainmeter e um programa .. simples como o word .. que faz um overlay sobre o desktop … Got it?? Não muda nada na gui do Windows .. logo no problems.. na pas de problem . Tanro character e tanto mal entendido .. devem ter prazer em tratar mal as outras pessoas

          • Danilo says:

            Pouco me importa a essência do programa, ele continua sendo um programa (exe) que é necessário pra modificar ALGO que deveria vir por padrão dentro do Windows.
            Eu não trato mal ninguém, vocês que desvirtuam as coisas porque não aceitam a realidade. Eu mesmo uso Linux e tenho várias coisas que não gosto na interface, as vezes é necessário perceber que nem tudo o que usas é perfeito.

        • Cortano says:

          Tu és burro como o carai

        • fak says:

          Danilo,
          diz-me lá, na tua distro, o que é que existe que tenha sido criado pelos devs da tua distro?

      • Luis Santos says:

        Quando os utilizadores de Linux vêm para aqui cagar postas de pescada ,só pergunto porque é que raio ,se o Linux é a 8º maravilha do mundo (na boca deles ), só é usado por “meia dúzia “de pessoas no mercado domestico ?
        Porque é que será que 95% da população mundial ,não quer o Linux nem de borla ?
        Já pensaram nisso ?
        Gostam do Linux ,óptimo ,não estejam é sempre a criticar quem usa outros sistemas operativos

        • Luciana says:

          Porque quem usa Linux é mais inteligente que a média, não é preguiçoso e gosta de correr atrás de alternativas fora do campo mainstream, e as pessoas inteligentes não fazem parte da maioria da sociedade, se fosse assim o mundo não estaria o caos que está.

        • Danilo says:

          Ué, qual o problema de falar sobre Linux? Em todo artigo sobre Linux vem uma penca de usuários (do Windows) a criticar o Linux e falar coisas absurdas, por que não posso fazer o mesmo convosco? Só estou a pagar com mesma moeda, estamos quites.

          • Luciana says:

            Nisso eu concordo Danilo, pessoal mete bala no linux nos artigos aqui no pplware, ai quando metem bala no windows ficam revoltados…

    • pedro says:

      Vai a algum lado?
      Mas alguém quer saber se usa linux, matrux, simplux ou o que quer que seja?

  4. Luisa says:

    Alguém conhece alguma ferramenta que troque apenas os ícones do sistema? Acho os ícones muito feios do W10. Estou cansada de ter que fazer isso tudo manualmente, ícone por ícone.

    • Danilo says:

      Tem o CustomizerGod para essa finalidade, infelizmente algo básico assim já deveria vir por padrão no Windows 10. Não custaria em nada e é realmente cansativo trocar ícone por ícone manualmente. Mas como dizem acima “Windows = KDE Plasma”, então, tá. rsrsrsrs

  5. zé comeia says:

    mais tralha pra pesar no sistema…

    • fak says:

      estou a usar e só me está a consumir 1% do processador (ou seja, nada) e 7MB de ram (o que é nada também).

      • Danilo says:

        Sabia que eras um usuário de Windows pra falares tantas bobagens a cerca do Linux.

        • fak says:

          Sou utilizador de windows sim senhor, mas também já uso linux à 10 anos. a diferença é que eu continuo com a mentalidade aberta e entendo os conceitos de vários angulos.

          • Danilo says:

            Eu sou ex-usuário do macOS, já utilizei Windows (e ainda testo de vez em quando por VM), atualmente uso uma distribuição Linux como SO padrão e também venho me interessando por BSD.
            De mente fechada eu não tenho nada. 🙂

  6. Weverson Medeiro says:

    Todo mundo usa o que quiser!!! Cada um com suas necessidades…. Mas realmente no Linux é tudo mais fácil …. Saber usar Linux é luxúria.. eu não instalo Windows em minha máquina principal por motivos pessoais , mas não podemos julgar e nem criticar outros OS. Isso é antiético. Parabéns ae pelo posto Pedro , continue assim muitos com certeza estão sendo beneficiados. Só uma observação : poderia trazer conteúdos de Linux e Mac OSX. Ganhará mais espectadores… Forte abraço…..

    • Danilo says:

      Ninguém está a criticar nada, e sim a tecer fatos e é fato que o Windows não deve ser modificado, pois o próprio SO não permite nada além do que está nas configurações, como, no caso do Windows 10, mudar papéis de parede, a cor da UI e coisas do tipo que são muito básicas em comparação com o que se pode fazer dentro do ambiente do Plasma no Linux.

      • rjSampaio says:

        O plasma é 3rd party, não é o GUI official do linux… logo não é de origem.

        • Danilo says:

          Não existe GUI oficial do Linux pois Linux é um kernel e não um sistema operacional pronto. Plasma é a interface oficial do KDE Neon e de muitas outras distros.
          Posso citar também outras interfaces que são mais customizáveis que o próprio Windows com sua interface não-mutável e não modificável. Exemplos: Budgie, Cinnamon, Xfce, DDE…
          Pare de tratar Linux como se o mesmo fosse um macOS ou um Windows. Prefira falar distros Linux ou distribuições.

          • fak says:

            mas tu ainda não percebeste que a personalização no windows e numa distro é exatamente o mesmo? a distro simplesmente tem mais opções, nada mais…
            (ou melhor, o DE).

          • Danilo says:

            Só é o mesmo para leigos que não perceberam o poder do Linux frente ao ruindows (oops, Windows).
            Querer comparar o Windows com Linux (ainda mais com o KDE Plasma) é fazer papel de bobo na internet.
            Dizer que ambos são a mesma coisa é hilariante.
            Daqui a pouco soltas uma pérola do tipo “BSD e Linux são a mesma coisa”, posso apostar!
            Qualquer DE no Linux consegue trazer mais que o que o Windows oferece. Personalização vai muito além de trocar papel de parede, ícones e tema. E esses dois últimos no Windows só podem ser feitos com apps de terceiros e no caso dos ícones manualmente (também de terceiros). Que fixe, não é? Super igual ao Linux, ou melhor ao Plasma!!!

          • pedro says:

            Deixa estar que a microsoft está a dar uma maizinha ao linux. Quem sabe um dia todos usarão um SO de facil instalação e virado para o que é importante.

          • fak says:

            danilo vou parar de responder aos teus comentários, andas com umas palas no olhos com quilometros de distancia lol.

            fica lá com as tuas ideias, que eu fico com as minhas, muita gente já tentou dizer-te várias coisas, e depois quando vês que estás a perder a razão voltas a bater no ceguinho e ignoras totalmente o que te disseram e começas a cagar postas de pescada quanto à personalização… que já repetiste isso 1001 vezes…

          • Danilo says:

            A Microsoft deveria oferecer o básico que o Plasma e outras interfaces como Cinnamon trazem consigo diretamente no Windows pra evitar os usuários ter que baixar apps de terceiros para alterar algo no sistema, muitas vezes algo básico (como ícones, tema, acrescentar uma dock, remover um app nativo). A MS só tem a perder não oferecendo isso.

          • Danilo says:

            Eu repito e repetirei mais 1001 vezes se for necessário, até entrar na vossa cabecinha que o meu foco é o que o sistema traz por padrão.
            Não sou contra o uso de apps de terceiros, mas acho que o básico a MS deveria integrar no Windows.
            Cansei de falar em customização/personalização e vocês baterem na tecla errada. Parece que o cérebro de vocês foi queimado pelo poder do Windows.

  7. JMeixedo says:

    É um post sobre o Windows e como tal, que é que interessa como ou se, se pode fazer o mesmo em Linux?
    Cada macaco no seu galho. Uso os dois e cada um tem as suas vantagens e desvantagens. Mas se se limitarem a discutir windows nos posts de windows e linux nos posts de linux, poupa-se imenso tempo em discussões estéreis que não levam a nada.

  8. Ricardo says:

    Round 4 …fighttttt kkkkk

  9. Jose Rodrigues says:

    Em vez de procurarem o Windows com programas base e essenciais, não entopem o sistema com programas e mais programas. Mas pronto são gostos e modas temos que respeitar, depois dizem que o Windows se torna uma arrastadeira. O problema é mesmo a gestão e sempre será, uns melhores outros piores.

  10. Pedro R. says:

    É giro. Tem em português?

    • fak says:

      sim, tem em português. adianto já até, que num celeron 2Ghz, 4GB ram, está a consumir maximo de 1% de processador e 7MB de ram… nada para os dias de hoje…

    • Danilo says:

      Custa tanto aprender inglês?

      • fak says:

        danilo corta lá as tuas tretas, há quem goste de ter as coisas todas com a mesma lingua, eu no meu caso uso tudo em inglês, para não ter que aguentar cá com portugueses brasucas num ambiente com portugues de portugal. são opções, a ti também ninguém aqui te obrigou a falar portugues de portugal pois não? respeita lá os pedidos dos outros.

        • Danilo says:

          Tenho que falar em português de Portugal de forma forçada pois vocês parecem que não entendem o português brasileiro e amam criticar a gramática, mesmo cometendo erros absurdos o meu foco nem é esse, e olha que é a mesma língua.
          Aprender inglês não é opção, é necessidade. Não dói e não custa nada.
          Se eu tivesse nascido em um país que fala inglês, ainda assim aprenderia outras línguas. Aprender nunca é demais, ficar monoglota é o fim!

      • Pedro R. says:

        Eu sei inglês. Serias capaz de perguntar a um inglês se custa tanto falar português? Eu gosto da minha doce língua. A de Camões, mesmo nos seus diferentes sotaques, pronúncias (nem todas mas isso é pessoal), regionalismos, variantes, crioulos (mesmo que não perceba), dialetos. Tudo isto enriquece a bela e nobre Língua Portuguesa. Gosto de a usar e preocupo-me em usá-la bem.

        • Danilo says:

          Isso não faz sentido algum, quem fala inglês não tem obrigação de aprender outros línguas pois já fala a língua universal. Tudo é em inglês, que não sabe inglês está a parte do mundo.
          A língua portuguesa é sim bela, mas desnecessária a nível mundial.

          • Pedro R. says:

            Sei o que queres dizer com isso de “desnecessária”. Deixa-me só reparar que essa é a opinião de uma pessoa que reduz tudo a economia e tecnologia. Só que o mundo e a vida é muito, muito, muito maior!

  11. João A says:

    Melhor que isso, só o MacOs, os entendidos vão concordar, não se precisa de programas de terceiros para nada!

  12. Zailto says:

    E difícil, no se colocaram programa a disposição baixa quem quer, pra que ficarem degladiando, esse mundo tá tão conturbado que não vale pena ficarmos xingando um ao outro, em vez de fazerem isso agradeçam quem teve boa idéia de disponibilizar o programa, abraço a todos, fiquem c Deus.

  13. JOBSON IVANIO CRUZ DE LIZ says:

    Rainmeter é uma porcaria, um comedor de memória ram feito pra iludir e deslumbrar crianças e adolescentes, não tem nada de “limpo”, eh processo a mais que consome muitos recursos sem necessidade a não ser a área de trabalho bonitinha.

    É tão bom quanto o Baidu!

    • fak says:

      olha neste momento tenho gadgets de:
      – meteorologia
      – velocidade de upload/download
      – ping
      – CPU meter
      – RAM meter
      – Temp meter
      – GPU meter
      – um gif como wallpaper
      – um visualizer para quando tenho musica ligada
      – e o gadget “do I need a jacket”, que basicamente é um complemento ao da meteorologia

      consumos? 1.4% de CPU e 9MB de ram… num computador fixo com um celeron e 4GB de ram, que comprei com 350€… em gamas mais altas, com um i3 por exemplo, nem 1% do cpu deve consumir…

    • Luisa says:

      Este programa é feito pra crianças… adultos não precisam ficar a personalizar o sistema operativo…… coisa de mouro…….

  14. Everson says:

    Acredito que não é uma boa ideia fazer estas alterações no Windows 10. Antigamente eu gostava muito desse tipo de modificação, usava linux e passava dias alterando isso ou aquilo. Passava mais tempo alterando meu desktop do que programando. Hoje em dia não tenho mais paciência e ainda por cima troquei o Linux por Windows. Fiz o caminho inverso e enjoei do Linux(Nada contra Linux, somente questão de gosto pessoal).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.