PplWare Mobile

Wine 1.1.15


Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. Morbus says:

    Para os curiosos, “Wine Is Not an Emulator” faz o acrónico recursivo WINE. É como a TAP. TAP Air Portugal 😛

  2. Ana Narciso says:

    @ Morbus

    Na verdade TAP = Transportes Aéreos Portugueses 😛
    MAs sim a TAP também usa acrónimo recursivo dessa forma 😛

    LAME Ain’t an Mp3 Encoder, também!

  3. Pimguim says:

    Lol acho que é mais parecido com GNU(gnu is not unix).

    Muito bom o wine tem evoluído bastante, agora emula quase tudo =D.

  4. triton says:

    Para quem não sabe o acrónimo Wine significava inicialmente Windows Emulator. E o Wine é mesmo um emulador. Só mudaram para esse porque o pessoal que não percebe julga que um emulador = mais lento.

    Se pensam que estou a dizer alguma parvoíce, vejam na página do Wine.

  5. R3volution says:

    sou que estou a ver mal ou o tópico “e porque hoje é sexta” de ontem desapareceu?!

  6. @R3volution
    Estás a ver mal, o artigo está presente, só que na página 2 do site.

  7. R3volution says:

    ía mesmo jurar que quando postei não estava lá :/ pois corri todos os tópicos do dia 13

  8. traga2whiskys says:

    O wine anda mesmo a correr tudo, eu tenho a versao 1.0.1 versão que acompanha o Linux Mint, no MIntInstall, e uso praticamente todos os dias o Convertx2dvd, pokerstars, e outros..

  9. Pad says:

    @triton

    O WINE não é exactamente um emulador:

    “Rather than acting as a full emulator, Wine implements a compatibility layer, providing alternative implementations of the DLLs that Windows programs call, and processes to substitute for the Windows NT kernel.”
    http://en.wikipedia.org/wiki/Wine_(software)

    “1.4. Is Wine an emulator? There seems to be disagreement.

    There is a lot of confusion about this, particularly caused by people getting Wine’s name wrong and calling it WINdows Emulator.

    When users think of an emulator, they tend to think of things like game console emulators or virtualization software. This is the wrong way to think about Wine – Wine runs Windows applications in essentially the same way Windows does. Wine is just a native Unix substitute for the components of Windows; there is no inherent loss of speed due to “emulation” when using Wine, nor is there a need to open Wine before running your application.

    That said, Wine can be thought of as a Windows emulator in much the same way that Windows Vista can be thought of as a Windows XP emulator; both allow you to run the same applications by translating system calls in much the same way. Setting Wine to mimic Windows XP is not much different from setting Vista to launch an application in XP compatibility mode.

    There are a few things that makes wine more than just an emulator.

    * Sections of Wine can be used on Windows. Some virtual machines use Wine’s OpenGL-based implementation of Direct3D on Windows rather than truly emulate 3D hardware.
    * Winelib can be used for porting windows application source code to other operating systems that Wine supports to run on any processor – even processes that neither Windows nor the Emulator bit of Wine supports.

    “Wine is not just an emulator” would be a more correct name. Thinking of Wine as just an emulator is really forgetting about the other things it is. Wine’s “emulator” is really just a binary loader that allows Windows applications to interface with the Wine API replacement.”
    http://wiki.winehq.org/FAQ#head-c9e6502ad636315e905d07f7e44594757a6738e3

  10. Acho que solução ao wine é utilizar software nativo do Linux.

    Por exemplo, eu prefiro correr openoffice do que M$office no Wine.

    Wine trabalha bem, tenho vários programas instalados com ele, mas acho que nunca têm a mesma estabilidade de um software nativo.

    Por esse motivo tento sempre achar alternativa para esses softwares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.