Quantcast
PplWare Mobile

MyUnity 3.0 – Personalize o Unity à sua medida

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Viriato says:

    Excelente, vou instalar!

  2. paulo g. says:

    Por tua causa tenho a linha de comandos no meu unity… que dá sempre jeito.

  3. PapiMigas says:

    Muito bom!

    Começam a aparecer mods mais completos para o Unity.
    Só falta um modificador de mentalidades para quem não gosta do Unity 😀

    • Pedro Pinto says:

      Ora isso também era bom. Eu acho que o Unity é diferente e quem não gosta tem sempre alternativas. É este o mundo do Open Source 🙂

      • PapiMigas says:

        Sim, a mim tb me custou a adaptar. Mas custa-me ver certos comments de autentica agressão. A Canonical já deu tanto mas tanto pela comunidade opensource que é injusto todas as criticas que lhe fazem.
        O Unity não está perfeito mas tem melhorado muito. Tb é exigente a nível de hardware. E os outros desktops não são perfeitos. Acho que é um excesso de oferta que provoca isto. Talvez fosse melhor haver apenas um Desktop como noutros sistemas e certas pessoas já não se queixavam tanto…

    • BMJ says:

      Só tenho pena de o Ubuntu não suportar oficialmente o Gnome 3, pois para mim é menos mal o Gnome 3…

      • dbrenha says:

        pode não suportar mas não quer dizer que fique mal, quer só dizer que é deixado como cidadão de 3ª classe.
        Pessoalmente prefiro o unity mas tambem tenho as minhas queixas mas vou esperar pela versão 12.04 para ver se se resolvem a maiorias delas.

    • Glink says:

      o único problema do Unity é mesmo o peso que ele representa para o hardware, inicialmente eu não gostava, mas a canonical tem feito um bom trabalho, realmente é pena a minha maquina ressentir-se caso contrario até sair o elementary os com pantheon era o que eu utilizaria 🙂

  4. Arlindo Pereira says:

    É uma boa ferramenta! Só que no meu caso ñ adianta muito… uma vez que o meu pc não suporta unity 3d.
    Melhor dizendo, tenho o gnome3.2.1 que instalou automaticamente sem eu pedir… pff

  5. jpng81 says:

    pera aí…. mas o “sistema de configuração compiz” não faz a mesma coisa que este programa??????
    Acho que vai dar á mesma coisa. :S

  6. jpng81 says:

    haaaaa, esqueçam , faz mais ainda… porreiro.

  7. António Bispo says:

    Just what the doctor ordered. Testei e parece-me que aquele ar de “eu ocupo o desktop todo” é fácilmente transformado em “dock simpatica que acaba por dar jeito”.

  8. jpng81 says:

    hey de acordo com o video, faltam coisas… tipo “Launcher” > “quick list”, quer dizer eu até instalei o myunity para poder mexer nos menus mas tou a ver que que não me aparece nada para poder mexer nos menus 🙁 ;(

  9. Serva says:

    Boa tarde ,

    Finalmente , uma ferramenta que eficaz para o Unity , pareceu-me bem , vou instalar no 12,04 Alpha 2 , eu dou muito relevo a parte da customização e este é um primeiro passo muito interessante , já tenho a barra posicionada no fundo , confesso que fica com outro aspecto , agora com a possibilidade de aumentar-mos a transparência e diminuirmos os icons da Dash começa a ser interessante , gostei também da facilidade de instalar temas a moda do Gnome 2.3 , um bom passo sem dúvida , está a ficar difícil escolher a versão LTS .

    Eu instalei ontem o Big Linux 11,10 com KDE, que tem coisas super interessantes , esta Distro é baseada na Canonical , vem toda artilhada ao nível do compiz e só para dar um exemplo o centro de programas é o do Ubuntu , não usaram o Muon que vem por defeito nas distros KDE , muitas movimentações que só beneficiam o utilizador .

    Cumprimentos

    Serva

    • s-k says:

      Toda esta customização já era possível através do “sistema de configuração compiz” e do “Ubuntu tweak”. O MyUnity é apenas mais um front-end para o sistema de configurações do Gnome (gconf).

      Cumprimentos

  10. Delfim Mota says:

    Já agora permita-me a seguinte questão. Como colocar a barra em baixo?
    Quanto ao myunit assim que chegar a casa vou já experimentar.

    Cump’s

    • s-k says:

      Faz uma pesquisa aqui no pplware. Tem um artigo que explica como colocar a barra em baixo. Eu também não gostava da barra no lado esquerdo. Mas depois cheguei a conclusão que é melhor assim. O Unity só faz sentido como a barra no lado esquerdo. Mas se você não gostar tem sempre a opção de por a barra em baixo (eu não recomendo).
      Eu ainda não percebi o porque de tanto drama com o Unity. O Unity é MAIS UMA OPÇÃO. Mais uma a acrescentar ao “Gnome classic”, KDE, Gnome Shell, xfce, Lxde, etc… tudo disponível no Ubuntu.

  11. Delfim Mota says:

    Já agora permita-me a seguinte questão. Como colocar a barra em baixo?
    Quanto ao myunit assim que chegar a casa vou já experimentar.

    Cump’s

  12. Serva says:

    Boa tarde

    Caro Delfim Mota , aqui tens uma dica que eu segui há uns tempos aqui no nosso PPlware .

    Link aqui

    https://pplware.sapo.pt/linux/dica-como-mudar-de-posio-o-launcher-unity/

    Ao dispor

    Cumprimentos

    Serva

    • Luis Braz says:

      Boas.
      Eu dei cabo da minha instalação quando fiz isso! Nunca mais consegui por as coisas direitas e tive que instalar tudo de novo. Mas também pode ser por ser um novato nestas coisas do linux! 🙂

    • Delfim Mota says:

      @Serva
      Muito obrigado pela atenção.

      @Pplware
      Peço desculpa a todos por não ter feito uma busca pela solução.

      Cump’s

  13. Serva says:

    Boa tarde ,

    Já instalei , de facto esta ferramenta tem muito potencial ao nível da customização , a instalação dos pacotes de temas , Icons , cursores etc , ficou muito facilitada , agora falta mesmo é uma comunidade mais activa que programe novos temas , para que não fiquemos reféns dos existentes , ainda não fui a procura porque tenho estado entretido com esta ferramenta a fazer experiências , confesso que se consegue uma melhor iteração reduzindo o tamanho dos Icones na Dash , tornando-a menos intrusiva , o aspecto do ambiente de trabalho fica mais apelativo e mais moderno , com a possibilidade de se tornar a barra superior com diversos níveis de transparência , já gosto mais de olhar para este Ubuntu .

    Aceitem os meus sinceros cumprimentos

    Serva

  14. Márcio Lima says:

    Eu tento ter uma mente aberta e não quero dizer que o Unity seja mau, mas ainda está muito verdinho para assumir-se o papel de “principal” numa distro com um numero de clientes como Ubuntu.

    É preciso “300” tweaks não oficiais para ficar minimamente a nosso gosto e isto sem mencionar as questões de desempenho.

    Então o facto de agrupar as janelas todas no mesmo launch button sem poder desactivar tal opção, deixa-me doido. Eu que uso isto no meu dia a dia e tenho “n” janelas abertas, passo a vida a clicar escolher e abrir… clicar escolher e abrir. Santa paciência.

    No outro dia, algum génio se lembrou de “postar” aqui o Cinnamon e foi amor à primeira vista. Simples, bonito e funcional, mesmo como eu gosto.

    Merecia um prémio 🙂

  15. s-k says:

    O problema não são os 300 tweaks! São os 300 fron-ends que fazem a mesma coisa. 😛

    Em relação ao desempenho não podemos esquecer que o Unity foi pensado para máquinas modernas, e tem requisitos mínimos. https://wiki.ubuntu.com/DesktopExperienceTeam/UnityHardwareRequirements

    Eu gosto muito dessa funcionalidade de “agrupar as janelas todas no mesmo “launch button”. Quando tenho muitas janelas abertas é mais fácil clicar no “icon” do programa que procuro para aparecerem só as janelas daquele programa. Assim não tenho de percorrer todas as janelas de TODOS os programas com um alt+Tab. 🙂
    Para quê colocar um “launch button” na barra do Unity para cada janela do mesmo programa??? Isso iria poluir a barra do Unity, tal como acontece na “barra de janelas abertas” de um desktop mais tradicional.

    Eu acho a solução do Unity mais elegante e inteligente. O “problema” é que estamos habituados a usar a caótica “barra de janelas abertas” do Windows, KDE e “Gnome classic” São muitos anos!!! Esses anos pesam muito 🙂
    Mas lá está! Temos o Cinnamon, e muitas outras opções. O Unity é mais uma opção. Não é uma imposição!!!

    Cumprimentos

    • Márcio Lima says:

      Na teoria é bonito, na pratica não funciona (esse dito agrupamento);

      Se for como o Windows 7, em que além de ser opcional apresenta logo de inicio um sub menu com as janelas abertas e me permite escolher a que quero – óptimo. Aceitavel.

      No caso do Unity, numa situação com 3 ou + janelas da mesma aplicação (imaginemos documentos), obriga-me da dar um duplo clique para chamar um menu Fullscreen que me mostra previews em branco na maior parte das vezes, o que para quem está a trabalhar perde muito rico tempinho a ver janelinhas a voar.

      Não digo que o caos seja boa opção, mas é apontar e abrir. Produtividade conta e muito! Esperemos que venham evoluções que nos permitam escolher. Comparado com as Barras dos antecessores, ainda tem muito que aprender.

  16. Serva says:

    Bom dia ,

    É um facto , sempre apontei que o grande problema do Unity era a produtividade e mantenho , apesar que a 12,04 mesmo em Alpha 2 está super estável e não vejo tantos bugs como na versão 11,10 , vamos ver até que ponto esta interface tem o privilégio de ser uma das eleitas pela comunidade Linux , que ao contrário do que muito boa gente pensa é muito exigente e está a habituar-se a ter excelentes Distros e cada vez mais estáveis e com um leque de ofertas como nunca se viu no mundo Linux .

    Falei no outro dia de algumas distribuições que começam a ter uma relevância enorme e que são nomes novos que estão a surgir diariamente , mas existem muito mais , estou neste momento a experimentar uma nova distribuição que me está a surpreender pela sua estabilidade e funcionalidades , como disse no inicio desta semana , o mundo Linux está a viver o seu melhor momento , com mixs de ambientes gráficos , com novas interfaces que nascem quase todos os dias, com bibliotecas alargadas de hardware e sobretudo uma tendência de facilitar o seu uso , desmistificando que quem usa Linux é Geek .

    Noto também que neste momento é ainda mais notório a diferença que separa os puristas daqueles que querem que o Linux se torne fácil para todos usarem , este caminho começou a ser trilhado pela Canonical e está a ser seguido por novas distribuições que tentam não ligar o ”complicometro” , curioso é verificar que as distribuições mais rígidas estão cada vez a ser relegadas para segundo e terceiro plano , sendo cada vez menos os seus utilizadores .

    A minha posição em relação a este problema é já sobejamente conhecida , quanto mais user friendly for o Linux mais utilizadores ganhará , e para meu contentamento , esta também parece ser a leitura da comunidade Open Source que tem vindo a criar produtos cada vez mais simples de usar e intuitivos .

    Aceitem os meus sinceros cumprimentos

    Serva

  17. Luis Felipe says:

    Olá eu preciso de ajuda! eu instalei todo tipo de versão do myunity mas os efeitos como transparências não funciona a unica função que funciona em meu Ubuntu 11.10 é as ícones na área de trabalho e os Temas! só as transparências e etc não funciona o que pode ser?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.