PplWare Mobile

WordPress 3.8: A novidade está centrada na mudança de visual


Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. Rui says:

    WordPress vs Joomla, qual o melhor?
    Tenho alguns trabalhos em feitos no joomla, talvez por comodismo nunca experimentei o WordPress.

    • Hugo says:

      Olá Rui,

      Já desenvolvi sites à medida em Joomla! e cada vez uso mais o WordPress.

      Desde a facilidade na alteração de temas, passando pela instalação de plugins, o wordpress é, manifestamente, melhor que o Joomla!.

      • Luis Marques says:

        Boas Rui,

        Também já testei os dois e sem duvida que que o WordPress fica a frente do Joomla.

        A dashboard do WordPress é sem duvida muito mais intuitiva do que a do Joomla e mais user friendly.

        Outro ponto a favor é que tens uma comunidade muito maior do WordPress do que Joomla.

    • lmx says:

      joomla é muito bom e muito completo, mas mais dificil arrancar e fazer qualquer coisa…

      word press é mais simplista, e tem um interface mais facilitado, pelo que se torna mais facil criar algo…no entanto joomle é muito mais completo…mas eu continuo a achar que se destinam a coisas diferentes…ou seja não são bem comparaveis…

      Estamos a esquecer o magnifico e quanto a mim melhor de todos Drupal…mas mais uma vez não é bom compara-lo com wordpress…fica melhor comparado com joomla …

      cmps

    • Will says:

      só ver a quantidade de plugins, joomla tem 7mil enquanto wp tem 27mil

  2. Valente says:

    Devoro estes artigos para aprender mais alguma coisa mas é tarde para entrar nisto. A idade não perdoa.
    .
    Bom trabalho

    • João Marcelino says:

      A idade está na cabeça!
      Escolha um CRM (wordpress, joomla, drupal, ou outro), comece a brincar e isso passa…

      Também não sou novo e comecei há um mês a aprender a programar em python. Vai devagarinho mas vai!

      Abraço!

    • Mário Silva says:

      A idade não perdoa??? Mas que espírito derrotista, meu caro Valente… Não sei a sua idade mas, pelos vistos, deve estar acima dos 50, não? Olhe, estou a chegar quase aos 70 e continuo na onda das tecnologias que conheço desde a era jurássica dos cartões perfurados, passando pelos mainframes empresariais, a nascença dos PC’s (não esquecendo os Timex, os Spectrum & Cª.) até à actualidade. Já trabalhei com várias plataformas mas acabei por me decidir pela WordPress quer a *.com (livre mas com limitações) quer a *.org (para quem dispõe de domínios e hosting próprios, podendo desenvolver livremente a sua criatividade). E repare que não tive professores ou cursos especializados na matéria… Sou um auto-didacta convicto, fiz burrices atrás de burrices, aprendi HTML e Java, comecei por desenvolver e criar websites, blogues e fóruns pessoais e hoje estou à vontade nestas áreas. Um conselho? Comece pela plataforma WordPress.com e construa, sem qualquer conhecimento, um blogue pessoal. Siga as instruções e, a partir dessa etapa, comece a explorar todas as hipóteses que a plataforma lhe dá. Escolha de temas, inserção de widgets (não existe aqui a hipótese de incluir scripts bonitinhos mas os que lhe oferecem chegam para as primeiras necessidades), lance os primeiros posts, crie páginas específicas de acordo com o tema que pretende desenvolver, sem qualquer dificuldade. Mais tarde, quando se sentir à vontade na lide desta plataforma, compre um domínio, contrate um hosting (há empresas em que isto tudo poderá custar menos de 30 euros/ano e ainda oferecem um ano à borla) e aí sim, poderá criar, através da plataforma WordPress.org (a mais profissional) o que estiver à sua medida. Então? Acha que o convenci quanto aos conhecimentos e à “idade”? Vamos a isso???

  3. Tiago says:

    Mas qual é melhor e as diferenças entre fazer o download e fazer através do site deles?

  4. PMR says:

    Para blogs não há melhor do que o WordPress, mas para sites acho que o eZ Publishé o rei.

    • José Monteiro says:

      Caro PMR

      Essa idéia feita Blog/Site, está mais que ultrapassada.
      Um blog é um site e, um site pode ser um blog (entre outras coisas). O software usado (WordPress, Joomla, etc.) não definem o nosso trabalho, mas sim o nosso conhecimento dele e o que podemos/sabemos fazer com eles.

      Dito de outra forma muito simplista: não é o carro que define o que o condutor pode fazer, mas sim a sua destreza e confiança.

      Leia em cima os primeiros comentários para perceber a força do WordPress.

      A plataforma WordPress deixou de ser – há vários anos – apenas um software de blogs, isso já passou. Tornou-se num sofisticado e moderno sistema de publicação de conteúdos online. Se é loja virtual, site comum, diário pessoal, isso é por nossa conta.

      Cumprimentos

  5. João Dias says:

    Aqui a malta do pplware podia agarrar no Twenty Fourteen e adaptar ao site.
    É que visitar este site num tablet ou num smartphone é uma dor de cabeça.
    Com o Javascript e o CSS todos comprimidos e usando algumas técnicas de responsive web design conseguiriam um site mais rápido a abrir e com uma taxa de conversão muito maior.

    • João Dias says:

      Estou a dizer isto porque as boas práticas de usabilidade e performance na web dizem que um site deve ter o mínimo de ficheiros de javascript e, se possível, todos no fundo da página, comprimidos num ou dois ficheiros. Talvez um para uma biblioteca externa (jQuery, Zepto, YUI…), outra para plugins e outra para as próprias funções do site.

      O mesmo para o CSS, mas todo num ficheiro e no topo da página, no head.

      Aqui contei, pelo menos:

      18 ficheiros de javascript.
      15 ficheiros de CSS.

      15 erros relacionados com javascript e a maior parte deles são relacionados com erros 404.
      O PageSpeed dá 83% ao site. (o mínimo deve ser sempre 90%).
      O YSlow dá 70%.

      O que é péssimo para quem visita.

      Malta, eu sei que quem usa o pplware o faz (digo eu), por sua própria iniciativa. Mas se calhar estava na altura de darem uma olhadela ao site e remover lixo desnecessário, reorganizar o layout.

      • José Monteiro says:

        João,

        Como sabes tecnologia avança a uma grande velocidade, maior do que podemos acompanhar.

        E infelizmente esta é a realidade: a maior parte dos sites estão desactualizados, e não é fácil pôr um site em manutenção para criar algo novo, sem muita ponderação e experiências. Sabemos que muita coisa vai correr mal, por isso ou adiamos ou vai ficando assim.

        Para o nosso conforto o Responsive Design está aí, e já começa a ser adoptado – acho que rapidamente será o standard como foi o “tableless”.

        Cumprimentos

  6. Tiago says:

    Pedro Pinto eu sempre tive aquela dúvida de saber se era a mesma coisa ou se fazer um blog no site ou sacando a plataforma era diferente e quais as diferenças e o mais completo.

    Eu gosto do vosso blog e tentei criar o meu no sapo mas não consegui e depois à quem transfira o blog do blogger para a clix e vice versa coisas que não sei fazer.

    Estou a começar a aprender e ainda não sei qual a melhor opção.

    Se podessem postar aqui umas aulinhas de blogger ou do sapo tipo igual a este ou parecido para aprender agradeço imenso.

  7. ElectroescadaS says:

    Quer dizer que eu em vez de ter um blog no site do wordpress posso cria-lo no meu PC e depois colocá-lo online? Isso seria bom. E depois como o poria online? Acham vocês que o PPLWARE poderia dar umas dicas nesse sentido?

    Eu iria adorar refazer o meu antigo blog…

    • José Monteiro says:

      1. Para ter um blog rápido e simples: http://www.wordpress.com

      2. Para criar um site simples ou sofisticado: http://www.wordpress.org

      Notas:

      O wordpress.com é um sistema online, grátis, semelhante ao blogger. É um ambiente controlado, com alguns recursos simples.

      Enquanto que o wordpress.org é o programa para ser instalado no nosso servidor online, possui toda a força do software (temas, plugins, etc.), mas é por nossa conta, embora tenhamos à nossa disposição o apoio da vasta comunidade: Site da Comunidade Portuguesa de WordPress
      http://wp-portugal.com/

      (eu não represento a comunidade pt do wp, sou apenas um utilizador)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.