Quantcast
PplWare Mobile

Metade da população mundial vive sem acesso à Internet

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Simões


  1. José Seco says:

    Certamente vivem com os pés mais assentes na terra e certamente mais felizes!

    • Claudio says:

      Quem vive na cidade precisa de internet como de agua, no campo a vida é diferente

      • David says:

        O problema é as cidades serem o cancro dos paises, que se espalham enquanto sugam os recursos agricolas do pais e no fundo não produzem nada apenas futilidade o centralizam a riqueza. Vida no campo com alguma tecnologia seria um modo de vida mais simples mas daria oportunidade de uma espiritualidade e mente mais sofisticada e uma vida na terra mais sustentavel. O que me dá esperaça é saber que tudo que o Homem constroi é temporario, até as cidades tal como as conhecemos.

  2. Silva says:

    “A Internet é nos dias de hoje um bem essencial e que quase ninguém consegue dispensar. […] mesmo com este seu carácter de bem único […]” – creio que estas não sejam as melhores palavras introdutórias para um artigo deste género.
    A partir do momento que 1 em cada 10 pessoas não tem acesso a água e que 1 em cada 3 nem acesso tem a condições de higiene básicas, duvido que o acesso à Internet esteja na base da sua pirâmide de Maslow…
    Tirando isso, o artigo é bastante informativo.

  3. joao afonso diniz says:

    Ok.
    Mais de metade sem acesso e 53% com acesso, isso dá pelo menos uma população mundial de 103.00001%.
    Estão a contar com os animais domésticos ?

  4. Pedro says:

    Ainda há pessoas felizes 🙂

  5. #Fernando says:

    A riqueza acumulada pelo 1% mais abastado da população mundial agora equivale à riqueza dos 99% restantes. E a isso ninguém faz “publicidade” 🙂

  6. censo says:

    Até ha bem pouco tempo também a outra metade vivia sem internet.

  7. Manuel says:

    Metade da população do planeta está mais preocupada se tem de comer no dia seguinte.

  8. Nome says:

    Segundo o mapa, Portugal ainda está “verdinho”. Isto é realmente um problema de primeiro mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.