Utilizadores do Windows são os que mais consomem pornografia


Destaques PPLWARE

55 Respostas

  1. Pedro Lavares says:

    Sempre disse que os utilizadores do macOS sao os mais inteligentes..ai está a prova

  2. João says:

    Lógico! No mercado de PC o domínio quase absoluto ê Windows.

  3. Pedro Lavares says:

    A maioria dos utilizadores de macOS tem mais dinheiro que os outros, a maioria dos que usam playstation são gamers e a maioria dos que assistem ao Kitchen Network gostam de cozinhar. Estudos brilhantes

  4. Freitas says:

    lol também existe mais computadores com Windows do que Mac OS e o Mac OS ter mesmo assim aquela percentagem hum não sei não, quase que diria que 85% de quem tem Mac OS vê pornografia.

  5. Pedro Antunes says:

    Esta mensagem foi escrita num Ubuntu. Aqui em casa Windows e Apple está proibido de entrar.

  6. Toni da Adega says:

    Analisando o gráfico este artigo está errado. 
    Se 10% dos utilizadores (macOs) consome 15% do conteúdo então existe uma maior % de utilizadores de mac a consumir pornografia.

  7. Paulo Henrique says:

    28% dos que utilizam DESKTOP;
    Geram 80% do tráfego no PornHub!
    Em que plataforma se deverá investir?

  8. Manuel says:

    Que raio é isto? É suposto ter piada?

  9. DarkMode says:

    OK!
    Mais ou menos como concluir que os utilizadores de transportes públicos são os que mais consomem passes da metro…

    • Vítor M. says:

      Sim porque em Portugal só há metro no país todo!!!!

      • João Corvo says:

        Mas o grosso dos utilizadores de transportes públicos está em Lisboa e Porto, locais onde há metro. Certo?

        • Vítor M. says:

          Não. O restante do país tem uma percentagem maior de utilizadores de transportes públicos.

          • João Corvo says:

            Olha que não. Basta ver a quantidade de população nas areas dessas grandes cidades. Podes juntar todas as outras cidades do pais e nem 10% têm.

          • Vítor M. says:

            😀 Porto e Lisboa? Sabes que “apenas” têm uns 8% da população de Portugal, certo?

          • Carlos Silva says:

            Tens noção de que Lisboa tem mais de meio milhão de habitantes? E que, se recorrermos à área metropolitana de Lisboa, os valores rondam os 3 milhões de habitantes? Os dados já não são os mais recentes, mas os números têm vindo a crescer.

            Parece-me que a tua lógica cai por terra… O DarkMode e o João Corvo têm razão.

          • Vítor M. says:

            Ele não falou na área metropolitana, apenas nas duas cidades. Portanto, não tem razão não.

            Vila Nova de Gaia tem mais de 300 mil, Sintra mais de 400 mil, Cascais mais de 200 mil e Braga, Loures, Matosinhos e Amadora passam o meio milhão. Em termos de utilizadores de transportes público (os tais passes), Porto e Lisboa não têm um milhão. Verdade?

          • Carlos Silva says:

            Errado. Muitos residentes na área metropolitana consomem também passe de metro.

            Seja como for não prova absolutamente nada. Estatisticamente o avião é o transporte mais seguro, mesmo que num acidente morram 200 pessoas VS um acidente de viação em que morrem duas pessoas. Assim é fácil provar que os utilizadores de ligeiros de passageiros são os que sofrem mais acidentes, contudo, não deixa de ser uma lógica estúpida, já que existe um número astronomicamente mais alto de veículos ligeiros do que de aviões.

            Entender a lógica que tentaram transmitir é simples. Também é simples entender a proporção dos utilizadores Windows VS MacOS e, por sua vez, a proporção isolada de cada e verificar quem consome ou não os ditos conteúdos. E então comparar percentagens.

            Mas enfim… Há quem tenha de ter sempre razão.

          • Vítor M. says:

            Ó, para quê estares a misturar alhos com bugalhos? Se é para teres razão, estão ok.

          • João Corvo says:

            Vitor M., quando falamos em transportes públicos em Lisboa e Porto, falamos (como é óbvio) nas respetivas áreas metropolitanas. Lisboa e Porto têm poucos residentes mas têm muito mais população não residente.

          • Vítor M. says:

            Não foi isso que estava a ser discutido, como é óbvio e tal como referi, as áreas metropolitanas é outro assunto muito mais abrangente e nesse caso sim estamos a falar das duas áreas metropolitanas que englobam a maioria dos utentes. Mas especificamente Porto e Lisboa… não são de todo 😉

          • macHACKos says:

            Como se chega da nobre pornografia aos transportes públicos. Sempre a baixar o debate!

          • Vítor M. says:

            O que te leva até à pornografia? Qual o meio que te transporta até lá? A internet?

            Com atenção verás que está tudo interligado.

          • DarkMode says:

            Não! Mais uma confusão!
            A internet é uma das vias de acesso, uma “estrada”…
            O meio de transporte será o conjunto hardware/software.
            Sem estes “veículos” não se consegue circular na Internet e chegar ao sítio de destino que, no caso do artigo, seria um sítio pornográfico.
            O meu comentário não pretendia abrir uma discussão sobre transportes públicos.
            A seu lapso de interpretação é que gerou esta discussão.
            Já dei uma explicação mais detalha abaixo mas, para entender o sentido do meu comentário, gostaria que percebesse uma coisa:
            Não está em causa onde se localiza o metro, nem quantas pessoa o utilizam mas sim quem o utiliza.
            De fato, todos os utilizadores do metro pertencem ao grupo dos utilizadores de transportes públicos. O contrário é que não é verdade pois, nem todos os utilizadores de transportes públicos pertencem ao grupo dos utilizadores do metro.
            Mesmo que o metro se situasse no Piódão (gosto muito do Piódão) e só tivesse dois utilizadores detentores de passe, esses utilizadores são utilizadores de transportes públicos logo, os utilizadores de transportes públicos seriam os principais e únicos consumidores de passes de metro.
            Apenas e só os utilizadores de transportes públicos compram o pass do metro.
            Há várias formas de expormos a questão para obtermos a mesma dedução lógica.
            Um questão de interpretação e raciocínio lógico.
            Cumprimentos .

          • Vítor M. says:

            A Internet não, a estrada é oq ue suporta a Internet. Sim, o Piódão é lindo, e não tem metro…

          • DarkMode says:

            OK!
            Estamos de acordo em relação ao Piódão.
            Saúde!

    • DarkMode says:

      Tanta confusão por causa de uma analogia simples e lógica.
      Sendo o metro um transporte público, obviamente todos os “consumidores” de pass do metro são utilizadores de transportes públicos, neste caso o metro.
      Por isso, também seria correto dizer que só os utilizadores de transportes públicos compram passes do metro.
      Logo, quem não é utilizador de transportes públicos também não é utilizador do metro e por isso não compra o pass do metro…
      Daí a minha analogia, irónica é claro, de dizer que a conclusão do artigo é mais ou menos com concluir que os utilizadores de transportes públicos são os que mais consomem passes do metro.
      Lamento que dificuldades interpretação da língua Portuguesa tenham transformado o artigo numa discussão sobre transportes públicos.

  10. Toni da Adega says:

    Portanto, coloquei um comentário a dizer que o gráfico está a ser mal interpretado e o comentário é eliminado…

  11. Joao says:

    Fazia mais sentido ser utilizadores de linux lol

  12. Osmar says:

    Claro, como a microsoft está sempre a ***** com os utiizadores windows, é pornografia o tempo todo.

  13. LG says:

    e sabem que mais? 100% são utilizadores que têm internet!!!!!

  14. 123asdasd123123123123 says:

    ha gente que paga por estes estudos? espero bem que não 😀

  15. Jose says:

    Obviamente que existe mais utilizadores usarem Windows

  16. rc_joaopedro says:

    aqui há tempos dizia um estudo que os utilizadores do iphone eram os que tinham mais sexo.. Sendo assim a malta do windows são uns ‘punheteiros’

  17. PTO says:

    Que conclusão brilhante!

    Num planeta onde o Windows tem praticamente 85% do mercado de SO’s de computadores, é realmente espantoso (not) que sejam os utilizadores do Windows a ver mais pornografia.

    è caso para dizer “elementar, meu caro Watson”

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.