Quantcast
PplWare Mobile

S5 também pode ser enganado com impressões digitais falsas

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. PahAssimTodosJáSabemOmeuNome says:

    Ou seja, é só para fazer feitio…e é assim que os trolhas pagam mais 100€ pelo brick 😀

  2. Nelson says:

    http://9to5mac.files.wordpress.com/2014/02/whxnwha.gif

    Ao menos o iPhone ainda da luta, é precisa uma impressão digital muito mais precisa…

  3. Nunes says:

    O mais grave, segundo quem fez esta análise, é que a Samsung não implementou medidas para limitar o número de tentativas falhadas permitidas, nem sequer requer que se insira uma password de cada vez que o aparelho é iniciado. Isso aumenta e muito a probabilidade de ultrapassar o sensor! Pelos vistos o sensor também é mais fácil de ser enganado, já que usaram um molde que não tinha funcionado no iPhone!

    • Francisco Pinto says:

      A samsung não podia criar tal mecanismo porque sabe que a implementação que fez está longe de ser prática/prefeita, é uma implementação propicia a falhas como é fácil de verificar nós diversos testes que já existem por essa net fora…. Logo aposto que que vai ser mais uma daquelas funções para os fanboys da samsung dizerem que o seu galaxy s5 tem mas que nunca usam..porque simplesmente funciona mal!

      • Nunes says:

        não sei! Isso tb não faz muito sentido, pois ninguém espera que o dono queira ficar eternamente a tentar que o dedo seja reconhecido. Para além disso não pede obrigatoriamente uma password ao fazer o boot do aparelho. De modo que parece mais que não tiveram cuidado com a segurança! Uma coisa feita à pressa.

  4. NewJ says:

    Ontem vi uma notícia que dizia que o S5 bateu o record de vendas no lançamento, com o dobro das vendas do S4.. Eu na passada 2a feira estive com um S5 na mão.. As pessoas gostam daquele rebordo plástico a imitar metal com aspeto tao rasca? Posso estar enganado mas aquilo pareceu-me plástico pintado..
    O que impressiona é o ecrã, isso sim muito bom, mas também só vem confirmar o que são os Samsung, um bom ecra envolvido por plástico parecido a todos os telefones chineses.

    • Mario Junior says:

      Mas aquilo realmente é plástico pintado de cromo. xD

      Acabamento Samsung de qualidade. 😛

      • Nelson says:

        Ás tantas, ainda é antimônio cromado lol… É o que costumam usar para imitar aço/aluminio cromado nas casa de banho chungas e parece mesmo metal a quem não perceber…

        Lá está um ecrã enorme, com cores berrantes e hipersaturadas (na definição por defeito), o resto? É daquelas coisas que os engenheiros ou põem bem à primeira ou fica para fazer feitio.

  5. Nuno Vieira says:

    Alguém estava a espera que o leitor de impressões do S5 fosse magicamente imune?

    Leitores de impressão irão sempre ser vulneráveis a este tipo de ataques.

    • Nunes says:

      A questão não é não ser imune, a questão é que não implementa medidas básicas para minimizar este tipo de ataques, como limitar o número de tentativas falhadas!

    • Nelson says:

      Pelo menos no do iPhone, pede uma impressão digital tirada com uma grande precisão, e tem de ter um dedo humano por trás… Neste com uma foto ta feita…

      Queres comparar? Tecnologia de 1990’s num telemóvel de 2014…

      • Nuno Vieira says:

        Deste-te ao trabalho de ver o vídeo? Muito provavelmente não! O telemóvel foi desbloqueado usando o mesmo método utilizado para desbloquear o iPhone, não foi usado uma foto.

        • Nelson says:

          Deste-te ao trabalho de ouvir o video?

          O telemóvel foi desbloqueado com um “papel”.

          No iPhone não dá para desbloquear com um papel, tem de ser uma resina muito fina, para detectar um dedo vivo.

          Até que ele disse que tentou o mesmo método no iphone sem sucesso.

          • Nunes says:

            papel? onde é que aquilo se parece papel? Aquilo é feito dum material resinoso, a partir dum molde.

          • Nelson says:

            Não sabes o significado de aspas?

          • Nunes says:

            e tu sabes os significados de honesto e verdadeiro?
            ao contrário de quase tudo o que disseste, o método para enganar o sensor foi o mesmo, a resolução e tipo de sensor são os mesmos!

          • Nuno Vieira says:

            É o que eu digo não viste mesmo o vídeo. Ou então a tua compreensão de inglês é muito duvidosa. Eles não fizeram um molde novo, usaram o que já tinham criado para desbloquear o iPhone 5S.

            E eles não disse em alguma altura que as suas tentativas para desbloquear o iPhone falharam. Se fosse a ti ia a uma consulta de otorrino.

            Vê o vídeo da mesma pessoa a desbloquear o iPhone 5S usando o molde que também foi usado no Galaxy S5.

            https://www.youtube.com/watch?v=h1n_tS9zxMc

          • Nunes says:

            @ Nuno Vieira
            Não está no video, mas em entrevistas disseram que o molde usado no Galaxy S tinha sido feito para a experiência do iPhone 5S, mas não tinha funcionado no iPhone – não explicaram a razão, mas imagino que tenha a ver com a precisão e tolerância dos sensores!

  6. Benchmark do iPhone 5 says:

    Há uma coisa que é básica.
    No iPhone 5s, depois de 5 tentativas falhadas de desbloqueio por impressão digital, fica bloqueado e pede o desbloqueio por código. Se o iPhone for reiniciado (ou estiver 48 horas sem actividade) é também pedido o desbloqueio por password.

    No Samsung S5 esqueceram-se disso. Fazendo reiniciar (reboot) não é pedida password e pode-se fazer um número ilimitado de tentativas com a impressão digital falsa.

    http://arstechnica.com/security/2014/04/fingerprint-lock-in-samsung-galaxy-5-easily-defeated-by-whitehat-hackers/

  7. Antonio Ferreira says:

    e agora, onde estao os Android fan’s que tanto escrevram qd foi com o iphone 5s ? ou será q finalmente perceberam que toda a tecnologia pode ter problemas, seja ela de que fabricante ????

  8. Zefra says:

    Marketing do puro esta coisa das impressões digitais etc. Eu acredito que isto pode ser o futuro mas é uma tecnologia que precisa de evoluir muito mais. Por exemplo no iPhone 5S não é por isso que vou comprar o telefone. Compro por ter hardware mais actual que o iPhone 4S. Apenas e só. O mesmo faria se tivesse um Galaxy S3 e quizesse ter um telefone com hardware mais recente e mais potente.

    • ACS says:

      A apple implementou isso não para markting puro. Fez para melhorar a usabilidade do telemóvel e conseguir pois é simples e o utilizador nem dá por ela.

      Já a samsung meteu por sim ou porque os outros metera. O utilizador tem de mudar os seu habitos para ligar o telemóvel e nem sempre é facil.

      é a diferença entre meter por meter e pensar varios anos a melhor maneira de melhorar a experiencia do utilizador sem mudar os seu habitos como no caso do iphone.

  9. João Tavares says:

    Who cares? A seguir sai uma actualização qualquer e o problema fica resolvido.

    • Benchmark do iPhone 5 says:

      Não fica. Mas ao menos limitem o número de tentativas falhadas de desbloqueio por impressão digital até pedir a password. Conseguir uma imitação de impressão digital que seja aceite em 5 tentativas está ao alcance só do CSI, em mil é para qualquer um.

      • Adeleite says:

        A leitura da impressão digital é por software, portanto sim, podem perfeitamente reparar estas coisas.

        • Nunes says:

          software dificilmente resolve o sensor ser enganado. O máximo que podem fazer é arranjar a asneira que fizeram ao não ser capaz de limitar o número de tentativas falhadas…

        • Nelson says:

          Sim, por software, vão tornar um sensor de baixa resolução, óptico (e não RF), e ainda por cima de linha (em vez de ser de quadrado) num sensor como o do Touch ID…

          A solução deles é mudar o software das pessoas…

          Em vez do sensor digital atual ficar como exemplo o do iPhone, ficar o deles… Como se já não estivéssemos a milhas do que o que eles fazem…

  10. Rui Silva says:

    Resumindo e concluíndo, nada melhor que os dispositivos da Linha Nexus, by Google 😉

    Nem iPhones, nem Sanguessugas,…

    Ao lugar do poder de compra, opte pela melhor relação qualidade/preço. E tudo isto está presente num Nexus 😉

  11. Rafael Silva says:

    Eu cá dava mais valor ao smartphone se tirassem essa treta do scanner de impressão digital e aquilo do “sensor” de batimento cardicaco…. Podiam pegar no € que gastaram a inventar isso e usá-lo pra meter mais 1gb de ram e uma carcaça sem ser plástico……. Parece que a Samsung pôs isso no S5 pra justificar o balúrdio que pedem…..

  12. Caio says:

    1) S5 é muito bom mesmo não é possível colocar defeito.
    2) Alguém tem que arrancar meu dedo para poder acessar meu celular isto está muito nível C.S.I.
    3) Por fim referente impressão de dgital isso já foi corrigido é preciso tentar 5 vezes e tem um bloqueio de 30 segundos assim por diante não errei mais para observar o que acontece, comentários de pessoas que usam Iphone é apenas ouvir de status apenas isso.
    4) Falando da carcaça poderiamos refutar isso falando da tela de cristal dos Iphones pessíma em resistência o S5 perde apenas para HTC e Iphone como sempre prede para todos lixo nessa parte.

  13. Francisco Prates says:

    Quem me ajuda? Já Esgotei todas as tentativas na impressão digital e já só pede a password e eu não me lembro mesmo nada qual seja já tentei todas as possíveis e impossíveis e não consigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.