PplWare Mobile

FVM – Como é que o Raspberry Pi pode acender uma luz


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Nuno says:

    No código para correr no Raspberry PI.
    Qual é o objetivo deste IF? o código executado é sempre o mesmo.

    if (wiringPiSetup () == -1)
    {
    pinMode (7, OUTPUT);
    }
    else
    {
    pinMode (7, OUTPUT);
    }

  2. zee says:

    Esclareçam-me uma dúvida. A utilização do servidor neste caso era “dispensável” correto? Este projeto poderia ser desenvolvido sem recurso ao servidor

  3. António Serra says:

    Isto pode ser usado como domótica de uma casa para as luzes?

    • eu says:

      Sim, com uns melhoramentos e alterações, não para uma lâmpada mas para um leque enorme de funcionalidades típicas da domótica. Persianas, portões, lâmpadas, etc
      De notar que o que aqui foi descrito é apenas a parte de software. Ainda falta a parte da electrónica da lâmpada. As lâmpadas das nossas casas usam 220V AC e o RPi tem saídas de 3,3V DC. Logo o Rpi não pode acender directamente a lâmpada.
      Para isso será necessário um transístor e um relé para a acender e isolar o Rpi dos 220V.
      Essa parte está nesta notícia algo similar
      https://pplware.sapo.pt/hardware/como-que-o-raspberry-pi-pode-acender-uma-luz/

  4. zé das couves says:

    Porque não o recurso a um serviço de dns dinâmico do tipo no-ip ou ddns para suprimir o servidor que para além de aumentar a complexidade, aumenta também os gastos/consumos e desperdiça energia?

    Ou até porque não instalar um servidor ssh no raspberry e permitir assim a comunicação segura dos dados e aumentando o leque de possibilidades do projecto?

    • Pedro Pinto says:

      Sim., também se poderia usar. É so dar asas à imaginação e evoluir 🙂

    • Ola Zé,
      de facto essa é uma opção valida, e de certo mais acertada para a construção de soluções deste tipo.
      Visto que a equipa tinha ao seu dispor todos os equipamentos que utilizamos optarmos por esta implementação.
      O objectivo foi desde inicio mostrar como é fácil construir um sistema muito básico para controlo de um dispositivo eléctrico à distancia. E penso que este foi cumprido.

    • lmx says:

      Boas…

      Porque é que o Servidor aumenta os gastos de energia?

      Na realidade aumenta, mas de uma forma muito reduzida…aqui para este caso…pelo que percebi(não sei qual a linguagem…pelo horror e por algumas coisas eu diria que a linguagem do servidor deve ser Java Based…talvez C# da M$?), no enatnto o importante é que utiliza mecanismos bloqueantes, o que faz com que os processos não estejam sempre a correr…alias eles são colocados numa fila de wait até receberem via um interrupt ordem para correr codigo…por exemplo quando uma nova sms chega…

      Por esse motivo quando se fala em gastos de energia, presumo que te refiras ao facto de haver um servidor(hardware) extra para o efeito, e não servidor software(o verdadeiro servidor).

      Essa solução pode ser muito prática de facto para um equipamento…

      mas agora imagina que eu estou a gerir uma rede com 1000 equipamentos…Um Servidor pode dar imenso geito…imagina que fazes recolha de dados de x em x tempo, por exemplo.
      Um servidor vai concentrar toda a info num so local.

      cmps

  5. Joaquim Costa says:

    Seria possível disponibilizarem no zip o código da app android? O código mesmo e não o apk já compilado.
    Thanks

  6. Luis Goncalves says:

    webiopi a funcionar e acedo diretamente ao raspberry para comutar os dispositivos usando o browser

  7. skysurf says:

    Gostaria de saber se podem mostrar um projecto em Pi para comandar através de frequências (wireless ou ondas de radio), emitir e receber sinais, tipo apagar um led ou aceder, mas tudo isso a distancia ex: 300 m, sem fios pelo meio?
    tipo ter um emissor de frequências e um receptor para isso ?
    dá para fazer no PI e como ?
    obrigado?
    skysurf

    • Olá,
      o que nós pedes é bastante simples de implementar.
      Basta usar dois XBee devidamente configurados e tens uma porta serie Wireless a funcionar, daí para a frente é apenas trabalhares com a tradicional comunicação serie entre dispositivos.

      Quem sabe o próximo post não poderá ser o que pedes…

  8. Daniel says:

    Vejam aqui um projeto semelhante para publicarem as vossas criações 😉

    http://livebots.cc/

  9. A. Branco says:

    Há alguém com coragem para alterar o “C” para Python?
    Como podemos saber as livrarias necessárias?

  10. MRsoares says:

    Está porreiro este tutorial, mas não há maneira de ter só o RPI ligado e com o android enviar comando para ligar ou desligar? Sem o uso de um outro pc a fazer de servidor??

    Podiam também colocar o código em phyton 🙂

  11. wesley says:

    onde eu abro depois de baixar ???

  12. ana says:

    Boa tarde, estou a fazer um trabalho onde me foi proposto desenvolver um novo produto contendo o Raspberry Pi. É um trabalho teórico, visto que a prática nem se quer faz parte da minha área. Contudo o que gostava de ‘desenvolver’ era um controladora de gastos, isto é, através do Rapberry Pi tornar possível a qualquer pessoa saber, diariamente, quanto gastamos, a nível monetário, de eletricidade e de água. Teoricamente o produto dividia-se em duas partes, a Raspberry Pi que se encontra ligada aos contadores da água e da luz, e uma aplicação para o telemóvel que faz a transformação das quantidades consumidas em despesas monetárias. Não sei até que ponto seria possível, mas se for, gostaria de saber as especificações mais técnicas para a montagem de tudo isto.

    preciso mesmo de ajuda : /

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.