PplWare Mobile

Como é possível “hackear” o WhatsApp de alguém com cargo político?


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Jota says:

    … de um politico burro, diga-se de passagem!

  2. Joao Ptt says:

    O facto de utilizarem o WhatsApp como sendo algo seguro é que é preocupante. Mas aquelas gente não tem pessoas especializada em segurança de tecnologia para que só utilizem aplicações mais seguras.
    O WhatsApp não me consta que alguma vez tenha sido realmente seguro (ou dava para interceptar as mensagens e telefonemas, ou furtar a conta, ou para atacar a própria aplicação através de alguma vulnerabilidade).
    A pseudo alternativa Telegram também só supostamente nos chats privados é que garante confidencialidade ponto-a-ponto teoricamente… chats privados esses que tem de ser activados para cada pessoa com que se deseja conversar. Além das eternas dúvidas acerca daquele protocolo cuja segurança é (ou pelo menos era) assim para o duvidosa.

  3. Paulo Neves says:

    Não fales muito alto que te podem ouvir…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.