PplWare Mobile

Chegada do 5G obriga a alterações e custos na TDT?


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. tezouro says:

    Mais uma desculpa para a ex-PT mamar mais uns €€€ pelo mau serviço que fez no TDT…

    • ACS says:

      Ya.. Sabendo isto de antemão porque não preparam logo?

    • desafiador says:

      É sempre melhor atacar logo o operador nacional que mais investiu na rede do que se informar….se repararem no texto só fala na ANACOM, e não é por acaso, a ex-PT como tu lhe chamas já tinha alertado sobre isto na altura da primeira implementação, mais o que muita gente não sabe é que foi a ANACOM que definiu onde se instalavam os emissores TDT, e como a “ex-PT” sabia que não chegavam instalou mais cerca de 15 emissores, que infelizmente mesmo assim não chega!!!
      Toda a gente atacou a ex-PT que só não se defendeu com o argumento da ANACOM para não criar ainda mais guerras!!!

    • int3 says:

      quê nando?

  2. Artur Albarã says:

    Nem sequer há 3G em condições na minha zona (Praia da Barra), quanto mais haver 4G. Ainda querem 5G ? só se for no Ponto G deles.

    • André says:

      Praia da barra ilhavo?

      • dajosova says:

        só conheço a praia da Barra (Gafanha da Nazaré > Ílhavo > Aveiro) e lá tem 4G completamente funcional há muito tempo, na Vodafone, pelo menos!

    • int3 says:

      4G na perfeição numa aldeia algures em gondomar.

    • Ricardo says:

      O 4G tem muito melhor captação do que o 3G, só experimentando, mete lhe um cartão Vodafone num hotspot 4G e vais ver se não funciona.
      Não adianta testares com telemoveis 4G pois nem todos funcionam em todas as nossas frequencias 4G.
      Infelizmente poucos sabem, os que ja testaram ja mudaram a net da empresa ou casa, para 4G, na ausencia de fibra é a melhor opcao.

      Eu tinha 2 Mbits em ADSL, não tinha 3G, e com 4G da Vodafone tenho 50 Mbits de download e 20 de Upload, agora pensa 😀

    • Miguel says:

      Se calhar nao é cliente Vodafone.

  3. Manuel says:

    Eles e os estudos acercar da TDT
    O dinheiro que se poupava se apenas soubéssemos copiar os outros…
    Poupavasse dinheiro e ainda se ganhava um bom serviço público.
    Infelizmente a mama vai continuar para meia dúzia se encherem à conta do pobre português.
    Tristeza!!!

  4. Jos.Figueiras says:

    Fechem as portas;eles andam por aííííí.

  5. EU says:

    TDT foi imposto á pressa, para se fazer leilao com o sinal para 4G.Agora e o TDT a sofrer alteraçoes, qq dia sinal de tv vai ser mentira.

  6. diogomm says:

    O Zé paga, como sempre!!
    Tantas frequências para tantos poucos canais. Enfim!!
    Prefiro um velho cabo de cobre do que um serviço móvel.

  7. Antonio Ambrosio says:

    Mais títulos para por as pessoas não confiantes na plataforma TDT , a mudança de frequência não traz quais quer custos para a maioria das pessoas , no entanto poderá haver alguns casos em que a intervenção de um técnico será necessária, principalmente quem vive em condomínios .
    O problema aqui será mesmo a falta de informação relativa a mudança de frequência a ser realizada , que poderá levar a muita gente a ser enganada por oportunistas , as estações RTP,SIC,TVI, devem ter obrigação de divulgar essa mudança de forma persistente , e não algo como fosse uma noticia .
    Os custos só irão surgir a quando a TDT nacional passar para norma DVB-T2 , uma norma que esta a ser implementa na Europa em substituição da DVB-T .
    Espero que a mudança de frequência não seja uma desculpa para adopção da norma DVB-T2 , pois ai claramente as entidades publicas estariam iludir os cidadãos .

    • Miguel Sousa says:

      DVB-T2 só lá para 2025. Na maioria dos países europeus que já avançaram para essa, foi por causa da parte paga do serviço. De resto, só mesmo quem está em Mpeg2 é que pode estar a pensar em juntar as 2.
      Isso é como o FullHd que os operadores foram acelerando… para estarem a retroceder. No caso da França já foram 2 canais que recuaram de HD para SD nas suas emissões e um outro deixou de ter o HD disponível sem pagamento.

      • Belmiro says:

        Na maioria dos países nórdicos a mudança para dvb-t2 (HEVC) já está a ser implementada este ano, máximo no próximo ano. Nos países do sul de riqueza média já há anos que transitaram de MPEG 2 para MPEG 4 nos canais HD e depois quase todos para MPEG 4.

        Portugal adoptou TDT MPEG 4 e gastou milhões quando a maioria dos países nórdicos já estavam a adoptar HEVC e a vender os seus aparelhos usados MPEG 4 a preço de novo e países de “terceiro mundo” a comprá-los…

        Agora vamos gastar mais uns milhões (porque somos um país de ricos e esbanjamos dinheiro) a fazer estas mudanças. Portugal sempre 5 a 10 anos atrás dos outros e a ter custos superiores lolol nós gastamos com meia-dúzia de canais tdt o mesmo que outros países gastam com 4 vezes mais canais …

  8. Victor F. says:

    Eles querem é obrigar a malta a ir para os privados, 2020 é a Altice/NOS/Vodafone a dominar as casas dos portugueses

  9. Não Interessa says:

    Se “Em Portugal existem 2,5 milhões que veem TDT” porque é que são 11 milhões a paga-la juntamente com a electricidade? (eu sei que não são 11 milhões e que é menos, mas a pergunta mantém-se)

    • CMatomic says:

      A TDT não é paga , o que você paga na factura é para a estação publica RTP , e alias é a contribuição mais baixa da Europa .

  10. Miguel Couto says:

    Isto já estava previsto porque iremos sofrer uma nova migração visto que a 5G usa as frequências que está na TDT actual. O problema é que ninguém soube acautelar esta situação… Quando chegarmos a 2025, quando já está a ser estudada as especificações técnicas para a hipotecamente 6G, se teremos de migrar outra vez de frequência rádio para a TDT mas para isso teremos de confirmar se as novas frequências da 5G vão ser as suficientes para as novas gerações móveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.