PplWare Mobile

Autoridade Tributária: “Apagão” fez desaparecer 10 mil milhões de euros

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Tiago Rodrigues says:

    Só comigo não existiu apagão…

    Em Janeiro de 2023 tive que pagar mais de 1000€ em impostos…

    Enfim

    • Sandro says:

      Se lesses o primeiro parágrafo diz entre 2011 e 2014…

    • Ri says:

      Se pagas é porque recebes

      • Tiago Rodrigues says:

        Não percebe que não existe proporcionalidade entre o que se recebe, e o que se paga?!

        Quem tem milhões, consegue optimizar ( pagar o mínimo ) a gestão de impostos…

        Quem não tem milhões, paga muito!

        Não sou contra impostos, bem pelo contrário… gostava era de uma maior justiça fiscal!

      • Imf says:

        Essa do só pagas porquê recebes é mesmo de quem é subsídio depende.

        Ex: tenho uma empresa e quero contratar uma pessoa, posso pagar até 2000€ por esse empregado.

        2000€ é bom certo?

        O meu empregado vai levar para casa 1133€ limpos.
        Vai ter de alugar casa, compras etc.
        Sobre os 1133€ ainda vai dar ao estado mais 23%

        Logo dos 2000€ que eu pago para o meu empregado, o estado leva 1127€, sendo o restante 873€.

        Se me dissessem que depois se dar todo aquele dinheiro ao estado, que caso tenha um filho, não tinha de pagar colégio para o puto, que não tinha de gastar mais nada em saúde, que tinha um serviço público em condições…
        Mas não paga isso tudo o quando preciso de alguma coisa do estado sou mal atendido, não sabem responder às minhas necessidades.
        São muitas vezes arrogantes e ainda lá a passear sabe se lá a fazer o que.
        Eu pago aqueles F&#+€(#-, 60% do meu ordenado e ainda sou mal servido….

        É isto Portugal… Para uns gajos que não querem levantar o cu as 6h da manhã para trabalhar tenho eu de os sustentar e os parasitas todos da máquina do estado.

        • Matemática não é comigo says:

          Que raio de contas você fez???
          Penso que matemática não seja a sua praia.
          Salário
          2.000,00 €
          Subsídio de Alimentação*
          143,00 €
          Segurança social**
          11%
          – 220,00 €
          IRS***
          20,9%
          – 418,00 €
          Totais
          2.143,00 €

          – 638,00 €
          Resultado salário líquido mensal****
          1.505,00 €
          Resultado salário líquido mensal sem vale refeição
          1.362,00 €

          • Imf says:

            Realmente deves viver num mundo paralelo!!!!
            Quem aqui não sabe fazer as contas és tu, vai a escola! Por isso é que nunca na vida vais ser patrão. Nem contas da primária sabes fazer.

            1° começas já mal, eu disse como patrão tenho 2000€ para contratar um novo funcionário.

            +2000€ ( empresa tem para o funcionário)

            -1616€ ( o chamado bruto)

            -300€(IRS 18.6%)

            -177,76€ ( segurança social 11%)

            -384€ ( descontos que a empresa faz por ti)

            =1138€ que vai na tua conta.

            Logo como te disse dos 2000€ que a empresa tem para de dar só levas para casa 1138€
            Vais ter de gastar esse dinheiro, por ninguém o leva para a cova.

            1138€ ( o que caiu na conta)
            -261,74 (IVA 23%)

            =876€

            Isto é feito as contas por baixo, que ainda tens IUC, IMI, impostos sobre os combustíveis, tabaco, açúcar, armazenamento de dados, etc que o imposto é superior a 23%

            Logo no mínimo dos mínimos o estado leva directa ou indirectamente sobre o que a tua entidade empregadora te paga 1 124€

            Porque no fundo depois de toda a trapalhada fiscal de impostos directos e indirectos.

            O estado mete ao bolso dos 2000€, 1124€.

            E sim estou a excluir o sub de alimentação, por imagina que trabalhas num restaurante, o patrão da te alimentação.
            E já estou a excluir essa despesa, para não entrar nos 2000€ que o patrão tem como encargo, se não nem 1138€ levavas líquidos.

          • Nuno says:

            És daqueles que nem sabem que o patrão paga quase 25% do teu salário em impostos não és?
            E ainda falta o seguro…

    • Art says:

      Só 1000 ? Dou-lhe um exemplo de alguém eu recebe cerca de 1700 e paga 2400 de impostos……

      • polik says:

        Apenas em janeiro…. Leia

      • Tiago Rodrigues says:

        1000€ ( foram mais uns € ), fora o que pago mensalmente.

        Tem haver com uma casa arrendada.
        E não, não cobro os olhos da cara ao meu arrendatário…

        Cumprimentos a todos

      • Nuno says:

        Recebe 1700€ ao mês e paga 2400€ ao ano, certo?
        É o chamado sortudo que não tem despesas de educação nem de saúde…
        Ou o azarado que está num escalão mensal que não bateu certo com o escalão anual. Falta saber qual o valor do prémio recebido que fez aparecer a diferença. E falta também dizer que preferia 1000x ter de pagar IRS do que ter de receber…

    • Luís Silva says:

      Eu em 2021 tive de pagar 4.000€. Ao contrário do que dizem aqui para baixo, eu não paguei em função do que recebi. Disseram que recebi mais do que declarei da reforma da minha mulher; e eu comprovei através de documentos da caixa de pensões quanto recebi e através de documentos da CGD quanto foi depositado. Mesmo assim tive de pagar. FUI ASSALTADO!

  2. PorcoDoPunjab says:

    Mas será que sou só eu que acho estranho que haja alguém que saiba quando exactamente vai acontecer o apagão para aproveitar e mandar o dinheiro sem controlo?
    Se calhar sou só eu…

  3. Tabonitota says:

    Ahahahhaahah a atirar areia para os olhos da malta. Mas que coincidência … foram só 20 declarações e que somam quase 10 mil milhões de euros. Muito …. Conveniente ;)))

  4. JP says:

    E ninguém põe freio a estes “acidentes” que ilibam os grandes infratores.

  5. Santa.paciencia says:

    Como não amar…

  6. JPR1974 says:

    Autoridade Tributária esteve “numa falha informática sem intervenção humana” se foi falha informática teve sempre intervenção humana ou foi o ChatGPT que programou com falhas ;.)

  7. MeEnganaQueEuGosto says:

    O chamado apagão seletivo

  8. MrClaro says:

    O Rui Pinto riu-se deste artigo.

  9. Anastacio Vitorino says:

    que conveniente… logo aquelas duas dezena que representavam 9.8mM. que fartote

  10. PN says:

    Bora continuar a votar nos mesmos, ou ficar sossegadinhos em casa e não ir votar em nenhum, porque acham que nenhum presta!

  11. Mike Litoris says:

    …. 10 mil milhões para paraísos fiscais! Tiveram sorte… não é coincidência… Força AT!

  12. Gekko says:

    Um “apagão” devido a uma falha puramente computacional.
    Espetacular a desfaçatez desta gente.
    Portanto, o software é construído por extraterrestres, e corre numa máquina ali num vão de escada sem nenhum tipo de redundância.
    País de corruptos em que os patetas alegres baixam a cabeça e fingem que nada se passa, afinal os clubes de futebol dão festa semana após semana, e por falar em festa, as mega semanas de consertos estão aí a chegar…
    É isto Portugal, um país de bananas.
    Um “apagão” que custa mais do que o que era preciso para os próximos tempos para meter a educação num patamar bem melhor.
    Um “apagão” sem consequências, porque o código, o software é sem garantia, e o hardware temos de poupar dados, portanto nada de redundância.
    Imaginem isto explicado a um americano, alemão, inglês, etc.
    Eu tenho vergonha se algum dia numa conversa com um tipo de outro país, isto for assunto.
    O meu próprio país ser visto como profundamente corrupto e incompetente.

  13. jhvs says:

    Estes apagões dão cá um jeitão….

  14. Paulo Cruz says:

    E que tal solicitar novamente as 20 declarações, não seria possível?

    • Gekko says:

      Não, porque além do apagão, para grande espanto, tbm os tipos que enviaram as declarações, sofreram todos apagões.
      E como está tudo apagado, os troços que dariam para meter toda a educação melhor, ou a saúde em melhor estado, foi apagado para paraísos fiscais.
      Alguém acha que isto se passaria num país tipo Alemanha, Inglaterra, EUA?
      Cá foi um pequeno o incidente, tbm foram só 20 declarações.

  15. Helder Pinto says:

    Se são dó 20 declarações, até já foram identificadas é só voltar a dar-lhes o tratamento de dados que deveria ter sido efetuado e não foi, devido ao “apagão”…
    Afinal o que são apenas 10 mil milhões…

  16. Repara says:

    Não são 10 mil milhões de euros fugidos aos fisco (relativamente aos quais devessem ter sido pagos impostos).
    Pode tratar-se de 10 mil milhões que podiam legitimamente ter sido transferidos para paraísos fiscais, sem qualquer fuga aos impostos.
    Está-se a falar das declarações enviadas por cada banco à AT que identifica a pessoa/entidade ordenante, o destino (paraíso fiscal) e o montante. Não há legislação que proíba eu (particular) ou uma empresa dose transfiro o seu dinheiro para um paraíso fiscal (ou por outras palavras, para uma jurisdição de regime fiscal mais favorável). E o que faz a AT com essa informação – em sede de fiscalização, pode verificar se um particular declarou rendimentos que justifiquem o valor transferido ou há outra justificação, ou, numa empresa se se trata de dinheiro devidamente contabilizado.
    O apagão é estranho? É. Foi mais do que um apagão devido a problemas informáticos? A IGF diz que não.
    Agora, a transmissão dessa informação foi feita pelos bancos por meios informáticos. Por certo podiam reconstituir e voltar a transmitir à AT esses dados. Por que é que não foi retransmitida é que não se percebe, só se já não era oportuna em face da calendarização da atividade inspetiva da AT, que há de ter problemas de falta de pessoal.

  17. AqueleQueEstaFartodeDemagogia says:

    Se fosse outro o governo da altura, já teria sido notícia de abertura em todos os telejornais e capas de todos os tabloides, mas como foi mais uma vez o PSD a proteger os bancos e o grande capital, não se passa nada…

  18. compro essa também says:

    Mal contado … afinal parece que a mesma AT também sabia que o Estado pagou e tem pago muita coisa indecente … Bem, pelo menos na S.Social, aquela instituição que só recebe os descontos de uma vida de trabalho e depois …. é o que se sabe, mas pasmem, quando se perde a mulher ou o marido ambas as reformas são subtraídas … para, dizem eles ” ficar isenta/o ” … , ou seja, roubando aquele/a que por direito ( até teria porque descontou uma vida de trabalho para ter ) uma reforma bem melhor e afinal é outra mentira ( atualmente poucos vão chegar à reforma, bem, eu não conto com isso …) … mas os politicos tiveram as suas reformas repostas …. a outra injectou 1500 milhões, salvo erro, na CGD e nem uma auditoria fez … etc, etc, etc estava aqui o resto do dia… será que merecem ter reforma depois de tanto trabalho mal feito ?

    Só dá vontade de os …. mimar com um livro …. aquele do herman, o dos nomes feios … até que nasçam arvores naquela zona do Alentejo que estão a destruir mas falam de proteção ambiental …. o povo, sejam jovens ou menos jovens, não tem nem ordenados nem casas condignas que possam viver mas gastam uma fortuna num palco …

    ENFIM … FD!

  19. Pintor says:

    Eu não pago e ainda recebo, englobando os rendimentos de capitais ainda consigo ir “ buscar” algum.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.