PplWare Mobile

Apple Keynote @ 01/09/2010 – 18:00


O gosto pela tecnologia despertou sentimentos únicos que levaram a escrever umas palavras e a premir o obturador.

Destaques PPLWARE

  1. Alexandre Pinto says:

    Boas,

    Para q

  2. Jorge Franco says:

    Agradecia que os post fossem feitos com um preview para a pagina principal do pplware em x de aparecer o post todo

    Obg.

  3. Marisa Pinto says:

    Reparem que o Senhor não trouxe a gola alta! 😀

    Bom trabalho Hugo!

    Esses novos iPods estão bem fixes, principalmente o nano!

  4. Tiago Dias says:

    Boas novidades!

    E bom trabalho Hugo 😉

    Só faltava mesmo o iPod Touch com 3G, mas já sabia que era pedir demais.. 😛

    Gostei da Apple TV.. E do preço 😀

    • Marco Albuquerque says:

      Bem… Na minha opinião, nunca poderia ter 3G… Isso era estar a aproximar-se DEMAIS do iPhone, para isso comprasse o iPhone. Na minha opinião.

      • a Friend® says:

        Exactamente, e tal com o S.Jobs referiu, as pessoas chamam o iPod touch de iPhone sem telefone… e mesmo assim tem milhões de compras e muita gente usa para Skype e afins…

        Com o 3G iria ser um perigo para o iPhone…mesmo que a politica fosse a mesma do iPad… era algo um tanto ou quanto arriscado porque em “segundos” a tranformação daquilo para um iPhone era possível…e poderia ser o verdadeiro iPhone Killer! 😀

        • Tiago Dias says:

          Sim, mas eu concordo com isso e até já disse várias vezes, com 3G o iPod Touch seria um iPhone mais barato. É mesmo impossível isso, mas é a única coisa que falta no iPod Touch. Isto faz com que queira ainda mais o iPad, se bem que perco a portabilidade do iPod.

          É como dizes, o iPod Touch com 3G é que seria o verdadeiro iPhone killer! 😛

    • João !! says:

      Malta onde é que a Apple Tv está mais barata, cá em Portugal? 99$ ~ 73€ isto é mesmo barato :S só encontro prai a 130€

  5. Bruno Gomes says:

    Bom seria também a possibilidade de se comprar filmes e séries TV na loja Portuguesa do iTunes….

  6. a Friend® says:

    Boas novidades e especialmente bons cortes nos preços.

    Umas quantas indirectas para a concorrência que afinal contabiliza updates como novas activações…

    Aparte disso, gostei de todos os produtos e do novo AppleTV, aquela pequena caixa vem mesmo a calhar. Pelo que percebi o aluguer de filmes será disponibilizado por muitos mais países, mas só o facto do streaming fácil e rápido, ver youtube e afins… tudo na maior das simplicidades na tv sem ter que estar constantemente a ligar o portátil para esses efeitos, e dado o preço, penso que será o produto que irei adquirir destas novidades. 😉

    • Tiago Dias says:

      Há uma coisa que me chamou à atenção.

      Na appleTV só vai ser possível alugar, e não comprar. Posto isto, como compro um filme? Compra-se no iTunes, no PC ou iPad, e depois streaming para a AppleTV?

      Acho que deviam ter mantido as duas coisas, compra e aluguer… Seria interessante ter vários filmes naquela caixinha pequena e levar para qualquer lado…de férias…para casa de amigos ou familiares…apenas a caixinha e mais nada..

      Quanto ao aluguer, como funcionará? Apenas uma visualização ou mantém-se durante alguns dias disponível?

      • Bruno Gomes says:

        Mas aqui a questão é também se isso estará disponível na loja Portuguesa sequer, pois de momento nem alugar nem comprar. Pura e simplesmente não está acessível…

    • Dá para ver canais de TV num Mac com a AppleTV?

      • a Friend® says:

        Não, é so mesmo uma boxe que fica ligada à web.

        Básicamente o software dele é muito semelhante ao que já temos no Snow Leopard (aplicação Front Row)

        Só que para quem costuma ligar os Mac’s à Tv para ter estes serviços, eles fizeram a AppleTV mesmo para esse propósito. 😉

  7. Hugo Cura says:

    Obrigado pelo apoio!

    Apple sempre com grandes novidades… uns esperavam mais, outros menos, mas aí está. Haverão notícias relacionadas, certamente, durante o próximo mês.

  8. Guilherme de Sousa says:

    Bom trabalho Hugo e Marisa;)

    agr estou ancioso de ver as maravilhas de hack’s que vao ser feitos com a Apple TV a este preço! Ate agr ja ouve umas tentativas de por linux naquilo e afins, mas nada que tenha tido grande sucesso.. mas com uma baixa de preço como esta sem duvida que vai por muita cabecinha a pensar! 😀

    cumps!

  9. me says:

    Só uma pequeníssima correcção ao texto: não são biliões, são milhares de milhões 😉

  10. Marco Albuquerque says:

    Tipo, eu gostei de todas as novidades… Voltarem a por botões no shuffle foi uma forma de manter clientes do aparelho que não gostaram de ter de utilizar os phones da Empresa, digo eu, mas de qualquer forma acho que é maior que o de 3ª Geração. O iPod Touch ficou excelente com o Game Center, o Retina Display e Diminuição do seu tamanho. Para mim, nunca poderia ter 3G, isso seria copiar o iPhone, mas o Facetime caiu bem. O Nano, para mim, foi uma desilusão. Achei-o muito semelhante ao Shuffle, no mau sentido. O Ecrã multitouch é inútil num aparelho tão pequeno. O Apple TV, ficou MESMO pequeno, o que é bem fixe. O iTunes 10 foi outra coisa que me não deu interesse. Tendo em conta que era o “10” podiam ter evoluído, muito mais. A ideia de transmitir em directo foi excelente. Desta forma, escusam de ter as redes Wi-fi comprometidas, como na Keynote anterior, e o Steve deve ter aprendido.

    • Tiago Dias says:

      O iPod shuffle também gostei de ver…embora muito bonito e muito pequeno, o de 3ª geração pecava pelos phones..

      Já o nano, é estranho ver o nano assim depois de tantos anos habituados ao outro formato, mas deve ser bastante interessante.. Só acho, e sempre achei, o preço demasiado alto.. mais próximo dos 100$, ou até ligeiramente menos para o de menor capacidade, era o ideal…

      • Marco Albuquerque says:

        Sim. Já tive o iPod nano na geração anterior e adorei. Foi o meu primeiro nano e adorei a Click Wheel. Não acreditava na desistência de uma “Imagem de Marca Apple”, mas afinal… Acho que vou comprar o Shuffle, até está 6€ mais barato! Youpi!

    • Ppietra says:

      “Desta forma, escusam de ter as redes Wi-fi comprometidas, como na Keynote anterior, e o Steve deve ter aprendido”
      Eu sei que estás na brincadeira mas isso seria quase como matar uma mosca com uma caçadeira! Seria bem menos dispendioso simplesmente pôr mais routers.
      De resto adorei o novo Touch, só é pena a câmara ser tão má para tirar fotografias… nem 1MP é!

      • a Friend® says:

        Nem sempre píxeis é sinonimo de qualidade, mas que essa resolução para quem queira imprimir as fotos é para “esquecer” agora para uso de internet é ideal. (ex. Redes Sociais, etc..)

        Aparte disso cativou-me bastante terem adicionado ao futuro update o sistema de fotografias HDR… isso vai dar um impulso na qualidade fotográfica excelente.

        Costumo fazer trabalhos em HDR de sessões fotográficas, etc… e dá um realismo e vivacidade excelente às imagens. Este evento não foi DAQUELES gigantes (obviamente não pode ser sempre) mas este refresh foi muito bem vindo, e certos pormenores durante o evento que foram interessantes. Gostei especialmente do AppleTV, embora a parte de “Rentals only” não me agrade. Deveria ser possível fazer compras e manter na cloud para visualizar quando se quisesse…

        Eu pelo menos sou daqueles que gosto volta e meia ver pequenos detalhes num filme, e embora seja um preço sempre a decrescer no aluguer, penso que deveria haver a possíbilidade de compra também, com o mesmo metodo de “cloud”. Resta agora saber quando estará disponível esse serviço cá em Portugal. De qualquer forma os outros serviços associados como Youtube, Nexflix, etc… são sempre uma mais valia para o AppleTV.

        • Ppietra says:

          Eu adorei o Touch e acho que vou comprar! Quanto à câmara, sem dúvida que a qualidade da imagem vai além dos MP, mas 0,7MP não é suficiente para termos uma imagem que se possa apreciar verdadeiramente, nem falo em imprimir, há demasiada perda de definição. Se vires bem o tamanho é pouco maior que o nº pixeis do ecrã.

          Quanto aos Rentals… tu podes sempre comprar no computador ou iPod/iPhone e depois ver pela AppleTV. Embora não seja um produto que me seduza

  11. Tiago Dias says:

    Lembrei-me agora de uma coisa que devia de ser revista no iPod Touch: a parte metálica traseira. Risca-se mesmo muito facilmente.. quem quiser mantê-la bonita como se compra tem obrigatoriamente que usar capas.

    Podiam mudar o tipo de metal, ou com algum revestimento que seja mais resistente a riscos, porque o metal actual risca-se com a maior das facilidades.

    Há por exemplo o nokia E71, cuja carcaça é feita num metal bastante bonito e ainda mais resistente. Algo desse género seria agradável..

    • a Friend® says:

      Sobrescrevo. É a coisa que mais detesto no iPod touch, é ter a traseira metálica (inox).

      Extremamente fácil de riscar e tinha fé que mudassem isso. É muito bonito ao inicio apenas…

      • Tiago Dias says:

        Algo como o Nokia E71 acho que ficaria muito bem mesmo. Não sei que tipo de metal é, mas é bonito, extremamente resistente e não risca!

        Andei com o meu iPod touch mais ou menos 2 semanas sem capa, e mesmo tendo o máximo cuidado já ficou com a traseira riscada..

  12. pill says:

    estava mesmo a espera deste ipod touch, vou comprar um para substituir o meu ipod 2 geração.

  13. Redhawk says:

    Bem, relacionado com esta notícia mas apenas para dar nota, estive a ver em directo no meu iPhone e só posso dizer que a transmissão foi BRUTAL! Sem lag, sem qualquer falha, imagem perfeita, uma coisa por demais. Só quem teve a oportunidade de acompanhar é que consegue compreender. Estava a ver com um amigo que tem um HD2 e a expressão dele que me fez rir ao ver: “Também quero 1 iPhone!”

    • Tiago Dias says:

      Confirmo que a transmissão foi mesmo fantástica! Acompanhei no iPod touch a partir da apresentação dos iPods e estava muito boa mesmo! Só no fim é que tive umas pequenas falhas, mas até aí esteve perfeita!

    • Marco Albuquerque says:

      Também confirmo! Vi no início num iPod Touch ligado a umas colunas. Depois a partir do Nano, vi num Macbook White. Também não houve nenhum problema, no fim é que estava intermitente. A Apple sabe o que faz e para adoptar este protocolo, e somente para Mac OSX é porque tem motivos. Digo eu.

    • a Friend® says:

      Bem a transmissão em HD foi mesmo demais… e muita gente tentou fazer um bypass via VLC mas penso que sem sucesso.

      Esta tecnologia está muito boa mesmo.. HTML Streaming.
      Eu não vi no iPhone mas acompanhei tudo via Safari no Mac.

      Mais cedo ou mais tarde as outras plataformas irão ter esse suporte, que é fantastico! Imaginem um Youtube assim! 😀

  14. Vítor M. says:

    Excelente trabalho Hugo e Marisa.

    Como havíamos já falado aqui, a Apple apostou forte no iPod. Os novos produtos ligados à gama iPod estão, alguns, atractivos. O preço é que…

    • Sevy says:

      Sim tens razão para não variar a apple estica-se no preço é o principal factor que me afasta dos produtos da maçã

    • Marco Albuquerque says:

      Desta vez até baixou em 6€ o preço do Shuffle. Claro que comparando com outros leitores de MP3 é caríssimo, mas temos que ver que é um produto Apple. Eu penso assim.

      • Bruno Gonçalves says:

        Concordo com o que o Vítor e o Sevy mencionaram…Os novos produtos Ipod estão de facto atractivos (nem todos eles, mas é só a minha opinião..), mas os preços por a Apple praticados chegam a ser exagerados…um Ipod Shuffle nem de longe justifica o preço…quer me parecer que a Apple às vezes exagera por haver pessoal (e não estou a dizer que sejas tu..) que compra só por ser Apple mesmo quando a relação preço/ qualidade não é a melhor…
        Abraço
        Bruno

        • Marco Albuquerque says:

          Tipo, gosto dos produtos da Apple, mas não compro tudo o que vejo. O que eu queria dizer era que se paga a “Marca Apple”. Pela experiência que tive em relação a produtos da Apple, confirmo que a qualidade de construção é EXCELENTE! Lol. Mas também é verdade que os preços, por vezes, são exagerados. Já tive o Shuffle 2ªG, Touch 1ªG e o Nano 5ªG. Gostei de todos, mas o Touch custou-me 279€. Agora o de 3ª custa 189€. Acho um valor ideal, para o aparelho que é e comparando com o valor antigo. Um nano a 100€ era o ideal. O Shuffle a 30 ou 35.

  15. João Dias says:

    Em primeiro lugar, parabéns ao pplware por ter seguido o evento. Em segundo, parabéns à Apple por ter disponibilizado um stream do evento.

    Quanto ao resto, acho que vou ter que discordar de 90% dos comentários aqui. Eu esperava muito mais disto.

    Foi um chorrilho de novidades sem interesse nenhum para mim.
    1- “Temos uma nova gama de ipods” Ah, fixe

    2- “Temos uma Apple TV que custa agora 99 dólares” Fixe, mas não estou interessado

    3- “Temos um iPod Touch com ecrã retira, e outras cenas” Ok, mas nada de impressionável

    4- “Temos a possibilidade de imprimir com o iPad, com tecnologia sem fios” Ok, mas não resolve o problema para quem não tem impressora wifi, a meu ver.

    5- “Temos o novo iTunes 10 e uma rede social”
    Não percebo a novidade do Ping.
    Além de ser uma suposta rede social de música apenas para pessoas que usam o iTunes, vem com cheiro a revolucionária, mas que não revoluciona nada.

    Eu gosto de alguns produtos da Apple, mas vamos ser imparciais. Aquilo é uma cópia descarada do Twitter + Facebook + Last.fm.
    É que eu consigo aceder a estes três a partir de qualquer computador, telemóvel, pda, bla bla bla. Basta ter uma ligação à internet.
    O Steve Jobs, por muito bom apresentador que seja, não pode dizer que esta é verdadeiramente a primeira rede social dedicada apenas à música, quando a Last.FM, o Spotify e outras já existem há bastante tempo.

    Sim, está muito bem organizado, a julgar pelas imagens no iTunes (porque raio tinha a Apple que escolher a Lady Gaga…). Não quero dar uma de Bill-Gates-anos-90 que erra sempre nas previsões, mas acho que é algo que não tem muito futuro. Não é acessível
    Já para não falar do novo logo. É feio, dê por onde der. Parece que regrediram. O outro não era muito bonito, mas caramba, há lá designers a serem pagos a peso de outro.

    Já sei que vou receber aí umas ameaças de morte, ou coisa assim, mas a Apple teve um evento, no mínimo, redundante. Redundante na gama de coisas que apresentou, redundante na forma como anunciou os novos produtos.

    O que ainda me é capaz de entusiasmar, é aquele AirTunes.

    Até mesmo os que odeiam a empresa com todas as forças, esperam algo mais.

    A Apple quando faz bem, faz mesmo muito bem. É bastante boa a organizar as coisas, a apresentar as coisas para os olhos se alimentarem, mas acho que, pelo menos eu, precisava de ter algo mais.

    • a Friend® says:

      “Aquilo é uma cópia descarada do Twitter + Facebook + Last.fm.”

      Mas ele próprio fez referência a esses serviços, e explicou que como o iTunes é o mercado de Mp3 numero 1, precisava de algo assim também, porque são mesmo muitos utilizadores do serviço e é claro, seria um erro não acompanhar a evolução.

      Agora quem compra musicas no iTunes tem a vida facilitada sem ter que recorrer a outras redes sociais para partilhar informações de música. Não é nada inovador, mas é um complemento de longe necessário e fulcral para aumentar ainda mais o numero de vendas. Hoje em dia a empresa que não acompanhar as redees sociais está tramada, porque elas é que mantêm a popularidade dos serviços… e o iTunes sem isso, muito tem ele sobrevivido… 😉

    • Relvas says:

      quanto ao ponto 4… é possivel imprimires a partir do ipad para uma impressora que esteja ligada a um mac ou a um pc com windows! resolve-se assim o teu grande problema 😉

    • Ppietra says:

      Não foi o mais deslumbrante, mas pergunto-te o que é tu estavas à espera para teres que escrever este testamento!? – acabas por não dizer! Uma nova colecção de iPods certamente que já não consegue rivalizar com o iPhone, e ninguém espera que o iPod Touch seja melhor que o iPhone que saiu há 2-3 meses, mas não deixa de ser bom hardware!
      Tb acho interessante a tua teoria sobre o iTunes não ter futuro – o facto de ser a maior loja de música deve passar ao lado! É óbvio que precisa de sofrer mudanças para acompanhar as novas formas de se aceder a conteúdos, mas caso não saibas isso está para breve e estará muito mais dependente das discográficas do que da Apple, espera uns mesitos e verás.

      • João Dias says:

        1- @ a Friend eu entendo isso, mas, do meu ponto de vista, uma rede social limitada a quem utiliza um determinado programa, não é realmente “social”.

        2- @ Relvas Sim, eu sei que isso se pode fazer, mas acabas por não resolver o problema, se o teu pc não tiver o dispositivo capaz de receber os dados (bluetooth, etc). Os Macs mais recentes têm, mas nem só de Macs vive o iPad 🙂

        3- @Ppietra

        Escrevi um testamento, mas obrigado por teres lido todo. Nem me parece que haja limite de caracteres aqui.

        Bom, em primeiro lugar, eu nunca referi que o iTunes não tinha futuro. Ele continua a ser o meu player de eleição no Windows, e utilizo-o ainda bastantes vezes (estou a actualizá-lo para a versão 10, neste momento). Faz aquilo que o Windows Media Player faz, mas melhor, com melhor organização e maior suporte.

        Em segundo lugar, acho que esperava coisas revolucionárias. Mas realmente revolucionárias. Este Ping seria uma grande coisa, se fosse disponibilizado num website, para que todos pudessem aceder a essa rede social. Aí sim, teria uma rede social que realmente eu iria aderir. Tal como escrevi antes, eu queria saber mais coisas. Foi um evento que não teve um “wow”. É isso que quero fazer entender. Não posso esperar coisas revolucionárias, das quais eu sei já que vão acontecer, porque isso não faz sentido. Mas esperava um “wow”, e fiquei decepcionado.

        Em último, eu não sou teórico de coisa nenhuma, como diz aí, apenas partilho a minha opinião.

        • Tiago Dias says:

          Quanto à parte do “wow” na apresentação, isso já não era de esperar. Esperavam-se algumas mudanças, nuns produtos maiores e noutros menores, e foi o que aconteceu..

          Não se esperava nada de novo, nem nada de “wow”, por isso a expectativa nunca podia ser muito além do refresh que foi apresentado…

        • Ppietra says:

          Peço desculpa, pelos vistos estavas a referir-te então ao futuro do Ping, mas da forma como escreveste dava para lançar alguma confusão!
          Quanto ao Ping não posso deixar uma opinião pois não terá grande utilidade para mim! No entanto acho que enquanto o iTunes não estiver montado na Web seria um pouco prematuro poder aceder ao Ping no browser pois a maioria da funcionalidade não estaria presente, não concordas?
          E que coisas revolucionárias é que poderiam aparecer!? Querias um computador ligado à TV? Há sempre limites para as expectativas. Tb não fiquei muito impressionado, mas tb não esperava revoluções!
          Quanto a teorias, qualquer pessoa que apresente argumentos para se obter uma hipótese/opinião (não ter futuro neste caso) está a formular uma teoria… pode não ser cientifica ou muito bem delineada mas é uma teoria!

        • a Friend® says:

          Mas o ping não foi feito para ser um Facebook, ele é apenas para o iTunes feito para promover e sugerir músicas. É uma forma de manter o iTunes “vivo”.

          Todos os serviços de venda músical, têm este tipo de “rede social”…

          Obviamente que se fosse intenção de rivalizar um Facebook, eles teriam feito de outra forma. Mas não é o caso, até porque este tem integração com o Facebook e não estou mesmo nada a ver a Apple a meter-se num mercado já batido, e bem sucedido pelo Facebook. Seria um projecto que morreria na praia.

          Mas pensa assim, este Ping é apenas um complemento de manter os clientes activos no iTunes. Eles existem e não são nada poucos, só que só abriam o iTunes para comprar musicas e filmes e fechar… nada mais. Agora podem ter uma interacção diferente com amigos e isso, com grande intenção da Apple, irá fazer disparar o numero de vendas de música ainda mais. Eles não poderiam dormir À sombra da bananeira e “renovar” o iTunes.. senão, mesmo sendo actualmente a store online de música numero 1, a concorrência é feroz e o que hoje está tudo bem, amanhã poderá não estar. 😉

        • Ppietra says:

          “se o teu pc não tiver o dispositivo capaz de receber os dados (bluetooth, etc)”
          Quanto a isto acho raro que alguém se encontre nessa posição com um iPad. Se alguém compra um iPad sem ter WiFi por onde anda mais, então fez uma má escolha pois este é um verdadeiro dispositivo sem fios para a internet!
          Podes é argumentar que nem sempre será fácil pôr a sua impressora a funcionar em rede com o iPad, e que ligar directamente a uma impressora seria melhor.
          Mas é esperar para obter todos os pormenores, quem sabe se não implementam suporte por USB tal como para os teclados!?

        • Marco Albuquerque says:

          Também achei um bocado “pouco” para a Apple. Mas de qualquer forma não estava a esperar demais desta Keynote. Na minha ideia a Apple queria provocar esse “WOW” que falas com o lançamento do “iPod Nano” com Multi-Touch… Mas na minha opinião, foi muito mal conseguido… É muito igual ao Shuffle(devido ao tamanho e ao clip) e para ter Multi-Touch num iPod, compro o Touch. O Nano é fixe (quer dizer, era) porque era fininho e tal e tinha a imagem de marca: Click-Wheel. Não tenho muito interesse na Apple TV, mas achei fixe terem diminuído para 1/4 o seu tamanho e o preço para 99$.

  16. Lokier says:

    “19:15 – A nova Apple TV é pequena, 1/4 do tamanho da Appla TV actual. Parece um disco de hóquei, de cor escura. Possui novas características como HDMI, USB (:-o), Ethernet, Audio Óptico e Wi-Fi.”

    Pelo que vejo na loja da Apple, a Apple TV antiga tinha USB e até RGB, mas a nova já não tem, apenas HDMI, RJ45 e MicroUSB (apenas para suporte).

    • Ppietra says:

      O USB na anterior tb só estava lá para suporte! Só através de hacks é que se podia usar… Agora terão que descobrir novos hacks, pois todo o sistema é diferente!

  17. Kazzar says:

    para quem quer saber mais sobre os problemas com o sensor de proximidade, pode passar por http://blog.gsmarena.com/apple-iphone-4-proximity-sensor-acts-weird-we’ve-got-the-video-to-prove-it/

    • afrsa says:

      Claramente o gajo é que estava a segurar de forma errada o tapete do rato! 😀 ;P

    • alfa20 says:

      “We just did the same test with a couple of iPhone 3G units – one was running on the iOS4, while the other was on iPhone OS 3.1.2. They both performed identically so we can confirm that the problem isn’t in the Apple latest smartphone platform. Obviously the iPhone 4 uses a different proximity sensor, which causes the issues”

      Mais um bug para o catálogo 🙂

  18. afrsa says:

    Relativamente ao Ping, não tinha a Microsoft, com o Zune, criado algo muito semelhante à 3 anos atrás?

  19. eduardo says:

    Ora viva a todos, para quando irá sair o iPod Touch em Portugal?? Alguém sabe?? Cump

  20. Hugo Cura says:

    O artigo foi actualizado com todos os vídeos da Keynote, nos locais respectivos.

  21. EacHTimE says:

    Suponho que o iPod classic não exista mais..

  22. João !! says:

    Malta onde é que a Apple Tv está mais barata, cá em Portugal? 99$ ~ 73€ isto é mesmo barato :S só encontro a partir de 130€ :/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.