Quantcast
PplWare Mobile

Proteja os seus olhos contra a radiação emitida por ecrãs

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Maria Inês Coelho


  1. Rui says:

    Disseram me que tlms com amoled n faz mal aos olhos na fnac, e verdade?

  2. Guest says:

    Convém é também dizer que emitem de facto radiações UV sim, mas apenas nos ecrãs antigos CRT e em quantidade muito muito baixa, dado que nos novos ecrãs LCD que temos hoje nas nossas televisões, computadores, ou smartphones não emitem coisíssima nenhuma. A informação é logo no início errada.
    Quanto à luz artificial, os óculos Zappi fazem o quê em particular que eu não consigo fazer reduzindo o brilho do ecrã?

    Mas claro que aqui o que importa é vender. Boa sorte Zappi.

  3. CC says:

    vou esperar pelo review lá para dezembro (altura quando aparecem), mas parecem ser interessantes e n parece demorar mto a chegar ao destino: “When shipped to the UK and Europe delivery will take 2-5 days.”

  4. pedro says:

    Será que não é mais uma coisa que só vai servir para “tirar dinheiro a um pobre” com a manipulação de ideias do pessoal, e no fim o resultado ser o mesmo do que sem eles? Já agora, só uma curiosidade: nós próprios somos radiação ambulante. Simplesmente é de tipo diferente.

  5. Sérgio says:

    O mais simples era fazer os ecrãs já com o tal filtro UV 400

  6. iDroid says:

    Em fóruns não costumo dar muita importância a erros ortográficos, até porque a escrita é fluída e quer-se rápida, mas quando tal acontece em sites e negócios ditos sérios, aí o caso muda de figura. Digo isto, pois no site https://www.indiegogo.com/projects/zappi-world-s-first-crowdsourced-computer-glasses#/story, na timeline é dito que os óculos entram em produção em “Septmeber”. E está tudo dito.

  7. Áquila Freitas says:

    Antigamente só bombas atômicas é que causavam radiação, daqui a pouco até as latas de atum têm escrito a quantidade de radiação que contém.

  8. PAULO SILVA says:

    boas

    já estão a sair os monitores da AOC que não emitem luz azul perigosa, alem disso as lentes da zeiss, essilor, e hoya já tem uma gama dedicada para quem usa muito IT, com um filtro de luz azul nociva.

    basta consultar os sites das respectivas marcas.
    Para quem quiser basta olhar a contra-capa deste mês da revista exame informatica que a zeiss fez uma publicidade dedicada a gama de lentes digitais, para profissionais e não só com o filtro de luz azul.

  9. int3 says:

    Deixem-me pensar: Pixel é formado por 3 emissores de luz – Red Green Blue (RGB). Cada um emite num comprimento de onda. Porque é que emite UV? … Eu acho que não emite quase nada. Deve ser mais outra coisa igual ás pulseiras do equilibrio…. ahaha

    • Marco Silva says:

      Não UV mas sim led ou luz azul….
      Agora mutiplica o quase nada de um pixel por uma imagem em milhões de pixeis… 😉

    • Marco Chapita says:

      e que acertaste em cheio isto é igualzinho as pulseiras do equilibrio que ofereciam forca sobrehumana ressistencia sem limites.lolol.e istoéo mesmo,tal como ja foi dito a emitir radiacoes é uma coisa tao minima que mesmo em longa exposicao ao ecran nao ficamos com os olhos piores do que passar um dia inteiro no trabalho agarrado ao computador a consultar ficheiros.e ainda ninguem ficou mal por causa disso,como ja foi dito aqui antigamente sim eram muito maus os ecrans agora estao bem melhores.

    • luis verdasca says:

      shiu, estás a estragar o negócio à empresa.
      sinceramente, se os equipamentos forem usados com iluminação adequada e com intervalos, os problemas dos olhos são evitados e/ou minimizados. mesmo que estes óculos servissem para alguma coisa, não seriam a solução, apenas um analgésico.
      além disso, há softwre gratuito (f.lux para windows e mac e redshift para linux) que limitam a temperatura de cor dos ecrãs, o que ajuda bastante os olhos.

      • Luis Rocha says:

        Para quem critica Bomba Atómica com acento circunflexo e escreve com minúscula no principio de cada parágrafo … é de fazer chorar as pedras da calçada.

        • luis verdasca says:

          até tens razão, de certo modo. mas faço isso deliberadamente. não por desconhecimento. não é que isso seja desculpa mas não quis deixar de esclarecer.

  10. fennel says:

    Pessoal experimentem o f.lux um programa excelente que altera a cor do ecra de forma a nao cansar tanto a vista. vale a pena experimentar.

  11. Benchmark do iPhone 6 says:

    Por falar em ver – já fizeram um teste de daltonismo ? http://colorvisiontesting.com/ishihara.htm

    Em miúdo li uma história de alguém (e os filhos) que não conseguia distinguir o vermelho do verde – uma festa a apanhar morangos 🙂

    Uma app que pode ajudar essas pessoas – através da câmara do smartphone, em tempo real, quem não distingue o vermelho (e outras cores em que entra o vermelho, como o laranja e o amarelo) pode ver a “assinatura” dessas cores através de riscos diferentes que aparecem nas figuras. Não deve dar para apanhar morangos, mas deve ser útil..

    https://itunes.apple.com/pt/app/id997446505?mt=8

  12. Diogo Vila Viçosa says:

    Não estaremos aqui a falar de banha da cobra? Como se pode ler neste link do MIT:

    https://ehs.mit.edu/site/content/radiation-computer-monitors

    “The intensity of UV radiation emitted from monitors is lower than that from fluorescent lights, and much lower than that from the sun.”

    Se calhar é apenas um produto para curar o que não existe como as Homeopatias, as Consultas da Alma e afins… não?

  13. Diogo Vila Viçosa says:

    Btw, o que é “luz azul artificial?” Parece um nome pomposo e assustador para…. um LED azul. Ou estarei enganado?

  14. Diogo Vila Viçosa says:

    Já agora, o que é “luz azul artificial?” Parece um nome pomposo e assustador para…. um LED azul. Ou estarei enganado?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.