PplWare Mobile

Gravações do Google Assistant são ouvidas por colaboradores da Google


Desenvolveu desde cedo o gosto pela escrita e comunicação. Em leis formado, tem como hobbies a aquariofilia e a música. Mas é na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e no Pplware a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.

Destaques PPLWARE

  1. Fulano says:

    A Huawei o quê?

  2. Sujeito says:

    Ora pois. Primeiro era coisa de malucos. É sempre, até ser verdade ao descoberto.

    Uma taxa de “erro” de 15.3% na amostra de 1000 gravações, apenas nesta amostra. Terrível por qualquer standard.

    Quanto ao RGPD, apesar de mencionado no artigo como não estando a ser implementado de forma apurada, é, independentemente de ser bem ou mal implementado, irrelevante. Neste e em todos os restantes casos.

    Mais uma coisa de malucos, certamente.

    • Rui Bacelar says:

      Quanto à taxa de erro veja-se que é muito fácil ativar a assistente, sobretudo nos Google Home. Quantas vezes não basta estar a ver um filme sem auscultadores e qualquer palavra similar a Hi, ou Google, faz ativar o produto. Tenho aqui um Home mini mesmo à minha frente e estava ciente desta prática. Surpreende pela escala e pelos detalhes, o facto de parte desses trechos automaticamente gravados serem transcritos e por aí fora.
      Provavelmente, se todo o processo fosse automatizado (transcrição) isto não se viria a saber.

      • mlopes says:

        não deixa de ser igualmente grave e fico estupefacto que quem escreve para um blog do tipo do pplware não estranhe o facto.
        é absolutamente inadmissível que uma empresa grave conversas ou comandos de viz dos utilizadores de um produto, independentemente do modo e porque método as gravações são tratadas! inadmissível! um abuso dos direitos fundamentais que parece estar a começar a ser levado “na boa”, até por pessoas que se supunha informadas.

  3. Conspirador says:

    Estavam a espero do quê?

  4. RPG says:

    Bem.. e novidades há? Triste é isto ainda ser notícia para muitos..
    Ora, seguindo o raciocínio primitivo do ignorante aka polpas, todos os países do mundo deveriam boicotar a Google.. um sério risco para a segurança nacional de cada um LOLOL.. ah mas espera, ele claro nem devia ter conhecimento disto (ironia).

  5. Alfie says:

    “Em suma, é aqui que podem residir os problemas para a empresa”???
    Os problemas são para nós!
    Os problemas são a falta de privacidade, e não só, que a desenfreada procura de lucros provoca.
    Que mundo cão!

  6. LG says:

    Fixe! Mais conspirações!

    “Extraordinary claims require extraordinary evidence”… coisa que nunca há…

  7. Fernando says:

    Um passarinho disse-me que a versão PT-PT está quase pronta…

  8. Diogo says:

    Não sei se percebi bem, mas é dito neste artigo que o Google Home também grava e envia para os servidores da Google tudo o que é dito antes do comando “Hey Google” ser ativado?

    O dispositivo estar a ouvir constantemente é normal porque para reconhecer o “Hey Google” tem que estar à escuta, mas enviar para os servidores só deve (ou deveria) após a ativação “Hey Google” ser bem sucedida.

  9. BlackFerdyPT says:

    Relativamente à Alexa da Amazon, a mesma coisa já foi também denunciada: https://www.zerohedge.com/news/2019-04-10/global-network-amazon-employees-listening-alexa-conversations (tendo até já havido utilizadores que conseguiram aceder às gravações de outros utilizadores: https://www.dailymail.co.uk/sciencetech/article-6515581/Amazon-error-allowed-Alexa-user-eavesdrop-home.html)

    Sendo que, a última consegue ser ainda mais “engraçada” do que o assistente da Google… Pois,

    (1) desde permitir que os operadores da Amazon saibam a morada dos utilizadores (https://www.zerohedge.com/news/2019-04-24/thousands-amazon-alexa-eavesdroppers-can-access-users-home-addresses)
    (2) a provocar raides policiais na casa de alguém, quando esse alguém nem sequer está em casa (https://www.rt.com/news/409413-alexa-amazon-police-raid/)
    (3) a emitir, do nada, mensagens arrepiantes (https://www.dailymail.co.uk/sciencetech/article-5866565/Echo-owner-creeped-Alexa-blurts-time-close-eyes-people-dying.html)
    (4) a rir-se dos seus utilizadores e a ignorar os seus comandos (https://www.dailymail.co.uk/sciencetech/article-5470379/Amazons-Alexa-voice-assistant-wont-stop-randomly-laughing.html)
    (5) a até contrariar os comandos dos seus utilizadores (https://www.buzzfeednews.com/article/venessawong/amazon-alexa-devices-are-laughing-creepy)

    os indícios são de que, mais do que usada para espiar as pessoas, a Alexa é usada (pelos seus operadores) para gozar com as mesmas.

  10. GM says:

    Dispenso. O meu assistente sou eu mesmo. Como dizia uma publicidade antiga: “….vá pelos seus dedos.”

  11. José Pedro says:

    Já percebi. A Google é chinesa!

  12. iDespairing says:

    Ponho a parte a falta de privacidade bem conhecida. O triste presente e futuro para quem esteja só, é infelizmente falar com estes assistentes pessoais. Também usem menos as redes sociais. Saem mais para conhecer e conviver com pessoas de carne e osso.

  13. LA says:

    Infelizmente já era de esperar. E será que não se passa o mesmo, com outros aparelhos?

  14. Rodrigo Maia says:

    Já sabem quando forem gravados pelas empresas comecem a cantar Maria Leal 😀
    Vamos ver se assim deixam de nos espiar

  15. ermac39 says:

    Encontrei isto: https://omeganex.com/ (assistente de voz encriptado / indiegogo) ,se for com servidores nos usa ,não me interessa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.