Quantcast
PplWare Mobile

Image Capture

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: João Coutinho


  1. Miguel Guerra says:

    Boa!

    Nunca me tinha dado “trabalho” de verpara que servia esta aplicação. 🙂

  2. Jorge says:

    Só é pena não existir para Windows!

  3. A friend says:

    Realmente a forma como o Mac simplifica as coisas é excelente…
    Tenho esperança que pequenos programas como este sirvam de exemplo pra o windows 7 😉

  4. Pedro says:

    Pois..Também tenho pena que não exista para Windows..:/

    http://www.futeboltuga.com

  5. nrthpole says:

    Olá.

    Eu pessoalmente uso a Captura de Imagem (Image Capture) mas com outros fins. Uso-a como utilitário do scanner.

  6. boa tarde,

    humm parece-me interessante mas o iPhoto nao faz isso directo ? eu uso o iphoto acho mesmo pratico. mas vou procurar esta aplicação penso que o meu nao veio com isso.

    abraço

  7. @des.vitormachado: Faz! Mas há alturas em que carregar uma livraria do iPhoto de 60Gb poderá não ser interessante. Podemos também não usar o iPhoto para determinadas fotografias, como fotografias tipo Raw ou de carácter profissional.

  8. Blizard says:

    Não é por nada…
    Mas o windows também faz isto lol

    http://truquestelemoveis.blogspot.com/

  9. Miguel Guerra says:

    Essa de servir como utilitário de scanner é muito boa! Mais uma novidade, para mim!

    @des.vitormachado
    Não sei qual a tua versão de SO. Se for o Leopard, já vem com esta aplicação.

  10. Pedro Molinar says:

    Uma das funções do “Image Capture é tambem a de partilhar na rede qualquer scanner que esteja ligado ao nosso Mac. (dentro dos suportados claro) . Do mesmo modo é a aplicação a usar quando queremos aceder a um outro scanner da rede partilhado noutro Mac

  11. o windows faz tudo o que o unix faz e vice versa… é so encontrar as aplicções!

    @João Coutinho

    yep tens razao mas eu normalmente quando estou a trabalhar com RAW ou HDRI uso o bridge da Adobe é pesadito mas bem mais viavel digo eu!

    ja estive a ver o image capture é… continuo a usar o iphoto lol um gajo abitua-se a certas coisas e depois o comodismo também nao ajuda.

    “bitaite” podias fazer ai um post de uma palicação AlarmClock era interessante eu tenho alugns aqui jeitosos. para que gostar de ter um snooze diferente ehehe
    abraço

  12. BESTCINE says:

    Existe algo parecido para Windows??

    Obrigado,

    ———-

    http://www.best-cine.com/

  13. E agora vinha aqui só para meter nojo porque o Linux já tem isso há imenso tempo (Mac copiou, e agora Windows copia por ele, mas quem fica com o mérito é o Windows…)… Tou num mau dia, não liguem…

  14. @Bruno Bernardino: O image capture já existe desde 2001 aquando do lançamento do Mac Os 10.0 como podes confirmar em http://en.wikipedia.org/wiki/Image_Capture e http://en.wikipedia.org/wiki/Mac_OS_X_v10.0.

  15. @João Coutinho

    Tudo bem, que até nem tenha copiado (não é que não seja uma feature tipo requisito, é um pouco como dizer que a Toyota copiou as rodas da Ford), a referência mais antiga que encontrei assim numa pesquisa rápida foi de um bug em 08.2002 (http://osdir.com/ml/redhat.release.limbo/2002-08/msg02758.html), mas não deixa de ser verdade que quem fica com o mérito acaba sempre por ser a Microsoft.

    Tenho de lhes dar mérito por terem o melhor marketing.

    P.S.: Não penses que estou a insultar ou a denegrir a imagem do Mac, acho que é um grande sistema operativo (os computadores em que vem é que são estupidamente caros), mas prefiro o meu livre e personalizável linux.

  16. @Bruno Bernardino: Mas a aplicação que falas é de screen shots?

  17. Epa estou mesmo palerma… tens razão, eu estava a falar disso mas o Image Capture não tem nada a ver… o equivalente em Linux é o F-Spot

    Não ligues… queria só deixar a imagem de revoltado contra o monopólio da microsoft, mais nada 🙂

    Parabéns pelo post!

  18. @Bruno Bernardino: Estamos aqui para isso!

  19. A friend says:

    Existe para Windows, mas não com a simplicidade da Apple 😉

  20. JyKA says:

    Épa tanta confusão para quê?

    O PICASA faz isso e muito mais.

    Alem disso é gratuito, não vem istalado de origem, dá para instalar e desinstalar, pode ser usado, e até para quem tem problemas com monopolios, oligopolios e afins, até podem não usar.

    Captura, edita, organiza, não altera a imagem, exporta, importa, publica, cria albuns, cria slides, etc, etc, acho que só não faz batatas fritas nem chamadas telefonicas.

    fiquem bem!

  21. JyKA says:

    Só falta acrescentar que funciona em

    Windows, Mac e Linux

    Que mais querem?!

  22. @JyKA: Porquê comparar um alfinete com uma máquina de costura. Este artigo serviu para revelar uma aplicação que vem de raiz com o Mac OS, gratuita, leve, e que executa determinadas funções da forma mais simples. De uma coisa estou certo, não faz tostas mistas nem serve imperiais 🙂

    O Picasa é excelente, atrás do iPhoto quando falamos de MacOS!

  23. JyKa says:

    @João Coutinho

    Quando sair o IPhoto 9 provavelmente será um concorrente de peso para o Picasa.

    Actualmente acho que o Picasa ganha uns pontinhos.

    Uma das grandes vantagens a meu ver, alem da grande qualidade do Picasa, é a sua disponibilidade para varios SO’s.

    Valorizo muito os criadores de software que não se incomodam em criarem software para as diversas plantaformas existentes.

    Porque não começar a lutar pela compatibilidade das aplicações nos diversos SO’s?

    Sugestão:
    Criar um movimento pela compatibilização das aplicações para os mais variadas plantaformas, como por exemplo o OpenOffice.org, quer no software Proprietario quer para o software Livre.

    Acho que ficavam tanto os produtores como os consumidores a ganhar.

    Pensem nisso!

  24. @JyKa

    Estas duas frases são contraditórias:

    “Uma das grandes vantagens a meu ver, alem da grande qualidade do Picasa, é a sua disponibilidade para varios SO’s.

    Valorizo muito os criadores de software que não se incomodam em criarem software para as diversas plantaformas existentes.”

    O OpenOffice é compatível com várias plataformas, também não compreendi a ideia… se estás a dizer que deveríamos “lutar” para que as aplicações fossem desenvolvidas para todos os SO’s e não só para um ou dois, concordo perfeitamente!

  25. Pedro says:

    Em windows uso a funcionalidade do Picasa 3. Rápido, fácil e eficiente.

  26. @JyKa: Falei no MacOs, e ai o Picasa está muito longe do iPhoto, sobretudo porque não tira partido de algumas funcionalidades que o iPhoto possui, como por exemplo, o arrastar das fotos directamente para outra aplicação ou para o finder. Com o Picasa isso não é possível!

    Contudo, espero que o Picasa possa melhorar. Acredita que o instalei no primeiro dia que saiu, mas nunca mais o usei. Se calhar lá voltarei para publicar alguns videos no youtube das minhas fotos.

  27. JyKa says:

    @Bruno Bernardino

    Onde está a contradição?

    – OpenOffice.org é desenvolvido para Windows, Linux, Solaris, Mac OSX Intel Mac OSX PPC;
    – Picasa é desenvlvido para Windows, Linux e Mac;
    – Microsoft Office é desenvolvido para Windows e Mac, falta para Linux

    ILife e IWorks só Mac -> má ideia

    Tirando o Safari, Itunes, Quicktime e pouco mais que a Apple desenvolve a pensar em outras plantaformas, o restante software Apple e os seus Developers ficam muito incomodados no seu desenvolvimento para outras plantaformas.

    Se o IPhoto é bom, e sei que sim, então porquê não desenvolver para Windows ou Linux, a pagar claro porque não há almoços gratis.

    Se um individuo tiver de trabalhar com ferramentas que só existem para Windows, não vai comprar um Mac só porque o hardware e o seu sistema operativo é bom.

    É verdade que pode instalar o Windows num Mac mas quanto custa a licença? sabem? Têm de se adquirir uma licença RETAIL e não OEM.

    Mal comparado é querer ter um Ferrari e ter de usar Gasoleo. Mas pode ter um Lada e usar Galp GeForce.

    Até já!

  28. @JyKa

    Ok, depois desse comentário tive a ler e reler o teu comentário anterior, até que percebi:

    Com:
    “Valorizo muito os criadores de software que não se incomodam em criarem software para as diversas plantaformas existentes.”

    Queres dizer “Valorizo muito os criadores de software que não se importam em criar software para as diversas plataformas existentes”, é porque eu percebi que valorizavas que não se incomodava do género: “nem faço! não me incomodo com isso”.

    Claro que concordo contigo, depois de ter percebido a forma como “disseste” (porque escrito pode ter várias interpretações, este foi um desses casos) aquela frase.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.