Notepad++ 6.0 – Provavelmente o melhor editor de texto

Os editores de texto são muitas vezes umas das principais ferramentas de desenvolvimento para quem usa o computador para o seu trabalho. Devem por isso ser ferramentas com capacidades bem mais sólidas que as que os editores que acompanham esses sistemas operativos disponibilizam.

Existem muitos editores de texto disponíveis para o Windows, mas poucos conseguem suplantar as funcionalidades que o Notepad++ tem à vossa disposição. Este grande editor atingiu agora a versão 6 e mostra-se cada vez mais capaz.



Este editor de texto tem todas as características para ser o eleito de muitos de vós, se não o é já. Para além de uma interface bem construída e de simples utilização, consegue dar a todos os que programam o acesso a mais de 40 sintaxes de programação.

Fica assim facilitada a tarefa de programar na vossa linguagem preferida e com a certeza de estarem a usar as funções correctas e que não cometem erros básicos.

A juntar a esta capacidade podem encontrar ainda um sistema de plugins que vão facilitar ainda mais a vida de quem utiliza o Notepad++. Os plugins podem ser adicionados, actualizados ou removidos dentro da própria interface do Notepad++ para que tenham uma ainda maior integração.

Com a instalação de raiz, e para que o Notepad++ não seja muito pesado, apenas alguns plugins são instalados. Esses são os plugins que são considerados essenciais e os que nativamente são entendidos como os que devem acompanhar o Notepad++. Essa lista é a seguinte:

  • Spell Checker
  • NppFTP
  • NppExport
  • Plugin Manager
  • Converter

As excelentes capacidades do Notepad++ devem-se ao facto de ter sido desenvolvido sobre o Scintilla. Este poderoso componente de edição serviu de base à criação do Notepad++, tendo este sido posteriormente desenvolvido em C++ e com recurso à API Win32, de forma nativa.

Claro que a maioria de todos conhecem o Notepad++ e as suas capacidades. Trata de ficheiros de forma extremamente rápida, permite que tenham abertos vários ficheiros (em separadores), faz uso de expressões regulares e tem suporte para drag and drop de ficheiros para a sua interface.

Mantêm as vossas sessões mesmo após o seu fecho para que acedam rapidamente aos ficheiros que tinham aberto anteriormente e assim recomecem a trabalhar de forma ainda mais rápida.

Estas são apenas algumas das suas capacidades mais básicas, mas explorem-no de forma intensiva e vão com certeza encontrar outras que vão fazer do Notepad++ a vossa ferramenta favorita. Complementem-no com os plugins certos e vão de certeza usá-la sempre, as formas mais únicas.

Esta nova versão do Notepad++, a 6, traz algumas novidades interessantes. Em primeiro lugar foi adicionado o suporte para PCRE (Perl Compatible Regular Expressions), foi adicionado o Document Map, para verem bem qual o vosso texto na estrutura do documento e por fim foi melhorada a performance geral do carregamento de ficheiros maiores.

Podem actualizar o vosso Notepad++ directamente da sua interface ou através da instalação directa dos links fornecidos abaixo. Dos testes que fizemos apenas conseguimos essa actualização pelos links do site do Notepad++.

Pode ser usado de forma portátil ou de instalado no vosso computador. Existe ainda uma outra versão, minimalista, que vem desprovida de alguns extras que podem ser considerados desnecessários. Falamos de temas, plugins e do actualizador.

Se não conhecem o Notepad++, algo difícil se são nossos leitores, esta é uma excelente oportunidade para testarem um dos melhores editores de texto disponível para o Windows.

Licença: GPL
Sistemas Operativos: Windows 9x/2k/XP/Vista/7
Download: Notepad++ 6.0 [5.5MB]
Download: Notepad++ 6.0 Portátil [7.8MB]
Download: Notepad++ 6.0 Minimalista [838KB]
Homepage: Notepad++





  •   
  •   
  •  
  • Pin It  
  • Imprima este artigo
  • Post2PDF


41 Comentários

  1. Tentei atualizar através da interface dele, mas diz que não tem updates disponíveis…Tenho a versão 5.9.8.

  2. Muito bom ;)
    So é pena nao haver para linux!

  3. Eu sempre usei Notepad++ até há duas semanas ter encontrado o Sublime Text 2… São ambos bons, mas o segundo traz umas cores de origem que agradam a qualquer programador!

  4. Uma pergunta que pode parecer parva, mas que até tem a sua razão de ser:

    O Notepad++ tem suporte de sintaxe para Objective C?
    Para o caso de não poder aceder com um Mac aos ficheiros de desenvolvimento para iOS e ter que recorrer ao Windows, por exemplo.

    Já agora, se no Linux o GEdit também detectar, essa info seria porreira :)

  5. Uso diariamente. Muito bom!

  6. Sublime Text – com plugin vintage

  7. Pena não haver algo tão bom para linux. Não se percebe bem porquê.——

  8. Por acaso uso o PSPad… sempre o achei melhor… mas vou testar esta versão!

  9. curioso vejo-vos a referir o sublime text 2 e decidi ir procurar, realmente nao conhecia..

    contudo qd me deparo com licenças vejo q o notepadd++ é open source e o sublime 59$(usd) por licença (apesar de ter um evaluate period)

    vejo aqui uma desvantagem.. ou vcs sao todos mto ricos e compraram licenças ou andam por ai a roçar a ilegalidade :P

    isto (sublime text) para um pc de casa tudo bem agora para pc’s empresariais..

    • Ufa, aleluia que alguém aponta o elefante!

      É, o ST2 pode ser muito melhor que o Notepad++, mas para se usar tem de se pagar.

      • É a pagar, mais ou menos, como os filmes alugados no “vídeo-clube”… :P Claro que no trabalho não dá para usar, mas em casa faz muito bem o seu dever ;)

        • Volto a repetir…

          O sublime text 2 é um trialware que até novas informações da empresa continua disponivel.
          Já o tenho instalado à uns tempos valentes e ainda bomba. A única coisa que tens é um reminder que de tempos a tempos te pergunta se queres comprar.
          De resto é usar e abusar

          Pode-se usar em todo o lado.
          Experimentem as coisas primeiro e não leiam só os cabeçalhos dos sites.

          • Não dá para usar em todo lado, como podem ver aqui:

            http://www.sublimetext.com/eula

            O ST2 está de alguma forma protegido por este simples EULA. Por isso não é assim usar e abusar.

          • Se calhar ler a EULA ajudava, não?

            Concluindo.. a versão trialware é usar e abusar!

          • Podes explicar o teu ponto de vista? É que está lá o seguinte:

            “Businesses must purchase at least as many licenses as the number of people using SUBLIME TEXT.”

            Isto não é suficiente para te obrigar a comprar pelo menos uma licença?

          • Vou-te explicar o meu ponto de vista.

            Na página de download tens as regras do trialware: “Sublime Text 2 may be downloaded and evaluated for free, however a license must be purchased for continued use. There is currently no enforced time limit for the evaluation.”
            Logo, como não se define data limite “no enforced time limit” para ti a avaliação de produto pode ser 80 anos.

            Na EULA de facto tens um ponto que diz “Businesses must purchase at least as many licenses as the number of people using SUBLIME TEXT”… MASSSS isso diz respeito à aquisição de licenças e não do uso do trialware em si.

            Daí o meu usem e abusem.. :D:D:D

  10. Existe alguma opção como no Notepad de “Moldar o texto” para o Notepad++

  11. Vim é o melhor. O resto é conversa.

  12. Muito sinceramente fui utilizador durante muito tempo do Notepad++.

    O meu nível de utilização passa pela programação além da edição normal de textos e muito sinceramente desde que experimentei o sublime text 2 não quero outra coisa.

    O notepad++ é porreiro mas para programar o sublime é muito melhor.

  13. Existe algum plugin que reconheça links da internet nos textos e ao clicar neles nos direcione para o browser?
    Obrigado.

  14. Sublime Text 2, sem dúvida. E qto às questões relacionadas com o INVESTIMENTO de ~45€ numa licença (que até pode ser impingida ao empregador, por exemplo)… parece-me pouco relevante qdo estamos a falar de uma das melhores ferramentas de produtividade dos ultimos 2 anos para suporte a desenvolvimento de software.

    Comparem a funcionalidade “Find in Files” (um exemplo entre muitos outros) entre o NP++ e o ST2 vão logo ver do que estou a falar.

    E apesar do post não ser acerca do ST2, alguém referiu nos comentários o facto do ST2 ser multi-plataforma?

Deixe o seu comentário

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. O autor deste site reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.