10 dicas para melhorar a nossa rede Wireless


Destaques PPLWARE

71 Respostas

  1. mmick says:

    Os meus parabéns para estas dicas/tutorial!!! É sem dúvida um bom trabalho com pesquisa e muitos pontos bons! É disto que eu gosto 😀 😀 😀
    PS: as distâncias das normas b/g/n nao sao reais já que depende do router, antenas, etc. Neste preciso momento estou a quase 80 metros da biblioteca (estou num café depois do parque de estacionamento e duma rua larga com passeio largo) e estou a usar a internet desta no meu laptop MSI PR200 por norma G 😉 Curiosamente um router N a uns 30m de distancia (o meu portátil também suporta N) nao tem potência (em conjunto com o meu portátil) para se ligarem. Tudo depende da potência de emissao/recepçao + antenas + espaço livre de interferências.

  2. Vasco Silva says:

    Mais uma vez um bom artigo do PPinto o meu mestre de redes;)

  3. leitorassiduo says:

    Passaram do 8 para o 10.. lol

    De resto, bom tutorial 🙂

  4. Leitor says:

    Muito bom artigo.

    Mais uma vez, parabens e obrigado.

  5. PTbeer says:

    No ponto 5 falaram em 5 – Adicionar um Wireless repetidor/Bridge.

    Podiam explicar isto melhor um pouco? não parece ser uma opção fácil de instalar (não o estou a conseguir fazer). Colocar net no andar de cima por exemplo (quando há wifi em casa) para poder partilhar para um hub/switch… ou seja, receber num aparelho net por wireless e depois partilhar para hub… é possível?

    Comprei um que permite adicionar o mac do AP que recebe a net para fazer bridge mas não dá nada… (será que no que tem a net tenho de autorizar?)

    e mais uma vez obrigado por estes tutoriais simples e fantásticos…

    • Pedro Pinto says:

      Boas @PTbeer,
      a tua duvida é pertinente e muito comum. O problema está em conseguir ter sinal em alguns compartimentos. Nesse sentido recorre-se a um repetidor de sinal que capta o sinal do primeiro equipamento e regenera-o. Segundo os que configurei é necessário colocar o repetidor/bridge no modo WDS ou bridge (dependendo do equipamento) e definir o mesmo SSID e canal do primeiro ponto de acesso. Em alguns equipamentos é também necessário associar o MAC Address. A ver se escrevo um artigo sobre este tema e também a ver se arranjo material.

      Depois dá feedback

      • PTbeer says:

        Ontem bem tive a estar e a por o mac na parte de bridge, o mesmo SSID, mas nada… Tanto mais que tenho password e não me aparece nada para por a pass… por isso questionava de ter de se dar “autorização” no router que tá a partilhar o wireless (router da Meo neste caso)…

        Reparei à pouco num tópico que me tinha passado ao lado… a questão da partilha da rede pela linha eléctrica…
        Assim daria não? depois em cima recebia por rj45 e partilhava para o hub/switch certo?

        Obrigado

        • Pedro Pinto says:

          Sim, os powerlines são uma excelente alternativa e fiável. Brevemente teremos um artigo sobre uns equipamentos da devolo.

          • PTbeer says:

            Mas isto com este (http://www.tp-link.com/products/productDetails.asp?class=wlan&pmodel=TL-WR340G) daria? é que já o tenho em casa.
            Ele fala em WDS mas como disse, pus o mac address do router do MEO, mesmo SSID da net, desliguei o DHCP (quem o deve fazer deveria ser o da MEO), desliguei o envio de wireless e nada… não recebe nada.
            Por isso questionava se nestes casos de bridge deveria haver configurações no router que ta a mandar a net (neste caso o thompson do meo).

            Sempre posso devolver e comprar as powerlines… 🙂

            Obrigado

          • Backdoorman says:

            Li recentemente que as powerlines são nocivas á saúde pública.
            É verdade?

        • paulojferreira says:

          No router ST784 do Meo para alem de configurar o WDS, depois é preciso mandar quatro comandos no router(via dos/telnet):
          – wireless wds config state=enabled
          – wireless wds add bssid=xx:xx:xx:xx:xx:xx name=RepetidorWiFi (onde xx é o endereço MAC do repetidor)
          – saveall

          Cpts

          • PTbeer says:

            paulojferreira,

            Obrigado pela resposta:

            Deixa ver se percebi:
            – No outro aparelho do “andar de cima” (o tal TP-Link) coloco o MAC na opção de bridge… desligo o dhcp.
            – No do Meo acedo por telnet ao ip e espeto estes 3 comandos e voila?

            Fica a faltar algo?
            Obrigado

          • Pedro Pinto says:

            @ paulojferreira
            E um post com uns screens dessa configuração? Era impecável, já que nao temos nada do genero. Entra em contacto comigo ppinto @ pplware.com

      • Luis craveiro says:

        Boas pedro pinto.
        será que consigo fazer uma wireless bridge com um router thompson tg784 e um d link daqueles da sapo?

    • Jose Simoes says:

      Repetidores e bridges serão uma excelente opção, verifica só se

      (a) o sistema que não baixa a velociddae metade

      (b) permite encriptação, pelo menos WPA

      A última vez que estudei o assunto (à uns anitos) esses eram os principais problemas dos repetidores e semelhantes.

      José Simões

      • mmick says:

        Normalmente se um Router é (por ex) 54mbps ele usa MAIS de metade para recepçao e metade para replicaçao, ou seja: Router 1 Router 2 PC/TLM/…
        O ideal mesmo é SUBSTITUIREM o vosso router por um classe N novo, geralmente sao mais optimizados e na norma G sao melhores que os norma G normais.
        Outro ideal é, onde puderem, passarem cabos de rede pelos tubos já existentes de electricidade OU pelo sótao. Isto de “bridges” só funciona com velocidades decentes em casos de série N. Em série B/G o ping é elevado e a velocidade reduzida…
        Outra opçao é: um router WIFI numa ponta da casa, outro router WIFI noutra ponta da casa e AMBOS ligados por cabo de rede. Aí têm cobertura WIFI boa (para nao andarem com fios…) mas os router estao ligados por 100mbps/gigabit E deixam toda a largura de banda WIFI livre para os aparelhos.

  6. Kaxu says:

    Excelentes dicas!
    parabéns pela escolha de conteúdos do forum!

  7. Vitor Tomaz says:

    Não deveria ter sido referida a fonte?!?!?
    http://www.microsoft.com/athome/setup/wirelesstips.aspx

    Falta o ponto 9, de resto, está bom, obrigado.

  8. Shin says:

    Uma boa dica é meter o router dentro deu ma panela. Penso que foi aqui que vi essa dica e de facto resulta mesmo 😀

  9. Pitoca ai atras de você says:

    Atualizaçao do Fire fox 3.6 ja saiu !!!

  10. Marisa Pinto says:

    Boas dicas, Pedro 🙂

    Já agora, qual dessas dá na Eduroam? eheh

    • Pedro Pinto says:

      eh eh eh. A eduroam é uma excelente rede sem fios. Em alguns locais não funciona da melhor devido às construções antigas. Eu tenho um situação num local onde as paredes de pedra têm quase 2 metros de largura 🙂

      • Jose Simoes says:

        O eudoroam seria melhor se não fossem tão paranoicos. Nada justifica que se tenha de fazer uma configuração demorada e complexa, quando eu uso o hotspots da PT e outros com configurações mínimas.

        Se a utilizares apenas num local funciona bem (depois de conseguires configurar – não é dificil SE encontrares uma boa descrição do que há a fazer e essa descrição contemplar o teu sistema de operação).

        Mas se mudares de instituição vais ter mudar uma série de coisas e depois ao voltar à instituição de origem tens de por tudo outra vez na forma original. Como o SSID é sempre o mesmo não podes ter simultâneamente configurado para 2 instituições, pelo menos em win7.

        José Simões

        • Pedro Pinto says:

          @Jose Simoes

          Boas José, relativamente à eduroam algumas considerações:
          – A configuração é só necessária efectuar uma única vez. Sempre que vás para outra instituição não é preciso mudar nada, isto porque a autenticação é realizada na instituição de origem.
          -A configuração “mais elaborada” acontece porque no caso windows não, ele não consegue sozinho efectuar a configurar correcta de todos os parâmetros (certificados, autenticação com base no login, que será diferente)
          – A utilização de WPA/TKIP não á por ser paranóicos, é uma questão de segurança na rede
          – Não necessitas ter 2x a eduroam configurada (ja expliquei no ponto 1)

          Estas são duvidas que muitos utilizadores ainda têm, mas coloquem aqui que tentamos responder.

          Abraço

          • Jose Simoes says:

            Quase que garanto que há variações de detalhe de sítio para sítio. Tipo WPA versus WPA2, TKIP versus AES, EAP-MSCHAP versus EAP-TTLS.

            Coisas de detalhe, mas o diabo está quase sempre nos detalhes.

            Atenção que nunca tomei notas sobre o assunto, e sempre que precisei a máquina funcionou, mais martelada aqui, mais martelada ali, portanto falo um pouco de cor.

            Mas na minha opinião cada instituicao devia ter um SSID diferente. Era só copiar uma configuração já testada (mudando apenas o SSID que é visivel) e depois se se mexer nalguma coisa não se altera o que já funcionava antes.

            Mas isto é apenas a minha não muito cimentada opinião.

            José Simões

          • Miguel Cabral says:

            Isso não e verdade. Eu estudei na utad e este ano mudei para o isep e tive de configurar de novo, a configuração não funcionou. Não sei porque não há um site de autenticação como nos hotspots da PT. À custa dessas esquisitices não tenho net no telemóvel quando estou na universidade.

      • Fábio says:

        Pedro, eu sou usuario da EDUROAM em uma instituição e irei morar perto de outra que tambem tem, com o computador, consigo pegar o sinal do lado de fora de casa, tive a ideia de apontar um ubiquiti, para a instituição e depois rotear o sinal internamente na minha casa, mas nao consigo fazer o ubiquiti se conectar, alguma dica?

  11. Pedro Pinto says:

    eh eh eh …a 9 é surpresa 🙂

  12. Bug Killer 03 says:

    Et voilá! É por isto que gosto do pplware! Informação sintetizada como nós precisamos 😉 Grande tópico sim senhor!

    Cumprimentos!

  13. prom says:

    Adorei. Belas dicas. 😀

  14. João Melo says:

    Como já aqui foi dito milhares de vezes no PPLWARE, por favor não esquecer de mencionar as fontes dos artigos, é falta de educação.

    http://www.microsoft.com/athome/setup/wirelesstips.aspx

    Apesar disso tem de se dar mérito ao Pedro Pinto por ter encontrado o artigo e ter gasto tempo a traduzir.

    Obrigado.

    • Pedro Pinto says:

      Caro João Melo, a referência está no final do artigo.
      No entanto não se trata de uma tradução pura apenas do reaproveitamento de uma sequência que foi complementada com artigos já disponíveis no pplware.

      Cumps
      PPinto

    • mmick says:

      Voces (das “fontes dos artigos”) sao chatinhos…
      Nao fazem artigos e ainda se poe com coisas. Concordo que deve ter as fontes E se um autor de uma página/blog vê aqui chapado o seu trabalho acho por bem contactar o autor PPLWARE respectivo e lembra-lo.
      Agora virem com esquisitisses (ainda mais sendo de sites livres da Microsoft) é mesmo pegar por tudo…
      Nao me leves a mal Joao mas é a verdade.

      • Joao Campos says:

        E acho bem que sejam chatinhos que o trabalho dos outros é para ser reconhecido.

        • Vítor M. says:

          Não me parece que tenhas razão em qualquer dessas milhares de vezes, ainda hoje vieste fazer barulho quando estava tudo no post, é um bocado vampiresco… mas há pessoas que se sentem confortáveis a fazer barulho!

          Era bem mais interessante trazeres algo de útil para os nossos posts, não te parece? 😀

          Aposto que me vais dar razão.

          Como penitência são 15 Pai’s Nossos e 32’s Avé’s Marias.

    • kakakaka says:

      Toma Lazarento!!!!

      Fala oque quer ouve oque não quer !!!!

  15. Redhawk says:

    Excelente artigo, eu tenho um problema destes aqui em casa, 3 pisos, cave, RC e 1º andar, no RC (aqui total dado que é onde está o router norma N) e 1º andar tenho sinal, na cave tenho uma parte que não chega o sinal (e é logo onde tenho o meu escritório…).
    O que aconselham? Trocar antenas do router ou colocar repetidor de sinal? De notar que é uma casa que respeita o projecto eThen, de qualquer forma no meu escritório não há ponto de rede pois não foi autorizado e não tenho forma de levar cabo para lá sem ser pela parte de fora das paredes, coisa que não quero de maneira nenhuma fazer.

    • HachiRoku says:

      Excelente artigo, parabens.

      eu trocava o router, isto porque eu tenho uma casa com 3 pisos, o router encontra-se no piso mais inferior (garagem) o meu portatil um Asus M6N antigo em que o wireless e norma 802.11b e nao tenho problemas de sinal no piso mais superior (quarto) assim como no piso intermedio (sala).

      o meu router é um Edimax AR-7024Wg, foi caro, sim, mas funciona 🙂

  16. Wifi says:

    Ótimo artigo.

    Sugiro um post sobre o novo padrão N. Vejo que praticamente todos fornecedors vendem roteadores/adaptadores na versão Draft (2 ou ainda sem especificar) apesar da versão final, pelo que sei, já ter sido ratificada no final de 2009.
    Alguns adaptadores N dizem que tem taxa de transferência 150MBps, enquanto que outros dizem 300MBps ou até 600MBps.
    Vale a pena comprar N agora ou esperar que equipamentos certificados com a versão final estejam disponíveis?

  17. Fábio Maia says:

    Gostei, bom artigo. Quando chegar a casa vou ler com mais atenção e tentar experimentar algumas.
    Obrigado pela partilha!

  18. Miguel Cabral says:

    Oi, aí vai uma questão.
    Vamos supor que temos duas ligações com o mesmo SSID e sem password nenhuma delas, como faço para que o meu PC liguei exclusivamente a uma?
    É que tenho dois vizinhos com router SMC e sem password, só que um deles não tem net e como esse tem o sinal mais forte o PC liga a essa rede, eu queria que ligasse à outra (que tem net).
    Alguém sabe como resolver isso??

    • Jose Simoes says:

      Fala com os vizinhos e pede-lhes para alterar os seus SSID :-).

      E aproveita para os instruir sobre as vantagens do WPA2.

      🙂 🙂

      José Simões

      • Miguel Cabral says:

        pois, só que assim duvido que eles me deixem continuar a mitrar a net deles…lol
        eu entrei no interface de um deles e desliguei a wireless…durante uns dias vou ter isto a funcionar, até alguem lhe resolver a situação!! 🙂

  19. Tipsy says:

    grande post, boas dicas 😉

  20. aver says:

    Também gostei. Está bem sistematizado. Quando puder mudo-me para um router n. Há partes da casa onde o g não chega. Para haver tráfego segundo a norma n (largura de banda até entre os 300 Mbps e 600 Mbps) é preciso que o router e o equipamento possuam essa norma. Mas se o router for n e o equipamento g, apesar de o trafego ser g (54 Mbps) o alcance do sinal wireless “estica” quase para o dobro (ou não ?)

    • Jose Simoes says:

      “(ou não ?)”

      Não contava com qualquer melhoria.

      Alguns fabricantes tentam uma ladainha qualquer, que eu já li, mas mesmo segundo eles – bem analisada a coisa – a melhoria é muito ligeira e eu estou convencido que é nula.

      Aliás penso que a existência da norma N no router só atrapalha as máquinas que têm apenas G. E então se não existir nenhuma máquina N, é melhor retirar o N do router. Este assunto no entanto depende muito da qualidade do router, que os routers N não são todos iguais, têm às vezes enormes diferenças sobre uma série de coisas.

      De qualquer modo não faz actualmente muito sentido comprar um router sem N, a não ser que o dinheiro seja muito escasso ou se esteja relativamente seguro que não se vai ter, num futuro de 2 anos, nenhum computador no local com norma N.

      Em breve vai deixar de estar à venda routers não-N (como há anos que não se encontra um router não-G).

      Agora, se tiveres um router não-N a funcionar bem e nenhuma máquina N, não recomendo a compra de um router-N.

      José Simões

  21. PorquinhoBranco says:

    epa…tenho que tirar o berbequim de perto do router!!!! 😀

  22. AmdM says:

    Obrigado pelo post.

    Está tão bom que o queria guardar em pdf, mas está a dar erro…

  23. ms says:

    uma duvida, numa rede oculta sem emissao ssid e com wpa2 e possivel configurar um repeater ou tem k ter o ssid a descoberto?

  24. Arlindo says:

    Uma questão… é possivel ligar uma antenna wifi externa ao router thompson (MEO) para aumentar os Dbi? Encontrei uma antenna num site chines, por 18€ e com 20DBi com entrada usb! Parece-me ser uma boa solução, era preciso era ter como a ligar ao thompson. Se a ligar ao PC de onde pretendo ligar-me, funciona da mesma forma em vez de aumentar o alcance do router?

  25. Arlindo says:

    ms, boa questão… podes sempre tentar. o SSID é sempre mais uma segurança se estiver oculto, mas com wpa2, não me parece que tenhas problemas.

  26. CoisoeTal says:

    Boas, tipo, tenho meo em casa, e acho que não sou a única triste pessoa ao qual a cobertura de wi-fi não abrange a casa toda, é triste mas é verdade. Há bastante tempo que tenho andado a procura de uma solução minimamente eficaz, e não muito dispendiosa. Até que vi aqui as bridges, o que são? como funcionam? aconcelham? quais as melhores?
    Um grande abraço, e bom artigo! 😉

  27. PRomanov says:

    Boas noites pessoal, este tutorial é 5*! Ajudam e muito. Mas eu preciso de mais ajuda ainda:)

    POis queria saber como aumentar o sinal do router! Pois tenho-o no quarto e por exemplo já não apanho sinal no resto da casa! E não, não moro numa casa com 2 andares:)

    Alguem me poderia ajudar, muito obrigado pela vossa atenção.
    Abraço

  28. cardoso says:

    Tenho uma dúvida, gostava que alguém pudesse tirá-la.

    O meu router está no sótão e a box na sala. Entre eles há uma grande distância, ou seja, não tenho cobertura wireless na sala.
    Para resolver o problema comprei um Switcher (Input: Router Principal Meo Output: Meo Box e Tenda N6)

    [O problema a resolver]=============
    Acontece que em modo AP, o Meo Box fica com falhas e o router não funciona.
    ===============================

    Desligo a Box e tenho uma cobertura excelente.
    Mais ainda: Se ligar o portatil, por cabo, ao switcher ele funciona a nivel web a 100% ao mesmo tempo que a BOX (é assim que vejo o futebol :P)

  29. Caro Srs. bom dia, estou” enrolado”. tinha um modem 645 sem antena externa ligado com cabo USB com 5m. usava o aplicativo MDMA para ver sinal recebido da EBR e marcava na média (-85dbm) funcionava com várias quedas. No lugar do modem 645 instalei um roteador da D-link DWR 512 com entrada para antena externa.montei por ora com anteninha rosqueável que acompanha o kit. fonciona e cai raramente. pretendo instalar uma antena 2117 de 17dbi com cabo RGC213 via kit adaptador cf-395.Pergunto?? com fazer para verificar valor de sinal sem e com antena 2117, minha esperança é que caia os (-85 dbm) abraços do vô chico.

  30. favor info por E-mail vô chico

  31. Peter says:

    No meu caso com a alteração do canal que estava a difundir, resolveu logo o problema..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.