Quantcast
PplWare Mobile

Tags: gLinux

A Google vai abandonar o Ubuntu e passar a usar o Debian

A Google sempre foi uma apoiante do Linux e dos sistemas abertos. Para mostrar esse apoio desenvolve e baseia muitos dos seus sistemas operativos e serviços no Linux, contribuindo também para o seu desenvolvimento e correção de falhas.

Internamente, os funcionários são encorajados a usar também o Linux, neste caso com uma distribuição própria da Google, o Goobuntu, baseada no Ubuntu. Este cenário vai em breve mudar e vão passar a uma versão de Debian, o gLinux, também desenvolvida dentro de portas.

Google Debian