Quantcast
PplWare Mobile

Tags: ALMA

Há álcool no espaço e não, não é vinho deixado pelos astronautas

Cientistas descobriram a maior molécula microscópica de álcool no espaço na forma de propanol. Este composto químico, um álcool primário com a fórmula CH₃CH₂CH₂OH é também conhecido como n-propanol, álcool 1-propílico, álcool n-propílico, ou simplesmente propanol. É usado como um solvente na indústria farmacêutica, por exemplo.

Os investigadores referem que esta molécula agora encontrada no espaço pode ser a chave para a formação de estrelas.


Astrónomos podem ter visto pela primeira vez uma lua alienígena a nascer

Um disco de destroços ao redor de um planeta distante poderá ter denunciado o nascimento de uma lua. Este evento, que é uma novidade no mundo da astronomia, aconteceu na órbita do planeta PDS 70 c. Os astrónomos têm aqui uma nova janela e conhecimento para aprender mais sobre o nosso sistema solar.

Este disco é tão massivo que indicia a formação de uma exolua num jovem exoplaneta.

Ilustração nascimento de uma lua e do disco que é novidade para os investigadores


Inauguração do maior projecto astronómico do mundo: ALMA

ALMA é o novo mega-projecto astronómico que é inaugurado hoje no Chile. Considerado como o maior projecto em astronomia de sempre, esta parceria global entra em funcionamento com o objectivo de revelar as origens de estrelas, planetas, galáxias e até da própria Vida.

O Centro de Astronomia e Astrofísica, Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (CAAUL), que participou na definição e planificação do ALMA (Atacama Large Millimetre/submillimeter Array), associa-se a este evento, com o lançamento de um Vodcast dedicado ao ALMA, o primeiro de uma série de Vodcasts destinados ao esclarecimento sobre os maiores tópicos da actualidade em Astronomia.

créditos das imagens:ESO


Da lâmpada que nos dá luz, à estrela que não conseguimos ver!

Por Daniel Filipe Bento para o Pplware!

Na vida quotidiana estão continuamente a acontecer fenómenos, alguns dos quais reparamos, outros que não sabemos que existem, e que estão caracterizados das mais diversas formas.

Neste artigo, gostaria de referir um conjunto de fenómenos em especial:  os ópticos.

Estes fenómenos estão presentes em todo o lado, mesmo quando não há luz. As suas consequências são inúmeras, sendo fulcrais para o desenvolvimento das ciências e da Física, em particular.

the8.2_verylargetelescopemainmirrors