Incrível! GNU/Linux ultrapassa a quota dos 3%


Destaques PPLWARE

97 Respostas

  1. Rui says:

    Qualquer dia ultrapassa o MAC OS 🙂 (já não falta muito)

  2. Helder says:

    Isto já está mais que batido, a maioria são ChromeOS, por isso…

  3. AiOGajo says:

    Até o Windows Mobile tem mais expressão que a Apple…

  4. Allez says:

    “In a world without walls we need no gates or windows”

  5. Joapa says:

    Que diferença abismal…. UAU!!!
    Talvez do ponto de vista estatístico valha o mesmo (o índice de utilizaçao anterior e o atual).
    Mas tudo bem!

  6. George Orwell says:

    Esta quota aparenta estar limitada a “desktops” e “notebooks”.

    Se tivermos em conta que o Linux é a base do Android que este não pode dispensar, e que, segundo um outro artigo aqui no Pplware, a maioria dos acessos à internet já é assegurada por “smartphones”, para além dos múltiplos linux embebidos em aparelhos com os “routers” e outos aparelhos domésticos e industriais, ao que acrescem os os sistemas linux pensados para mini pcs tipo Raspberry Pi e similares como sejam os LibreElec, Raspbian, Piplware ( este não podia faltar ), etc, a quota dispararia bem para cima. Upa, upa !.

    É que o Linux é o sistema mais versátil e multi facetado que existe, senão vejamos :

    – Simples mas sofisticada e com tudo “out of the box” para PCs recentes : Deepin, Elementary OS, Mint, Solus, Ubuntu, Manjaro etc. ;
    – Rolling releases : ARCH based p.e, Manjaro que vem c/ várias versões de kernel e Antergos, Kaos; Debian sid e testing based : Sparky rolling lxqt e Kali, Siduction ; Tumbleweed (rolling oficial da opensuse) ; KaOS independent KDE ; Solus; TrueOS Bsd based ; Feren OS,
    – Estabilidade a toda a prova : Debian stable
    – Para computadores c/ touch displays : Ubuntu com gnome 3
    – Para servidores ou redes : Ubuntu server, CentOS, Debian 7.9(wheezy), Kali, TrueOS Bsd based
    – Para routers caseiros e sistems embebidos : Openwrt
    – Para maior segurança e navegar anonimamente – Tails
    – Para tv box : Ubuntu c/ Unity, Deepin, LibreElec, Raspbian, Piplware
    – Para leveza em Pcs antigos: Puppy, WattOS, Lubuntu (6Gb), Peppermint (4Gb); AntiX ; Connochaet, Chrome OS., Sparky rolling lxqt edition, Linux Lite, Tiny Core, Bodhi, CcrunchBang++
    – Para portabilidade em pen : Porteus Linux (modular numa usb), DPup Sparkylinux, Mx15 (debian based) ; Tahrpup based Ubuntu ; Kwort basead Slackware (precisa de 500 megas);Solydx ;
    – Para ter o DE mais parecido com Windows : ReactOs, Zorin , ChaletOS, Q4OS
    – Para DE de beleza “candy eye”: Linux com DE XFCE e Nunmix, Deepin, Elementary Os,, Linux Mint MATE, Budgie Remix (ubuntu c/ deepin), Ubuntu-gnome + plank dock + moka theme pack e numix gtk
    – Em crescendo e com grande potencial de desenvolvimento : Deepin, Solus, Manjaro, Antergos
    – Para KDE Plasma lovers : Chakra, KaOS polished collection KDE/Qt-based software, KDE neon, Fedora, Kubuntu, openSUSE, Slackware, Mageia, Maui Linux (Netrunner)
    – Outras nada desprezíveis : Fedora, OpenSuse, Mint LDME

    É “veni, vidi, vici”.

    • Fernando Jorge says:

      Não sou grande entendido em Linux, mas… tanto quanto sei, o ReactOS não é um Linux!

      • George Orwell says:

        Tem toda a razão.
        O que o ReactOs tem de comum com o Linux é a licença GNU/GPL. Apenas consta da lista por ser também um sistema livre.
        Obrigado !

    • Alvaro Campos says:

      Gosto muito do Linux e uso-o diariamente na gestão da infraestrutura onde trabalho mas no teu comentário mostras a beleza e o caos do Linux: fragmentação.
      Passo a explicar: Beleza porque qualquer um tem a versão que mais lhe agrada, Caos porque são tantas as versões que nunca sabemos ao certo se determinado comando irá funcionar nesta ou naquela versão em particular. Pode-se sempre dizer que a maioria dos comandos funciona (funcionam até no macos que é primo!!!) mas e quando estamos numa versão que faz parte da minoria que não funciona? Toca a puxar pelos neurónios para que passe a funcionar 🙂
      Como desktop gosto muito do ARCH e como servidor o CentOS é o sistema de eleição mas as variantes (gosto mais de usar esta palavra em vez de versões) do Linux são tantas….. Será que se só existem metade delas a coisa não rolava na mesma? A parte do Caos dá razão à pergunta mas a parte da Beleza tira-a…. Mundo complicado…..

      • shshfdfywi says:

        that is why gentoo.

      • MVinhas says:

        Não acho nada complicado, claro que numa primeira fase vais andar a experimentar para ver qual gostas mais, mas depois podes reduzir o número de distribuições a uma ou duas e ainda assim fazeres tudo o que precisas.

        Exemplo?
        Servidor: Debian 9;

        Para trabalho, computador com mais de um ano: Debian 9 GNOME num Desktop relativamente bom ou Debian 9 XFCE se for bastante antigo;

        Para uso diário num computador atual: Debian Testing c/ GNOME

        Podes torná-lo eye candy com temas Numix e Moka (estão nos repositórios do Debian), portanto ficas com um sistema completo, e isto tudo recorrendo a uma só distribuição.

        Até podes fazer um boot USB com o Debian Net Installer e ele na instalação pergunta-te que ambiente gráfico queres, super prático.

        Atualmente até uso mais Ubuntu, mas reconheço que é no Debian que está a grande resposta para esse problema da fragmentação.

    • Luis says:

      Não há duvida que o Linux é o sistema mais usado de todos.

    • José Rodrigues says:

      E para trabalhar, Windows 😀

      • Pérolas says:

        É muito bom para o trabalho, pois, proporciona aos utilizadores downtimes frequentes, o que permite mais confraternização no trabalho 😀 …, mas, o chefe é que não aprecia muito…

    • Bruno says:

      Sistema Linux é uma coisa, um sistema usar kernel Linux é outra!

    • JJ says:

      Primeiro, não se pode fazer comparação de SO para tipo de equipamentos diferentes, ou seja, não se pode comparar PC, com servidores nem com smartphone. Pode-se ate incluir as boxtv, mas mesmo assim, não seria muito lógico, principalmente os que usam Android.

      Depois, um Windows ou um MAC, faz isso tudo e muito mais, sem ter de andar a trocar entre essas versões mais adequadas para as respetivas funções.

    • Sujeito says:

      Bem, sistemas embebidos não existem. Existem sistemas embutidos.

  7. zé pinto says:

    O Linux só vingará no dia em que for desenvolvido software de segurança (antivirus e outros) pagos ou grátis a funcionar em tempo real com condições para aceder à banca online

    • Filipe Teixeira says:

      lol

    • Alvaro Campos says:

      Em 2016 já existiam antivirus em tempo real para Linux: Sophos, Comodo, etc…
      Fonte => http://www.makeuseof.com/tag/free-linux-antivirus-programs/

    • Altair says:

      A maioria desses softwares de “segurança” antivirus mais atrapalham que outra coisa, cheio de falsos positivos, não servem pra nada, linux nunca vai precisar dessas tranqueiras ai, o que não pode faltar e Firewall e isso o linux tem iptables/netfilter,

    • Cris says:

      Educa-te. A NASDAQ usa gentoo.
      Antivirus é apenas um risco de segurança pois funciona como um vector. Segurança no Linux passa por usares algo como jails (eg firejails), nftables, selinux, apparmor, etcetera.

      • zé pinto says:

        Tá bem abelha….só que oitenta por cento das pessoas não tem a sabedoria que alguns Excelentissímos opinadores tem ao lidar com linux….portanto não se sentem à vontade sem segurança adicional.
        Convencer esses oitenta por cento de pessoas a usar um browser como o firefox que é disponibilizado por muitas distros para acederam à conta bancária é uma tarefa que cabe aos “expert” que por aqui abundam..Façam algo pelo linux e pelas pessoas..

      • zé pinto says:

        Quero dizer-lhe mais uma coisa…não me trate por tu dado que ainda não comemos á mesma mesa…alem disso já estou a caminho dos oitenta e só me trata por tu quem é meu conhecido.E, educação tenho para si e muitos mais..

        • Pérolas says:

          Sr. Zé Pinto: creio que pode estar um bocado desenquadrado ou equivocado no sistema operativo. Trabalho com várias empresas que usam linux e nunca ouvi tal coisa… Os utilizadores que migram do windows só se queixam nas primeiras semanas (hábito que vem do windows)… passados 1-2 meses já não querem regredir…

          • zepinto says:

            Tambem uso linux (mint), mas não me atrevo a fazer operações de home banking sem ser no windows 10 através dum programa que se chama Bitdefender safepay (passe a publicidade).A minha intervenção tem que ver com particulares e não empresas, pois essas tem com certeza gente mais capaz do que um utilizador normal.

          • Pérolas says:

            Sr. Zé Pinto: talvez seja importante desmistificar o pré-conceito e o preconceito instalado, identificado na sua resposta da 02:04. O windows, tal como todos sabemos, tem sistemas avançados de recolha de informação do utilizador, o seu armazenamento e envio, sabe-se lá para onde, além disso é altamente permeável a virus, malware, spyware, etc, etc; o ransomware é simplesmente a “cerejinha em cima do bolo” do momento. Bem, voltando ao tema da segurança. O sistema linux é um dos mais seguros, é um facto! Dito isto e para conforto emocional os utilizadores podem instalar o ‘clamtk’ (antivirus) e o gufw (interface gráfica para o firewall). Não sei qual o browser que utiliza, mas, o firefox é um browser de referência.

    • Janito says:

      Acho que com a adopção do linux mais problemas que não existem hoje iam surgir, tal como surgiram para os sistemas mais usados, e tal como esses arranjou-se soluções, anti virus, etc… com o linux iria passar-se o mesmo, na minha opinião o problema do linux é que não funciona “out of the box”, problema que poderia ser resolvido, e há muitos problemas (com as distros) vejo imensa malta a queixar-se que faz uma atualização das grandes, e o computador nem liga, ou dá erros, e estão ali horas a resolver aquilo, ou têm problemas de drivers, ou volta e meia do nada têm uma mensagem de erro quando não alteraram “nada”, isso nem é uma opção para quem não gosta ou apenas não tem tempo e conhecimentos para isso
      Linux é um sistema muito bom, o problema é as distros e o suporte, e o facto que para já, pelo menos, e já foi pior, não é um sistema que sirva quem o usa da mesma forma que o windows serve, poderia servir mas a verdade é que isso ainda não aconteceu

      • Pérolas says:

        Não conheço nenhuma distribuição do windows que funcione “out of the box”. Logo, assim de caras, perde-se 20 minutos a desativar as opções de telemetria e recolha de informação, de seguida tens de instalar antivirus, firewall, msoffice, software das impressoras scanner, etc, etc, e a lista continua… e sempre com o “coração nas mão” para que nada entre em conflito. As actualizações no windows são outra dor de cabeça e corre muitas vezes mal… E já não falamos num brinde para o windows chamado Ransomware… No linux se usarmos o ubuntu ou uma das distros mais utilizadas não tens este tipo de problemas. Agora, como em todos os SO,s há espaço para melhorar. Sem dúvida que é uma aposta estratégica para empresas e particulares… se não quiserem ficar com as calças na mão….

        • Alvaro Campos says:

          A mim só não me sai o Euro!
          Nunca tive esses problemas de drivers ou ecrãs azuis, e para não falar de atualizações!, que te queixas e acredita (já sei que não LOL) o meu prato do dia é Windows 10 e Windows Server (desde a 2003 até à 2016)….
          As últimas versões estão com uma estabilidade fabulosa. Se calhar deverias voltar a experimentar mas usa a Creators Update no Windows 10!
          Da mesma forma que há distribuições Live Linux, também há que tenha feito versões Live Windows: http://windowsmatters.com/2016/11/10/gandalfs-win10pe-x64-redstone-build-14393-version-10-24-2016/ feito com o WinPE que é uma ferramenta bem antiga da Microsoft => https://en.wikipedia.org/wiki/Windows_Preinstallation_Environment

          Para terminar, só duas questões:
          1ª – Desligas a telemetria, ok, usas o Google para as pesquisas e és utilizador de redes sociais? (se assim for, estás a ver mal a questão da telemetria… se assim não for não te esqueças que a telemetria também existe no mundo Linux e nas suas aplicações)
          2ª – Porquê instalar antivirus e firewall se o Windows 10 já tem isso? (“Ai e tal não presta o AVG, Avira e outros é que são melhores” Não os mantenhas atualizados e depois vez o que é bonito!)

        • zepinto says:

          Caro Sr.Pérolas
          Em resposta ao seu ensinamento de 5 Set. pelas 11.27, começo por agradecer o seu interesse em esclarecer-me , e por isso vou adoptar as suas sugestões no que diz respeito á utilização de home banking no Linux, claro que com firewall e o Comodo antivirus.Desejo-lhe felicidades quer pessoais quer profissionais.Bem haja.

        • Janito says:

          “Out of the box” também não foi a melhor expressão, o que queria dizer é que é mais fácil a sua configuração para uma pessoa comum que uma distro de linux
          Sim isso é verdade mas muito mais comum no windows 10, no 7 ou XP é diferente, isto porque são produtos acabados, o windows 10 literalmente faz de quem o usa cobaia, eu pessoalmente já diz downgrade de tudo o que era windows 10, prefiro o estável e “limitado” do que um tipo de projeto como o windows 10
          Sim isso é verdade

  8. Pedro Pinto says:

    @José Rodrigues
    No gráfico só está a última versão do macOS…o 10.12

  9. Osvander says:

    Sou usuário de linux (pclinuxos), ha anos aqui no Brasil. Minha família usa tb, amigos e colegas de trabalho que eu instalei.

    • Osvander says:

      É um rooling releese, não precisa ficar a instalar todo o ano é pra sempre. Só atualizar o kernel e pronto.

    • George Orwell says:

      Valeu Osvander !
      A PCLinuxOS, distro independente, impressionou-me na sua original forma estruturada por secções de software, p.e. Educativo, Desenvolvimento, Office, Gaming etc. etc., cada secção com a nata das natas dos aplicativos criados para o Llinux e já instalados com a distro, parecendo uma visita guiada, câmera antecâmara, a um labirinto de aplicações, uma autêntica matrioska e ainda por cima “rolling release”.
      Para uma iniciação a toda a artilharia que o Linux tem para oferecer, o PCLinuxOS pode ser uma boa escolha ( esqueci-me de o citar na minha lista acima como “rolling release” e como distro sofisticada e com tudo “out the box” )

  10. Pedro says:

    Sem razão aparente? Ser o melhor sistema operativo não é razão suficiente? 😉

    E tendo em conta que em termos de programas e jogos há cada vez mais oferta disponível, é apenas expectável que continue a subir!

  11. Pedro Cascão says:

    O Windows 7 continua a reinar e é o meu OS de escolha. Funciona tudo bem em todos os meus PC’s ao contrário do Windows 10

    • igor giuseppe says:

      a MS parou de fabricar ele então não é como se você tivesse muita escolha.
      ou é comprar enquanto não acaberem os estoques (e considerando que muita gente prefere o 7, pode durar pouco)
      ou usar pirata

    • Ozono says:

      Exacto. O 7 continua nos seus +/- 50%. Equipa que ganha não se mexe.

    • Hugo Gomes says:

      É verdade para mim foi o 98, xp e 7 o 10 nao ta mau mas ate ficar uma versão estável e que nao dê problemas vai levar o seu tempo. Mas como tudo se mudam o código ate ele ficar perfeito pode levar anos ou ate nunca ficar. Mas tem de se tentar se nao fica se com o 7 os mesmos anos que o xp.

  12. Rodolfo Dias says:

    Estranho a subida (fantástica/surpreendente) de 1% assim “do nada”.
    Espero que sim! 🙂

    • Pérolas says:

      Não é do nada… o ransonware no windows tem sido devastador para as empresas e particulares. Já viste o que é uma perder os dados todos??? E outras a pedirem-lhes regaste de milhões??? Algumas delas são multinacionais. Por alguma razão o crescimento da redhat sem sido exponencial e é a pagar… Atenção o linux não é para todos!!! Para quem não está nem ai para os temas da segurança, privacidade, estabilidade e retrocompatibilidade este não é o SO indicado e recomenda-se vivamente que continuem como estão. Mais, este tipo de utilizadores tem direito à sua forma de estar e a utilizar o windows da forma que lhe for mais conveniente… os lobos por esse mundo fora agradecem…

      • JJ says:

        Se esta subida se deve aos ataques recentes no Windows… então daqui a uns 5/6 meses aposto que vai deixar muito.

        Por outro lado, se as empresas preocupasse-se com a segurança, tinham mantido os seus equipamentos atualizados e tinham escapado desse grande ataque. Mudar com a desculpa da segurança, não resulta, porque o problema esta no comportamento da empresa.

  13. ARS says:

    Se usasse Linux. a faculdade da Cândido Mendes não perderia um prédio para a Micro$oft.

  14. poiou says:

    Só uma dúvida, a quota do gráfico é para o mercado pessoal, profissional ou ambos?

  15. poiou says:

    Eu acho que a única distro que poderá um dia vir a concorrer com windows e mac será o ubuntu por ser mais out-of the box, mas ainda tem um grande caminho a percorrer para estar de igual para igual

  16. Al CiD says:

    LINUX – a caminho de conquistar o mundo! …like Pinky & Brain
    😉

  17. Al CiD says:

    Falando a sério, LINUX já controla muito mais do que só os Desktops.
    Se juntarmos tudo, como por exemplo servidores, controladores IoT, smartphones com Android e semelhantes, chegamos á conclusão que faz grande parte da nossa vida, muito mais do que os 3%.

  18. Samuel says:

    Aqueles que acham que o Linux não tem office e jogos são os que nunca instalaram o linux. Primeiro o linux vem com office de origem e actualmente com alguns jogos. Segundo 7 em cada 10 jogos têm melhor qualidade. Eu testei o mesmo jogo em linux e windows e no windows só tinha soluços enquanto no linux tinha um desempenho alto mesmo com mais de 2000 unidades em campo. O jogo era WarZone 2100.

  19. Arnold says:

    O incrível é o Windows XP ainda ter o dobro de usuários do Linux, aprox. 6% mesmo tendo saído de linha.

  20. Xiiiii says:

    Se me disserem que a maioria dos profissionais do rato pode e poderia usar o Linux até estou de acordo, mas depois existem os profissionais do rato gamers ou que precisam de aplicações mais específicas e lá surgem os problemas. Não me venham dizer que o wine ou uma máquina virtual iria resolver os problemas dessas pessoas até porque uma máquina virtual iria obrigar a um novo SO e não vejo qualquer lógica nisso! Além disso, o Linux não está ao alcance de todos. Basta uma “library” corrompida que a maioria dos utilizadores ficavam de imediato aflitos. Já não refiro o facto de existirem dezenas de distribuições Linux com cada uma a puxar a brasa à sua sardinha. O Linux não é para a maioria dos utilizadores pelo menos no estado em que está. Se me falarem que o Linux tem imenso espaço em redes (servidores, etc), firmwares, IoT, etc, então estamos de acordo. Como workstation o Linux sucks!

  21. CMatomic says:

    Não sei qual é a admiração , só mesmo em Portugal é que fiquem admirados .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.