PplWare Mobile

Multas de trânsito vão pagar tecnologia da polícia


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. APereira says:

    Srs Agentes da Autoridade, se virem um cabelo em cima do tablier do carro é autoar o condutor por alteracoes as caracteristicas do veiculo.

    A ordem agora é amealhar e nao prevenir…tudo em nome da seguranca claro está.

    • Hugo says:

      Mais nada. E ainda falam em prevenção.
      Na minha zona conheço uns quantos que andam sem carta, seguro etc… Adivinhem lá quantos deles pagaram multas… Pois.. Coitados não podem.
      Um deles tinha mil e não sei quantos euros de dívida,meia dúzia de dias de trabalho a comunitário e ficou limpo. Faz sentido lol

      • APereira says:

        Pois o problema é mesmo esse…

        Se levares uma vida honesta estás sempre lixado, se nao o fizeres e nao tiveres nada nunca és prejudicado…
        Afinal de contas o que vao tirar a alguem que nada tem?

        • Joao 2348 says:

          A liberdade?

          • silver_ryder says:

            Nem mais e acontece com mais frequência do que pensamos…

            Mas lá está socialmente não resolve nada, apenas segrega os ricos do pobres, porque quem tem dinheiro paga, já o pobre de “dinheiro e espírito” vai 30/60 dias e por ai adiante até uma prisão, tornando o fosso cada vez maior entre os ricos e os pobres…

            Mas isto é uma conversa que vai alem de infracções rodoviárias, porque lá está, vejo mais gente em “fiat’s Punto” sem cinto e falar ao tlm do que em “BMW ” , o seja quem menos tem é quem menos cumpre e voltamos ao “rodopio” do “porquê”…!

          • Helio says:

            Silver Ryder, não sei onde vês isso (ultimo paragrafo).
            Em Lisboa vejo o contrario, carros de certas marcas alemãs, que supostamente têm kit mãos livres e os seus condutores vão de tlm na orelha.
            Felizmente tenho um de marca Italiana com mãos livres, e também tenho auriculares com fios e sem

  2. censo says:

    Até podem de facto haver boas intenções no que aqui se diz, o pior são as chefias intermedias que desvirtuam qualquer ação ou boa intenção governativa.

    • Miguel says:

      Leis com boas intenções mas que na prática não se verificam, contabilizadas são 99.99%…

    • APereira says:

      No momento em que tens o Governo a dizer que no proximo ano pretendem encaixar mais nao sei quantos milhoes em Multas de transito quer dizer que algo está muito mal e afinal o objectivo nao é prevenir mas sim provocar as contra-ordenacoes.

      • Luis Araujo says:

        Não vi o governo a dizer isso, mas sim que o dinheiro arrecadado em multas vai ser direcionado para investimento em melhorias tecnológicas das nossas forças policiais., isso é bom.
        O problema esta nas chefias que podem sentir a ganancia de pedir que sejam passadas mais multas, para arrecadar mais.

        Cumprimentos

  3. Vilna says:

    Muito criticam a caça à multa mas se quisessem mm era dinheiro em barda para modernizar as forças de segurança e pagar a dívida do país.
    Há alguém neste país que faça pisca? Pois n precisam sabem para onde vão.
    Toda a gente estaciona nos passeios e em muitas estradas em 2 fila.
    Respeitar limites de velocidade tb ta quieto.
    Conduzir e falar ao telemóvel tb é uma maravilha.
    Dp falam em caça à multa.
    Cumpram se as regras e critique se dp.
    E se o dinheiro das muitas puder ser bem investido melhor. Muito melhor que pagar ordenados ao Presidente da CGD.
    Ainda ontem se criticou a falta d investimento na área do socorro. Pois aproveite se o dinheiro dos infractores para algo útil com retorno para o cidadão.

    • Nuno Pinto says:

      É mesmo assim, quem não deve não teme, o resto é conversa.

    • Miguel says:

      Não é por existir uma regra que ela deve ser cumprida… exemplo: se um ditador tomar posse e redigir uma lei que o torna dono e senhor de tudo, isso não significa que ele tenha razão!

      • censo says:

        Deixa lá os ditadores em paz. Esse argumento não é sério. Entao só há regras quando há ditadores? Achas que a ditadura são regras? As regras não são para ser cumpridas? Ora esta!

        • Joao 2348 says:

          Claro que a regra não é para ser cumprida se for conta a Vontade de Deus, independente da sua opinião, da minha opinião e da opinião de qualquer pessoa ou criatura.

    • Hugo says:

      Tens razão em tudo o que dizes, no entanto a caça à multa é uma realidade quer queiramos quer não.

      • Pedro says:

        Só se “caça” quem anda mal!! Eu vou à pesca, se não houver peixe venho para casa de mãos a abanar….

        • dunno says:

          quando fores multado mudas de ideias

          • silver_ryder says:

            Mas já foi “autuado”? e o tal “auto” foi inventado!?

            O grande poprblema é que se tem um acidente a sair de um STOP o outro é que “vinha depressa”, já do outro lado o outro condutor diz: “ele não parou no STOP”…!

            Com isto apenas para dizer que as regras são para cumprir apenas quando me “beneficiam”…!

    • APereira says:

      O problema da caca a multa meu amigo, está quando:

      – Te tentam multar por algo que nao fizeste (A mim tentaram multar por ir a falar ao telemovel, quando nem o telemovel tinha comigo…apesar disso o agente afirmava a pés juntos que me tinha visto a conduzir enquanto falava ao telemovel e só parou de me acusar quando já irritado lhe disse para ele revistar o carro e que se encontrasse um único telemovel no carro que nao so pagava a multa como lhe passava um cheque assinado sem valor para ele).
      – Quando estao escondidos atrás de arbustos com radares em retas onde o limite é 50km/h e nao vai mais ninguém na rua (sim os policias é que tem de estar escondidos e os ladroes a vista de todos).
      – Quando me pedem a factura de um artigo que tinha no carro, claramente usado e mais do que usado simplesmente porque estava dentro da caixa original,
      – Quando me mandam parar de madrugada numa estacao de servico na AE e insinuam que estava bebado e ficam tao chateados com o facto de o teste de balao dar 0, que até debaixo do carro andaram para ver se encontravam algo por onde pegar.
      – Quando te multam porque mudaste a medida das jantes do teu carro, pois assim fica mais seguro,

      E a lista por ai continua…

      Por isso…nao, nao é quem nao deve nao teme…é quem é mandado parar estar a jogar na roleta russa e nao saber o que lhe vai acontecer.

      • Vitor Afonso says:

        Resumindo e concluindo se não “deves” também não têm em que pegar contra ti, caso contrário todos nós sabemos que quem anda à chuva molha-se!!! Quando vou na autoestrada a 140 ou a 150 sei muito o que vou a fazer… Resta-me é rezar aos santinhos para não ser caçado por nenhum radar!!!!

        • APereira says:

          Nao resumindo eles se quiserem tentar implicar implicam e afirmam o que quiserem e tu comes e calas.

          Já vi desde uma mulher que parou o carro meio em cima do passeio (sem estorvar ninguém) para tirar as compras da mala e o carro patrulha a passar com o Sr agente a tirar a matricula em andamento sem sequer parar.

          Um outro que para se desviar do filho da p**** que travou a fundo no meio da estrada para virar sem dar pisca e pisou a linha continua e o policia multou.

          Eu que fui mandado parar com carro com matricula estrangeira em Portugal e que me queriam apreender o carro porque na altura ainda tinha carta de conducao Portuguesa ou na mesma operacao stop o mesmo policia que me queria multar por causa de ter os vidros do carro todos escuros (ilegal em Portugal mas legal aqui).

          Casos desses, basta andar na rua e conhecer meia duzia de pessoas que tambem andem…sao as centenas…

          A mais engracada que tive foi um GNR de mota que me mandou parar e que dizia que eu vinha ao Zig-Zag no meio da estrada porque estava bebado, como nao tinha maneira de me fazer o teste deu ordem para eu o seguir até a esquadra mais proxima (2km mais ou menos) para fazer o respetivo teste pedido ao qual acedi.
          Antes e arrancar atrás dele diz um colega que esta comigo “Epah o gajo está bebado, nao sentiste o cheiro”, sim nao tinha sentido porque estava constipado.

          A meio do caminho ele caiu da mota, tive de o ir ajudar e ele ainda disse que tinha caido porque eu tinha batido contra ele.
          Pedi entao teste de alcool ao agente que a muito custo foi feito, 0.9g/l

          É triste mas a policia em Portugal sao pura e simplesmente um meio para o governo ir buscar mais uns trocos e nao para fazer cumprir as regras de transito ou proteger o cidadao.

      • Catarino says:

        Concordo a 1000%

        Quem realmente anda a abusar incluindo os sr agentes e políticos aí já está tudo bem.

        Sou 100% a favor de prevenção e 100% contra calça à multa, mas infelizmente acham que ambas querem dizer a mesma coisa.

        Isso e continuarem a achar que a maior causa de morte nas estradas portuguesas é o excesso de velocidade.

        Devia ser obrigatório umas aulas de prevenção e como se comportar nas estradas.

        Vejo muitos condutores que andam em excesso velocidade nas auto estradas mas cumprem todas as outras regras de segurança.

        Quando mudam de direcção utilização o pisca, sabem manter a distância mínima de segurança, utilizam os espelhos para qualquer manobra, sabem manter-se sempre o mais à direita possível, etc etc.

        O problema não está no excesso de velocidade, mas sim todas as outras manobras feitas em conjunto com ela, nomeadamente a falta do pisca, o circular na auto-estrada na faixa do meio ou por vezes na mais à esquerda quando todas as outras à direita estão livres, a não utilização de espelhos para qualquer que seja a manobra, utilizar o travão de 2 em 2 segundos numa recta num dia de calor e sem existir ninguém à sua frente, etc etc
        Estas sim, entre outras provocam grandes acidentes e mortes.

        Mas no fim de quem é a culpa? É do excesso de velocidade.

      • Freitas says:

        Já me rebocaram o carro só porque era o mais fácil de rebocar, agora quem bloqueou o carro que estava no meio saiu impune, num parque de estacionamento que nem linhas tinha e sempre pus la o carro e nunca tive problema, mas depois de um dia de trabalho la se foram 120€ e nem a caneta o senhor policia quis emprestar para fazer a reclamação. A partir desse dia estacionei em passeios, cargas e descargas e sei la mais o que, a novidade foi 7 anos depois não tenho uma multa. A multarem que sejam justos com as pessoas.

        • Vilna says:

          Boa. És tu q estás certo. Eu ontem andei andei km no meio da estrada com um carro de bebé pq os passos estão cheios de carro.
          De facto do prestamos atenção quando precisamos

          • Freitas says:

            Eu sei que não estou certo, eu quero é que me multem com justificação e não só porque lhes dava mais jeito. Quando ando a seguir a regras e a tentar não fazer asneiras, sou multado, quando fasso mesmo de propósito já não vejo as multas aos anos. se ias no meio das estrada, chama a polícia, se o meu estiver lá, amem que me multam com motivo. Estou cansado de ver todos a fazer asneiras e a sair impunes e quem anda aí direito pegam por tudo e por nada.

          • Freitas says:

            Eu sei que não estou certo, eu quero é que me multem com justificação e não só porque lhes dava mais jeito. Quando ando a seguir a regras e a tentar não fazer asneiras, sou multado, quando fasso mesmo de propósito já não vejo as multas aos anos. se ias no meio das estrada, chama a polícia, se o meu estiver lá, amem que me multam com motivo. Estou cansado de ver todos a fazer asneiras e a sair impunes e quem anda aí direito pegam por tudo e por nada.

        • silver_ryder says:

          É normal, somos um pais de “injustiçados”…!

          E o seu argumento da caça à multa é mesmo” engraçado”, visto que em 7 anos pelo que afirma deveria ter sido autuado todos os dias, mas lá está seria uma grande injustiça..!

    • Eduardo says:

      Isto, e só isto.

  4. Vilna says:

    Só n percebi como é que isto pode incentivar a mais contraordenações? As pessoas vão deixar de fazer o pisca que n fazem para pagar + multas?

    • APereira says:

      É mesmo porque tu deves de cumprir todas as regras de transito…fazes pisca cada vez que mudas de direccao e até cumpres os limites de velocidade…

      Até sou capaz de apostar que nunca passaste dos 120km/h numa AE, que nunca mudaste de direccao sem dar pisca ou que nunca por distraccao acabaste por nao parar numa passadeira…

      Se vieres dizer que sim a tudo….yah eu também…estou a mentir.

      • Vilna says:

        Sim faço smp pisca. Irrita atirem não faz só pq sabe para onde vai, apesar dos outros n saberem.
        E não, não cumpro todas as regras mas não me queixo quando sou multado a mais de 130. Já vi muita gente chocada por falta de tolerância. Mas se sabem pa ficam chocados e reclamam?

        • APereira says:

          Tu és daqueles que apenas vai conseguir perceber o que é a caca a multa quando passar por ela..até lá vais criticar todos e mais alguns porque afinal de contas quem nao deve nao teme.

          Ser multado a 130km/h sim é estupido, nao por falta de tolerancia mas sim porque poderá pura e simplesmente ser uma distracao numa descida ou até mesmo estares a fazer uma simples ultrapassagem (convem ires em aceleracao para o fazer).
          Se me disseres que vais a 140/150, sim podes ir distraido…se me disseres que foste multado a 200… epah sabias bem o que ias a fazer. (Percebes a diferenca?).

          Eu só me queixei uma vez por ter sido multado, pois multaram porque estava fora do lugar de estacionamento, mas isso foi causado pelo que estava a minha frente e estamos a falar de o meu carro ter as rodas dentro da zona de estacionamento mas a traseira fora.
          De resto nunca me queixei, já fui multado por execesso de velocidade duas vezes, fui bem multado..yah… apenas achei estupido apenas ser notificado para pagar a multa quase a bater nos 2 anos numa e 8 meses na outra.

          Dou pisca sempre que mudo de direccao?Nop…sou um condutor exemplar?Nop…

          Os meus carros estao legais? Yap, porque onde vivo posso “fazer o que quiser ao carro” em Portugal tive 1 unico carro que estava stock porque era carro da empresa.

          É de conhecimento geral que existe caca a multa em Portugal, que os Srs agentes sao máquinas de fazer dinheiro e nao de zelar pela seguranca dos restantes como deveria de ser.
          Existem bons profissionais na guarda, mas infelizmente a maioria nao passa disso…maquinas de fazer dinheiro, frustrados e lavados do cerebro. (Antes que digam que nao sei, fiz servico para a GNR durante uns anos).

    • José Henriques says:

      Se as verbas têm o fim vão ter que fazer mais verbas para as outras finalidades que “ninguém conhece”.
      Quando falam de caça à multa falam precisamente da vontade de passar multas, arranjando 1001 métodos para apanharem as pessoas em delitos, quando os delitos por si só não representam qualquer perigo nem vão evidenciar nenhuma sensibilização da condução nem quebra na sinistralidade, muito menos consciencialização dos condutores pois não há nada para consciencializar, apenas má fé e necessidade de fazer dinheiro.
      Ao contrário do que pensam a polícia não serve para passar multas, mas sim para tornar os condutores mais conscientes e assim diminuir a sinistralidade.

    • k says:

      Fácil, os Srs. Agentes são conhecidos por perseguir à exaustão quando não há motivos para tal e caso não encontrem nada, chegam a inventam-las. Fizeram isso a um primo meu aqui à uns anos quando o mandaram parar por ter um farol partido. Quando ele admirado lhes perguntou que farol partido, o polícia mandou-lhe uma pancada e respondeu-lhe “este”. Precisas de mais 2 testemunhas para contrapor um agente da polícia porque eles são considerados mais íntegros que o cidadão comum. Sem mais ninguém para fazer de testemunha, lixou-se que teve que pagar, não ganhas num diferendo 1 para 1 contra um polícia, a palavra dele vale mais.

      • dunno says:

        no fim-de-semana fui multado por alegadamente estar sem cinto, num periodo de chuva forte e vidros embaciados e ao cruzarem-se comigo ainda conseguiram ver isso. conclusão, estava sozinho na viatura, ardeu.

        • APereira says:

          A mim foi dizerem que ia a falar ao telefone sem ter sequer telemovel comigo…

          Só pararam de me acusar quando já irritado e de ter gritado umas tantas vezes que nao pagava nada, lhes disse para revistarem o carro e que se encontrassem um único telemovel lá dentro que lhes dava um cheque assinado sem valor.

          Como se estava a juntar alguma malta a volta e eles nao quiseram ficar mal, pura e simplesmente disseram que “Desta vez passa” e mandaram embora.

  5. k says:

    Sempre que houver qualquer tipo de objectivo na multa que não o da própria multa para penalização irá existir caça à multa e isso é condenável. Porque significa que os Srs. Agentes andarão a multar por tudo e por nada. Multas tem que existir para penalização justificada de uma transgressão, não para cumprir o objectivo de amealhar dinheiro para X. Não confio na polícia para multar apenas o que é suposto e justo. Já vi muita coisa deles para saber que poucos são íntegros.

  6. Pedro Antunes says:

    Resumindo, se o povo não cometer infracções os agentes vão andar com tecnologia obsoleta. Só por isso vou disparar um radar daqui a pouco só para oferecer um smartphone a estes srs.

    • APereira says:

      Resumindo, como existe um objectivo de amealhar X, o Sr Agente tem o dever civico e moral de, e em caso que o civil nao estiver a cometer qualquer tipo de transgressao, de arranjar uma qualquer ilegalidade para que o possa assim multar e amealhar mais uns Euros para esta nobre causa.

  7. Vilna says:

    Os srs n precisam smartphone, recebem vencimento.

  8. AlexX says:

    Mais lhes vale ficarem bem quietinhos tipo estátua modelo da moda porque se por um qualquer azar estragarem a “tecnologia” terão que a pagar do seu bolso e vai sair bem mais caro que a multa.
    Quanto a indemnizarem devidamente a família para que leve uma vida minimamente digna quando o agente que a sustenta é morto em serviço, ou protegê-lo para que não tenha ele que indemnizar a família do bandido que baleou…. nada.

  9. Joao 2348 says:

    Faz lembrar aquela medida de colocar um imposto extra sobre bebidas açucaradas… estão tão preocupados com a saúde das pessoas, e o que fazem? Acabam com as ditas bebidas? Não! Mais um imposto… enfim, políticos de retrete é assim.

    • silver_ryder says:

      Seria melhor proibir as tais bebidas, Tabaco, etc,etc…!? Boa, muito bem!

      Já um proverbio português muito antigo o diz: “cada cabeça, sua sentença”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.