PplWare Mobile

IBM proíbe utilização de dispositivos de armazenamento externo pelos funcionários


Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. Asdrubal says:

    É o que se mais se espera das grandes empresas de investigação. Que não entrem, nem saiam quaisquer dispositivos de armazenamento, ou mesmo qualquer equipamento informático nas instalações de investigação da empresa.

  2. Luis R. says:

    Como funcionário da IBM posso garantir que essa medida é já aplicada há mais de 3 anos.

  3. Pastor says:

    A empresa onde trabalho já tem este procedimento a muitos anos, não é novidade.

  4. MC says:

    O Melhor é mesmo começar a desligar as fotocopiadoras, acabar com os emails, bloquear os serviços cloud.. desligar as drives de CD/DVD …ah e partir as lentes das máquinas dos smartphones… Come on, quem quiser violar a regra arranja outra maneira. Tenho pena dos fabricantes de pens, que vão ir á falência.

    • Joao says:

      Na empresa onde trabalho as fotocopiadoras funcionam e ha serviço de email mas os serviços de cloud estão sim bloqueados, a drive de CD/DVD também, a camara do smartphone idem. Estas medidas tem de ser implementadas em ambientes em que há informação sensivel.

    • PTO says:

      Vê-se que não percebeste o alcance da medida.

  5. Jobz says:

    Nada contra esta tomada de posição.
    As grandes empresas tecnológicas têm de proteger os seus interesses e fornecendo aos seus “colaboradores” formas de poder ter os ficheiros disponíveis em cloud, para além de poder controlar quem acedeu e de onde, é uma forma “segura” de se protegerem contra fugas indesejáveis.
    Na minha empresa todos os dados confidenciais têm encriptação a 1024 bits e apenas disponíveis num terminal sem acesso á internet.

  6. Fernando Dias says:

    Para mim nada disto é um espnato. Trabalhei numa empresa portuguesa e este tipo de procedimento era normal. Muitos dos empregados não tinham e-mail apenas mail interno, Ninguém tinha acesso ao disco C, a grande maioria das máquinas não tinham CD/DVD instalado e
    eu próprio em minha casa nas maquinas que uso tenho useres com permissões reduzidas para trabalhar e navegar na net e uma das opções nestes useres é não ter acesso ao disco C, ter bloqueado o acesso ao CD/DVD/BR, drives USB, não fazer Lock ou switch user e muito mais. Para mim se tratar da máquina de um amigo ou de uma empresa aplico estas politicas se a maquina for para trabalho. Hoje a maior riqueza de uma empresa é a informação e por isso todas deviam adoptar estas restrições para além de implementar passwords fortes e autenticação em dois passos. Vocês que me desculpem mas sempre trabalhei com restrições cada vez maiores e nunca me senti mal por isso, antes pelo contrario com o tempo agradeci pois sentia-me mais seguro.

    • Zinco says:

      Tolice, a quem raio interessa a tua folha de excel com os gastos das viagens, ou a fotos da cozinha nova ? Trabalho numa multinacional e a única preocupação de de segurança é com a propagação de vírus, de restos os funcionários podem fazer o que quiserem com a informação. Não estamos cá com essas merd… de restringir a utilização de pens, ou cd’s ou clouds. Haja liberdade.

      • Methotdic Owl says:

        maior tolice que acabou de dizer, cabe a cada empresa definir o que considera como valioso ou nao. Lá porque a empresa onde trabalha nao valorize a propriedade intelectual, nao significa que seja riculo outra empresa faze-lo.

      • Fernando Dias says:

        Eu nao falei de folhas de calculo com gastos de viagens ou de fotos de cozinhas.
        No meu caso trabalhava com software que podia recolher dados no PC escrever no Mainframe (DB2) aqui em portugal ou em qualquer parte do mundo. Tanto podia ser DB2, AS400, Sybase, SQL, Oracle e outras. Sendo dados de clientes para nós tinham de ser preservados a todo o custo. Estava a falar de outra dimensão como por exemplo 30 milhoes de registos. Fiz inumeras formaçoes em Portugal e fora do pais sobre segunrança informática e qualidade de dados onde estavam presentes representantes de emporesas Inglesas, Holadesas, Francesas, Alemãs, Americanas etc… e todas elas tinham regras de segurança bem apertadas quanto a utilizar perifericos como de acesso a informação e como não é dificil invadir uma empresa começa com a Engenharia Social que não é mais que simples conversas com os empregados das empresas e a obtenção de informações sobre a segurança aplicada na mesma. Se eu puder fazer o que quiser com a informação de uma empresa ou serviço publico imagina o que é obter uma relação com os dados pessoais, financeiros, fiscais etc e divulga-los.
        Vamos lá a pensar o que é possivel fazer com toda esta informação?

  7. Nuno Silva says:

    Da mesma forma que escapou o memorando da notícia também escapam outras informações.

  8. Ramiro says:

    É uma prática comum. Em Portugal, a Bosch Termotecnologia faz o mesmo.

  9. Belmiro says:

    Não entendo a noticia, por esse mundo fora milhares de empresas e hospitais proíbem o uso de meios de suporte externos por questões de segurança ou roubo de dados. A notícia mais valia ser “IBM e umas centenas de milhar mais de empresas…”

  10. Butcher says:

    Na minha cadeia de talhos esta medida já é aplicada há 6 anos.

  11. pois..... says:

    já trabalhei numa empresa no Luxemburgo, que para poder passar ficheiros para uma pen, tinha de fazer um requerimento, que demorava mais ou menos uma semana a ser respondido

  12. PTO says:

    A empresa onde trabalho já tem esta politica implementada há cerca de uma década. As portas USB até estão desativadas e apenas servem para carregar dispositivos tipo telemóveis, smartwatches, etc.

    Para utilização se sistemas externos de storage existe um terminal próprio que regista e controla absolutamente tudo que se copia e/ou transfere para/do sistema.

    Além disso todo e qualquer acesso a sistemas de storage online, vulgo cloud, está completamente bloqueado e inacessível.

    E sim, é uma empresa 100% portuguesa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.