PplWare Mobile

Facebook: Desafio Aceite! Cuidado (sim) com os alarmismos


Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

24 Respostas

  1. Pedro Carvalho says:

    Ice Bucket Chalange deu frutos e basicamente era o mesmo: “Ice Bucket donations find new ALS gene!”

  2. censo says:

    A ignorância é o maior dos males. Publicar fotos no fb é inofensivo. Responder àquele tipo de desafio é também inofensivo. Mais do que isso, os utilizadores tem de saber o que fazem quando mais dados introduzem seja lá onde for. Admira-me haver entidades como PJ e canais de notícias a apontar para os malefícios destas iniciativas. Só posso me lembrar de que a seally season ainda não acabou.

  3. L. Kanbaru says:

    Assim é que é, o Facebook deu asas a muito parolo que quer atenção. Bem feito, pode ser que aprendam desta.

  4. Jose Rodrigues says:

    Não é assim tão linear Censo. Claro que o utilizador domestico não chega lá mas … sempre que desejar qualquer autoridade tem meios para saber onde, quando e até que máquina foi usada para tirar fotos.
    E mais não digo.

    • Balmer says:

      > Claro que o utilizador domestico não chega lá
      > Qualquer Autoridade tem meios para saber
      > E mais não digo
      > Expert!
      *Rolls eyes*
      EXIF?
      Agarrar foto, abrir foto, copiar imagem, colar em novo arquivo, definir data/horário errada no sistema, salvar.

      Sim, por favor, não digas mais. lol

      • Aguamenti says:

        1) A esmagadora maioria do comum mortal não sabe o que é EXIF, logo 2) Sabem lá as pessoas que isso se pode fazer, mas 3) Mesmo que soubessem, muitas iriam achar muito trabalho e outras tantas nem quereriam saber, apesar de que 4) Isso não elimina todas as informações que podem estar associadas ao ficheiro, portanto “nice try, braniac”. *rolls eyes*

        • helena says:

          mas isso não precisas de ter uma foto a preto e branco para eles “roubarem” os teus dados… podem fazer com qualquer foto tua.
          Pior são aqueles sites que “oferecem amostras grátis” tu preenches um formulário completissimo sobre os teus dados para receberes coisas à borla e depois passas a receber milhares de chamadas por dia das mediacares e cartões de crédito.

      • José Abrantes says:

        Em informática não há impossíveis!

  5. Fábio Marques says:

    Há já alguns dias que andava a comentar este alarmismo, pois nenhuma das notícias fazia qualquer sentido. Basta perceber minimamente o que é Spam, Pishing, Malware, etc., para saber que aquelas notícias são enganadoras e sem um pingo de verdade.

  6. Matarruano says:

    Facebook, o que é isso?

  7. Nelson says:

    Obviamente a comunicação social criou esse alarmismo afim de poder chamar a atenção das pessoas e ganhar alguma coisa com isso. Agora a finalidade destas correntes é mesmo obter dados pois no perfil publico como está referido existem dados como contas de email e afins. Usar doenças como o cancro e desgraças fingindo estar a apoiar uma causa para chegar ao que é pretendido não prejudica ninguém mas tem muito que se diga…

  8. Fernando Telmo Silva Santos says:

    A grande maioria das pessoas que alinham nestas situações,infelizmente já perdeu um familiar ou amigo por isso não temem que estas publicações lhes possa trazer dissabores ou mais sofrimento,servem sim para desabafar com os amigos que é para isso que servem as redes sociais!

    • Aguamenti says:

      É para isso que servem as redes sociais? Ignorando o resto, você acha mesmo que as redes sociais servem para desabafos? Há quem a possa usar para esse fim, mas nenhuma rede social surgiu com o intuito de ser um consultório de psicologia online sem privacidade.

      • Fernando Telmo Silva Santos says:

        Sim para isso existem grupos fechados(secretos) de amigos,colegas de escola/trabalho e familiares é isso o Facebook,o resto é bisbilhotice!

  9. David says:

    O problema do facebook é estar altamente mal frequentado resultado de ser muito popular atraindo crimininosos, hooligans, etc basicamente é como na rua, facebook é para gente com mentalidade de rua ou seja vulgaridade, reformem as mentes que a rua tornar-se-à um sitio melhor reflectindo depois no facebook caso ainda se justifique redes sociais nessa altura já que ninguem terá de fugir para o computador para ter vida social saudável. Facebook? não obrigado não tragam a rua para a minha sala de estar!

  10. Darth says:

    Hoje quando vi na SIC está notícia tão mal explicada e a tocar a incompetência/amadorismo por parte dos “jornalistas” que lá trabalham, achei logo que merecia um artigo da pplware.

    Deveras jornalismo incompetente

  11. Rui Madeira says:

    Que triste que é ver a Judite de Sousa ler uma aberração de notícia tão mentirosa e alarmista.

    Que jornalismo reles.

  12. aletras says:

    Ainda bem que todos vocês têm conhecimento de tudo relacionado com a internet, vírus, etc etc. Nem todas as pessoas tiveram essa vantagem ou. Podem fazer um bocadinho de serviço público como o peopleware ( uso do povo) e talvez seja a vossa grande sabedoria util, em vez de criticar ou gozar com a ( infeliz) ignorância dos outros.
    Cresçam e apareçam.

  13. Antonio says:

    Que exagero… Acho que em breve cancelo a minha conta nesta rede social.

  14. MB says:

    Este foi mais um daqueles exemplos de jornalismo “copy/paste”: consiste ir buscar a notícia às concorrência ou às agências noticiosas e divulgá-la sem sequer consultar um (verdadeiro) especialista. Com este pseudo-jornalismo apenas conseguiram criar uma contra-corrente que consegue desacreditar os verdadeiros perigos das partilhas nas redes sociais.
    @Pedro Pinto: Não, a partilha de fotos não propaga “spam, Phishing, roubo de dados, pirataria [ou] burla”. Não propaga DIRECTAMENTE. Indirectamente, pode é aproveitar-se de contas de Facebook mal protegidas (com definições de privacidade mais relaxadas). O Facebook disponibiliza uma API que permite a terceiros obter informação pública dos perfis. Um programador pode fazer uma aplicação que procure todas as publicações públicas que tenham p.e. a hastag #desafioaceite, criando assim uma base de dados de pessoas sensibilizadas para a problemática do cancro. Daí até ao SPAM é um saltinho. Convido as pessoas a ver um video publicado há uns 4 anos atrás sobre esta problemática: https://youtu.be/F7pYHN9iC9I
    Mesmo fazendo de conta que não existe perigo, esta publicações poluem desnecessariamente os nossos timelines com “campanhas”. De cada vez que estas campanhas surgem, a diversidade de publicações desce a pique. Em vez vermos publicações que tenham interesse, vemos uma fila interminável de “hoaxes” a dizer a mesma coisa.
    Este hoax aproveita-se do sentimento de culpa em relação ao sofrimento dos outros e oferece um “remédio” simples, fácil e sem custos. Num instante ficas com e ilusão de que fizeste a boa acção do dia.
    “Ah, estou a ser parvo em partilhar isto mas mal não faz.” Mal não faz? As pessoas que partilham isto são aquelas que se importam o suficiente para fazer algo real para ajudar, se forem bem orientadas. Mas como já espalharam a corrente, já tiveram a sua gratificação. Agora imaginem: cada foto a preto e branco é uma pessoa que poderia ter ajudado mas não o fez.

  15. Jose Rodrigues says:

    Por alguns comentários aqui deixados, dá a sensação que a nossa PJ (e também Espanhola, pelo menos) tem informáticos incompetentes. Enfim …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.