Electricidade por Wireless – O Mundo sem fios


Destaques PPLWARE

76 Respostas

  1. Invision says:

    A ideia é muito boa sem duvida mas isto deve lixar-nos o cerebro todo…=/

    • Shadow says:

      ya mais um bocadinho de radiação aqui e ali….. :S

      • Ivo Mota says:

        Se percebessem mais um pouco de electromagnetismo não diriam essas coisas. Campo magnético que é produzido pela bobina não faz mal a ninguém. Se não fosse o campo magnético neste momento a Terra era um planeta com menos vida do que Marte. É este campo que nos protege das chamadas tempestades solares.

        ali não há emissões de radiação…

        é uma grande ideia sem duvida…

        • A friend says:

          Faz sentido em certa parte, mas noutra não. Uma coisa é o campo magnético natural, outra coisa é o campo gerado pela electricidade.

          Temos fortes exemplos dos postes de alta tensão junto a edificios, que em grande parte foram proibidos por se provar que existe uma relacção forte entre certo tipo de cancros, depressões e outros efeitos secundários devido à exposição do campo magnético gerado por esses mesmos postes.

          • spr says:

            O campo eletromagnetico gerado pelos fios de alta ou muita alta tensao ainda nao foi 100% provado que faz mal a saude, apenas tem suspeitas disso.. no dia a dia estamos rodeados por campos eletromagneticos de todos os aparelhos que temos.

            Para mim e sem duvida uma grande ideia… Das melhores dos últimos tempos..

        • Paulo39 says:

          Não sei se sabes, mas todos os dispositivos eléctricos/electrónicos também criam um campo magnético. Na verdade, a radiação magnética e eléctrica fazem parte da mesma onda: a onda electromagnética. No fundo, uma coisa não existe sem a outra, são duas representações da mesma energia.
          E como, o princípio de funcionamento desta tecnologia é exactamente criar um campo magnético induzido por uma corrente eléctrica, a radiação está lá, e a justificação que deram no vídeo, tal como está, não serve de nada.
          De qualquer maneira, parece-me ser um tecnologia muito interessante, e que tem aplicações práticas super úteis.

        • d05 says:

          Tu é que tens de perceber.
          O comment do Paulo39 diz tudo.

        • Nuno says:

          Por favor DIZ-ME que não acreditas mesmo nisso

      • JGomes says:

        subscrevo ao que o nosso caro amigo Ivo Mota disse.

        Esta tecnologia usa campos magnéticos e estes são de longe mais seguros comparados com radiações ou campos eléctricos produzidos por cabos eléctricos de media e alta tensão.

        (campo magnético =/= campo eléctrico)

        • Paulo39 says:

          Onde existe um campo eléctrico existe campo magnético e vice-versa, por isso não são diferentes. Isto é, são a mesma coisa representada de forma diferente na natureza.

        • A friend says:

          Atenção que o campo magnético é gerado por fortes correntes electricas continuas…

          A tecnologia é mesmo muito interessante mas penso que é preciso muita cautela e muito estudo, especialmente independente, para que ela seja aplicada.

          Sem duvida que adorava ver isto a ser aplicado, mas volto a afirmar, é preciso ter muita coisa em consideração.. Hoje em dia tenho muito receio dos estudos que são feitos, porque tudo o que envolve muito dinheiro fico sempre reticente a qualquer estudo e na duvida no que acreditar.

        • Nuno says:

          campo electrico e campo magnetico são duas manifestações do mesmo fenomeno
          Se um faz mal o outro tambem otario

      • Conimbrigae says:

        Existem muitas divergências sobre os efeitos que os campos electromagnéticos podem provocar à nossa saúde. Há tempos atrás me pediram para formular um parecer jurídico sobre a matéria, contudo, como é óbvio, não se trata de uma questão jurídica. Por assim ser, entrei em contacto com o Instituto da Soldadura e da Qualidade que me enviou um material que, em conclusão, referia que ninguém conhece os efeitos destes campos, nomeadamente no que se refere à maior ou menor incidência de cancro nas pessoas sujeitas a estas forças. Estudos há que dizem que a incidência de cancro é maior e outros dizem precisamente o contrário.

        • A friend says:

          Sei que há muitos estudos contraditórios, mas temos que ver quem os faz e quais os interesses envolvidos. Mudar postes de alta-tensão envolve mesmo muito dinheiro e envolve também projectos com rigor logistico.

          Uma coisa é certa e já vi vários documentários sobre isso, que pessoas que viviam perto desses postes, todos apresentavam sintomas semelhantes como depressão, enxaquecas constantes e em alguns casos cancros.

          Não são estudos directos à exposição desses campos, mas sim estudo a pessoas que vivem directamente perto deles e há muita coecidência e valores consideraveis para haver suspeitas. Todos nós vivemos rodeados de campos electro magnéticos, é verdade, mas estamos a falar de postes onde a voltagem é enorme mesmo. Lembro de ver videos de pessoas por baixo desses postes, com lampadas fluorescentes e elas acenderem… o que demonstra que o campo eletro magnético em seu redor é mesmo elevado… assim como fica-se com os cabelos em pé (literalmente..lol) devido à electricidade estática do nosso corpo sentir-se atraida nesses locais.

    • Físico says:

      Não percebeste nada do que o vídeo dizia pois não?

  2. Manuel Andrade says:

    Se virem no minuto 5:27 ele refere que não há (palavra deles) radiação nenhuma.

    • A friend says:

      Entre o que de diz, e o que realmente acontece costuma haver uma distancia enorme..

      Antigamente o tabaco também era saudavel 😉

      Sinceramente acho que é brincar um pouco demais com a saude, porque uma coisa são redes wireless que operam com pouca energia e já tem nivels de SAR limites, outra coisa é eletrecidade que envolve um numero de Watts e Volts bem superior que qualquer rede wireless existente.

    • d05 says:

      já os fios transmitem radição, mesmo enterrados na terra.

      se não transmite nenhuma radiação essa porcaria não funciona ou não tem nada haver com a palavra wireless, magnetismo e electricidade.

      • A friend says:

        Acho que os unicos fios que conheço que não emitem radiação electromagnética são mesmos os da Fibra Optica…por isso é que não sofrem com as taxas de SNR e os pings são baixissimos! 😀

        O cobre por exemplo, até se tiver mau tempo as ondas electromagnéticas do mau tempo afectam a qualidade da transmissão de dados.

    • M@rk says:

      É verdade pelo que parece funciona através de campo magnéticos. Mas será que iso não nos afecta de uma forma ou outra? Bem os postes de alta tenção tambem nao são bons para a saúde, as bandas utilizadas pelas várias tecnologias de wireless, radio, telemovel e afins tambem, existe muitos estudos mas não conclusivos…pelo menos para alguns =p. Mas não deixa de ser uma egenhoca fabulosa.

  3. codemaster says:

    Já tinha visto um artigo qualquer sobre isto, mas não sabia que já estava neste estado de desenvolvimento. Isto, no fundo, vai revolucionar a maneira como todos os artigos electrónicos vão passar a funcionar.

    Para os “cépticos” das radiações, acreditem que fico mais preocupado com putos a almoçarem no McDonalds do que os campos electro-magnéticos dos nossos telemóveis e neste caso da “WiTricity”.

    • Lokier says:

      @codemasters
      Só que os putos a almoçarem no macdonalds podem lá ir ou não, enquanto que uma tecnologia destas, quer concordes ou não com ela se for para a frente vais levar com ela, a não ser que mudes de planeta, o que me parece pouco provável.

      @IvoMota
      Água também é a fonte da vida e quando bebida em excesso pode matar certo?

      Tecnologicamente falando, seria fantástico ter um mundo assim, mas estou um pouco céptico quanto a isso. O marketing e a manipulação podem-nos levar a acreditar em coisas irreais e aprova disso está no passado e presente, para quem quiser ver claro.

  4. Ainda não vi o vídeo mas isto como passa a dar para apanhar a electricidade do vizinho não?? lool assim como acontece com a net

  5. Santos says:

    Esta tecnologia não é nova. Nicola Tesla tinha o sonho de fornecer electricidade gratuita para o mundo inteiro. Hoje devemos-lhe a corrente alterna, ou seja, a electricidade que corre nas nossas tomadas deve-se a este grande cientista que morreu na miséria.

    • A friend says:

      Muitos são os que morrem ricos, mas poucos são aqueles que morrem pobres e deixam um nome que marca a diferença na História, especialmente para o bem. 😉

      • Santos says:

        Tens razão, isso é que chamamos de eternidade.
        Só agora é que vi o vídeo, afinal, o homem sempre referiu-se ao Tesla, no inicio. No entanto não lhe deu o devido crédito. Tenho visto muita arrogância e presunção da parte de alguns cientista actuais, só porque são senhores doutores já pensam que são superiores. Esses srs. doutores não chegam nem perto do Nicola Tesla. O valor de uma pessoa não pode medir-se apenas pelo que ela faz, mas mais importante, é aquilo que ela é; ou seja: o carácter, a sabedoria e a bondade. Esses S.D. dizem que Tesla não era um cientista, mas sim um inventor. Ora, parece-me que aos olhos dos S.D., alguém só pode ser cientista se for académico; não importa se essa pessoa faz experiências de laboratório com cálculos complexos e se tem uma criatividade genial, se não for Senhor Doutor, está tramado.
        São estes S.D. que vendem a alma ao “diabo” para construir armas poderosas e outras experiências que põem em risco a própria humanidade.

        • A friend says:

          Pois mas infelizmente o mundo é feito de estatutos e patentes. Não se dá o devido valor a quem se deve.

          Não é só na ciência, até no mundo do cinema, futebol e tudo o resto é assim..

          Há bons médicos sem estudos e péssimos médicos com doutoramento apenas porque a familia assim o exigia, pelo estatuto, mas depois não entendem o que fazem, aprendem apenas nos livros e são negligentes nos momentos criticos porque vivem de estudos e não de compreensão de como as coisas funcionam. Para mim, pessoas de valor são aquelas que fazem algo com o dom que nasceram…

          Mas hoje em dia é mais do estilo: “é actor quem quer ser famoso e não é famoso quem quer ser actor…”

      • d05 says:

        Poucos o conhecem , mas ele é o pai de muita coisa , fazia-o por gosto.
        http://pt.wikipedia.org/wiki/Nikola_Tesla

  6. Espantado™ says:

    Video interessante para ilusionistas!
    Curioso ver um simples telemóvel Nokia que corre o Symbian
    que ainda demora alguns largos segundos a arrancar, e no video arranca em menos de 2 segundos!
    Será da velocidade da energia wireless ou ilusão?

    • Maia says:

      Se viste o video, e percebes inglês correcto, viste então que os telemóveis não estavam desligados, mas sim em standby, ou seja.. o que aparece nos ecrãs é apenas o sinal que estão a carregar a bateria.

    • Tiago Dias says:

      Antes de criticar convêm pensar minimamente no assunto ou ler/ver as coisas com alguma atenção.

      Quanto à tecnologia, sem dúvida que é fantástica. No entanto deviam ser feitos mais estudos sérios e rigorosos a este tipo de ondas, ou radiações, ou campos, e ver até que nível tecnologias como esta são seguras ou não..

      O que está a fazer mais falta neste momento são avanços na tecnologia das baterias. Aí sim devia haver investimento e tentar melhorar o que existe. Se pudermos diminuir as vezes que ligamos os fios aos aparelhos, talvez esta ideia de energia sem fios possa esperar e amadurecer mais..

    • Sombra says:

      Olha, o Fantástico ficou mudo… 🙂

  7. Lápis Azul says:

    E por incrivel que pareça, pouca gente sabe quem foi e o que fez Nicola Tesla… No entanto, muita da tecnologia hoje banalizada, é de sua autoria, mas infelizmente, Tesla não tinha amigos influentes mas tinha bons inimigos… Thomas Edison e outros…

    A ver: http://pt.wikipedia.org/wiki/Guerra_das_Correntes

    http://seucarroeletrico.wordpress.com/2009/01/29/por-que-devemos-lembrar-de-nikola-tesla-e-nao-thomas-edison/

  8. samuel says:

    Segundo o que li num artigo a uns tempos atrás, que dizia que esta tecnologia já era um bocado velha, mas era a tecnologia usada para carregar baterias.
    Ainda bem que comecem a “eliminar” os fios, desde que não seja prejudicial à nossa saude…

  9. Helder Capelo says:

    Nós já vivemos rodeados por campos electromagnéticos de 50Hz provocados pela corrente eléctrica e por campos perto da banda dos 2.4GHz (wireless) e 1.8GHz (telemóveis). Esta banda é particularmente nociva porque excita as moléculas de água e por isso é usada nos micro-ondas. Felizmente estes campos só são perigosos até 20cm como tal usar o telemóvel junto ao ouvido durante muito tempo pode ser nocivo.
    Esta tecnologia é perfeitamente segura porque devido ao uso de ressonância só se o nosso corpo tivesse a mesma frequência de ressonância que a usada para a transmissão é que captaríamos a tensão emitida.

  10. Nuno says:

    Eu desde que a tv shop apareceu nos anos 90 que deixei de acreditar em vendedores de banha da cobra que alegremente fazem experiencias e cortam cenouras a grande velocidade em frente a um publico delirante…
    Esta tecnologia simplesmente NÂO É PRÁTICA

  11. Vitor Almeida says:

    Meus amigos. já Há muito tempo que se sabia isto , pois eu acendi muitas vezes uma lâmpada fluorescente junto a um poste de electricidade e não era de muito alta tensão.
    Quando aproximamos uma lâmpada fluorescente ela acende, o que é isto senão electricidade por magnetização.

  12. Wilson Silva says:

    Isto dava muito jeito em Angola porque, pelo que ouvi dizer, lá roubam os fios de electricidade. (Isto dito por um Rapper Angolano numa das suas músicas).

    http://www.youtube.com/watch?v=cP_L1yIlh4k

    “Liga aí o cabo wireless”

    • A friend says:

      Pois…depois ele já não precisava de se queixar da falta de luz e podia alterar a letra da musica… 😀

      “Possas Xico Zé vê só, já tenho luz na minha cubata,
      é so levantar o rádio e ter musica barata!
      Os pulas chamam isso de electricidade sem fios,
      mas pra mim é mais uma forma de não fazer um cu e ter mais filhos”

      • Wilson Silva says:

        Essa última frase lembra-me aquela conversa muito popular e negativa em que os estrangeiros não fazem nada, vêm cá para roubar e fazem filhos para receberem viverem à custa dos subsídios. O que não me agradou. Isto é a minha interpretação, corrige-me se estiver errado.

        • Helder Capelo says:

          É óbvio que não são todos mas uma grande parte fazem isso e conheço alguns casos. Então o caso dos ciganos é demais: tenho um amigo que é gerente de um banco que fica parvo quando eles chegam nos seus BMs e carregados de ouro para levantar os cheques do rendimento mínimo de mais de mil euros cada.

          • Wilson Silva says:

            É contraditório dizeres que é óbvio não serem todos mas depois generalizares com o exemplo dos ciganos. Mas penso já ter ficado satisfeito com a resposta.

            Essa maneira cancerígena de pensar é difícil de arrancar das nossas cabeças, por isso nem me vou debruçar mais sobre o assunto.

        • A friend says:

          @Wilson Silva

          É obvio que nunca se deve generalizar, mas o facto é que uma percentagem muito elevada faz isso e é precisamente tal e qual como o Helder Capelo disse:

          “… o caso dos ciganos é demais: tenho um amigo que é gerente de um banco que fica parvo quando eles chegam nos seus BMs e carregados de ouro para levantar os cheques do rendimento mínimo de mais de mil euros cada.”

          Conheço destes casos aos pontapés também, assim como conheço casos de bairros sociais em que, todos se queixam da falta de trabalho, vivem com rendas quase dadas, os filhos passam 24horas por dia na rua nem estudam, os pais queixam-se do rendimento minimo que “só” lhes dá 800 euros mês, com uma renda de 20 euros, e depois ve-mos o parque de estacionamento é só BMW’s. Audis e tudo mais… e quando há desacatos, “A bofia não manda aqui…” quando nem eles são donos do bairro em que vivem 😉

          Quando fiz aquela brincadeira da musica, só enfia a carapuça quem quer…. temos é que aceitar a realidade que é visivel em cada canto com muita facilidade, independentemente da raça ou nacionalidade.

  13. Se colocar-mos uma lâmpada fundida dentro de um micro ondas ela dá luz…

    Aquilo deve funcionar quase do mesmo género, ou então não… lol

  14. Rui Guedes says:

    Acho que anda aqui muita gente a confundir as coisas… Campo magnético é uma coisa, campo eléctrico é outra. Depois temos as ondas electromagnéticas. Exemplos: Campo magnético pode ser originado por um íman ou electricidade. e o campo magnético originado por uma linha de alta tensão onde passam algumas centenas ou milhares de amperes é muito inferior ao campo magnético terrestre (se souberem um pouco de física), logo não é nocivo à saúde… Só que quando falam das linhas de alta tensão na comunicação social põem pessoas que inspiram menos confiança às pessoas a falar, entre eles autarcas e por vezes os empresários que fazem a montagem dessas linhas. nunca são ouvidos os físicos ou engenheiros… ondas electromagnéticas são ondas como o nome indica têm uma parte electrica e uma parte magnética, as ondas de rádio as micro-ondas, o raio x, a luz visível são exemplos dessas ondas e normalmente uma linha de alta tensão por exemplo não emite esse tipo de ondas…. :S

    • A friend says:

      Falando apenas de Campos Magnéticos.

      Todo o material que seja composto por electricidade, emite um campo magnético, até mesmo para se fazer um simples iman é possivel com uma barra de ferro envolvida por um fio ligada a uma corrente… mas acho que isso aqui grande parte sabe disso.

      Não existe ainda qualquer prova ou indicio que o campo magnético esteja associado a qualquer tipo DIRECTO de maleficios para a saude, contudo existe certas duvidas já que esse mesmo campo pode inibir o corpo humano de produzir certo tipo de hormonas, como a melatonina, etc. Sei que houve também alguns estudos que relaccionam o campo magnético com certo tipo de casos de leucemia em crianças, mas estudos esses que nunca foram comprovados.

      A conclusão que chego é que existe ainda muita coisa a ser estudada e como disse acima, é preciso mesmo ter muita cautela, porque em todos os estudos que vejo, mesmo aqueles que não provam rigorosamente qualquer maleficio para a saude, existe sempre um “MAS” mas entrelinhas.

      Encontrei este PDF que pode ser interessante para alguns,

      http://193.136.221.5/item/administracao/project_documentation/monIT_Ext_Tec_0614_03_FactSheet205.pdf

    • Helder Capelo says:

      Campo magnético e campo eléctrico são 2 observações sobre o mesmo fenómeno e foi J.C. Maxwell que o descobriu e criou o termo campo electromagnético. Se estudares as leis de Maxwell facilmente chegas á conclusão que um cria o outro e vice-versa. Sem este fenómeno não existiam os transformadores.
      Na mecânica quântica este fenómeno explica o deslocamento de partículas fundamentais como os fotões como meras perturbações no campo electromagnético mas aqui é muito mais difícil de entender para nós mortais porque o fotão pode estar em vários sítios ao mesmo tempo.

      Sim as linhas de alta tensão são seguras mas acho piada as pessoas preferirem que elas sejam enterradas (ficando a uns 2 metros delas) do que tê-las lá no ar a uns 20 metros quando o campo diminui pelo quadrado da distância ás linhas… enfim… ignorance is a bitch

    • Paulo39 says:

      @ Rui Guedes

      Como disseste e bem, o campo magnético pode ser criado por um íman (natural ou artificial (exemplo dado pelo A friend)) ou por uma corrente eléctrica. Neste caso, estamos sempre a falar de campos magnéticos induzidos por correntes eléctricas, campos esses que depois vão induzir de novo uma corrente eléctrica que põe o aparelho a funcionar. Ora, visto que estes campos magnéticos são criados por correntes eléctricas, essas correntes têm também o seu próprio campo eléctrico, ou seja, estamos na presença duma intersecção de dois campos, o magnético e o eléctrico. Daí as ondas electromagnéticas! A forma desta tecnologia trabalhar é através de ondas electromagnéticas, disso há dúvida. E os postes de alta tensão emitem ondas electromagnéticas de certeza absoluta! Não só já te deram aqui exemplos de experiências como podes imaginar facilmente que os cabos onde passa a electricidade estão quentes… pois, e sabes o que é radiação infravermelha? Também é radiação electromagnética e é aquilo a que vulgarmente chamamos calor. Portanto, no mínimo, os postes de alta tensão, tal como qualquer fio eléctrico, seja ele qual for, emitem radiação infravermelha, logo emitem radiação electromagnética.
      Já agora, e só para terminar, dizes que o campo magnético terrestre é muitas vezes superior ao gerado por um poste de alta tensão… mas a massa e a dimensão da terra também é muitas vezes superior às dum poste de alta tensão. A intensidade do campo depende também da distância.

      • A friend says:

        Exactamente, é que até o proprio homem no video se contradiz… quando passa pelo campo magnético, com aquele ar assim meio receoso.. lol… se o campo magnético não tivesse qualquer tipo de energia, como é que a TV se liga?!…

        Acho espantoso haver pessoal por o campo magnético num lado e campo electrico noutro, quando estamos a falar de aparelhos que funcionam com energia electrica… Realmente eles no video conseguem induzir as pessoas em erro com uma facilidade impressionante e é por vezes isso que me choca um pouco…

        Outra coisa que as pessoas devem por em mente, se ainda o cerebro humano não foi decifrado, não se sabe ao certo que tipo de enegia envolve o nosso corpo, como podem afirmar a 100% que energias externas não nos influenciam? Se até o clima nos muda o humor, muita gente pensa que é por estar nuvens cinzentas, o que não sabem é que essas mesmas nuvens trazem cargas electricas que influenciam e muito o nosso estado de humor, e que em muitas pessoas se manifesta com enxaquecas…

  15. dajosova says:

    Sem dúvida que esta tecnologia vai vingar em breve!!

  16. HélioSoares says:

    É sem dúvida uma excelente ideia. Talvez num futuro breve todos nós possamos desfrutar disto a custos acessiveis. Que o façam antes de 2012 (the end is near).

    Por enquanto, acho que poderiam postar com termos.
    ”Se um faz mal o outro tambem otario” (Dito por Nuno)
    Não é atravéz de palavras rudes que expressas a tua opinião. Se queres demonstrá-la fá-lo de forma civilizada.

  17. BrunoG says:

    À ANOS QUE USO ESTA TECNOLOGIA!!!
    Conhecem as canetas Wacom, usadas para desenhar com o computador?
    Pois é, as canetas não têem fios e recebem energia desta forma, com a diferença de que só funciona a poucos centimetros

    Vejam aqui -> http://www.wacom.eu/_bib_user/downloads/tech_bam_en.pdf

    • A friend says:

      Olha obrigadão pela info!!!…

      Sem crer, respondeste a pergunta que fiz em tempos quando se falou de tablets e mesas, eu tenho uma Wacom e sempre me intrigou o facto de a pen não ter qualquer tipo de energia..a pen em si fazia sentido ao passar pela mesa e escrever, já que esse processo poderia ser feito pela propria mesa, etc.. mas o que me intrigava mais era os 2 botões serem funcionais sem qualquer tipo de energia 😉

    • Joao Campos says:

      O caso mais típico de carregamento sem fios em funcionamento é o das escovas de dentes eléctricos. Se repararem aquilo não tem contactos eléctricos, é por indução.

  18. A friend says:

    Isto é só um pequeno exemplo de não se acreditar em tudo o que nos encutem… comparado ao exemplo dos radios, ondas electromágneticas, telemoveis, etc…

    Nenhum estudo, segundo eles, provam que isto faz mal…mas..verdade seja dita, tudo isto tem por trás enormes fontes de rendimento.. ou alguêm tem duvidas que por exemplo em telemoveis, a quantidade de dinheiro que as operadoras ganham?

    Vivemos rodeados de carros, toda a gente sabe e está provado que os gases emitidos pelo escape são altamente prejudiciais à saúde e esses sim estão associados à varios tipos de cancro.

    Quando é que as pessoas se preocuparam em mudar de carros de combustão para carros hibridos ou eletricos? Porque os carros de combustão faziam mal? ERRADO. Preocuparam-se apenas porque a gasolina está cara…

    Por isso é tudo o que digo.. tudo… TUDO.. o que envolve muito dinheiro e trás fortes fontes de rendimento, não há estudos que confrotem qualquer tipo de coisa que envolva muito dinheiro. Uma coisa é certa, cada vez há mais tipos de cancro, cada vez mais se ve pessoas a morrer desse grande mal ou a serem afectadas por isso… Enquanto se puser o dinheiro à frente do nosso bem estar e saude, bem podem esperar sentados que apareçam estudos a dizer: Vamos acabar com isto porque faz-nos mal… serão sempre “inconclusivos” …

  19. Wishmaster says:

    Esta ideia é espectacular sim senhor!!

    Assim, podem carregar o telemóvel depois de saírem de casa enquanto vão para a quimioterapia!!!

  20. José Mosteias says:

    Esses senhores podem agradecer ao Grande Inventor e Visionário Nikola Tesla(http://www.exatas.com/fisica/tesla.html) pela sua descoberta.

  21. anybody says:

    Axu k o homem disse k akilo é parecido com as ondas de som. Quem sabe como se comporta o som percebe como se comportam as ondas electromagneticas.
    Se a tal auréola vibrar com certa frequencia e emitir um som (suponhamos), e se esse som for de encontro a outra aureola também sensível às alterações de pressão do ar ela vai vibrar correcto? Ao vibrar gera energia.
    Acho que é a mesma analogia, no caso do som pode ser até uma frequencia que o ser humano pode não ouvir, abaixo dos 20 ou acima dos 20khz. Se calhar esta tecnologia devia funcionar com som e não com magnetismo, ou entao o som tb faz mal 😉

    • A friend says:

      O ultra-som seria uma boa alternativa, em que o receptor tivesse uma membrana que esta ao vibrar produzisse energia.

      Isso sim seria algo sem qualquer risco, já que não se trata de transporte de energia, mas sim que à distancia faria o dispositivo gerar a própria energia. 😉

    • Paulo39 says:

      A tua analogia não está errada.
      Mas há vários “pormenores” muito importantes.
      O som é criado pela vibração de partículas com massa. As ondas electromagnéticas não têm massa (Por isso é que o som não se propaga no vazio, mas a luz sim). Ou seja, para causar som, tens de gastar muitíssima mais energia, e além disso, a energia transportada é incomparavelmente inferior. Recorrendo a outra analogia, o som funciona como um salto à corda, dás um impulso à corda e essa vibração transmite-se pela corda fora até chegar ao fim. Mas lá está, é necessário um suporte material.

  22. darkxp says:

    penso que aqui o problema tem a ver com as perdas… imagino que para transportar 1W devem perder uns 10W ….

    quanto as ondas… não está provado que faça mal… mas acredito que tambem muito bem nao faz… mas que nosso corpo se vaihabituar e mutar com o tempo isso vai…

    • Paulo39 says:

      “quanto as ondas… não está provado que faça mal… ”
      Não sei em que é que te baseias para dizer isso.
      E que ondas já agora?
      Os raios ultravioleta (é um gama da radiação magnética) causam cancro da pele. Os raios gama são radioactivos. Os infravermelhos podem queimar, etc, etc.
      É fácil opinar, mas devemos ter algum cuidado quando se tratam de assuntos científicos, porque nestes casos não há tanto espaço para “opiniões” mas sim para factos.

  23. joão says:

    Cada um é livre de pensar o que quiser, já não nos encontramos na idade média. E por isso gostava de deixar aqui a minha opinião. Saliento os seguintes aspectos, para reflexão:
    – A industria da electricidade é um lobbie poderoso;
    – A ausência de divulgação de uma informação técnico-científica adequada e pertinente sobre este assunto.
    – Sugiro que visualizem o espectro de frequências da radiação electromagnética e compreendem o que são radiações ionizantes (10^16Hz-10^22Hz)e não ionizantes (0Hz-10^12Hz) – f = c/λ
    – Quanto maior for a tensão, maior será a intensidade do campo eléctrico. A intensidade do campo eléctrico é medida em Volt por metro (V/m)
    – O campo magnético resulta do fluxo de corrente através do material condutor e aumenta de intensidade à medida que a corrente aumenta.
    – As radiações associadas à gama de frequências em que funcionam os telemóveis e respectivas antenas de estações base, as chamadas radiofrequências (800 MHz a 2 GHz), fazem assim parte do espectro da
    radiação electromagnética não ionizante. Os telemóveis constituem uma fonte de radiações importante para o cérebro dos utilizadores, dado que o telemóvel é colocado junto à cabeça durante a conversação, mas por um período limitado. As radiações emitidas por uma antena de estação base não se propagam normalmente na vertical, mas quase horizontalmente, com ligeiro ângulo de inclinação, pelo que o feixe principal é inclinado para baixo, só atingindo o solo a uma distância que pode variar entre 50 e 200 metros em zonas urbanas, chamado efeito “chapéu de chuva”, diria que existe menos radiação junto à estação do que afastado 50-200m.
    – De acordo com estudos realizados, a intensidade máxima do campo eléctrico produzida junto à cabeça de um indivíduo que se encontre próximo de um telemóvel (durante a conversação) pode atingir cerca de 100 V/m, ao passo que a exposição da população a campo eléctrico proveniente de uma estação base é muito menor – a intensidade máxima pode ir até cerca de 5 V/m, isto é, 20 vezes inferior.

  24. joão says:

    continuação:
    – Os processos electrofisiológicos normais existentes no nosso organismo podem ser influenciados pelos campos electromagnéticos externos, sejam estes naturais (emitidos pelo Sol) ou artificiais (isto é, produzidos pelo Homem).
    – A gama de frequências em que os telemóveis funcionam estão inseridas nas radiações não ionizantes, isto é, não têm a capacidade de produzir iões, directa ou indirectamente (de que resultam lesões da estrutura do material biológico), ao
    contrário das gamas de frequências ionizantes, como é o caso dos raios X, que provocam a ruptura das ligações químicas das moléculas, por isso é que o pessoal não gosta de tirar radiografias.
    – Contudo, a radiação electromagnética não ionizante, embora não tenha energia suficiente para provocar uma ionização, é susceptível de induzir outros efeitos biológicos.
    – Na universidade, calculamos as capacidades entre os condutores e entre estes e a terra nas linhas de alta tensão, porque será?? e a disposição dos condutores em esteira ou triângulo tem influência nas capacidades ou valor das indutâncias apesar das distâncias que os separam.
    – Uma vez dentro de um posto de transformação em alvenaria dos antigos em cabine baixa fiquei um ponto tonto assim como 2 colegas meus depois de estarmos 1 hora dentro do PT a planear um trabalho, quando os barramentos se encontravam mesmo por cima.
    – Terminando, não acredito muito neste tipo de electricidade Wireless, devido às elevadas frequências em jogo, às elevadas perdas devido à permeabilidade do ar (só resulta ou apresenta bom rendimento a curtas distâncias), interferências com outros equipamentos devido às elevadas frequencias (como acontece com o telemóvel quando recebemos chamadas), é uma tecnologia com mais de 100 anos que o diga o sr. Tesla foi o pai desta invenção.
    mas no entanto acredito que este tipo de tecnologia pode ter as suas aplicações especificas onde outras não sejam tão eficientes.
    Cumprimentos
    João

  25. joni says:

    …lei de lenz e faraday em conjunto dizem, uma espira ou um conjunto de espiras ao serem atravessados por um campo magnetico fazem com que se criem nelas, espiras, um a força electromotriz que tende a opor-se à causa que lhe deu origem…. principio basico do gerador\ motor eletrico tranformador…. grande ideia, grande Tesla, um genio….

  26. Jorge Ferreira says:

    Não é novidade deste ano. Já há dois anos que se fala nisto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.