Como fazer índices automáticos no Word 2007


Destaques PPLWARE

52 Respostas

  1. Evil_Dark says:

    Muito util. Obrigado.

    Off-topic: Preciso de um programa que me faça uma imagem exacta do meu pc pa depois poder gravar num ou mais dvds e arrancar com esse dvd no meu outro portatil sem ter de instalar tudo individualmente.

    P.S. Tenho dois portateis iguais…

    Obrigado.

    • Luís says:

      Se queres fazer uma imagem do sistema, o melhor é o Acronis True Image, mas sempre tens programas gratuitos como o driveimage XML ou o Macrium Reflect :)

      cumps.

    • ALL says:

      Acronis True Image.

      Faz uma imagem exacta do disco e fica no formato do programa.

      1) Criar a imagem e gravar no externo
      2) Criar o CD boot da Acronis
      3) Arracar o CD boot no outro laptop e ir buscar a imagem ao externo p fazer o restauro. (15min e esta feito)

      Já o uso a uns anos e nunca me deixou ficar mal.

    • Crazy_Boy says:

      Viva!

      Pode utilizar o Norton Ghost, infelizmente não é um software livre, mas é bastante bom. Acredito que possa encontrar uma outra aplicação livre de custos que lhe faça exactamente o mesmo, mas não tenho conhecimento de nenhuma.

      Se Utilizar o Norton Ghost tenha em atenção que depois irá precisar de um CD de arranque do Norton Ghost para que possa aplicar a imagem criada no outro portátil, pois a imagem que irá criar em DVD não poderá ser usada como Live-CD.

      Tenha também em atenção que os portáteis devem ser exactamente iguais, caso contrário existe uma grande probabilidade de haver incompatibilidades e o sistema não chegar a arrancar.

      Cumprimentos.

    • Antonio Mourao says:

      Podes também usar “Symantec Backup Exec System Recovery Desktop Edition”, dá para criar imagens online e até converte-la para uma maquina virtual.

      http://www.symantec.com/business/backup-exec-system-recovery-desktop-edition

  2. Pedro A. says:

    Se o problema era esse já podias ter dito, sempre tive de fazer estes índices automáticos na universidade.

    • tintas says:

      realmente…isso é um bocado básico, embora mt útil para quem n tem experiencia. Mas pensei q o ppl aqui do pplware já estivesse familiarizado com essas tralhas todas 😀

  3. UKN says:

    Bom tutorial. Continuem.

  4. ALL says:

    Já os faço a algum tempo, mas a verdade é q so a coisa de 1 ou 2 anos é q os aprendi a fazer, como tal, my bom artigo, certamente q ira ser mt útil para vários users

    • Conimbrigae says:

      Isso sempre existiu no word, aliás, existe desde quando o windows era só o word (na altura do pc xt). No word 2007 as coisas só foram um pouco complicadas… de qq forma, o artigo está interessante e muito didáctico. Já agora coloco uma ideia aqui: poderiam ensinar a fazer referências cruzadas (muita gente não sabe que tal é possível) e anotações marginais (ctrl + alt + m). Há muitas utilidades do word que a maior parte das pessoas desconhece. Tempos atrás estive a mostrar como se faz parágrafos no word para um amigo e ele ficou maravilhado com essa função da régua… imaginem a reacção do mesmo quando lhe mostrei a marcação com o ctrl + alt + m? O word ainda é um segredo e muitos julgam que sabem trabalhar com esta ferramenta quando, na verdade, desconhecem 90% da sua capacidade.

    • ALOE says:

      A mim foi útil!

  5. Alex Ribeiro says:

    O Word é bem chato, sendo um editor de textos, no que diz respeito a criação de índices analíticos e remissivos. O sei por que uso muito estes recursos. O artigo é bom, não tiro o mérito, mas é superficial para alguém que precise de algo mais profissional, para torna-lo completo seria necessário abordar a numeração ou não das páginas, vários níveis de numeração de página por seção e a própria inclusão do índice em si.

    Por exemplo, quando eu crio um artigo eu não vou contar a numeração da capa, contracapa, página de abertura, resenhas e do próprio índice, ou seja, a numeração de fato (página 1 do índice) começa da quarta, quinta ou sexta página do próprio documento. Já cheguei a perder 1h para explicar isso a um profissional de uma gráfica, que insistia em dizer que nossos índices estavam errados, quando na verdade ele inorria no vício de numerar os documentos desde a primeira página.

    • Conimbrigae says:

      Isso depende de como vc faz a numeração das páginas… se for reparar, todos os livros começam de verdade lá pela página 11 ou seguintes. Tb depende de onde vc vai colocar o índice (começo ou fim do documento). Em Portugal coloca-se, em regra, no fim. No Brasil é costume colocar no início. Nada que não se resolva com as quebras.

      • Alex Ribeiro says:

        @Conimbrigae

        A maioria das pessoas nem conhecem as quebras de página e para este caso teria que ser quebras de seções com numerações independentes. É disto que falo.

        No Brasil realmente os índices analíticos costumam ser no começo e remissivos no final da obra.

    • Luis says:

      Então e os documentos não devem ser numerados desde a 1ª página? Pode não parecer o número, e mesmo não aparecer no índice, mas a página conta para a correcta numeração do documento.

  6. Frigo says:

    por acaso nunca tinha explorado isto. Vai dar muito jeitinho para escrever a tese em Agosto.

  7. Conimbrigae says:

    Não sei pq o meu comentário foi parar como resposta ao All… tá dando pau aqui.

  8. Nuno Amaral says:

    Dá sempre jeito isto. http://www.cidadeviseu.com

  9. Pedro Pinto says:

    Vou aproveitar algumas dicas aqui referidas para próximos artigos :)

  10. pedroL says:

    Mt obrigado Pedro Pinto!
    Um destes p/ Mac era tão bom… :)

  11. Tipsy says:

    Bom artigo, aprendi a fazer índices automáticos a uns 2 anos atrás para uma apresentação final, dá muito jeito mesmo.

  12. Rui Carneiro says:

    E para quando um tutorial de como fazer índices em LaTeX??? Ah espera! É só \makeindex :\

    Agora a sério… já divulgavam ai as potencialidades do LaTeX.

    • Rui Costa says:

      Caro amigo,

      As potencialidades do latex são várias…começando pelos preservativos….

      Bom fim de semana

      http://www.fibrosom.com

    • Jpmaroco says:

      LaTeX???
      Mas alguem, fora do mundo a matemática, uso o LaTex? Já agora para que está no suplicio de ter que escrever um artigo em LateX para uma revista ou congresso há duas ferramentas optimas para Word que facilitam a tarefa:
      1. MathType (www.Designscience.com): permite converter as formulas de WSIWYG para o formato LaTeX
      2. GrindEqMath: Converte o ficheiro word em LaTex…

      E antes que alguem comece a dizer que há editores WSYWYG para Latex, sim eu conheço-os (uso o Texmaker), mas é bem mais simples escrever um texto matematico em Word com o MathType.

  13. Afonso says:

    se fosse assim tão fácil trabalhar com essa maldita aplicação…

  14. Bruno SIlva says:

    Grande, grande, grande Tutorial..

    Quando fazia índices era tua há “pata”, nunca soube trabalhar muito com essa opção. Ver se no próximo trabalho já aplico isto.

  15. MB says:

    Mais uns tutoriais sobre ferramentas de produtividade é que era!

    COntinuação de bom trabalho

  16. NoiteLonga says:

    Muito bom o tutorial!
    Para a próxima podias fazer um mas para índice de figuras que também dá bastante jeito! 😀

  17. mmick says:

    Excelente post!!! PARABÉNS!
    Há que fazer mais!

  18. CarlosMC says:

    Falando do Word 2007:
    Alguém sabe como diminuir a espessura dos contornos das tabela, no formato grelha, mantendo a diferença de espessura entre células e bordas de tabela?
    São 3/4 de ponto entre células e 1 1/2 nas bordas; eu queria 1/2 e 1 ponto, mas se ponho 1 ponto nas opções, ficam tudo idêntico (células e borda da tabela).
    Obg.

    • Zorbian says:

      Boas.
      Se utilizares a ferramenta de desenhar a tabela, fazes como queres (1/2 pt nas células, 1 pt nas bordas). Não vês a diferença por causa do zoom, se meter a 150 % já notas umas mais espessas que outras. O mesmo se aplica à visualização de impressão.

  19. Paulo Flávio says:

    Excelente tutorial.

    Parabéns ao Pedro Pinto e ao PPLWARE por este post. Ficou muito didático para explicar a pessoas que não sabem usar este recurso. Não sei se é de interesse do pessoal do pplware, mas um tutorial do EndNote associado ao tutorial acima seria 90% da estrutura de formatação de um trabalho acadêmico ^^. Fica a sugestão. Abraços

  20. Marco Dinis says:

    Bem e agora era um tutorial sobre o mesmo… mas para o OpenOffice.org

    • Também concordo.
      Algum tempo atrás comecei a fazer um trabalho em Openoffice, mas tive que o passar para o Word pois este permite embelezar melhor os textos e principalmente, as imagens.
      Dou sempre preferência à utilização de software Opensource, mas este, precisa de evoluir também a parte estética.

  21. NC says:

    Demais….

    Que jeitaço que esta info. me vai dar….
    Obrigado!

  22. Liliana says:

    obrigado pela dica… eu ainda trabalho com o word anterior e não sei como fazer indices utomáticos… ando a fazer experiências a ver se consigo… mas não está fácil… se der para fazer um da anterior versão… era excelente…

    cumps. liliana.dias

  23. um ponto que não foi explicado e que estava a ver se era mencionado é como criar o dito índice mas incorporado num documento com capa, página de índice e corpo do documento.

  24. sacl says:

    Muito, muito obrigada! Salvaste a minha tese!

  25. Joabson says:

    Esse tutorial é extraordinário, parabéns ao criador, o passo a passo muito bem detalhado não dificuldades…………………………………..

  26. Miley Cyrus says:

    very goog !!!
    Congrulations!!!!!

  27. Ivan Semedo says:

    Adorei. super bom , super esclarecedor… Continue com este tipo de site. E demais…

  28. Foster says:

    Muito útil cara, se soubesse disso quando fiz meu TCC…
    Vlw!

  29. jon says:

    Alguem pode dar uma dica sobre o pequeno problema que tenho no word 2010: tenho algumas parte de texto que chegam ao nivel 4, mas quando faço pra gerar o indice automatico o word só reconhece até ao nivel 3 no indice.

    alguem pode ajudar sff?

    thankx

  30. Há muita info por aí na net sobre isso com o Word em Inglês.
    Por que não nos deram essa pedagogia com o Word em PT. Não seira muito mais útil?

  31. Pudget says:

    Eu tenho que deixar aqui um abraco do tamanho do mundo. Andei anos a procura desta funcionalidade mas um pouco por achar que estas funcionalidades fossem muito complicadas de definir acabei por evadir-me da busca. Estou tao feliz que so me apetece e fazer indices de tao facil que e. Muito obrigado!Ainda por cima na nossa lingua, e eu que ate trabalho em Inglaterra!!!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

*

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.