Quantcast
PplWare Mobile

Tags: atirador

FBI volta a pressionar a Apple para desbloquear iPhone do atirador da Base Naval

A Apple não abdica da sua política de privacidade incondicional. Como resultado, entrar num iPhone é uma tarefa cada vez mais difícil e tem da parte da Apple total oposição. Apesar desta política de privacidade, o FBI voltou a pressionar a empresa de Cupertino para desbloquear dois iPhones que podem pertencer a Mohammed Saeed Alshamrani, o suspeito do crime ocorrido numa base naval da Florida no mês passado, que resultou em 3 pessoas mortas.

Apesar de ser uma atitude para ajudar as forças da autoridade a desvendar contornos deste crime, as questões de outrora permanecem de pé.

Imagem ilustrativa iPhone da Apple versus bloqueio do FBI