PplWare Mobile

GNS3 – Gostas de redes? Temos um exercício para fazeres


Autor: Pedro Pinto


  1. Ruben Miguel says:

    Os 2 grandes “senão” deste software são o facto de consumir bastantes recursos da maquina (em comparação com o packetTracer por exemplo), já que faz uma emulação real do IOS, e o facto de por vezes ser difícil arranjar o próprio IOS para emulação. Como vantagem tem o facto de ser mais real em termos de comandos que o packetTracer da Cisco.

    • Ricardo Morais says:

      Boas Ruben,

      O Packet Tracer é para um nivel básico de configuração, dai não existir grande parte das funcionalidades avançadas na emulação dos equipamentos.
      Já o GNS3 é um emulador puro de equipamentos de rede e por isso o consumo de recursos torna-se enorme.
      Sempre usei o GNS3 para fazer testes com cenarios reais e aconselho a quem quer ter uma prespetiva concisa do que é necessario para por a “maquina a trabalhar”.
      Deixo um link para um ftp com montes de imagens dos equipamentos Cisco (ftp://ftp.unikon-ua.net/pub/Cisco/IOS/)

      • Ruben Miguel says:

        Sim, tudo o que disseste é verdade. 🙂
        Quando temos um cenário com 2 ou três equipamentos de rede ainda se consegue correr em “qualquer máquina” agora imaginem emular um cenário destes http://tinyurl.com/pmyfcds.:)
        Ah e já agora obrigado pelo link.

        • Ricardo Morais says:

          Bem, essa rede é demasiado grande para qualquer maquina de traser por casa.
          No entanto, no GNS3 podes ligar vários PC’s e assim particionar essa rede, fazendo a correr em diferentes maquinas. (exemplo -> http://www.xerunetworks.com/2012/03/connect-gns3-network-to-real-networks-other-gns3-network/)

        • Pedro says:

          Para efeitos de teste consegues simular 90% das questões de routing com apenas 3 routers. Para situações mais complexas 6 chegam para fazer tudo (até cenários mais complexos de MPLS). O cenário é mais rico com mais routers, claro, mas para testar conhecimentos é o que basta. Um exame de CCIE usa 5 routers para os Labs. Logo aí está tudo dito.
          Relativamente à parte de switching L2, essa sim será a área mais complexa das redes. o STP dá muita dor de cabeça! Estamos todos à espera das futuras versões que suportem esta funcionalidade.

      • Marco Sousa says:

        Obrigado pelo link Ricardo Morais… Já agora, reparei que cada router tem muitas versões, qual é que devo escolher? por exemplo no C1700.

        • Ricardo Morais says:

          Boas Marco,

          Em termos de versões das imagens, estas dividem-se nos serviços que irão correr, por exemplo, a versão c1700-advipservicesk9-mz.123-22.bin serve para correr protocolos e serviços avançados de rede (OSPF, EIGRP, BGP, DHCP…). Enquanto a versão c1700-ipvoice-mz.123-11.T10.bin é usada para fazer a ponte entre VoIP (voicegateway ligado ao Call Manager) e a PSTN (linha analógica).
          Se a ideia é começares a mexer, podes utilizar a versão “advipservices” pois vais conseguir configurar protocolos de routing e os serviços usados nas redes.

          • Marco Sousa says:

            Obrigado, já agora a c1700-adventerprisek9-mz.124-7.bin engloba as duas anteriores que falas-te? E qual é mais recente 124-8 ou 124-8? As únicas versões que usei foi as do packet tracer quando tirei o ICENT 1 e mechi um pouco nos routers mesmo, mas nunca cheguei a saber a versão

          • Marco Sousa says:

            Qual o mais recente:123-12, 124-, ou 124-8?

          • Marco Sousa says:

            Qual o mais recente:123-12, 124-, ou 124-8?

  2. Valter says:

    Dá-me este erro quando faço as ligações: “UnicodeDecodeError: ‘utf8′ codec can’t decode byte 0xe7 in position 26: invalid continuation byte”

  3. Marco Albuquerque says:

    Como é que é possível… Ainda ontem tive frequência de redes e saíu coisas destas. Isto daria muito jeito!!! ahahah
    😀

  4. Tiago says:

    como estudante e profissional na area de Redes, ja trabalhei com os dois (PT e GNS).

    como o Ruben diz e bem, o GNS exige bastantes recursos da maquina, ma a realidade de emulação é diferente…

    eu vejo estes dois soft desta forma…

    Packet tracer mais para quem quer começar a mexer em redes cisco …

    GNS mais para quem quer fazer carreira na area de redes, certificações etc…
    GNS tem uma vantagem muito boa pois consegue-se juntar o virtual box no cenário criado, ou seja…servers…pc’s.

    gostava de ver um topico , em que mostrassem se possivel for um cenario no GNS deste genero…com virtualbox integrado

    • Ricardo Silva says:

      Tirando a ligação ao “host” por forma a ter internet por exemplo, ainda nao houve nada que nao conseguisse fazer no packetracer. E mesmo essa brige é possivel fazer no packetrace. Sim podem tb ligar uma Cloud à vossa placa de rede. Não é de facto de forma tão transparente como no GNS3.
      Ambos tem vantagens e desvantagens. Mas não digam que um é a sério e que o outro é a brincar.
      Explorem o PT como deve ser a criarem ambientes completos em cidades, departamentos, cubiculos.
      Quando chegarem à parte de configurarem VPLS, ou AToM aí sim o GNS faz sentido porque podem lá colocar imagens de equipamentos que o Packetracer nao tem.
      Até lá podem usar o PT sem qualquer problema.

  5. Pedro A. says:

    Interessante seria tb explicar o porquê das escolhas do passo 3.

  6. Vinicius Augusto says:

    Poderiam fazer aulas de redes com este programa e nos ensinar mais e mais sobre este programa e redes…seria muito bom 😀

  7. Pedro Lopes says:

    Se querem um emulador de redes que não consuma muitos recursos da vossa máquina têm este dois excelentes emuladores para ambiente linux.

    CORE network emulator
    http://www.nrl.navy.mil/itd/ncs/products/core

    e

    IMUNES network emulator
    http://www.imunes.tel.fer.hr/

    Ambos são semelhantes no modo de funcionamento, mas pessoalmente eu prefiro o CORE.

  8. André Santiago says:

    Muito boa iniciativa. Fico à espera das próximas lições!

  9. Cigano says:

    Excelente dicas… e grande iniciativa.
    Acho que é deste que deixo a pregiça de lado e começo a praticar um pouco.

    continuem…

  10. Tiago says:

    Boa tarde, tentei fazer este teste, mas ao fazer a ligação do PC ao switch da-me o seguinte erro, “tem de conectar um router ao switch”, sendo que também não consigo adicionar router´s nenhuns, encontram-se de cor diferente e não da sequer para seleccionar.

    Estou a trabalhar num Macbook Pro.

  11. Angelo says:

    Agradecia que me pudessem ajudar em encontrar imangens dos routers.

    gratos.

  12. MCLogan says:

    Pois é Ricardo, `pena que só digas essas coisas depois de te teres armado em esperto que só o GNS3 é que era bom, pois falavas falavas mas nunca lhe tinhas tocado, não é agora que tentaste e viste que nao percebes um boi já o PKT é bom…pois é, devias ir para 1º ministro!

  13. Cesar says:

    Qual comando que eu vejo se a coneccao esta estabelecida no gns3

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.