Quantcast
PplWare Mobile

Como mostrar o tamanho das pastas no macOS Catalina

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Filipe F. says:

    Adoro como a simplicidade dos sistemas da Apple é sempre tudo com meia duzia de cliques e nada intuitivo. Parece como mudar a resolucao da camera num iPhone onde se tem de ir pelo menu de definições do telemíovel dentro para algo tão simples.
    Ha coisas que os SO da Apple ainda precisam melhorar e uma delas é sem duvida tornar pequenas coisas mais simples e de facil descoberta. Nenhum sistema é perfeito e se este otimo ecosistema funciona bem nessa vertente, em usuabilidade ainda precisa de dar alguns passos.

    • Vítor M. says:

      Bom dia Filipe. Quem não sabe é como quem não vê. E embora seja simples, há pessoas que nunca vão perceber, nem com um desenho (não é uma crítica). Por vezes está na forma de encarar. Se estás à procura de ir por um caminho, que sempre foste formatado para o fazer, e ele está de forma diferente, pode-te parecer complicado. Neste caso, é simples fazer uma coisa que no Windows, por exemplo, não existia nativamente, ver o tamanho das pastas em mofo gráfico. Mas poderia estar noutro lado esta oportunidade só, é um facto.

      No iOS a resolução da câmara é para mexer uma vez, podia estar na app (mais exposto do que o que está), mas é verdade que houve ali espaço para os developers criarem uma app onde essa opção (entre outras, como a de tirar em modo RAW) ficou disponível. Assim, com mais opções, já valerá a pena comprar a app e dessa forma o ecossistema de aplicações cresce e da dinheiro a quem desenvolve.

      Teria de te explicar algumas coisas para perceberes como funciona e depois verás como realmente é simples e funciona, porque cresce. Cumps.

      • Soneca says:

        É verdade, quem não sabe é…
        Instalar uma “aplicação” para ver o tamanho de qualquer pasta ou ficheiro? Quem compra um Mac com o hardware exactamente igual a qualquer outro computador, normalmente dá a desculpa do sistema operativo. Se depois não sabe usar o básico dos básicos, pois.
        Qualquer clone de Unix permite fazer desde sempre isso, e é tão básico que até doi.
        Há espera, horrível aquela coisa em que tem de se usar o teclado.

        • Vítor M. says:

          Sabes que o potencial de todos os SO com base Unix é enorme. Contudo, há muita coisa que mesmo em modo gráfico, não está a descoberto. Mas não quer dizer que seja difícil dar dois cliques e já está. As pessoas por norma querem “chave na mão” e nem se dão ao trabalho de pesquisar. No Windows existem centenas, se não mesmo milhares de opções ocultas/desligadas que podemos mexer, mas quem o faz? 1% dos que têm Windows? No macOS, com o potencial que tem, podemos ir descobrindo e dar dicas para as pessoas passarem a conhecer. Não é por ser difícil o acesso, é mesmo que, quem não sabes é como quem não vê. Não nascemos ensinados e podemos seguir umas pistas, umas dicas. Há tantas e cada uma mais fantástica que a outra.

          Repara na simplicidade desta: https://bit.ly/2zzC2qU

          • AJFP says:

            obrigado pelas constantes dicas e pela forma simples como as explica.
            Para quem não é profissional destas andanças dão muito jeito ! Obrigado!!

    • Filipe F. says:

      Bom dia Vitor. Ficava admirado se nao respondesses sempre no tom de criticar ou superiorizares-te como é habito aos teus leitores que te sustentam o blog.
      Era interessante um dia conseguires comentar sem partir ao ataque pessoal que ninguém te atacou, mas sim à tua marca de eleição. Posto isto de lado porque não tenho que dar educação a quem não a demonstra nem valores, vou responder ao que dizes:

      Tal como tu, lido com várias tecnologias no dia a dia e sei reconhecer o valor de cada uma. Alias no meu comentário elogiei o que de melhor têm os sistemas Apple: o ecosistema ou integração entre eles. É inegável. Tal como é inegável que nem tudo é simples no iOS ou MacOS. Pelo contrário, em tarefas mais simples tendem a complicar. Claro que nem tudo pode estar à mão de semear porque sao dezenas e centenas de opções disponíveis, mas algumas deveriam ser mais intuitivas do que outras. Quando se precisa de fazer um ”truques e dicas” deste tipo se percebe que até o autor reconhece que para o utilizador comum do MacOS isto não é claro nem facil de lá chegar. E é algo que sem dúvida dá jeito.
      Dei o exemplo das settings da camera no IOS como poderia dar de outros exemplos que é preciso navegar e navegar pelas settings para se fazer algo simples ou que deveria estar acessivel na própria funcionalidade que se está a usar e não indo para outros ‘lados’. Todos têm coisas boas e sinceramente quem achar que o MacOS é em tudo ou quase tudo melhor que Windows ou Linux acho que só tem uma coisa: ignorancia.
      Abraços e boas leituras

      • Soneca says:

        A tua última frase é tão verdadeira como haver dia e noite, todos os dias…

      • Vítor M. says:

        Sustentam? Estás enganado. O trabalho é quem sustenta as empresas, esse teu discurso fascista atualmente não faz sentido. É como o teu patrão dizer que te tem lá por pena, é uma cena critica não?

        Deixando a parte do teu sempre azedume, que quando se trata de Apple, tens algo mal resolvido, a questão aqui é mostrar as potencialidades. Fácil ou difícil é uma questão de interpretação (a não ser pessoas como tu, que colocam sempre frustrações da vida nos mais pequenos detalhes), foram isso, é importante mostrar pequenas ferramentas porque funcionam bem no dia a dia e podem ser úteis.

        Penso que não fui mal-educado, aliás, descrevi bem que a intenção é mesmo deixar de forma descomplicada estas dicas, mas, como referi, a tua frustração com a vida percebe-se em todos os comentários que fazes, nunca vi. Sempre a dizer mal, sempre com duas pedras na mão. Há pessoas mesmo mal dispostas com a vida.

      • Rikardo says:

        Tu mostras que és mesmo mal educado. La por não gostares não se vai mostrar? Miúdos mimados sem educação.

        Venham mais destas dicas que são muito bem vindas.

      • Daniel says:

        Mas para mudar a resolução não é necessário ir às definições. Basta carregar no texto que diz “4k” ou “1080” dentro da aplicação da câmara.

    • Ameno says:

      E onde é que seria mais intuitivo poder definir as opções duma pasta do que nas definições da pasta?

  2. Rikardo says:

    A sério? Fosgassse andei a instalar uma aplicação para isso. E já vi que funciona no yosemite. Obrigado pela dica.

  3. Luis Rosa says:

    no Mojave também funciona

  4. António Teixeira says:

    Bom dia.
    A dica é muito boa. Curiosamente eu já tinha isto ativado há muito.
    Acredito que seria conveniente referirem que esta opção só é visível na “vista” “lista”. Se estiverem na vista “colunas” a informação não aparece

  5. informado says:

    LOL !!! Isso no Linux vem por defeito! ahahaha

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.