Quantcast
PplWare Mobile

Smartphones: Apple ganha liderança, Samsung cai para segundo e Xiaomi fica mais longe

                                    
                                

Fonte: Canalys

Autor: Pedro Simões


  1. Maurizio Vieira says:

    Que comece o choro!

    • Zé Fonseca A. says:

      Ha bons motivos para isso, principalmente porque nenhuma marca inova o quer que seja, por aqui tenho um iPhone 13 Pro e é uma valente porcaria, tal como qualquer modelo actual de qualquer outra marca, hoje em dia é mais cpu, mais armazenamento e melhor câmera e o resto não interessa, não fosse o facto de a empresa me trocar o telemóvel a cada 2 anos bem me tinha deixado ficar e provavelmente nos últimos 5 anos não teria ainda trocado de telemóvel.

    • Abreu says:

      Choro e dar 1500 EUR por um telemóvel!

  2. DB says:

    Mas quem no seu perfeito juizo dá mais de 1000 euros por uma placa de indução áifóne com notch ?

  3. B@rão Vermelho says:

    Todos venderam menos expecto a Xiaomi que manteve a mesma margem de vendas

    • Tadeu says:

      saber apenas a quota de mercado não te diz que vende menos, precisarias saber valores absolutos de vendas, sendo que a Samsung até aumentou na quota de mercado, de modo que…
      A única coisa que se depreende é que uma terá um crescimento relativo superior a outras, mas isso tanto pode acontecer com todas a crescer em vendas, como com todas a terem vendas menores face ao ano anterior.

  4. lello says:

    Vou já comprar a minha maçã podre!

  5. Ironi5 says:

    O vt galo e Filipe C que diziam que a samsung era a melhor agora não piam. Que gozo me da

  6. Manso says:

    Eu vejo a Apple cair e a Samsung subir, mas devo ser eu que percebo de matematica e vejo que 22 é inferior a 23 e 20 é maior que 17….

  7. gfasdsdf says:

    Pelos vistos estamos bem financeiramente, não sei o porque de tanta dIscussão para baixar impostos quando as pessoas compram telefones de 1200 euros…

    • SteveRobs says:

      Mas depois andam a almoçar sandes LOL

      • Joao P. says:

        Não almoço sandes, ganho razoavelmente bem para poder trocar de telefone a cada dois anos. E troco nos últimos anos para o iPhone mais recente. Trabalho por vezes aos sábados ultimamente porque comprei um elétrico, mas não te preocupes, não foi um tesla, ainda não tenho dinheiro para ele, mas vou ter. Se tu tb trabalhares tb podes comprar algo que ambiciones mais e não tens de comer sandes, podes comer uma boa posta de bacalhau ou uma boa posta mirandesa.

        • B@rão Vermelho says:

          @Joao P., sabes que há pessoas que sonham mais alem de ter um tlf topo de gama, certo?
          Eu trabalho todos os dias e as minhas preferências recaem em viajar, quero lá saber em ter um bom carro,.
          Consegues comer uma boa posta de bacalhau ainda bem para ti e para os teus, mas o nosso “colega” que partilhou a opinião dele até pode ser vegetariano e não comer bacalhau, como vez há tantas variáveis nas nossas vidas e tantas escolhas que o que para ti é importante para outros não passa de coisas supérfluas, e ainda bem que assim é.

        • SteveRobs says:

          Eu falei de mim? Posso compra um iPhodas todos os meses se quiser amigo !

  8. Swappie Guy says:

    Normal que a Apple venda mais, é inconfundível a qualidade da Apple.

    “ahh e tal mas tem notch, ahh e tal blá blá blá”

    Tem notch porque tem o sistema de identificação mais seguro que é o FaceID, bem como o seu sistema que é mais seguro do que android, o sistema iOS também tem uma melhor gestão do próprio sistema e das apps, as apps também funcionam melhor em iOS, as atualizações que saem para iPhones de 2016…fogo isso é um grande balde de água fria para telemóveis do mesmo preço de outras marcas e que perdem o suporte rapidamente, só quem já usou os 2 é que sabe do que falo.

    Agora se me perguntarem em termos de funções do sistema? Sim, há funções de sistema que são melhores em android do que em iOS assim como há funções de sistema que são melhores em iOS do que em android.

    Posto isto sou sincero e digo que no geral gosto dos 2 sistemas, nenhum deles é perfeito? Não!

    Se tivesse de escolher só um…sim prefiro iOS pela sua segurança e simplicidade.

    • B@rão Vermelho says:

      Eu prefiro Android, tenho Imac, MacBook,Iphone, Ipod, Ipad e Apple TV, o Iphone é o meu tlf de trabalho, mas para telefone pessoal tenho um Note10 Plus.
      Tenho a Apple tv à duas semanas, e das poucas aplicações que tenho também instaladas na Nvídea Shield, são NetFlix, Prime Vídeo, Youtube, e uma aplicação de IPTV.
      Nenhuma destas aplicações funciona melhor na Apple tv que na Shield, nenhuma, na Netflix, é mais intuitiva em Android, a Prime quando estou a ver uma série quando passa para o próximo episódio na Apple Tv, ou só dá som, ou fica com a imagem parada, coisa que na Shield não acontece, outra coisa é que à em alguns episódios no Prime que as legendas em PT, não estão sincronizadas, mas mais uma vez só acontece na Apple tv, outra coisa tanto no prime como na Netflix, temos de ouvir todo o começo das series, enquanto em Android, passamos logo a frente.
      Pelos vistos sou eu que tenho azar com os produtos Apple.
      Mais uma vez digo, eu não tenho a experiência no mundo Apple como parece que todos têm, ou então sou eu como não sou fanático por nenhuma marca em questão consigo ver que há bom e mau em todas as marcas.
      Se há coisa em que de facto a Apple é imbatível é a emparelhar equipamentos entre si, ai nada tenho a dizer a não ser coisas boas.

      • LarilasOS says:

        Ainda bem que me dizes isso…estava indeciso entre a Apple TV e a NVidia…neste momento tenho a Mi Box 4k e aquela budega está sempre a bloquear porque já não tem espaço…nem consigo atualizar as aplicações

      • Swappie Guy says:

        Também tenho Apple TV (2021) e não tenho nada a reclamar, para mim a Apple TV é bem mais intuitiva, fácil por exemplo de fechar as aplicações enquanto que no Android TV temos de ir lá procurar as aplicações para as forçar a fechar.

        Não digo que é tudo bom em Apple TV, mas até à data ainda não tive do que reclamar, valeu cada cêntimo.

        Tenho Android TV e também gosto, mas as aplicações tendem mais a falhar, na Apple TV as aplicações funcionam muito melhor, mais fluídas, etc…e quando falamos em jogos, acredito que a NVIDIA Shield esteja quase ao mesmo patamar apesar de a ultima já ser de 2019…mas na Apple TV é super fluído, depois ligo o meu comando da PS5 e é sempre diversão à grande sem delays.

        Outra coisa que gosto na Apple TV é o comando que é tátil, mais fácil para chegar à frente ou atrás num filme, mais fácil para percorrer as aplicações e escolher, etc.

        • LarilasOS says:

          E como é a app do Youtube para pesquisar? na Android TV aparece um teclado Qwerty no ecrã…já na Apple TV é uma confusão dos diabos porque aparece o alfabeto e um gaijo não está habituado e tem de andar pra esquerda e pra direita, faz lembrar o “Jogo do copo” (aquele jogo pra meter medo)…gostava de evoluir da minha Mi Box 4K para a Apple TV ou para a NVIdia Shield…o que uso mais é o Youtube e o Plex…basicamente, tenho a minha coleção de filmes e series no Plex (provenientes de fontes enfim…não se pode dizer) mas como o Plex é “multi-platform” não há problema em ser Apple TV ou NVIdia Shield mas parece-me que a NVidia Shield (pelo que leio) tem mais benefícios (tal como o Barão Vermelho falou anteriormente)

          • B@rão Vermelho says:

            è como digo pela minha experiencia a Shield, é muito mas muito mais versátil que a Apple tv, e a nível de qualidade de imagem e som se não é melhor pior não é.
            Eu já sei que sou azarado a minha experiencia no mundo Apple está a anos luz do descrito pelos outros utilizadores, ou então sou eu que sou mais exigente.
            Quanto as aplicações funcionarem melhor em Apple mais uma vez o meu azar persegue-me, a Aplicação Prime Vídeo em Apple tv funciona muito pior do que em Android TV.

          • Steve Jobs says:

            Para pesquisar só tens de deslizar no comando de um lado para o outro e selecionar a letra…daí estarem por ordem alfabética numa única linha e não como um teclado, eu acho mais intuitivo do que andar a carregar tecla a tecla para chegar a uma única letra como nos comandos do android tv.
            Se comprares uma Apple TV vais ver que não te arrependes, é um aparelho mesmo bom.

          • Bruno Gonçalves says:

            Nem precisas de teclado nenhum no ecrã da TV, usas o que te aparece no Telemóvel integrado.

      • Bruno Gonçalves says:

        Android TV integrada vai ser sempre melhor que alguma box…
        Quando a Apple TV estiver integrada numa TV (acho que só numa tv mesmo da Apple se chegar a existir) é que vai ser concorrência.

        Quanto à fluidez.. android TV Sony e sem problemas na APP NOS, Netflix, hbo, prime, Disney e ainda stremio 😉

        A interface Google TV ainda não chegou a estas TVs, só com vpn senão até fica mais intuitiva.

        • Swappie Guy says:

          “Android TV integrada vai ser sempre melhor que alguma box…”
          Não concordo e digo-te porque, é por vários aspectos…então, com o sistema integrado vais estar preso aquele hardware que pode deixar de ser suficiente e pode deixar de receber updates e depois geralmente aí o hardware é sempre mais fraco do que uma box.

          Claro que se isso acontecer o melhor a fazer é comprar uma box e ligar ao HDMI em vez de comprar uma TV nova.

          Eu adoro a minha TV Samgung 4K, adoro a qualidade de imagem dela e também adoro o sistema que tem, o Tizen…no entanto é fraco na loja de aplicações (poucas aplicações) e como o hardware é mais fraco demora sempre mais algum tempo a abrir as apps, mas não engasga com vídeos 4K nem nada, depois de abrir a APP é super fluído.

          Comprei a Apple TV (64GB) porque o aparelho que tenho com Android TV apesar de ser 4K não tinha capacidade para tirar o máximo de partido da minha TV Samsung (por exemplo o HDR), claro que também comprei a Apple TV para jogar também.

          Até hoje super satisfeito e nada arrependido, consigo tirar o máximo da qualidade da TV, consigo jogar sem delays, etc…inclusivé comprei um cabo HDMI 8K que custou ~ 30€ da marca Belkin recomendada pela Apple porque os cabos que tinha cá em casa não suportavam o chroma 4.2.2 em 4K HDR.

          Porque comprei o cabo 8K se a TV só é 4K? Porque na altura na Amazon só havia 8K de 1M e 4K de 2M, como eu só precisava de 1M então comprei o de 8K e pode vir a ser necessário no futuro se adquirir uma TV e uma box com 8K.

          Já vi isso do Google TV, é mais intuitivo sim senhor em relação ao Android TV.
          Mas lá está, já deveria estar disponível para todos sem manobras e não está, enquanto que na Apple tudo recebe os updates ao mesmo tempo.

        • Bruno Gonçalves says:

          A ideia é ter menos aparelhos ligados, menos comandos, menos problemas.
          Mais fácil de usar.

      • LarilasOS says:

        B@rão Vermelho, tens algum AV Reciver 5.1 ou 7.1 que possas testar um filme com audio AAC 5.1 pra ver se ele recebe PCM 5.1 ou faz downsample para 2.0 ? Eu ando num desatino com os filmes que tenho no Plex…smpre que “adquiro” algum filme em AAC 5.1 tenho de converter o audio para AC3 5.1 senão, o meu Sony AV Reciver toca como se fosse um PCM 2.0 Stereo…bela treta…Será que se comprar a Apple TV, na app do Plex, a Apple TV manda pro reciver em PCM 5.1 ? Ou usando o InFuse por exemplo…Ou é igual ao litro? Acredito que se comprar a NVidia Shield também teria o mesmo problema…porque o que acontece é que o Sony AV Reciver não suporta AAC mas sim AC3 (que é Dolby)…mas se o NVIDIA SHIELD ou ATV mandarem PCM 5.1 era muito melhor!

        • Steve Jobs says:

          Já reproduzi filmes com AAC 5.1 na Apple TV, não deu problemas se é isso o que queres saber… mas também não sou um fanático pela melhor qualidade de som, dou mais valor à qualidade de imagem.
          Normalmente o que tenho no plex até é EAC3 5.1 e duvido que a Apple TV não reproduza em 7.1, mas não meto as mais no fogo porque nunca testei.

          • LarilasOS says:

            Eu também não sou…mas ter um sistema Home Theater e ver filmes em 5.1 e automaticamente serem convertidos para Stereo 2.0 também não é lá muito bonito! E ao que parece, não sou o único em que isso acontece…porque os recivers normalmente não são compatíveis com AAC e por isso, os players mandam em PCM…mas podiam mandar em PCM 5.1 ao invés de PCM 2.0….eu pra dar a volta à situação, só usando o Kodi…ele tem uma função para converter em tempo real de AAC para AC3…ora, o mais parecido na Apple TV ao Kodi seria o inFuse…

    • Samuel MGor says:

      Espera aí!! Acho que qualidade não significa ter iPads e iPhones arder ou lançar atualizações para tornar iPhones em pisa-papeis…

  9. SteveRobs says:

    Mas alguém acredita nisto?

  10. Joao P. says:

    Era de esperar meus caros profetas da desgraça. A Apple tem um sistema de vendas muito bom e os outros são menos organizados e vamos ver num futuro próximo este fosso a agravar-se entre a lider apple e os outros com as fábricas dedicadas à Apple e os mercado a saberem que comprar apple é apostar num equipamento seguro, fiável, bom em termos de funcionalidades e que oferece em todas as áreas soluções de alta qualidade.

    Apesar dos profetas da desgraça ha anos andarem a dizer que a Apple não tem hipotese porque tem preços altos a verdade é que as pessoas com dois dedos de testa começam a ver que realmente os produtos Apple duras mais, são mais bonitos, mais elegantes, mais poderosos e seguros. E despender mais dinheiro não e comprar mais caro, é sim bem mais barato pelos anos de uma boa utilização e uma boa durabilidade.

    É verdade que comecei num android, era barato, havia pouca grana e foi o que teve de ser. Mas não ha duvidas que depois de ter entrado do cardápio Apple as coisas fazem outro sentido. Mais qualidade individual, mais qualidade de conjunto, mais durabilidade dos materiais e passamos nós a ter mais cuidado, mais atenção, mais brio pelos equipamentos.É que despender mais dinheiro obriga-nos a ter mais brio pelas coisas e com isso gostamos mais dessas mesmas coisas e usamos com mais qualidade.

    • scor says:

      Independentemente do valor dos equipamentos, para as coisas durarem tem que se cuidado se não vale apena andar a comprar coisas sejam elas baratas ou caras, para passado algum tempo estarem a comprar outra vez independete do valor

  11. Brassousa says:

    A samsung vai logo para primeiro lugar apple que se cuide

  12. Bruno Gonçalves says:

    Bem quanto ao faceid é muito menos prático que impressão digital. Se é mais seguro? Talvez… Mas faz diferença? Nem por isso lol.

    O sistema ser mais seguro? Talvez. Viu-se com a última do safari. Se faz diferença na compra? Quase ninguém vai ver esses comparativos, é só de boca.. “há porque é mais seguro, é melhor ires para o iPhone”. “Ya fixe vou já comprar mas tenho a password do Windows colada no portátil”

    Atualizações. Ora aqui está um bom ponto mas tendo em conta que as novas funcionalidades são cada vez menos a sair.. vale de pouco. No android tens as atualizações de segurança a serem dadas e acho que a união europeia queria obrigar 5 anos. QQ coisa assim.

    Engraçado dizeres que IOS é mais simples. Usei os 2 e são cada vez mais iguais. Não sei onde vão buscar o mais simples. São é cada vez mais a mesma coisa.
    Pela segurança.. não percebo. Ok a store da Apple é mais rígida. Tem as suas coisa boas e más.

    • Swappie Guy says:

      “O sistema ser mais seguro? Talvez. Viu-se com a última do safari.”
      Bem, notasse que percebes imenso do que falas, a diferença é que no iOS saem as devidas atualizações para corrigir os problemas, isto porque o certo é nenhum sistema é perfeito, mas se vem a saber da existência de uma falha e essa falha é rapidamente corrigida como no iOS, então podemos chegar perto da perfeição, certo? Já no android pode demorar imenso a sair a atualização que corrige a falha ou até mesmo nunca! Certo?

      “Quase ninguém vai ver esses comparativos, é só de boca.”
      Cada um sabe de si, eu baseio-me na experiência da utilização dos 2 SO que portanto não é só de boca.

      “mas tenho a password do Windows colada no portátil”
      Mais uma vez, cada uma sabe de si, se o fazes problema teu.

      “mas tendo em conta que as novas funcionalidades são cada vez menos a sair”
      São? em que mundo vives? :O

      “No android tens as atualizações de segurança”
      Tens? Tens a certeza do que dizes?

      “e acho que a união europeia queria obrigar 5 anos. QQ coisa assim.”
      Eu também acho que os números do euromilhões vão ser…e não são.

      “Engraçado dizeres que IOS é mais simples”
      Engraçado porque? É a verdade.

      “Usei os 2 e são cada vez mais iguais”
      Se usaste os 2 e achaste iguais…bem, usaste mesmo um iPhone ou um daqueles iPhones com android?

      “Tem as suas coisa boas e más.”
      Nisso concordo cada SO tem as suas coisas boas e más, agora descredibilizar a segurança do sistema iOS…só não vê quem não quer.
      Se perderes o teu android o mais provável é nunca mais o veres e ainda acedem às tuas coisas, no iPhone ninguém lhe vai mexer e ainda podes saber onde ele está, além de outras coisas:
      https://support.apple.com/pt-pt/HT201472

    • Bruno Gonçalves says:

      IOS só ganha numa coisa: ecossistema e vídeo nas câmaras.

      E só é válido para quem tenha MacBook porque a Samsung tb atendes chamadas noutros dispositivos e tem os seus earbuds e smartwatch.

      Privacidade dizem que IOS é melhor mas na vdd é tudo a mesma coisa. A opções nos SO são as mesmas. Ou permites ou não permites cenas.

    • LarilasOS says:

      Então não é mais simples? No Android tens lá nas definições uma coisa que diz: “opções do programador”…que tem dezenas e dezenas de cenas que podes modificar…epah, quando encontrares isso no iOS, diz, hein…

      • B@rão Vermelho says:

        Ios é muito mais fácil de se usar para quem tem poucos conhecimentos.
        Já perdi a conta aos tlf Android que dei a minha mãe e ela nunca consegui atinar com aquilo, dei um Iphone 4 e ela sabe usar “bem” o tlf, sabe atender e fazer chamadas enviar e receber SMS, nunca mais foi preciso explicar mais nada.

        • Bruno Gonçalves says:

          Estranho. Todos trazem as apps de telefone e SMS instaladas e no home screen. É só… Usar…
          Desde que tenha um SIM e os contactos na.conta Google ou no sim. Nem é preciso configurar nada.

          • Swappie Guy says:

            Estranho não é, vejo os velhotes todos a usar iPhones por ser mais simples de usar e a minha mãe quando era viva também se adaptou melhor a iOS do que a Android, no Android tinha de lhe andar sempre a explicar, no iOS só precisei de ensinar meia dúzia de vezes e nunca mais esqueceu.

        • Bruno Gonçalves says:

          Sim vou mesmo dar 600 paus num iphone para um velhote fazer chamadas. looool

          Os que dei a pessoas mais velhas ainda são os de teclas com números grandes, nem pode ser touch.

          Na casa dos 60 e 70s tenho visto com xiaomi sem queixas.
          É so abrir a app e pressionar o contacto e ouvir.

          Não percebo, o argumento não pode ser só fazer chamadas, tem que haver mais qualquer coisa aí.

  13. LarilasOS says:

    …e tem porta lightning….olha se não tivesse…
    Se tivesse USBc já estava em primeiro lugar!

  14. LR says:

    Acho piada à exitação de ambos os lados, quando estes números se referem apenas ao Q4, último trimestre. Claro que o titulo do post também peca por incompleto, mas isso já são outros 500.
    E como está a nivel anual? Que a Samsung estará em primeiro, não creio que haja grande dúvida. O curioso será ver a guerra entre o 2º e o 3º.

    • Tadeu says:

      O curioso será guerra entre o 2º e o 3º? Acho que estás a ir pelo mesmo erro pelo qual criticas (e bem) os outros. Ouviste se calhar uma vez que Xiaomi tinha vendido mais que a Apple e já achas que se calhar vende mais anualmente. A diferença anual ainda é relativamente grande.

      • Galo says:

        O que consideras “é relativamente grande”? 3%? 😀
        Esse é o valor de diferença, tendo em conta os dados da counterpoint desde Q1 2020.

        • Tadeu says:

          relativamente grande são cerca de 40-50 milhões de unidades no ano todo, o que equivale a mais 20-25% de vendas.

          • Galo says:

            ok. Então confirma-se. De acordo com os dados da counterpoint a diferença é praticamente negligenciável 😉

          • Tadeu says:

            em que mundo é que uma diferença de 25% é “negligenciável”?
            Estamos a falar duma diferença que equivale a basicamente mais um trimestre de vendas.

          • Galo says:

            Eu perguntei-te o que consideravas “relativamente grande”?
            Respondeste 20-25% de vendas, certo?

            De acordo com os dados da Counterpoint, a diferença entre os valores médios de vendas da Apple e Xiaomi desde o Q1 2020, é de 3%.
            Logo, é uma diferença negligenciável 🙂 (o critério foi teu ;))

          • Tadeu says:

            ??? Não sei onde é que tu andas a ver uma diferença de 3% nas vendas, em média. Parece que andas confundir diferenças em pontos percentuais na cota de mercado com diferenças em vendas.
            Pegando nas vendas a 24 meses, segundo os dados da Counterpoint dá uma diferença percentual de 32% (Q4 2019 – Q3 2021 – já que foste buscar Q1 2020): 430 milhões de unidades versus 325 milhões, uma diferença média de 52 milhões em vendas anuais.

          • Galo says:

            Espera….então estás a dizer que existe uma diferença de 3% na quota de mercado entre a duas, mas a Apple vende muitooooooo mais que a Xiaomi?!? (sendo que os equipamentos da Apple se mantêm mais tempo ativos do que os da Xiaomi)…hummm preciso de dizer mais alguma coisa? 😀

          • Tadeu says:

            uau, essa consciente necessidade de confundir quota de mercado com quota de utilizadores parece dizer muita coisa…

          • Galo says:

            faz aí uma pesquisa rápida ao teu jeito, e explica aqui à malta a diferença entre vendas (já agora inclui a diferença entre envios, que pareces fazeres confusão também), quota de utilizadores, e quota de mercado 🙂
            Seria algo positivo para todos 😉

          • Tadeu says:

            mas porque carga de água é que tenho que perder tempo a explicar coisas autoevidentes, e ir no teu deslize para a desconversa?
            Tenho lá eu culpa que não percebas que a diferença percentual entre vendas se aplica a rácios entre valores e não a pontos percentuais na quota de mercado?

          • Galo says:

            Vou-te dar oportunidade de corrigires o teu “deslize de conversa” agora 😉 lê novamente…e não fujas ao essencial.

          • Tadeu says:

            Galo, mas que “gentileza”, que oportunidade… como se 430 milhões de unidades não fosse 32% maior que 325 milhões, até mais do que o meu critério!

          • Galo says:

            Pois…mas vês como o mundo é cruel?!? Fui gentil contigo e não aproveitaste…continuaste a centrar-te no que te dá mais jeito.

            Já agora esses números são vendas efetivas? ou “shipments”? Qual a fonte? e como se compara essa fonte com outras?
            E quando esclareces aquelas questões de quota de mercado e quota de vendas? 😉

            Faz-te “homenzinho”

          • Tadeu says:

            Galo, são os dados da tua própria referência! Mas pronto, já sabemos que só vale aquilo que te faz parecer maior, mas entre o parecer e o ser…

          • Galo says:

            Tadeu, até podes ter ido buscar dados à referencia que indiquei (que como sabes é apenas uma de várias, já que neste assunto não há números reais), mas o período escolhido não foi aquele que indiquei (foi o que te deu mais jeito, para tentares mostrar que não estava certo) e ACIMA de tudo as contas são tuas.

            Na referência que indiquei, no que toca à “participação no mercado global de remessas de smartphones (%)” (sabes o que significa, certo?), no período que indiquei o valor médio da Apple é de 15% enquanto o da Xiaomi é de 12%. Isto significa que em valores absolutos a diferença é de 3% (não precisas de inventar razões, nem diferenças percentuais)!

            Se quiseres considerar todo o período indicado lá este valor sobe de 3% para 4%.

            Tanta troca de mensagem, apenas porque não quiseste ver desde inicio que o valor que tinha indicado era o correto.

          • Tadeu says:

            Galo, o período escolhido não foi o que me deu mais jeito, foi o período de dados de 24 meses que conseguia abranger a data que deste. Não ía estar a escolher um período de 21 meses de dados quando se sabe perfeitamente que as vendas são sazonais! Mas se te faz tanta mossa que se use períodos convencionais em 21 meses continua a ser uma diferença de mais de 25% em vendas!

            Segundo ponto, quando se diz mais 25% do que outro valor está a falar-se num cálculo de rácios entre valores – isso está mais do que convencionado na língua portuguesa. Não te vais pôr a usar um valor de diferença de pontos percentuais entre quotas que não tem nada a ver com o que te dizem, e falaciosamente usar o que foi dito como prova para algo que não tem nem pés nem cabeça.

          • Galo says:

            Esta vai ser a ultima mensagem sobre este assunto contigo, porque aqui já toda a gente sabe como és 😉 (pseudo-sabichão, que nunca admite que erra ou sabe menos, e pega num detalhe, para fugir ao essencial…mas adiante)

            Pronto trocaste o período que tinha indicado no exemplo!…mas concordamos que não muda muito, porque como disse, mesmo que considerasses todo o periodo disponivel (Q4
            2018) a diferença estaria em 4%.

            Depois a conversa sempre foi sobre a posição que as marcas ocupavam no mercado global ao longo do tempo (variações).
            Ora a Counterpoint indica-te diretamente a “participação no mercado global de remessas de smartphones (%)” de cada marca.
            Por exemplo para o ultimo periodo la indicado, Q3
            2021, a Apple teve 14 % e a Xiaomi 13 % (a Samsung 20 %). Isto significa que no bolo total de remessas de smartphones, em cada 100, 20 foram da Samsung (1º lugar), 14 da Apple (2º lugar) e 13 da Xiaomi (3º). 1% de diferença entre as duas ultimas marcas.
            Este sempre foi o point!

            E para quem gosta de pegar nas pequena falhas, continuas a falar em vendas, venda, vendas, sabendo bem que não são vendas 😉

            fica bem

          • Tadeu says:

            Galo, a conversa foi perguntares-me o que achava que é relativamente grande para ago que eu já tinha dito! Ora, é a minha resposta que define o valor não a tua pseudo ideia do que o que eu disse, ou será isso tão difícil de entender!? A minha resposta foi bastante clara, definindo a que é que se aplica, e é com base nessa resposta que te pões a tirar conclusões completamente deturpadas:
            “são cerca de 40-50 milhões de unidades no ano todo, o que equivale a mais 20-25% de vendas.”
            Se não sabes o que é significam percentagens de valores o problema é teu!

  15. Gonças says:

    Antigamente defendia Android e dizia mal da Apple.O ultimo Android fou um Huawei P20 Pro que deixou de ter actualizações ao fim de 2 anos.Fartei-me.IOS!As aplicações de terceiros até são mais fluidas em relação às do Android. É como estar à luz da vela e passar para a electricidade.

    • LarilasOS says:

      Isso é porque o fdp do Trump mandou cortar as relações entre Huawei e Google…e depois a Huawei teve de fazer o HarmonyOS e os utilizadores do EMUI+android ficarám a ver navios…eu também comprei o P9 quando saiu e ficou na gaveta com o Android 7…mudei pro Xiaomi Redmi Note 9s

  16. Gonças says:

    Desisto.A escrita não é tão inteligente. Come palavras.

  17. Ochinês says:

    A Apple foi o principal vendedor no 4º trimestre de 2020 e 2021
    Dependo da empresa de análises, foi também o principal vendedor no 1º trimestre de 2021, o que dá um semestre. Falta ver o 1.º trimestre de 2022 que se diz que as vendas também vão ser fortes

    O que eu acho graça é nos trimestres que as vendas de iPhones diminuem, o 2º e o 3º, não faltam posts “a Xiaomi ultrapassou a Apple” e comentários “a Apple está a dar as últimas!” 🙂

    • Galo says:

      Ochinês, o ano são 4 trimestres…a tendência tem sido a Apple dominar as vendas no ultimo trimestre de cada ano (impulsionada pelo lançamento do novo modelo), enquanto nos restantes 3 trimestres a Samsung mantém-se em primeiro lugar, seguida pela Xiaomi (antes pela Huawei).
      Nas contas globais Samsung mantém-se a vencedora há bastante tempo.

      Neste ponto de vista até seria normal veres mais posts a dizer “a Xiaomi ultrapassou a Apple”…mas na verdade, o que eu tenho visto aqui é mais artigos dizendo “Apple é numero 1” “Apple lidera”, do que “Apple cai para 3º lugar”…são pontos de vista..

      Por exemplo, o novo mi 12 foi lançado já ha quase um mês, recebeu a classificação maxima pela displaymate, batendo alguns records, e ainda não saiu por aqui nada….na altura em que iphone 13 foi analisado, houve “festa” aqui anunciando que “tinha o melhor ecrã do mundo”, coisa que nem a própria displaymate disse 🙂

      • Tadeu says:

        Galo, nos últimos 12 meses a Xiaomi ficou apenas num trimestre em segundo lugar, por isso explica lá como é que há uma tendência para ficar em segundo lugar?

        • Galo says:

          Tadeu em nenhum lado referi “os ultimos 12 meses” (nem faria sentido no caso da Huawei)…
          Mas a ideia que queria transmitir é que, nas contas globais, a Samsung mantém-se no primeiro lugar há bastante tempo inabalada. Sempre que, pontualmente, a Apple subiu ao primeiro lugar sai noticia a “publicitar o feito da Apple”. Mas quando a “Apple cai para 3ª” ou quando é “ultrapassada pela Xiaomi nem tanto…”

          • Tadeu says:

            sim, sim, claro, claro! Dizer que nos restantes 3 trimestres a tendência era a Samsung em primeiro lugar, seguida pela Xiaomi, não quer dizer nada sobre a tendência para a posição da Xiaomi, nem os últimos 12 meses têm relevância para verificar se tal se verifica…
            Quanto a notícias, a memória deve ser curta, ou então deve ser porque imaginavas que teriam sido 3 trimestres e como não viste noticias para dois…

          • Galo says:

            Tadeu, não vou alimentar a discussão contigo, porque já mostraste aqui que és perito em fugir ao essencial, de modo a a conduzires para onde queres…já mostraste também que és um xpert…à distância de um clique 😉

          • Tadeu says:

            O essencial para ti que é que a Xiaomi já ultrapassou a Apple, coisa que achas que não tem sido noticiada, pese embora se possam encontrar pelo menos 3 notícias no último ano, neste site, a falar sobre a Xiaomi ultrapassar a Apple em vendas…

          • Galo says:

            Então por 3 vezes no último ano a Xiaomi esteve à frente a Apple, é isso :D?

          • Tadeu says:

            quer dizer que falaram mais sobre a Xiaomi vender mais do que o número de trimestres em que vendeu mais globalmente….
            essa deslize para se passar por desentendido realmente é de perito.

          • Galo says:

            QUer dizer então que sairam três artigo sobre a Xiaomi vender mais que Apple num trimestre (andam sem falta de ideia?!?)

            E já agora em relação ao resto que escrevi no inicio dos inicios? Focaste-te tanto no que te interessou que resto nadaaa

  18. Samuel MGor says:

    O gráfico não tem nada a ver com quem vende mais 🙁 Mas sim com quem exporta mais!! Se formos a verificar quem vende mais provavelmente a Apple estaria em 4º.

  19. António Góis says:

    A notícia é:
    relativamente ao quarto trimestre de 2021, e no que respeita ao market share, comparativamente com 2020, notaram-se as alterações seguintes: Apple -1% de 23% para 22%, Samsung + 3% de 17% para 20%, Xiaomi manteve o peso de 12% no mercado, OPPO e VIVO -1% a primeira de 10% para 9% e a segunda de 9% para 8%.
    E ponto, e importante, são só dados do 4Q 2021. Entendido? O melhor ou pior, e gostos, não entram neste tema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.