Quantcast
PplWare Mobile

Smartphones Android: 4 características antigas que fazem falta nos novos

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Blackbit says:

    Sem duvida a bateria amovivel, é uma caracteristica que faz falta e impede o prolongamento do tempo de vida do telemovel.

  2. Marco says:

    Felizmente a Sony não vai muito com modas estúpidas e continua a fazer smartphones com o led de notificação, botões físicos de volume, ligar/desligar e para a câmara (ideal para focar antes de tirar a foto). O jack 3,5mm saiu dos modelos de topo mais recentes mas felizmente estará de volta no novo topo de gama Xperia 1.1
    Só quem tem ou teve um Xperia sabe o que é qualidade num smartphone.

    • Joao says:

      Lol. Pelos vistos o povo não tem muitas saudades disso tudo que a Sony vende praticamente zero.
      Dos 4 pontos só tenho saudades do led de notificações. O quarto ponto é ridiculo. Botões físicos para navegar é muito mais lento que gestos nada prático, ocupa mais espaço e são mais peças para avariar.

      • Sammy says:

        Rapazito, vai ler uma coisas sobre tecnologia e depois comenta.
        A Sony não vende, não presta… És um iluminado.

        • Rapazito says:

          Bebé, aprende com quem sabe…a Sony tem quantos anos no mercado? Queres compará-la com a Xiaomi ou similares, marcas que só sabem imitar o que os outros fazem? A Sony andou perdida, sem rumo, a fazer besteiras, é verdade…mas nunca deixou de ser uma excelente marca em smartphones. Apenas não evoluiu ao ritmo do mercado e por isso perdeu cota de mercado.Quem não acredita no regresso em força da SOny que procure por este artigo “Sony Xperia 1.1: o grande concorrente do Samsung Galaxy S20?”

  3. Urbano Cardoso says:

    Entre muitos, destaco para mim os mais evidentes…
    Primeiro a resistência (anteriormente era, cuidado com o telemóvel para não partir a tijoleira, hoje é mais, cuidado com a tijoleira para não partires o telemóvel e quando vais a ver já era, mais 200 a 300€, para a reparação, bem mais caro que a tijoleira…
    Segundo, a durabilidade das baterias (primeiro carregavamos uma vez e dava para a semana toda, hoje temos que colocar a carregar uma a duas vezes por dia durante a semana toda…
    Hoje em dia no mundo dos telemóveis estão s a preocupar mais com desenvolver câmaras (que não deixa de ser importante) do que aprimorar outras características que a meu ver ainda mais importantes..
    É apenas a minha mais humilde opinião…

  4. Olvidado says:

    Se ainda me lembro do telefone que tive há 50 anos? Ui, ora deixa cá ver… Ai, espera, há 5 anos? Lembro-me como se fosse hoje! Aliás, ele está aqui no meu bolso. E ainda funciona bem, apesar dos esforços da Google para que ele deixe de funcionar. Exemplo: acabou de retirar o suporte ao Google Drive a smartphones com Android KitKat.

  5. Marcelo says:

    Continuo com o mesmo Oneplus 3 desde 2016. O que mais falta sinto, é a função “wave to wake”. Dava-me muito jeito.

  6. Carlos Sá says:

    Continuam a comprar iPhone é continuar a gritar às marcas que nenhuma destas features importa

  7. Gil says:

    O rádio FM faz falta.

  8. José Carlos says:

    Led? Sim, era bastante útil mas com o surgimento do Always On parece-me, agora, pouco útil.

  9. Radamel says:

    Ando a ver se substituo o meu Xiaomi Hongmi 1s (Redmi). Ainda tem botões, bateria amovivel (já usei um par de vezes), rádio, leds, etc. Mas arrasta-se e nao aguenta ja os andamentos. Para quando o Samsung A71 a chegar ao clube viva?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.