PplWare Mobile

Rocketbook: um caderno reutilizável para se poupar no papel!


Editora no Pplware e psicóloga de profissão. Desde cedo que a tecnologia é uma paixão, interessando-se em particular com o impacto que esta tem na nossa vida e nos comportamentos que as pessoas adotam nas redes sociais.

Destaques PPLWARE

  1. Leandro says:

    Para enviarmos para a cloud é através de fotos tiradas pelo telemóvel é isso?
    Como posso apagar uma só pagina?
    Não existirá risco para a saúde uma vez que colocamos um livro, com tinta, dentro dum microondas?

  2. Mikes says:

    Não percebi a parte da app:
    A app só tira fotos ou converte-as em vector ou texto (caso seja texto)?
    Se ficarem em formato JPG não apanhei a vantagem da parte electrónica.
    Já agora, uma nota: não há consumo excessivo de papel nenhum (o consumo até tem vindo a decrescer naturalmente porque cada vez mais os documentos são tratados digitalmente). Aliás, se não fosse a índustria transformadora de papel, provavelmente muitas florestas já nem existiam.

    • Fontinhas says:

      As imagens são capturadas e é feito um processamento sobre elas de forma a melhorar a qualidade com que são armazenadas. O objectivo é que com diferentes condições de luz, cameras diferentes, etc, seja possível tentar unificar a qualidade das imagens.
      Além disso, visto que os ícones na parte inferior da imagem, quando preenchidos permitem definir acções diferentes, outro objectivo da aplicação é simplificar a forma de enviar as imagens para diferentes serviços (Dropbox, Evernote, One Note, Email)

  3. Carlos Almeida says:

    Para isso já temos o EcoBook português.
    É mais barato mas custa mais a limpar (se tiver de limpar o caderno todo).
    Para meter em formato digital basta usar uma app como a CamScanner

  4. zombie says:

    Sera assim tao inovador ? Por ca ja temos algo parecido e em andamento ! E nem precisa de micro ondas, algo estranho e pouco pratico !O EcoBock, o caderno que pode ser reutilizado vezes sem conta foi a ideia de negócio eleita pelo júri do Startup Pitch Day da quarta edição do Programa de Aceleração de Startups do UPTEC – Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto. O EcoBook permite escrever, apagar com um simples guardanapo, e depois voltar a escrever.
    Podem ver mais pormenores aqui…http://p3.publico.pt/vicios/hightech/14378/ecobook-um-caderno-para-quem-nao-gosta-de-desperdicar-papel.
    Ps: Espero que desta vez, nao seja censurado, so pq encaminha, para um site Portugues ( como ja aconteceu, nomeadamente, com outros sites tecnologicos ).

  5. W10 Incoming says:

    “A parte ainda mais genial de todo o projecto é que basta colocar o caderno durante 30 segundos no microondas para que tudo seja eliminado e as páginas voltem a estar branquinhas para que as possa utilizar novamente!”

    Mas que bruxaria é esta???? 😀

    • zombie says:

      Necromacia e afins a parte, de facto, por estranho que pareça, limpar um caderno completo em 30 segundos…mm que com micro-ondas, ja despertou o interesse, pelo menos… de todos os fabricantes ! Ou me engano muito, ou eles vao rapidamente financiar o projeto e depois…na compra de 1 micro-ondas, oferecem um caderno destes ( o contrario deve ser mais dificil kekeke), por isso é so esperar ! E nao é uma PPP.
      Ja agora. um alerta, amanha dia 13 entra em vigor o novo acordo ortografico, dado ter acabado o prazo intermedio de adaptaçao de 6 anos ! Palavras como micro-ondas ( sim, esta é a nova forma correta de escrever, ver aqui…http://duvidas.dicio.com.br/micro-ondas-ou-microondas/…) e muitas outras, alteraram a ortografia e se ha regras claras, ha outras, com tantas exclusoes, que isto vai dar alguma confusao!
      Curioso que a Patria da lingua é a primeira a “impor” a alteraçao, o Brasil so em Janeiro de 2016, Angola e Moçambique ainda nem o ratificaram…enfim…!!!

  6. mATIAS says:

    A partir do momento em que tudo pode ser digital não quer que o seja só por ser modernice…
    E o gasto de energia de um micro-ondas não é pequeno não senhor…

    Modernices da treta. No escritório, em vez de apenas ter uma máquina do café, passa a ser necessário um micro-ondas… ah pausa na reunião, tenho de ir tirar fotos do caderno e depois tenho de usar o micro-ondas para o limpar…
    É o mundo digital nas suas maiores tretas…

    • sei la says:

      sabes que ninguém te obriga, na reunião ou em qualquer outro lado, a usar este caderno, ou o cor-de-rosa com brilhantina nas bermas. A felicidade da evolução, enquanto livre, é precisamente isso, a liberdade de escolha. Agora criticar que vai ser assim e assado porque não é prático, como referi, usas o que mais te convier.

      A evolução tem destas coisas, ramos que poderão, à primeira vista (ou a todas as vistas, depende da opinião e de produto), ser menos convenientes, ser inicialmente mais caros, até absurdos, mas a julgar por pessoas como tu, os passos evolutivos ou são acertados e perfeitos ou não valem a pena existirem. Boa sorte com a tua evolução, certamente tudo que fazes é perfeito na tua constante demanda pela perfeita evolução pessoal. 🙂

  7. David Martinho says:

    E conta com a participação da empresa portuguesa eyenov, também é um pouco portuguesa! xD

  8. Filipe Vinha says:

    Se vim bem, a parte inovadora e usar o micro-ondas para apagar, mas tambem, quando tiras uma foa, ele envia so as paginas, separadas, e o resto, mesas, etc que ele apanha, descarta… interessante a ideias…. quero 1..

  9. Az8teiro says:

    Agora esclareçam-me uma dúvida, quanto custa esse caderno? qual a área que permite escrever? qual a precisão com que se consegue escrever? o caderno “avaria”? quanto custa a caneta?

    E, quanto se gasta em euros, para o meter no micro-ondas durante 30s para se apagar o que se escreveu? será que fica mais barato que comprar o papel? tenho dúvidas..

    • Fontinhas says:

      Para Portugal, cerca de 30 dólares, com portes.
      Existirão 2 versões. Uma A4 de 100 páginas e outra A5 de 140 páginas. Cada página tem uma área útil de escrita de cerca de 90%, sendo que o resto serve para as margens, ícones indicadores e informação adicional.
      A precisão é em tudo idêntica à escrever num caderno normal. Aliás, se optar por não usar as canetas Pilot, pode usar qualquer tipo de canetas, sendo que assim não pode apagar o caderno no microondas.
      Avariar, não avaria. Há realmente um limite de vezes que uma página pode ser apagada. Não que depois a tinta não desapareça, mas as páginas acabam por ficar um pouco marcadas pelo bico das canetas.
      As canetas custam €3,79 na Staples.

  10. Rennie says:

    Uma palavra: GENIAL!!!
    Vou ver se consigo um para mim, visto que passo a vida a escrever rascunhos e a enviar papel para o lixo (reciclagem).

  11. Fontinhas says:

    Pplware e Marisa Pinto, a minha empresa é responsável pelo desenvolvimento do software Rocketbook para iOS e Android, incluindo todo o processo de processamento de imagem e tratamento da mesma. Podem ver mais em http://www.eyenov.com

    Teremos todo o gosto em fornecer-vos um unidade de teste assim que estiver fisicamente disponível.

    Cumprimentos,
    João Fontinhas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.