Quantcast
PplWare Mobile

Números não mentem e há mais provas de que a Xiaomi ultrapassou mesmo a Apple

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. Zé gato says:

    Ainda não percebi qual a admiração. Lançam um equipamento novo todas as semanas, a maioria são mais do memo, variam 30/40€ entre eles só tem designações diferentes, na minha opinião uma perfeita confusão. Além disso a grande maioria custa abaixo dos 300€, portanto é o mesmo que dizer que a Fiat vende mais que a Ferrari.

    • Galo says:

      Tendo em atenção que a Ferrari “pertence” à Fiat :), e que além dessa maioria abaixo dos 300€, que cumpre muito bem as necessidades da maioria das pessoas, ainda existem os topos de gama que nada ficam a dever aos topos de gama dos principais competidores (o ultimo até bateu os competidores em vários aspectos) e por um preço mais reduzido.

  2. lapisazul says:

    Normal… A Apple é cada vez mais menos apelativa com produtos parados no tempo tanto em design como em funcionalidades… Para não falar dos preços que não justificam.

    • Vítor M. says:

      Essa interpretação é de quem não tem noção do mercado… 🙂 mas é curioso para um ponto de vista básico e sem esforço, o que carece de uma atenção maior. Por exemplo…

      A Apple vendeu novamente mais que os seus concorrentes (e com mais lucro), tem dos melhores produtos nos vários segmentos, como nos smartphones (iPhone 12 está perto de ser o smartphone mais vendido de todos os tempos), smartwatches (o Apple Watch detém perto de 40% do mercado e não tem relógios a 100 euros), tablets (o iPad continua, desde que foi lançado, sem concorrentes, não dá chance) e computadores (não sendo quem mais vende no mundo, são máquinas que ano após ano trazem evolução, o M1 é um trunfo de inovação) e mesmo assim não vende coisas baratas e fracas.

      Depois no segmento dos acessórios vestíveis, os AirPods são igualmente um dos produtos que mais vende neste segmento, trazendo inovação como o Som Espacial e ANC que ainda muitos hoje da Xiaomi não sabem o que isso é.

      Nos AirTags… até nisso a Apple conseguiu trazer um produto que será forte em vendas… 😉

      Portanto, há uma mercado global de dispositivos que é o mais importante para as contas da Apple. Que importa ser quem mais vende nos smartphones e depois no resto não apresenta valor?

      Não é esse o foco. Por isso em 2020 apareceram novos produtos, como o HomePod mini e os AiPods Max.

      A Xiaomi tem aquela aura de copiar a Apple e fazer coisas baratas parecidas. A chamada “Apple asiática” (foi assim que cresceu e se tornou popular, foi inteligente a copiar um estilo e design) tem um mercado de entrada de gama forte (e tem coisas boas no mercado de gama média e pouca coisa no mercado de gama alta). Contudo, quem está a perder com isso não é a Apple, mas sim os concorrentes Android, como deu cabo dis smartphones da LG, como diminuiu as vendas da Samsung, da OnePlus, da Vivo, etc. etc etc… para a Apple, não faz sombra.

      Por fim, os dados da Xiaomi são uma previsão, os da Apple são uma confirmação porque a empresa já os apresentou 😉

      • JCS says:

        A Xiaomi é uma empresa relativamente recente com +- 10 anos, no seu inicio talvez tenha criado produtos similares á Apple só que as suas “cópias” ficaram melhores que os originais e a sua crescente inovação quer de design, bateria, câmeras (prestes a lançar a câmara sob o display), Touch id e Face Id em simultâneo aliado a tudo isto a grande capacidade de personalização que o sistema android permite tornou os seus equipamentos naquilo que são hoje pecando o seu 2º lugar por escasso mas a continuar na inovação e qualidade fácilmente chegará ao 1º lugar.

        • Vítor M. says:

          Teve inicialmente um caminho pobre, sem identidade, depois colou-se à Apple com Hugo Barra que veio da Google (do Android mais concretamente) e copiou o estilo da Apple, depois cresceu (à custa dessas cópias) e tem hoje o seu mercado, mas ainda está longe do mercado que a Apple tem. Basta ver a dependência da Xiaomi da Google. Todos os que dependem da Google nunca serão nada mais do que aquilo que a Google quiser. Quem não tem Google, tem de batalhar ou morre. Uma marca que não sabe fazer o seu próprio sistema operativo não tem grande poder para controlar o mercado nas suas mãos, é sim controlada.

          Não esquecer que quem trouxe a Xiaomi para Portugal foi o pplware 😉

          • Gonçalo says:

            só para a avisar que todas as marcas de computadores nenhuma tem um SO a unica é a apple as outras têm todas windows e não é por isso que nao crescem

          • Vítor M. says:

            Estás enganado. A Microsoft tem e a Google também, assim como a Huawei…

            Apesar disso, os OEM trazem um SO logo instalado e ninguém te pergunta se queres outro 😉

          • JCS says:

            A empresa nunca se colou a Apple o fato de ter as suas “cópias” por algum motivo está entre aspas, tem a ver com o ser similar no design em alguns modelos mais antigos mas o hardware nunca foi sequer “cópia” como é obvio.

            A Apple quanto a mim já teve a sua época e começou o seu declínio com a morte de Steve Jobs o grande impulsionador da empresa basta ver que a Apple desde ai a nível de inovação nunca mais foi a mesma.

            Quanto á dependência da Xiaomi da Google isso serve para os dois lados pois a Google também depende da Xiaomi pois tem-se falado em alguns sites de tecnologia em que a Xiaomi + Oppo + Vivo em juntarem-se há Huawei no seu sistema operativo ora havendo uma junção destas empresas e outras empresas sobretudo chinesas o volume de licenças por telemóvel iriam reduzir o volume de negócios da Google pelo que a dependência é bivalente.
            De qualquer das formas para a Xiaomi que está a pensar criar os seus próprios processadores mais fácilmente cria o seu sistema operativo até porque o MIUI já é uma base.

          • Vítor M. says:

            A Google não depende da Xiaomi, não é essa marca que mais traz lucros ao Google, é Samsung. A Xiaomi sem a Google acaba como a Huawei, a Google sem a Xiaomi continua feliz.

            A empresa nunca se colou a Apple o fato de ter as suas “cópias” por algum motivo está entre aspas, tem a ver com o ser similar no design em alguns modelos mais antigos mas o hardware nunca foi sequer “cópia” como é obvio.

            Óh essa mentira dita muitas vezes não passa a verdade. O próprio Hugo Barra chegou a falar na colagem à Apple. Valeu—lhe o título Apple da Ásia. Foi isso que destacou a Xiaomi numa altura em que repartia o mercado chinês com a Geonee.

          • JCS says:

            “A Google não depende da Xiaomi, não é essa marca que mais traz lucros ao Google, é Samsung. A Xiaomi sem a Google acaba como a Huawei, a Google sem a Xiaomi continua feliz.”

            Com o volume cada vez maior de vendas da Xiaomi não sei se será assim. E a Xiaomi não é parva por algum motivo iniciou conversações + Oppo + Vivo e outras fazerem o mesmo.

            “Óh essa mentira dita muitas vezes não passa a verdade. O próprio Hugo Barra chegou a falar na colagem à Apple. Valeu—lhe o título Apple da Ásia. Foi isso que destacou a Xiaomi numa altura em que repartia o mercado chinês com a Geonee.”

            Não é mentira é verdade o que acontece é que Hugo Barra não negou suas origens.

          • Vítor M. says:

            Não negou as suas origens… ele veio da Google, era um dos responsáveis do desenvolvimento do Android 😉

            Sobre as marcas chinesas, nenhuma avançará continuar no mercado sem a Google. O mercado americano e europeu, além de grande parte do mercado árabe e uma boa fatia do mercado asiático, não passa sem os serviços Google. Mesmo que todas essas marcas se unissem e criassem um sistema operativo conjunto, nunca teriam o impacto que têm agora. A Google é muito forte e paga mil milhões à Apple para ser forte também no iOS.

        • JCS says:

          “Não negou as suas origens… ele veio da Google, era um dos responsáveis do desenvolvimento do Android ”

          Sim mas eu referia-me sobretudo ao local onde estudou Massachusetts Institute of Technology (MIT) em Cambridge. Por ter passado pelos Estados Unidos é natural que se incline pela tecnologia presente na altura no pais em questão e por marketing tenha associado á “Apple da Ásia”

          A Xiaomi nunca será uma “cópia” do Iphone como o poderia ser se têm o android desde sempre e um hardware distinto a não ser como disse inicialmente em que a cópia é melhor que o “original”.

          Quanto a possíveis desentendimentos com a Google até gostava de ver a Xiaomi já provou que não é a Huawei, não há muito já levou os Estados Unidos a Tribunal e têm várias opções de escolha para enfrentar a gigante “Google”. Mas sendo sincero não especulemos sarilhos onde não os há e deixemos a Xiaomi com o seu objetivo de 1º lugar de Vendas em Telemóveis.

      • Filipe says:

        Calma Vítor.

        Vendo as coisas do ponto de vista de um consumidor que pensa e analisa dispositivo vs. preço antes de comprar, a Apple só vende porque simplesmente é a Apple.

        Podiam lançar sacos cheios de lixo, mas se tivessem a maçã, iriam vender como bolos quentes. O que a Apple tem são mesmo “produtos parados no tempo tanto em design como em funcionalidades”, que só agora têm funcionalidades que na concorrência existem há quase 10 anos.

        Pedir 1500 por um aparelho que se formos bem a ver pelos seus componentes, é um aparelho do topo da gama média. Não justifica esse valor. A desculpa do “exclusivo” chega a ser tão ridícula como o preço que eles acham que os seus aparelhos valem quando custam entre cerca de 200 a 300€ a construir.

        Com os computadores e o watch passa-se exatamente o mesmo.

        Com os air tags, existem imensas alternativas muito mais baratas, mas é algo que as pessoas não precisam. Nunca se importaram. A jogada da apple é lançar coisas e aldrabar de uma maneira a convencer as pessoas que precisam daquilo. As ovelhas vão atrás umas das outras. Não é por acaso que muita da gente que utiliza aparelhos apple são pessoas facilmente influenciáveis. Não têm ideias próprias. Compram apenas para mostrar e não por precisar ou por gostar.

        Quem compra porque precisa vai ponderar a sua compra. E em compras ponderadas, muitas das vezes a apple nem sequer entra na lista.

        Quanto ao lucro, são apenas coisas “para inglês ver”, como se costuma dizer. Se eu vender um fardo de palha por 1 milhão e convencer as pessoas de que é palha premium quando é igual à do meu vizinho que vende um fardo que em certas coisas até é melhor, por 100 mil, logicamente que vou receber mais dinheiro.

        A sorte da apple é que não faltam pessoas facilmente influenciáveis senão, com as políticas de preços deles não tinham lugar no mercado.

        • Vítor M. says:

          Nervoso o Filipe…

          Vamos lá ver.

          “Vendo as coisas do ponto de vista de um consumidor que pensa e analisa dispositivo vs. preço antes de comprar, a Apple só vende porque simplesmente é a Apple.”

          Não, isso é uma visão redutora e sem qualquer sentido, dado que é uma empresa com mais de 40 anos de mercado. Líder em vários segmentos e responsável pela introdução de tecnologias que foram e são basilares para a tecnologia moderna. Portanto, a Apple é e, pelo que temos visto, será uma empresa que cria tendências, gera avanços tecnológicos e desenvolve novos segmentos de produtos.

          “Podiam lançar sacos cheios de lixo, mas se tivessem a maçã, iriam vender como bolos quentes. O que a Apple tem são mesmo “produtos parados no tempo tanto em design como em funcionalidades”, que só agora têm funcionalidades que na concorrência existem há quase 10 anos.”

          Isso é mais com a Xiaomi, já que vende de guarda-chuvas, passando por smartphones, aspiradores, ventoinhas, tablets, aspiradores de pó de colchão, câmaras, máquinas de barbear… e mais um saco de plástico cheio de coisas. E vende bem, é barato, vende como bolos, é um facto. Mas é barato e grande parte são coisas fracas, produzidas com materiais fracos e baratos, mas é um mercado que gera alguma receita.

          A Apple não parou no tempo, quem diz isso é distraído e completamente alienado da realidade. Basta ver que a Apple de x em x tempo muda o design do iPhone, o que no iPhone 12 foi um sucesso (eu percebo que aborreça alguns, mas é a realidade), no iPad desde que este saiu já teve atualizações de design consecutivas, no iMac, embora mais conservador, foi tendo evoluções, na linha Pro dos Mac, o Mac pro, já foi mais radical, com a criação de poderosas máquinas com design diferente.

          Apesar disso, há coisas que têm a sua linha mestra, basta ver marcas como a Mercedes, a BMW, a Rolls Royce ou a Bentley, inovam, mas sem perder a identidade de uma marca premium.

          A Apple de facto só introduz algumas tecnologias, que outros já usaram, quando estas estão maduras. O Filipe não consegue ver, mas eu ajudo. Por exemplo, a Apple só há poucos anos começou a usar NFC. É verdade que outras marcas já o usavam há muitos anos antes, mas de forma que não tinha uma aplicação útil. Era residual a sua utilização. Então, com o amadurecimento da tecnologia a Apple introduziu o Apple Pay https://bit.ly/3ltDwbU. Sim, é líder 😉 e inovador. Criou e continua a criar serviços e formas de pagar inovadoras. Percebo que o Filipe não saiba o que é. Mas é muito bom. Aliás, fazer pagamentos em qualquer loja com o Apple Watch, tornou-se num hábito. Onde anda o Android Pay?

          Outra tecnologia que a Apple introduziu e que foi basilar para o mercado dos smartphones foi a arquitetura 64 bits https://bit.ly/2yaiGVA. Todos os outros foram atrás. Outra tecnologia que a Apple implementou e foi (ainda é) líder é o Face ID https://bit.ly/2TYb9qC. A Apple adquiriu duas empresas israelitas (neste artigo explicamos quais são as empresas), adicionou as suas tecnologias às tecnologias dessas duas empresas e criou o melhor sistema atual de validação de identidade. Os outros foram atrás, mas nenhum com tecnologia igual, porque é a Apple que detém essa tecnologia.

          Apareceu o Touch ID (que a Apple introduziu nos smartphones e os outros foram atrás https://bit.ly/3A59QWX) no ecrã. Sim, mas ainda não é uma tecnologia madura. Relembro que a Samsung introduziu e exigia que para pagamentos fossem usados outros métodos junto com o Touch ID no ecrã (que uma capa de silicone conseguia enganar).

          Ainda andavam todos com fichas microUSB e a Apple já usava uma ficha muito mais avançada, a Lightning: https://bit.ly/3ikZxH2. Só anos mais tarde apareceu o USB-C (que a Apple ajudou a criar). A Apple tem os seus próprios sistemas operativos, os outros usam o da Google. 😉 A Apple tem os seus próprios serviços, os outros usam da Google e quando criam os seus em cima do sistema operativo da Google, a Google dá logo sapatada: https://bit.ly/3lpDFNE

          Não vamos recuar mais, porque o MagSafe, que a Apple introduziu em 2006, é o “pai” destes carregamento que hoje chama de modernos 😉 https://bit.ly/3rtmkTh assim como não vamos falar em encriptação de todo o conteúdo do smartphone, que a Google dizia que não fazia sentido… até o fazer também: https://bit.ly/2Kv167i

          Depois há vasto ecossistema que quando compramos equipamentos Apple sabemos que vamos ter. Desde logo a App Store, a loja com mais qualidade e que mais fatura com os melhores títulos. Temos o Apple Pay, como já referi, o Mapas da Apple (que cada vez se aproxima mais do líder de mercado, o Google Maps), temos o FaceTime (que cada vez está mais poderosos e tem uma qualidade soberba). Temos também a app Encontrar, que até com o iPhone desligado o podemos encontrar. Sim é inovador e mais ninguém tem e quando a Apple lançou o Find my iPhone, ninguém tinha, depois copiaram, temos também serviços como o Apple Music, que é dos melhores serviços, batido por outro muito bom o Spotify que também temos disponível, temos o HomeKit, temos o AirDrop. AirPlay, AirPrint (tudos isto fuinciona muito muito bem), o Mensagens (que até podemos fazer pagamentos e transferências), temos uma suite de produção gratuita…. e muito mais.

          Depois, temos tudo do melhor da Google, da Microsoft, da Adobe, etc etc etc 😉

          Pedir 1500 por um aparelho que se formos bem a ver pelos seus componentes, é um aparelho do topo da gama média. Não justifica esse valor. A desculpa do “exclusivo” chega a ser tão ridícula como o preço que eles acham que os seus aparelhos valem quando custam entre cerca de 200 a 300€ a construir.

          Voltas a dizer disparates. Basta ver que tem o melhor SoC do mercado com tecnologia de fabrico de 5 nanómetros que tem sido a Apple líder neste avanço. Pronto, já estás mais calado a esta altura.

          Tem sempre um conjunto de câmaras das melhores, não sendo a melhor num ou noutro ponto, o seu conjunto é de altíssima qualidade e vale bem um bom investimento. Depois, ao nível do ecrã, tem a Samsung como parceria e a LG que depois integram tecnologia Apple para resultar num dos melhores ecrãs do mercado. Atenção, estamos a falar num conjunto de partes que todas juntas formam o melhor smartphone do mercado, do hardware ao software, passando, claro, pelo ecossistema.

          Não é a melhor em tudo, não, mas no conjunto é a melhor. Agora, a concorrência é salutar e ainda bem que a Samsung impulsiona o mercado, que a Huawei empurra as tecnologia 5G.

          Por falar em 5G, a Apple foi a primeira a introduzir em toda a sua linha de telefones novos o 5G. Já estás quase sem fala. Mas repara que a Apple é a marca que mais vende smartphones no mundo com 5G. Queres ver que o esperto és tu?

          Com os computadores e o watch passa-se exatamente o mesmo.

          Isto é já mais que distração ó Filipe. Até porque o Apple Watch tem sido o mais inovador do mercado e atirou completamente a indústria da relojoaria para um canto https://bit.ly/3rLyU2d. Lembra-te que todos estão atrás da Apple e a Apple introduz ano após ano um conjunto de tecnologias que faz deste gadget um sucesso de vendas. Há mais de 100 milhões de Apple Watch no mercado: https://bit.ly/3rOeuFM e vens tu, do alto da tua douta sapiência dizer que não vale 300 euros?

          Depois confundes o valor de os construir com o valor do produto pronto na mão do utilizador. Quando compras um produto Apple, estás a pagar o desenvolvimento das suas tecnologias, estás a pagar o fabrico do mesmo, o desenvolvimento do seu sistema operativo, o desenvolvimentos dos serviços que lá encontras dentro, e o transporte até à tua mão. Tudo by Apple. Assim como a garantia e pós venda. A Apple tem na sua mão total controlo desde o desenvolvimento até à entrega na mão do utilizador. Ninguém mais tem isto.

          Com os air tags, existem imensas alternativas muito mais baratas, mas é algo que as pessoas não precisam. Nunca se importaram. A jogada da apple é lançar coisas e aldrabar de uma maneira a convencer as pessoas que precisam daquilo. As ovelhas vão atrás umas das outras. Não é por acaso que muita da gente que utiliza aparelhos apple são pessoas facilmente influenciáveis. Não têm ideias próprias. Compram apenas para mostrar e não por precisar ou por gostar.

          Porra, não existem alternativas aos Airtags, sabes porquê? Porque qualquer uma das alternativas têm um alcance fraquinho. Com os AirTags e com mais de mil milhões de iPhones ativos no planeta https://bit.ly/2G5iOgl esta rede torna-se colossal. Depois algumas funcionalidades são únicas, como o detetar o iPhone mesmo com ele desligado https://bit.ly/3CgdLSL não há paralelo a este serviço. 🙂

          Quem compra porque precisa vai ponderar a sua compra. E em compras ponderadas, muitas das vezes a apple nem sequer entra na lista.

          Entra sempre, aliás, o iPhone é o que entra sempre em primeiro, mas é verdade que nem todas as pessoas os escolhem, e por vários motivos. O primeiro é porque tem um preço elevado, depois muitas pessoas não querem nada mais que um telemóvel de mexer com o dedo (qualquer Android barato serve) e depois porque há pessoas que preferem o Android ao iOS. Ainda bem que há escolha. Mas repara que o iPhone 12 está perto de ser o iPhone mais vendido de sempre no mundo https://bit.ly/2VgsOen logo isso contraria totalmente oq ue dizes. Além de que o mercado dos recondicionados vive à custa dos iPhones 😉

          Quanto ao lucro, são apenas coisas “para inglês ver”, como se costuma dizer. Se eu vender um fardo de palha por 1 milhão e convencer as pessoas de que é palha premium quando é igual à do meu vizinho que vende um fardo que em certas coisas até é melhor, por 100 mil, logicamente que vou receber mais dinheiro.

          Não sabes oq ue dizes, isso é areia a mais para a tua camioneta. Estamso a falar na mais poderosa e rica empresa do mundo no campo tecnológico. Que por sua vez é a área mais influênte no mundo moderno. A Apple tem desenvolvimento, produção, venda direta, venda online, entrega, pós venda e um conjunto enorme de outros serviços debaixo da sua alçada. Não tens nenhuma outra com este poder de mercado. PONTO. Clario que tem de ter lucro. Olha, uma coisa interessante é o investimento que está a fazer nos satélites: https://bit.ly/34WBZ5e vamos ver comos e vai dar. Aaaa e nos carros elétricos 😉

          A sorte da apple é que não faltam pessoas facilmente influenciáveis senão, com as políticas de preços deles não tinham lugar no mercado.

          A sorte dos outros é haver pessoas que não percebem muito de tecnologia, terem preços baratinhos com telefones a 60 euros e haver alguns que gostam de outras coisas, o que seria do amerelo se todos gostássemos do Azul Porto, não é? Mas ainda bem que existe o Android, porque é um dos meus sistema operativo favoritos. Assim como marcas como a Huawei, OPPO ou Samsung que puxam o mercado com a sua engenharia.

          🙂 a Apple é muito mais do que aquilo que imaginas, tens noção de quanto paga a Google para ser motor de pesquisa do iOS? https://bit.ly/3zZGwAX cerca de 12 mio milhões de dólares. 😉 Agora pensa… pensar é fixe e faz bem.

          Abraço Filipe.

          • luis baker says:

            Android pay = Google pay para os users da samsung (samsung pay)
            Servicos da google? desculpe-me mas nota-se que nao entende nada de android(Samsung tem a sua própria loja e serviços)

            Uma coisa para que? Criar um sistema se existe o android? Todo particamente feito? Digamos que One UI,Miui etc sao particamente um sistema separado da para ver como a huawei fez.

            Mas claro se esqueceu de algo, o spyware pegasus 😉 invadiu iphones tambem onde esta a segurança made in apple?

          • Vítor M. says:

            Hehehe onde tem qualquer comparação os serviços da Google e s da Samsung com o Apple Pay? Zero relevância meu caro. Nem há comparação. Além de que a Apple adicionou o Apple Card entre outras funcionalidades ao serviço que só por si é poderoso.

            Quando dizes que não entendo nada, está a falar de ti certo? Porque sou utilizador Samsung e Android se calhar ainda não eras nascido. E como referi, a Google fez isto: https://bit.ly/3lpDFNE 😀 está tudo na mão da Google, ou achas que a Google vai deixar a sua galinha dos ovos de outro na mão de terceiros? Não pescas nada de Android ó Luis 😉

            Quanto ao malware, sim o spyware pegasus invadiu alguns iphones, mas malware é a área do Android, que tem recordes nisso. Todos os meses há malware que ataca o Android, então na Ásia é mato, porque lá as lojas clandestinas são uma em cada esquina.

            Depois dizeres que “One UI,Miui etc sao particamente um sistema separado” pronto, paro por aqui. Quando alguém diz isto… para quê perder tempo!

            🙂 abraço.

        • Bruno Mota says:

          Você tem razão, tenho exactamente a mesma opinião. É tudo baseado na marca, não na qualidade. Um exemplo disso mesmo muito simples, nenhum detentor de um iPhone compra uma capa que tape o logotipo da marca… É fogo de vista por os preços serem altos e querem mostrar que têm um produto caro.

          • Paulo says:

            Nada a ver, tenho iphone desde 2009 e sempre comprei capas a tapar o simbolo. Porquê? Porque gosto.
            Vai tudo de uma questão de gosto.
            Quanto ao resto, nem ligo. Tenho porque trabalho no ecosistema da Apple, logo é mais vantajoso e estável.

        • Maats says:

          Concordo, e subscrevo tudo!

          A pessoas que não vale a pena… estás a ver um tijolo? São iguais! 🙂

          • Maats says:

            PS: Refiro-me ao comentário do Filipe é bom que se note!

            E é tão verdade aquilo que diz e incomoda tanto que um se está a esganiçar todo e a escrever testamentos a dizer bola, para justificar o que só ele vê mais ninguém e a dar uma opinião pessoal mais nada, porque de factual ou verdade…

          • Eduardo says:

            De factual não tem nada?!
            Ahahahah

            Então tudo o que ele escreveu são factos.
            Aliás, tanto são factos como ele metia links e mencionava artigos para as pessoas abrirem e tirarem as conclusões…

            Enfim

          • Maats says:

            Junta-te a ele na luta contra o mundo… O que ele escreveu foi o costume… uma mão cheia de nada!

      • luis baker says:

        Vamos la macbook caro e nao vale a pena M1? desculpa mas so os problemas de tela dos macbooks com m1 ja mostra como a apple esta iphone 12? mais vendido nao sei onde vejo mais pessoas saindo do iphone indo para a samsung (S20 S21) do que o contrario apple sempre sera uma empresa cara nao vale a pena nem 1% dos seus produtos. Iphone custa uns 500 euros a produzir vende a 1000 50% e lucro.
        Mas espera 😉 estamos a anos a espera dos DNS da apple publicos ne? Os seus xserver foram muito bons como o macos para servidores faltar de “sucessos” e facil falar dos problemas ninguem fala quando se e fanboy na disso….

        • Vítor M. says:

          Luís, vamos por partes:

          Vamos la macbook caro e nao vale a pena M1? desculpa mas so os problemas de tela dos macbooks com m1 ja mostra como a apple esta iphone 12?

          O mackBook não tem problemas no ecrã, o meu não tem qualquer problema meu caro. Há alguns, como acontece em qualquer produto, que têm determinada avaria. Mas isso é uma gota seca no meio de um vasto oceano de vendas. Repara, um problema é o que aconteceu com o Note 7 que esse sim foi um grave problema, no M1 são algumas máquinas, eventualmente de um lote com defeito. Mas a máquina vale cada euros, tens ali um computador com pelo menos 10 anos de excelente rendimento e com atualizações.

          Quem quiser uma máquina para ter 10 anos de grande desempenho, com uma bateria para 18 horas contínuas de trabalho, o M1 é a solução. Agora, há outras empresas que fazem PCs também bons, mas atenção, 10 anos com um sistema operativo atualizado e com performance, não é fácil e aí já não tens mais que dois ou três dedos e pelo preço que compras um Air M1 à vontade 😉

          Além disso, os m1 estão a mudar o mercado. vais ver que a Microsoft tentou e não conseguiu, mas a Apple vai conseguir virar o mercado com estes Apple Silicon baseados na arquitetura ARM 😉 mais desempenho, menos consumo de energia. 😀

          mais vendido nao sei onde vejo mais pessoas saindo do iphone indo para a samsung (S20 S21) do que o contrario apple sempre sera uma empresa cara nao vale a pena nem 1% dos seus produtos. Iphone custa uns 500 euros a produzir vende a 1000 50% e lucro.
          Mas espera estamos a anos a espera dos DNS da apple publicos ne? Os seus xserver foram muito bons como o macos para servidores faltar de “sucessos” e facil falar dos problemas ninguem fala quando se e fanboy na disso….

          Estás completamente enganado. A Apple foi ao Android buscar muitos utilizadores com o iPhone SE 2020. E os resultados de meio ano de vendas Apple assim o mostram. Houve um crescimento da venda do iPhone e uma preferência pelo iPhone 12. Já no que toca ao S21…. esquece, não tem sequer relevância face às vendas dos iPhone 12.

          Depois misturas alhos com bugalhos. A Apple deixou há anos a parte dos servidores. Não pode estar em todas. Contudo, atenção, com o mercado do software empresarial a passar para a esfera dos web services, a Apple tem argumentos fortes, com máquinas que podem durar anos, baixo custo de manutenção, alto desempenho e segurança. Olha um exemplo disso é a venda de Chromebokks. Que usam sobretudo o browser para o trabalho dos utilizadores e outros serviços web.

          É como te digo, não vai ser fácil nos próximos 20 anos ombrear com a Apple, apesar de que as marcas chinesas estavam a crescer com a Huwei, mas a empresa estava na mão da Google, como a Xiaomi está na mão da Google 😉 e como os utilizadores Android estão na mão da Google.

          • luis baker says:

            Vamos falar de software empresarial e o meu ramo , na empresa que eu trabalho fora de portugal criamos solucoes de hardware e software para varias empresas algumas ate portuguesas 70% dos produtos e sistemas que sao implantados nas nossas empresas sao android 20% windows ce o resto fica e IOS so pelo pedido da empresa.
            Nosso mercado de empresas: intermarché(Portugal , França) La poste (Correios franceses) SNFC(CP Francesa) Orange(Operadora francesa) Danone, EDF(EDP francesa) , DPD,Norauto etc.
            Em nivel de empresas se somos a ver apple nao e assim tao grande.

          • Vítor M. says:

            Vamos lá Luís…

            Vamos falar de software empresarial e o meu ramo , na empresa que eu trabalho fora de portugal criamos solucoes de hardware e software para varias empresas algumas ate portuguesas 70% dos produtos e sistemas que sao implantados nas nossas empresas sao android 20% windows ce o resto fica e IOS so pelo pedido da empresa.

            Como referi, a Apple nunca teve um impacto grande na área de software empresarial ligados aos ERPs. Tem a ver com a preponderância das ferramentas Microsoft, poderosas, cada vez mais versáteis e com grande performance. Mas tudo está a mudar. Hoje, principalmente muitas micro e pequenas empresas, já usam estas plataformas baseadas nos serviços web. Onde um browser, qualquer um, serve para trabalhar. É onde a Apple pretende entrar. Há um estudo, patrocinado pela empresa, com uns números interessantes sobre esta área. Se der com ele, depois colo-o aqui.

            Mas com as máquinas M1, a Apple quer atacar esse mercado, que ainda está na mão da Microsoft, sobretudo. Não esquecer que a Microsoft portou para macOS os seus melhores produtos e que não tarda veremos o macOS muito versátil também na área empresarial/industrial. Dá tempo para haver este crescimento.

            Nosso mercado de empresas: intermarché(Portugal , França) La poste (Correios franceses) SNFC(CP Francesa) Orange(Operadora francesa) Danone, EDF(EDP francesa) , DPD,Norauto etc.
            Em nivel de empresas se somos a ver apple nao e assim tao grande.

            Como referi, estas empresas que citas usam poderosas ferramentas que têm a Microsoft por trás. E não é um mercado que a Apple tivesse conseguido entrar com o seu sistema operativo. Já no passado teve uma grande preponderância no mercado das gráficas, da fotografia, do vídeo, mas com a evolução das ferramentas, os PCs passaram a ter melhor preço e a Apple acabou por não acompanhar. Agora poderá ser ao contrário, com esta nova gama de processadores Apple Silicon, que iremos ter máquinas mais acessíveis e duradouras, pelo menos é essa a intenção da Apple com estes m1 e seguintes.

            Mas atenção, Microsoft em muitas áreas… ainda é Microsoft, a Apple não vai lá tão cedo.

            Sabes como isto não é assim tão linear em tudo, repara que o mundo da web tem nos servidores Linux o seu suporte. Nem é Apple, nem Microsoft, é Linux 😉 e no entanto, Linux no mercado quer empresarial, quer doméstico, ou mesmo académico, é residual. E é um SO brutal.

      • Gallu says:

        Opinião pessoal: no que a Xiaomi mais se destaca são as pulseiras Mi Band. Possui uma bonita tela oled, e muitas funções que, pelo preço, se paga no primeiro mês. se tem precisão na coleta de dados, ou privacidade, duvido. mas se eu danificar a minha enquanto faço exercícios físicos… ok… compro outra. Se eu danificar meu apple watch… arranco os cabelos!

  3. João says:

    Eu não tenho nada contra e a favor da APPLE, aliás era grande fã. No momento tenho um iphone 11 (a pensar trocar), um mac mini e ipad. Todos eles foram a garantia com problemas. Antes destes dispositivos tive 3 iphones (iphone 4, 6s e o X) e notei que a fiabilidade está em decadência, o primeiro ainda demorou uns 5 anos ou outros duram cada vez menos. O SO cada vez que é actualizado é só bugs. Acho que só pensam no lucro e qualidade está a cair, fazem os dispositivos para avariarem rápido. Quando pago 1000€ por um telemovel quero fiabiliade e durabilidade, um telemovel para mim tem de durar no minimo 5 anos. Por outro lado a minha mulher compra tudo Xiaomi (aspiradores, computadores, telemovel) por metade do preço e parecem tanques de guerra. Então aquele telemovel dela nem se fala só em quedas ja devia estar em cacos, mas não. Nunca teve problemas e funciona tudo bem há 4 anos e parece ter mais saude que o meu telemovel. Em conclusão não me admira que a Xiaomi em breve passe a Apple em vendas, porque pessoas como eu que procuram fiabilidade e durabilidade vão sempre para os melhores dispositivos e mais resistentes . Estou a pensar trocar de telemovel e ando a ver Xiaomis e Realmes porque na minha opinião o Iphone ja foi Iphone agora é uma questão de status social.

    • Em_Nome_do_Rei says:

      o Xiaomi que nem updates e ao final de 1 ano esta desatualizado. O iphone tem 6 anos de updates e continua como novo. Ainda ontem vendi o meu 6s de 2015 que vai receber ios 15 por 280 euros.

      • Filipe says:

        Quando se fala sem saber, tem-se comentários desses.

        Um xiaomi de média gama tem no mínimo 2 updates grandes de sistema, recebendo todos os updates de segurança ao longo do tempo (se forem forçar a procura de updates, muitas das vezes o update está lá para sacar e instalar).

        Agora eles alteraram a política e passam a receber um terceiro update de sistema ainda, incluindo versão de android seguinte, caso o aparelho passe nos testes, senão é apenas update à interface, na versão android que o aparelho aguente sem perdas de desempenho.

        Onde é que quem usa Xiaomi fica a perder?

        Relativamente à tua venda ainda acrescento, sobre aparelhos “exclusivos”, se eu puser à venda a minha nintendo switch consigo vendê-la quase pelo preço que paguei por ela quando a comprei nova. Não sei onde queres chegar com essa tua última frase.

      • Hugo says:

        Gastar quase 300€ num smartphone com 6 anos é só estúpido

      • Bruno Mota says:

        Xiaomi sem updates? Você desconhece totalmente a realidade.
        Tenho um Xiaomi, comprei com Android 10, estou com Android 11, e vai sair o Android 12.

        • Bruno Mota says:

          E porque razão iria eu pretender ter um telemóvel com 10 anos ou mais? Tendo em conta que cada versão seja IOS ou Android são lançadas anualmente.
          Entendeste grande anormal?
          Para que é que alguém pretende ter um telemóvel totalmente desactualizado?

        • Hugo says:

          Tanta agressividade e claramente não percebes nada da poda. Preferes ter um carro velho com estofos novos do que um carro novo com estofos razoáveis. São opções, mas se o objectivo for o desempenho estás errado. Burro.

      • asdasd says:

        O meu xiaomi Mi8 com 3 anos e que custou 300€ está em perfeitas condições com a MIUI mais recente e com atualizações dos patch de segurança quase trimestralmente.
        Já perdi a conta da quantidade de vezes que o vi cair para a morte, mas mesmo assim ainda não partiu. Não é lento, ecrã espetacular, sem crashes, rápido, boas cameras. A bateria já não dura os 3 dias como no primeiro ano, mas aguenta todo o dia sem me preocupar (nota: dados moveis, bluethood, wifi e localização (dual gps) sempre ligados).
        Quando se vê um comentário desses percebe-se que é um frustrado da sociedade que quer ter uma marca em vez da performance e atualidade e compra telefones velhos/usados.
        Para chegar ao ponto de em 2021 ter um telefone de 2015 que deu bastantes problemas e processos à apple por causa da obsolescência programada.
        Quem o comprou por 280 euros deve ser um morcão porque ser for à worten esse telefone usado assim como o seu custa cerca de 70 euros. Por 280 euros já compra o iphone 8 grade A, ou seja como novo dois modelos acima do seu.
        E nem sei como perdi tempo a responder a esta barbaridade. 280 euros por um iphone 6s meu deus, só para colecionadores de velharias…

        • Em_Nome_do_Rei says:

          Ja n tens updates no teu mi 8 e os iphones lancados no ano do mi 3 ainda recebem. Percebeste agora ou queres um desenho? Vai la vender o teu mi 8 que nem 20 euros te dao, eu vendi o 6s por 280 e vou comprar o 13 pro max.

          • asdasd says:

            Como indiquei 280euros a um burro só pode. E tu agora estas sem telefone entao? vendeste o teu 6s e o 13 ainda nem saiu….
            Se fizeres as contas eu posso trocar de telefone de 3 em 3 anos e ainda assim fica mais barato do que comprar um telefone de 1300 euros que tenho de ter cuidado durante 10 anos para nao partir para ter rentabilidade. Caso parta sao mais 400 euros extra, e acredita ja varios iphones 12 partidos de amigos e depois nao tem cheta para os mandar arranjar porque têm de esperar 10 anos para poder comprar outro. Ou pedir um emprestimo para telefone como muitos fazem…

          • asdasd says:

            Tambem se vendeste o teu por 280 euros podes ir a worten comprar o mesmo por 70 euros com garantia. Logo foste inteligente parabens. O gajo que comrpou é que é burro.
            worten.pt/telemoveis-e-pacotes-tv/telemoveis-e-smartphones/iphone/iphone-6s-apple-recondicionado-reuse-grade-b-4-7-16-gb-cinzento-sideral-7415291

          • Hugo says:

            Visto que afirmas que o 6s dura 6 anos suponho que o compraste no lançamento, ou seja, gastaste no mínimo 800€. Supondo que o vendeste por 300€ (que não acredito que alguém, hoje, te pagasse isso por ele) perdeste 500€. Algum matemático que me venha aqui iluminar por favor. Não estou a ver onde está a vantagem monetária LOL
            Iphone é bom é? Tem a melhor relação qualidade preço? Não. Ponto final.

    • Pedro says:

      João 2 de Agosto de 2021 às 09:39
      Não faças isso. Estarás a cometer um erro tremendo.

    • jlxpmme says:

      Nem toda a gente tem essa experiência. Uso produtos da Apple há vários anos, amigos e familiares também e nunca ouvi de problemas de hardware com nenhum equipamento para ser necessário ativar garantia, e alguns já duram há mais de 5 anos. (e estou a incluir macbooks que já caíram até, iphone que já caiu diversas vezes no meu caso, por isso também considero os equipamentos da Apple tanques se formos colocar a Xiaomi a esse nível). A nível de software às vezes as primeiras versões de uma atualização maior é menos boa com alguns bugs ou um pouco mais lento mas é sempre tudo resolvido rápido. Bugs são super raros. Claro, falo apenas por experiência e do que oiço e vejo, sei que há quem tenha problemas.

      De qualquer das maneiras, a Xiaomi claramente não está a vender mais do que Apple devido a fiabilidade e durabilidade, isso garanto-te. A Xiaomi vende mais porque tem uma maior presença de marca em todos os intervalos de preços e em imensos equipamentos/acessórios. A Xiaomi tem marcas e submarcas que até competem entre si, todas elas a atingir os mercados desde o mais barato até ao mais premium. Têm telemóveis bons, isso têm, mas o maior volume de vendas deles é claramente smartphones a preços onde a Apple nem sequer tem produtos(<300/400€). Trabalho numa loja e tenho bem noção disso(também tenho noção que RMA rates de iPhones continuam a ser mais baixos que quase todas as marcas, mas mais volume por vezes também significa casos e por vezes mais pontos de quebra)

    • iDroid says:

      Acho que depende da sorte / azar de cada um. Tenho iphones desde o 4 e nunca tive problemas.

      Neste momento estou com o 7, com 4 anos e meio, e não podia estar mais satisfeito.

      Também tenho o Apple watxh series 4 e nunca me apareceu um bug.

    • Dedo do Meio says:

      O status vale tanto como qq outra característica.
      A maioria ficaria servida com telemóveis de 100 euros.
      A grandes diferença é que um utizador de iPhone não te quer evangelizar.
      Os androidianos passam a vida nisso. São monótonos e tem a mania da serem evangelizadores.
      Como se alguém se c… para isso

      • Galo says:

        Sim, cada um escolhe de acordo com as preferências. Se quiser uma telemovel para o status tem toda a liberdade para o fazer, tal como alguém escolhe outro para ter a melhor camara ou a melhor bateria.
        No final é que não concordo…vê-se muito mais users do iphone a tentar “vender” o equipamento como o melhor em tudo, do que qualquer outro user. Logo, na verdade um utilizador tipico do iPhone é mais evangelizador.

      • Hugo says:

        Lol claramente só lês o que te interessa. Este post mostra literalmente que o que acabas de dizer é, no mínimo, discutível.

  4. Jorge says:

    A Apple já era, agora vai a grande velocidade atrás da Samsung! Isto claro, enquanto tiver (como tem) uma boa relação qualidade/preço! A partir do momento em que a deixar de ter, desce à mesma velocidade que subiu!

  5. Bacano says:

    Conclusão, encontraste alguém super desinformado na área que comprava uma boa máquina por esse valor (poco x3 pro ou até poco f3 por exemplo) mas mesmo assim preferiu gastar 300€ num pisa papéis completamente obsoleto

  6. Zé Gato says:

    “ talvez tenha criado produtos similares á Apple só que as suas “cópias” ficaram melhores que os originais”
    “No momento tenho um iphone 11 (a pensar trocar), um mac mini e ipad. Todos eles foram a garantia com problemas. Antes destes dispositivos tive 3 iphones (iphone 4, 6s e o X) e notei que a fiabilidade está em decadência, o primeiro ainda demorou uns 5 anos ou outros duram cada vez menos.”
    O primeiro comentário deixou-me sem palavras, e o segundo mostra desconhecimento absoluto pelos equipamentos. Além disso trocar um X por um 11…espero que seja o 11Pro.

  7. Crow- says:

    É perfeitamente natural que a Xiaomi venda mais que a Apple. A Xiaomi tem produtos para todas as carteiras. é um produto de massas. Para além disso beneficia de uma maior difusão nos 2 maiores mercados mundiais, a China e a India.
    Vender mais não quer dizer que seja necessariamente melhor (ou pior).

    • Dedo do Meio says:

      É isso mesmo.
      Claro. Ataca principalmente o segmento onde a Apple não está. Os gestores da Xiaomi não são burros. Por isso eles mandam e nós somos conentadeiros da treta.

  8. SocrateSocialistAmigos says:

    Coitados, lá por ter ultrapassado a Apple já se acham os melhores…
    Iphone é Iphone, melhor, requintado, superior, qualidade de construção solida, sistema operativo vitalício.
    A Apple dá confiança a mim e a todos os meus camaradas próximos!

    • Bruno Mota says:

      Os socialistas, os verdadeiros socialistas, só compram produtos de massas por razões óbvias. Você não pode ser socialista.

      • PorcoDoPunjab says:

        Os Xuxalistas, os verdadeiros Xuxalistas, falam mal do ensino público mas têm os filhos Xuxarecos no privado.
        Os Xuxalistas falam mal da saúde privada mas depois são apanhados no Hospital da Cuf….

        Um verdadeiro Xuxalista é assim.. para vcs, pouco ou nada, para mim e os meus, tudo.
        As pessoas querem assim, assim é…

        • Bruno Mota says:

          Exacto. Os socialistas só querem socialismo para os demais, para eles próprios não querem.
          Querem impor regimes a todos menos a eles.

      • Martins says:

        Amigo, os socialistas são os sociais democratas em Portugal.
        Os liberais americanos são democratas.
        O Partido Sem Destino em Portugal são os socialistas envergonhados de o serem.
        É a filosofia global. A política não tem a ver com a tecnologia que se usa. Ainda alguém usaria o Nick Duarte Lima Assassino, alegadamente claro.

    • PorcoDoPunjab says:

      Eu desde que uso Apple o meu carro nunca mais precisou de gasóleo e ando cerca de 1000 kms por mês.
      Só pode ser do Aifone, não há outra explicação..

  9. LarilasOS says:

    Windows Phone é que era bom paaaah! Velhos tempos do Nokia Lumia 920 com apenas 1Gb de Memória RAM dava 10 a zero a qualquer Android ou iOS!

  10. PorcoDoPunjab says:

    Mal educados é logo assim… Nem dou hipótese.

  11. SocrateSocialistAmigos says:

    Amigos, temos que nos acalmar, o Social é a Solução, para fazer de Portugal um a país mais Rico em pobreza!
    A pobreza é a simplicidade dos tempos atuais, sem dúvida, uma constante do proletariado!

    • PorcoDoPunjab says:

      É isso mesmo, distribuir a pobreza por todos.
      Todos?
      Todos não!!!
      As famílias políticas e amigos esses iam ter tudo.
      A ralé, pão e água.
      AInda agora a atleta Bielorussa deu de frosques.
      Quer dizer, que ingrata, fugir do paraíso…

  12. SANDOKAN 1513 says:

    FTW Xiaomi !! Mainada !! 😀

  13. Elkido says:

    A Xiaomi já merecia isso há muito tempo porque em Preço/Qualidade sempre foi a melhor do Mundo….a Samsung não tem hipóteses perante a Xiaomi…. irá ser ultrapassada no último trimestre deste ano tb.A Samsung tem de acabar com os processadores Exynnos e com os preços absurdos e com a UI pesada e com os carregamentos de bateria lentos.E se acham que o presumível novo Exynnos/AMD irá mudar isso prestem atenção ao novo Snapdragon 895 e 895+

    • SANDOKAN 1513 says:

      O primeiro smartphone equipado no mundo com esse novo processador da Qualcomm,o 895,será o Xiaomi Mi 12,o tal que virá com 200 MP. Colaboração entre a Leica e a Xiaomi pela primeira vez. Vai ser um maquinão,pá. 🙂

    • Vbras says:

      Você não deve percebe de nada já por mais a Samsung e vem melhor do que a xiaomi em software a Samsung da da boca a xiaomi eu tive um xiaomi Era uma desilusão ficava me muito quente eu disse logo nunca mais compro xiaomi agora estou com Samsung estou feliz porque a xiaomi tem a pior sistema do mundo

  14. Zé Gato says:

    O iPhone tem iOS , e só isso é um factor decisivo na compra para muitos milhões de pessoas.
    Quem não gosta não compra, por isso é que há os Andróides, seja Xiaomi ou outra marca qualquer escolha não falta.
    Eu Xiaomi só com gambas!!!

  15. Vbras says:

    A xiaomi é tão boa que até toda gente fala mal dela só bugs o software é hardware são lixo eu tive um era só desgraças a câmara ficou sem qualidade estava lento em nival de bateria era uma desilusão os problemas que eu tive com ele foram
    Bateria inchada
    Ecrã com cores diferentes
    Câmara sem qualidade
    Sistema bugado
    Som por vezes não dava
    E outras coisas….
    É por isso que mudei para Samsung porque uma coisa que vos digo a xiaomi nunca vai para 1 lugar a iPhone vai lançar o iPhone 13 e a Samsung vão lançar o fold e o s21 FE é o A52s a xiaomi partir daí vai para 3 lugar

    • Galo says:

      Noticias fresquinhas: Xiaomi já é a 1ªna Europa pela primeira vez. Agora podes ir abraçar-te à almofada e chorar 🙂

      • Vbras says:

        Mas em nível mundial a Samsung está em primeiro lugar mas para mim a xiaomi é lixo

        • JCS says:

          Tenho um grande respeito á opinião de cada um, e cada um é livre de escolher o que quer!!! Agora quando se diz que certa marca é lixo é pegar no Ranking actual da especialidade por exemplo

          DXOMARK https://www.dxomark.com/rankings/#smartphones-mobile

          e vais verificar que há vários modelos a que tu chamas lixo melhor pontuados do que as marcas que defendes pelo que estás a dizer que as marcas que defendes estão abaixo de lixo !!!???

          • Vbras says:

            Eu não confio da dxomark por nada porque eu já tive xiaomi por muitos anos todos me deram bugs e não estou a dar mais dinheiro para telemóveis com bugs com a xiaomi eu estou com Samsung agora e estou a gostar muito do software deles

          • JCS says:

            Todas as marcas podem ter problemas num ou outro equipamento mas são uma exceção e como tal não se deve generalizar para tudo o resto.

    • Hugo says:

      Se tiveste TODOS esses problemas das duas uma: ou tiveste um azar dos diabos ou estás a mentir e a referir bugs listados por terceiros. (e atenção que câmara sem qualidade não é bug. Se compraste um smartphone com câmara de baixa gama tens a qualidade referente à mesma, nem mais, nem menos.)

      • Valter Pinho says:

        Ou então teve azar! Eu em tempos atrás comprei um Huawei P9 quando ele saíu…o primeiro Android com 2 cameras e cameras Leica e fazia desfoque do fundo tipo Apple…e tive problema com a camera…tive de o mandar pra trás porque afinal a camera estava partida…tinha uma racha…e por isso quando tirava foto a um ponto de luz, parecia que não era um ponto de luz mas sim um clarão…fazia muito flare…eram reflexos! Foi pra trás, quando veio um novo, veio 5 estrelas!

        • Hugo says:

          Sim, acontece mas pela quantidade de problemas que ele relata algo me leva a acreditar que não é verdade até porque o “e outras coisas” por si só já dá pra entender o “tom” 😀

  16. Zé Gato says:

    E o trabalhador das obras não pode ter um iPhone?!?!?
    O status de ter um iPhone são os haters que o criam. Eu tenho um iPhone e fico muito satisfeito que o trabalhador das obras também possa ter um.
    Onde está o problema???

    • LarilasOS says:

      Tenho um colega meu que amava Xiaomi…tinha o Mi 9T…aquele em que a câmera sobe…entretanto, comprou um iPhodase 12…’inté fiquei admirado! O meu ex cunhado também era todo Samsung…entretanto, viu um iPhodase 12 Pro e comprou…
      Um deles é operador de call center, o outro é vendedor porta a porta….bem, não me digas que o facto deles terem comprado iPhodase fez deles uns ricassos com grande status …se assim for, vou já mandar vir uns quantos …pago à NOS a prestações…ou ligo pra Cetelem…assim olham pra mim e dizem “olha, lá vai o pobre que agora é multimilionário”…isso de ter a fama mas não ter o proveito também é um bocado chato

  17. Crow- says:

    Os trolhas há muitos anos que andam de Mercedes e BMW e não é por isso que as marcas perderam status.

  18. Vbras says:

    A xiaomi precisa ter um software bom só que a xiaomi não faz isso cada upload e só bugs

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.