Quantcast
PplWare Mobile

IDC: Em era de pandemia, vendas de iPhones em Portugal surpreendem

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Filipe F. says:

    Quem surpreende é a Xiaomi que duplicou as vendas, ou vendeu mais 21 mil em Portugal. Não é a Apple que vendeu mais 9 mil, dado que lançou este ano o iPhone mais barato da sua gama e portanto é normal quando lança ter um aumento de vendas principalmente a comparar com o Q2 2019 onde não teve nenhum lançamento perto.

  2. Mário says:

    Lá vêm os haters!

  3. Há cada gajo says:

    Comparar Apple com mercado Android…é querer comparar o que não tem comparação. Não vale a pena dourar a pilula. Nem sei qual é a utilidade disto .

    • Melga M says:

      Pelo que li, o que se compara é o numero de vendas, não Android vs iPhone.
      O que é estranho é o Sr. Francisco Jerónimo da IDC, valorizar um aumento de vendas de 9.000 unid. da Apple e não valorizar mais 21.000 unid. da Xiaomi, é uma diferença de 12.000 unid. que para qualquer um salta á vista, menos para o Sr. Francisco Jerónimo da IDC.
      Porque será ?

  4. Ana Pinheiro says:

    Boa escolha!

  5. Isabel says:

    Ninguem quer xiaomis nem androids da treta, todos querem iphone. Sempre foi e sempre sera

    • Samuel MG says:

      Entre o Xiaomi e o iPhone prefiro o Xiaomi.

      • Isabel says:

        Se honesto e diz la se preferes porque a tua carteira não estica…as vendas falam por si. Xiaomi em cameras e a pior marca de todas, quem gosta de android usa pixel ou oneplus.

        • Samuel MG says:

          Oneplus nem pensar e pixel tenho duvidas e na verdade prefiro a Asus. Mas entre um smartphone iPhone que custa a marca 350 euros e venda a mais de 1000 euros e o Xiaomi que tem uma rom para a china e outra para o resto do mundo prefiro a Xiaomi.

    • Melga M says:

      Cada um quer aquilo que pode ter e lhe apetecer, por enquanto Portugal é um País com sistema democrático.
      A não ser que queiras impor a tua vontade aos outros, que é um tique que alguns partidos tentam fazer há bastantes anos, e com alguns seguidores.

    • AD says:

      Eu queria mas também queria um preço justo (algo que nem o SE tem), por isso tenho que me manter pelos androids da treta que custam quase metade e conseguem fazer praticamente o mesmo.
      Já agora nunca usei a expressa mas é exatamente por causa desses comentários que veio a mitica expressao “iSheepers” aka completos fanaticos para os quais a Apple é superior a tudo e todos por ser diferente (mais uma vez se tentasse nao ser tao diferente no preço se calhar ate tinha mais sorte)

    • Euéquesei says:

      Eu quero iPhone, pode oferecer me um?
      Sou muito pobrezinho, iletrado, inculto, mal educado, acha que um iPhone ficaria bem em mim?
      Sou muito pobre, uma esmolinha oh Eminência…

  6. AD says:

    Já tens lojas oficiais Xiaomi em portugal ha algum tempo, essa completamente fora

  7. art says:

    Os ricos vão sempre continuar ricos , ou até mais ricos , os pobres vão ficar mais pobres ….logo nunca faltarão clientes para os iphones, até devem crecer percentualmente ….enquanto os outros se quiserem vender têm de subir os preços, a ver se os ricos reparam neles ..claro que continuará sempre a haver migalhas para pobres , porque os ricos precisam de dar as ordens aos empregados…

    • Isabel says:

      E uma estup.idez em pleno 2020 ainda haver pessoas a catalogar iphone para ricos. Qq pessoa pode comprar um iphone ou samsung de topo na europa.

      • LR says:

        Tens noção que este teu comentário contradiz o que fizeste acima ao Samuel MG, não tens? Eu ajudo: “Se honesto e diz la se preferes porque a tua carteira não estica” vs “Qq pessoa pode comprar um iphone ou samsung de topo na europa”

        • SD says:

          Só pelo comentário em que diz que ninguém quer “androids da treta” já dá para perceber que é uma daquelas pessoas para as quais a é a nona maravilha do mundo (ou a primeira pq tem de vir antes dos outros…)
          A piada é que a última versão do IOS basicamente tudo o que traz de novo são coisas que já existiam no Android…

          • Isabela says:

            O android não tem airdrop, spotlight, nem dicionario built in tem, não tem multi download de apps, apenas descarrega uma a uma, não tem wearables de jeito nem mesmo a copiar os airpods e o apple watch se safam, não tem handoff, não tem apple carkey, queres mais?

          • LR says:

            Quero. Tens mais?

          • SD says:

            Sim, também não tens hipótese de personalização, hipótese de descarregar apps que não estejam na store (ou tens de ir a volta ao bilhar grande para conseguires), etc. Dicionário já tens há muito. Wearables é uma questão de preferência, mas já tens varios earphones ao mesmo nível se não melhores. Para além de que o ecossistema deles é muito bom mas qq coisa de outra marca e a ligação deixa de ser assim tão boa. Eu já disse várias vezes quando a Apple começar a ajustar os preços e a torna los mais realistas ganham um cliente. Até lá sinceramente essas coisas não são assim tão indispensáveis que me façam gastar mais do dobro do meu limite por um smartphone ou por um smartwatch.
            E sinceramente ter gostos diferentes é normal, ter preferência por uma certa marca e defende la ok, agora atacar as preferências dos outros é que é desnecessário só isso.

    • Samuel MG says:

      Ricos cada vez mais ricos até que a AT lhes cai em cima por fuga aos impostos. Mais vale ser pobre do que rico e estúpido.

      • Euéquesei says:

        Samuel, lol,e desde quando a AT cai em cima dos ricos?
        Mas vc sabe o pais em que vive?
        É Sócrates, é Salgados, tudo a rir do povo e vc com esses lirismos.
        O que eu me ri.
        Obrigado, já me sinto melhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.