Quantcast
PplWare Mobile

Estes são os 24 países onde as pessoas são mais viciadas nos smartphones

                                    
                                

Fonte: Computers in Human Behavior

Autor: Marisa Pinto


  1. Há cada gajo says:

    Gente alienada e sem vida.

  2. LarilasOS says:

    Como não está aí Portugal? Quando vou no comboio pra Lisboa, é tanta a gente a mexer no tamagotxi…

  3. Luis Costa says:

    Segundo o que li no link para o estudo, este foi feito em 24 países

    “Across 24 countries, 83 samples, and 33,831 participants, we demonstrate that problematic smartphone use is increasing across the world. ”

    Ou seja o vosso título está incorreto porque isto é o ranking dos 24 países onde foi feito o estudo, contudo não quer dizer que sejam os 24 países onde as pessoas são mais viciadas no telemóvel. Portugal até pode estar em quinto lugar por exemplo… mas não se sabe pq não foi feito o estudo para Portugal

  4. SANDOKAN 1513 says:

    O Nepal em 10° lugar ?? Esta agora tomou-me de surpresa. 😐

  5. secaya says:

    Os oftalmologistas agradecem. Mais futuros paci€nt€s.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.