Quantcast
PplWare Mobile

Depois da NOS e MEO, Vodafone já tem eSIM! Saiba como usar…

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. leon says:

    Os cartões SIM tem os dias contados, o futuro será o eSIM fica o número associado ao telefone internamente.

  2. Marco says:

    E para passar o cartão para outro smartphone como eu faço muitas vezes.

    • leon says:

      não passas, isso deixa de acontecer, com o eSIM é como se fosse um telefone fixo só um numero e só podes mudar para outro telefone quando for para trocar, mediante o custo já referido.

      há muito que isto já estava anunciado que viria acontecer, até é muito melhor e por questões de segurança.

      • danny says:

        deixa de acontecer…pois. Se houver publico. Mas isso é outra historia. O que gosto de ver é que o pessoal gosta de pagar tudo. Então para trocar de equipamento, tens custos? Pensava que o custo era apenas para passar de SIM para eSIM.

        • leon says:

          não se trata ou não de haver publico, é algo que vai acontecer é inegavel o SIM tem os dias contados, não há como fugir disso, e sim, para mudares depois de telefone vais ter de pagar sempre, tal como se fosse para pedir um SIM novo.

          simplesmente aqui não se trata de querer ou deixar de querer, simplesmente é a evolução natural das coisas, e não há como contornar, algo que já está destinado a acontecer, nas próximas gerações de telefones, o fim do SIM.

      • Manekas says:

        O eSIM vai obviamente evoluir e ter outras potencialidades.

      • André says:

        Não estarás equivocado? O eSIM não te permite fazer o que ele diz…

    • André says:

      É uma das desvantagens do eSIM. Só pedia que me deixassem usar dois cartões com o mesmo número, não em simultâneo, claro. É chato andar sempre trocar…

  3. Jota says:

    O eSIM daqui por uns anos vai ser a desgraça de muita gente!

    • Tiago says:

      Explica la isso. E bem melhor que ter um cartao fisico alem de que permite partilhar o tarifario com Apple Watch ou ipad. Também falavam mal da remocao do 3.5mm jack e agora copiaram todos a apple como sempre e ja so se veem airpods na rua.

      • Woot! says:

        Air Fake Pods na sua maioria 🙂

      • Jota says:

        Uma vez que agora tudo se faz por telemóvel, nomeadamente acesso aos bancos (com pagamentos e transferências), meios de pagamento (mbway, etc) assinatura digitais (através da CMD), etc., e sendo o eSIM uma coisa virtual, e tudo o que é virtual é possível de hackear, porque ao inicio é tudo muito segura e tal mas com o passar do tempo vamos vendo que o que hoje é muito seguro, amanhã já não o é, se um eSIM for roubado, quer seja através de ações piratas que seja através de uma falha, propositada ou não, de um funcionário da própria operadora, vai ser o caos!

    • leon says:

      desgraça não vejo porquê só vejo vantagens, é claro que traz algumas desvantagens, como deixar de ser possível ter dois números no telemóvel e varias ligações de net, como quem tem dual SIM.

      no entanto no que toca a segurança, em caso de roubo, o telefone deixa de poder ser desativado, e fica sempre com rastreio activo.

      • Woot! says:

        Eu vejo já uma desvantagem (penson eu). E se for para um país que não suporte eSim?

        • leon says:

          Esse problema não existe, já actualmente mesmo com o SIM da operadora de cá eu posso usar normalmente noutros países, sem ter de recorrer a um sim de uma operadora no pais de destino, se bem que hoje já podemos telefonar via online, logo não é por falta de alternativas, o eSim assim que se massificar, muitas coisas vão ter de se ajustar em sua função.

          • Woot! says:

            Com o SIM sim, mas se as operadoras não suportam eSim, também funciona? Se sim, porque é que as operadoras precisam de “adicionar” suporte a eSIM?

            Desculpa lá as perguntas mas sou um nabo no que toca a este assunto.

        • Jorge Carvalho says:

          eSim nada tem a ver com países.

          Abc

    • Jota o maior amigo says:

      Amigo, esse nome tem direitos de autor

    • Manekas says:

      Se fosse daqui por uns meses ainda me assustava, agora daqui por uns anos…

  4. Manel das lampadas says:

    Apple watch apple watch?????
    Já suporta?

    Ou vai ser anunciado com o lancamento do 6 em Outubro?

  5. Marco Rodrigues says:

    Fico com o cartão físico porque tenho 2 cartões de operadoras diferentes e posso trocar de smartphone ou usar os dois num smartphone. Não vejo grande vantagem nesse cartão ,os meus dois smartphones tem entrada 3.5m porque quero assim, muitas marcas não tiraram 3.5m.

    • Manel das lampadas says:

      Santinho

    • leon says:

      ficas com cartão físico até as próximas gerações de telefones abandonarem o slot SIM e ai acaba-se os SIM’s quando trocares de telefone, o FIM dos SIM já foi anunciado em 2016, estão agora a começar a transição para o eSIM.

      • Daniel says:

        Pode não ser bem assim… Os sim terão sempre margem de venda, porque nem todos têm smartphone… Eu, por exemplo, tenho, mas não uso… Uso um velho V3 da Motorola e ainda tenho um Alcatel OneTouch, não smart… Para o uso que faço do telemóvel, preferirei sempre algo assim. Por isso, dizer que o sim vai desaparecer, é ambíguo…

  6. Miguel says:

    Então…. Compro um telemóvel, tenho que pagar pelo esim. Resolvo devolver o equipamento por qualquer motivo, compro outro, e volto a ter que pagar o esim outra vez. Decido usar outro telemóvel qualquer, e siga lá pagar novamente.
    Não parece viável… Vai ser preciso andar a tentar clonar o imei, ou qualquer coisa assim?
    Nem estou a perceber qual é o custo para uma operadora, para alterar o esim de um equipamento para outro.

  7. Sergio J says:

    Ainda não sabemos ao certo como as operadoras vão operar no futuro, mas parece-me que este será um custo inicial apenas para fazer a transição para o esim. A partir daí, não me parece que no futuro haja custos por mover o esim, ou a haver serão muito baixos.

  8. No meu tempo era assim says:

    La vao os marroquinos e o chineses à falencia… ja nao vao vender o cartao de 5€ com 2.5 de chamadas hehehe

  9. Sérgio Malheiro says:

    Mais um serviço pago, há países em que o esim serve de clone ao cartão sim, permitindo usar um smartwatch sem ter o smartphone por perto. Mas em Portugal somos todos ricos e para usufruir desse serviço temos que adicionar outro ao existente. Enfim, paga parolo!

  10. Nobre Luso says:

    Li… reli… e não fiquei convencido.
    Quiçá esclarecido.
    O meu Samsumg Galaxy Note 10+ é dualsim.
    Será que, se mudar para o tal cartã virtual eSim, poderei usar a slot 1 para outro cartão (Vodafone ou outra operadora).

    E se posteriormente quiser retroceder na minha eventual decisão?

  11. Marco Rodrigues says:

    Boa pergunta!penso que não, só é possível usar slot 2.Não vejo vantagem no esim.

  12. Jose Silva says:

    O meu S20 ultra 5G também dá para e-sim e não consta na lista acima.

    Não sei quando vou usar o e-sim, mas parece-me que o facto de ser virtual , será num futuro próximo, mais susceptível de hackear.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.